Tag: treino

Ler mais

Treinamento funcional para sobrevivencialistas

Se você segue nosso conteúdo por certo tempo, sabe que sempre demos muita importância para o condicionamento físico. Pensando naqueles que têm tido dificuldades para cuidar da sua saúde e fazer exercícios com regularidade, hoje temos um tutorial de como começar a condicionar seu corpo na sua casa, sem gastar muito tempo ou dinheiro.

O modelo Westfalian de gestão de risco

Essa é mais outra tradução adaptada, desta vez do blog SibitotiqueAchei interessante pelo fato de ajudar aos que estão começando e até  mesmo quem já tem um certo tempo. Hoje falaremos sobre uma análise de risco que vai te ajudar a entender melhor a sua situação, seu cenário, como avaliar os riscos que está exposto e auxiliar no planejamento de preparação.  

O objetivo é fornecer ferramentas para que as pessoas compreendam as suas próprias situações e tomem medidas que façam sentido para sua vida atual.

Condicionamento Físico?

Por alguma razão este tema sempre é pouco popular em fóruns sobrevivencialistas, sejam brasileiros, sejam internacionais. Parece-me tão claro a importância do exercício físico no processo de preparação contra crises… não é?

É interessante a resistência que as pessoas encontram para não se exercitarem. Utilizo a palavra “encontram” pois realmente as justificativas parecem não ter um fundamento muito real.

Quer garantir suas habilidades? Repetição é a chave.

Ter um conhecimento básico de sobrevivência e compreender as técnicas não é o suficiente. Enquanto conhecimento é a chave para a sobrevivência, a repetição é a peça que fica embaixo do quebra cabeça e faz toda a diferença entre o sucesso ou a falha.

Se você já serviu o exército, provavelmente percebeu o quão diferente é o treinamento. Em minha opinião existe uma coisa que separa o estilo de treinamento militar de qualquer outro tipo de treinamento, e esta é a repetição. Eles gastam inúmeros dias treinando habilidades específicas que outros preferem gastar apenas algumas horas. Por meio da fatiga, machucados e dor eles passam pelas suas técnicas várias e várias vezes até não errarem mais.

Princípios psicológicos de sobrevivência

Como já falamos em alguns posts sobre situações de emergência, todos nós já temos certa ciência que se nos encontrarmos em uma situação em que as práticas de sobrevivência devem ser utilizadas, não será nada fácil. Por sorte poderemos ter um de nossos kits ou quem sabe uma faca, porém se não tivermos conhecimento e nem ter praticado estas habilidades, de nada vai adiantar termos esses recursos à mão. Por isso é bom compreendermos alguns princípios da “psicologia da sobrevivência”.

A vontade de viver

Existem casos de pessoas que foram tratadas de todas as formas e, mesmo tendo chance de sobreviver perderam suas vidas, ou seja, perderam a vontade de viver. A experiência de militares, principalmente na 2º guerra mundial, isolados em combate, demonstram que a sobrevivência fundamentalmente é uma questão de perspectiva mental. A vontade de viver é o que vai falar mais alto, se você não estiver mentalmente preparado para vencer os obstáculos e esperar o pior, as suas chances de sair com vida são grandemente reduzidas.

Sobreviventes uruguaios de uma tragédia aérea ocorrida na cordilheira dos Andes em 1972 comemoraram o início do resgate dos 33 mineiros presos no Chile, certamente se os dois casos tivessem desistido, não estariam contando as suas histórias.