Condicionamento Físico?

Por alguma razão este tema sempre é pouco popular em fóruns sobrevivencialistas, sejam brasileiros, sejam internacionais. Parece-me tão claro a importância do exercício físico no processo de preparação contra crises… não é?

É interessante a resistência que as pessoas encontram para não se exercitarem. Utilizo a palavra “encontram” pois realmente as justificativas parecem não ter um fundamento muito real. Como é que o indivíduo acima do peso, hipertenso, diabético e fumante espera colocar uma BoB de 25kg nas costas e caminhar 30km? Como é que o outro acha que sobreviverá a um período de crise defendendo sua família se é um completo sedentário? Algumas coisas simplesmente precisam ser repensadas.

Refletindo sobre o tema, decidi fazer um vídeo relatando minha rotina de exercícios, algumas dicas e chamadas de atenção. Segue:

Veremos se este post também será pouco visitado como os anteriores que trataram deste tema aqui no blog.

E você, faz exercícios?

Até.

Anúncios

30 Comentários

  • Cara vc podia apostar nos exercicios utilizando o peso do corpo , talvez nem cresça os músculos mais vc vai ficar muito forte, acho que só bicicleta e corrida nao sao suficientes pra um condicionamento completo.
    Tenta fazer flexões , abdominais, barras , tudo o possivel e vá sempre evoluindo seus limites , no começo e difícil, principalmente barra , mais é bom ter um trabalho muscular tbm. Nao para hipertrofia , ou ficar bombado e sim pra se fortalescer pra qualquer situação , como brigas, escaladas, essas coisas.
    Recomendo tiros tbm de velocidade. (Dizem que é mais eficiente do que correr) , tanto para vigor e para trabalho muscular.
    AH outra atividade muito boa pro sobrevivencialismo é o pakour .

  • Quem assiste o vídeo assim, nem imagina que o Julio tomou uma queda na bike 😀

  • Parabéns pelo vídeo Julio, você deu uma dica que sempre dou quando me perguntam qual é a “melhor” atividade física: O melhor exercício é aquele que você gosta de fazer! Se você começar uma atividade que não gosta, é batata, em 2 ou 3 meses você desiste…

    E queria muito correr ou pedalar pra aumentar minha resistência, mas são atividades que eu não gosto, e sei que não vou conseguir fazê-las regularmente. Mas em compensação, adoro “lutar contra a gravidade” como você disse 😛 (faço treino de força, basista).

    Galera, achem alguma coisa que vocês gostem, qualquer coisa, o importante é não ficar parado!

  • Aqueles que se acham total sedentários podem ter uma surpresa “boa” ao tentarem e praticarem, realmente o condicionamento físico ‘e um dos fatores mais importantes e nunca ‘e tarde para começar a praticar.

  • Olá.
    Realmente o condicionamento físico é um ponto importante no sobrevivencialismo, talvez o primordial, pois a principal ferramente é você (seu corpo, sua mente) e se você não estiver bem de nada vai adiantar o resto.
    Há algum tempo escrevi um artigo sobre isso (coloquei algumas indicações de exercícios e treinamentos) e postei em um fórum internacional. Vou ver se acho o artigo e salvo aqui o se encontro o fórum e se for do interesse de vocês envio uma cópia para que analisem e postem se acharem interessante.
    Valeu, até mais.

  • Show de matéria, sempre pratiquei esportes e por causa da profissão cai no sedentarismo, agora dando novo rumo a minha vida,

  • Pra um sobrevivencialista, o condicionamento físico é imprescindível, mas eu mantenho minha reserva de gordura para eventuais emergências 🙂

  • Olá Júlio, parabéns pelo post. Tenho uma sugestão a fazer, você poderia fazer algum post sobre suplementos alimentares (whey protein, albumina, maltodextrina, caseína, cafeína, creatina, entre outros) mas não como forma de hipertrofia, ganho de peso, etc., mas sim como “alimento de sobrevivência”, sendo utilizados isoladamente e misturados, suas formas de uso e modos de consumo. Creio que sejam alimentos “táticos” dada sua praticidade, baixo peso e facilidade de consumo pois muitos somente são diluídos em água. É bom salientar que eles serviriam como “step” e não na substituição de alimentos, uma vez que o excesso deles causa sobrecarga dos rins e fígado.

    Obrigado pela atenção.

    Um forte quebra costela e até mais.

    PS.: O colega Fábio Henrique Chagas poderia dar uma forcinha.

