Tag: School

SHTF School: Doces e tratos em uma situação de sobrevivência

 

survival food

Nós todos pensamos como uma crise iria nos mudar, mas é quase impossível de saber como nós vamos reagir a todas as coisas novas que surgirão nesse tipo de cenário.

As pessoas acham que será algo rápido e imediato, como se de repente hoje uma crise ocorreria e nos tornaríamos pessoas diferentes. Seria legal, mas não é assim para a maioria das pessoas.

SHTF School: Mantenha o povo alimentado e entretido

Nota do tradutor: Para aqueles que não conhecem, o blog SHTF School relata as experiências e pensamentos de um sobrevivente da guerra balcânica, que passou um ano morando em uma cidade sitiada onde não haviam leis, comida ou qualquer recurso. Peço também que percebam o quanto o texto abaixo se enquadra no cenário atual de nosso país e por favor, compartilhem este texto em suas redes sociais e afins para que possamos alertar mais pessoas sobre o que poderá nos abater em breve.

As pessoas que estão no movimento de preparação e sobrevivência no mundo e na internet estão fazendo diversas coisas para se preparar para possíveis crises.

Numerosos blogs e fóruns estão por aí, todos tentando descobrir quando a @!#@ vai bater no ventilador e como o cenário será. Meu tempo de guerra era o pior cenário possível e imagino que poucas pessoas enfrentarão algo tão ruim mesmo quando há completo colapso da lei (ao menos você não terá atiradores de elite e bombardeios se seu governo se comportar).

SHTF School: Andando na linha entre humano e animal

Como eu sempre digo em minhas postagens, gosto de falar da parte “não tão espetacular” da sobrevivência que não é muito divertida como falar da últimas notícias sobre armas e acessórios.

Hoje eu quero falar sobre dignidade e o que isso significa em um cenário de sobrevivência. Antes de falar sobre a minha própria experiência, leia o pequeno texto abaixo tirado do diário do Tenente Coronel Mervim Willett Gonin que descreve o que aconteceu quando sua unidade libertou vítimas de um campo de concentração durante a segunda guerra mundial.

SHTF School: Equipamentos táticos versus habilidades de sobrevivência

Ser capaz de lutar e sobreviver quando acontecer uma crise significa muitas coisas. É claro que isso significa estar treinado, bem equipado e pronto para lutar.

Mas há alguns mal-entendidos (assim como com muitas outras coisas quando se trata de crises e sobrevivência em geral) quando se trata do que você supostamente terá com você enquanto estará se movendo através de uma área perigosa em que você pode ter que lutar por sua sobrevivência.

SHTF School: O poder da mídia

No mundo de hoje é fácil ser enganado e pensar que toda a mídia nos ajuda e nos apoia para ficarmos atualizados, para deixar a vida mais fácil ou seja lá o que for. Cerca de vinte anos atrás, eu estava sentado em um abrigo improvisado do lado da rua, atrás de um caminhão de lixo que capotou e estava cheio de buracos de bala. Eu estava esperando pela noite para continuar.

Eu não estava sozinho, eu meu amigo e mais três caras dividíamos uma pedaço de cobertura que nos protegia dos atiradores inimigos. Eu conhecia um deles, mas não significava nada. Quando o tiroteio começou nós todos pulamos ao mesmo tempo. Depois de alguns minutos concordamos que dividiríamos aquele espaço até a noite.

Cerca de meia hora depois um deles puxa de sua mochila um pequeno rádio FM, algo como aqueles rádios de plástico usados pelas pessoas que sentam em suas varandas. 

SHTF School: Minha mochila de fuga com baixo orçamento

bug out bag

Alguns chamam de mochila de 72 horas, Bug out Bag e outros. Fazer a mochila de fuga perfeita pode ser a diferença entre vida e morte, e existem várias filosofias sobre o que deve haver dentro dela e o que não deve haver. Esta é minha tentativa nesse assunto. É uma mochila barata e que tem sentido pra mim. Eu tenho alguns produtos diferentes mas tentei achar equipamentos que a maioria das pessoas tivessem acesso.

Vamos começar com algumas considerações antes de montá-la.

SHTF School: Tipos reais de sobrevivencialistas – O chefe bom

Apenas um lembrete rápido sobre esta série de posts, você pode encontrar os outros tipos de sobrevivencialistas sobre os quais Selco escreveu e também os outros textos clicando aqui.

Hoje eu escrevo sobre o típico líder que sabia como lidar com a situação de sobrevivência durante a guerra.

Ele era policial, nós o chamávamos de “chefe” devido ao seu olhar e postura. Tinha cerca de trinta anos de serviço e eu não acho que tinha usado sua arma muito, mas ele tinha a mão do tamanho de uma pá e usava isso constantemente com adolescentes problemáticos.

SHTF School: Tipos reais de sobrevivencialistas – Escravos e servos

Traficantes, prostitutas, ladrões, viciados, mendigos, pessoas de família, crentes… boas pessoas, más pessoas… nós costumamos chamar as pessoas por nomes para assim julgá-los e viver nossa vida de forma mais fácil.

A maioria do tempo nós julgamos os outros tão facilmente e formamos nossas opiniões sobre eles sem nem pensar muito. É fácil assim mesmo. Nós vemos alguém fazendo algo e achamos que é por que eles são assim. Nós geralmente não consideramos todas as coisas que fizeram eles agirem dessa forma.

SHTF School: Tipos reais de sobrevivencialistas – O camaleão

types of real survivalists

A maioria das pessoas que passaram por situações de ameaça de vida sérias e sobreviveram vão te dizer uma coisa: Que sobreviveram devido à força mental. Inclusive, todos os instrutores de sobrevivência falarão que a primeira coisa que você tem que ter em um cenário de ameaça é a vontade de sobreviver.