    • Fala amigo!

      Bacana, primeiramente devo conhecer sobre tais suplementos, pois sou completamente leigo no assunto. Obrigado pela sugestão, vou ter de tirar um tempo para estudar e testar tais recursos.

      Abração!

  • Saindo do sedentarismo =) vamos ver o resultado

  • Para mim o que define o sobrevivencialista é;Resistencia , conhecimento e preparação. Eo que nos diferencia das pessoas,não que seriamos melhores do que os outros, mas só o fato de estarmos preparados para devidas situações nos colocam com uma probabilidade muito maior de segurança.

  • Ola Julio, boa noite primeiramente quero deixar aqui os meus parabéns por abordar um tema de estrema importância não apenas para os sobrevivêncialistas como para toda a população no geral, digo isso porque sou um profissional da área, sou um professor de educação física e um sobrevivencialista, achei muito interessante o tema, gostaria de colocar aqui meu ponto de vista como profissional, não quero aqui ser arrogante de maneira nenhuma apenas como informação a quem quiser, então vamos la… de manha logo ao acordar antes de realizar algum tipo de exercício é interessante um bom consumo de carboidratos e glicoses porque como a pessoa fica em jejum em torno de 6 a 8 horas enquanto dorme o corpo entra em um estágio chamado de catabolismo que nada mais é que um canibalismo das células adiposas e de proteínas do seu organismo isso é se você tiver em um período em que necessite de massa muscular não digo pra levantar pesos mas para locomover seu corpo a longas caminhadas ou de-repente em um período que precise de uma evasão você ficará fraco e com poucas chances de desenvolver um longo desempenho físico, o segundo ponto que foi muito bem abordado foi o de estar mais disposto para as atividades do dia a dia, isso ocorre porque o exercício físico promove um aumento do metabolismo deixando seu corpo mais ágil e preparado para as atividades do dia a dia, mais um vez parabéns pelo seu canal e por abordar esse tema muito importante !

  • Julio, excelente suas reflexões sobre esse tema! Achei extremamente pertinentes e lúcidas as suas palavras de alerta aos desavisados. Parabéns!

  • Abordou um tema obrigatório para a temática sobrevivencialista Julio, parabéns! O preparo é um dos pilares do sucesso do homem na situação de crise. De que me adianta estar ao redor de equipamentos top’s, só o suprasumo da indústria mundial, se o único que não pode falhar, não está apto!

    Abraço!

  • Geovanni Chrestani

    Olá Julio. Parabéns pelo post. Gostaria de sugerir um post especial de sobrevivencialismo para cicloturistas. É um assunto muito interessante para muitos cicloturistas que acessam o site. Valeu.

    • Fala Geovanni!

      Obrigado pelo apoio. Estou começando agora na área de cicloturismo (tanto que nem comprei bagageiro e alforges), mas assim que sobrar uma grana pra isso pode ter certeza que farei sim! Acredito que com condicionamento prévio a bike é um meio de transporte incrível em cenários de crise.

      Abraços.

  • Acredito que o bom condicionamento físico e a sua experiência em aspectos sobrevivencialistas valem muito mais que uma mochila cheia tranqueiras. Atualmente eu só malho na academia, não gosto de fazer caminhadas longas por prazer, porém isto é um erro da minha parte. Depois de assistir a esse vídeo vou “tentar” fazer umas pedaladas em pistas de esporte (rampas, pista de corrida), porque essa é a única maneira que me atrai de fazer exercícios aeróbicos voltados para resistência de longa duração, ao contrário do que a academia te proporciona: explosão muscular. Unindo estes dois pontos do condicionamento que eu citei, você estará preparado para grande parte do que venha a enfrentar.

    Você não ganha uma disputa/briga só com músculos, mas sem ele não passará de um saco de pancadas.

    • Fala Guilherme,

      Concordo plenamente contigo, a junção dos dois fatores facilita tudo. Eu particularmente não consigo ficar “musculoso” pois sou magro de doer… Já malhei durante dois anos seguidos e consegui umas definições e aumentos, mas quando parei voltei a estaca zero e injuriei….rs.

      Lembre-se que para ter prazer no esporte (principalmente pedalada) o investimento na bike faz toda a diferença. Pedalar com uma “bike de mercado” que fica rangendo e desregulando não tem graça alguma. Boa bike é aquela que você nem lembra que está lá.

      Abraços.

      • amigo Julio isso ocorre com todos nós, infelizmente tenho assim como você uma genética que me atrapalha no quesito ganho de massa muscular temos um biotipo com predominância ectomorfo ou seja temos em nossa genética uma predominância de massa óssea se comparando com músculos e gordura corporal, até melhoramos mas se diminuirmos a intensidade dos treinos já voltamos a um estágio anterior, aquele abraço

  • Olá Júlio Lobo “ficou da hora o apelido”, tudo bom?

    Creio q o condicionamento físico seja a primeira ferramenta q o sobrevivencialista deve ter.

    PS: “vi no videio em 5 min e 30 seg q tem um copo de suco em cima do PC, essa não parece ser uma combinação muito boa”

    Abraços!

    • Fala Markinhos!

      Valeu pelo elogio..rs. Tirei Lobo do livro do Stephen King chamado “O Talismã”, quem ler o livro entenderá porquê. E sim, é com certeza a primeira ferramenta!

      Em relação ao suco, já está mais que batido eu colocar copos ali, é a receita para o desastre mas sempre que vejo, o maldito está lá…rsrsrs.

      Abração.

      • markinhosdikapryo

        Eu nunca li esse livro, li outro dele “Tripulação de Esqueletos” a alguns anos q teve um de seus contos transformado em um grande filme “O Nevoeiro”. O Talismã deve ser um bom livro.
        Terminei de ler “Os Magos – de J. W. Rochester” pretendo comprar também o primeiro “O Elixir da Longa Vida” e terceiro “A Ira Divina”, vou colocar esse também “O Talismã” na próxima compra.

        Outro abraço pra vc também.

        PS: “ainda não consegui comprar uma ALICE” 😛

  • Sou sedentário! Precisava desse puxão de orelha mesmo! Vlw

    • Fala Anderson,

      Fico feliz que tenha lhe ajudado. Lembre-se que o início é bem chato e dolorido, mas a persistência compensa e chegará um momento onde se você não fizer exercícios vai se sentir mal.

      Abraços.

  • Sempre tive o mesmo pensamento. Nossa principal ferramenta, antes de tudo, é o nosso corpo. Em uma situação de crise, nem sempre teremos tempo de ir buscar nosso BoB. E poderemos contar apenas com nosso conhecimento e nosso corpo pra suprir todas as necessidades.
    Condicionamento é essencial.

    • Exatamente D.Lobo,

      Confiar plenamente em seus equipamentos é a receita para o desastre. Em cenário de crise, se sua camionete for roubada, o jeito é ir andando até a BoL…. E como fazer isso sem condicionamento algum?

      Abraços.

  • Excelente! Muito mais motivador do que muita palestra de “Personal Treiner” que tem por ai, além de ser um “Acorda Sobrevivencialista” se não, vc vai morrer no sofá, com um pacote de salgadinhos em uma mão e uma lata de Coca na outra, antes de pegar a mochila.

    • Opa Mauro!

      Realmente essa era a intenção, até preferi fazer o relato do exercício para ter alguma “autoridade” para falar sobre o assunto. De nada vale ficar falando e não mostrar que os princípios que digo são os mesmos que realizo.

      Abraço!

  • Compartilho do mesmo pensamento que o seu, fico olhando aqueles preparadores americanos com 150kg, armados até os dentes e gastando milhares de dollares em preparações e o óbvio, que é cuidar da saúde não fazem!!!

    Faço musculação 5x por semana, quando consigo malho 6x, já estou malhando a 10 meses e estou bem forte comparado a quando comecei, mesmo assim sei que músculos são diferentes de resistência, então no mês passado comecei a correr, já corro 15 minutos mas minha meta é correr 1 hora direto.

    Quanto ao pessoal aí que ainda não se convenceu, deixo a dica: O SUS hoje funciona mal e porcamente, num cenário de crise, se acontecer uma emergência, nem o SUS e nem os hospitais privados terão recursos para te atender. Cancele sua Unimed e invista em uma academia, não fique doente, fique saudável.

    • Fala Ismael!

      É por aí mesmo. As pessoas se esquecem do mais óbvio. Fico feliz em ver que outros também estão atentos neste quesito. Os problemas de saúde sempre virão hora ou outra, porém o estilo de vida ativo e alimentação saudável diminui a chance destes ocorrerem.

      Tive a chance de estagiar em uma ala hospitalar e é triste o arrependimento de muitos por estarem em situação irreparável por maus hábitos.

      Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s