Categoria: Textos traduzidos

SHTF School: Abrigo de sobrevivência perfeito

Para aqueles que não conhecem o contexto do blog SHTF School, clique aqui para ler a introdução do blog e assim conseguir entender o texto abaixo.

Para sobreviver, a prioridade número um quando a crise aconteceu era ter um abrigo seguro.

No começo de tudo, quando os bombardeios e tiroteios começaram, a maioria das pessoas procuravam por um porão. Aqueles que tinham um muitas vezes se mudavam para lá de forma permanente para evitar o inferno lá fora… Mas esses abrigos nunca se pareciam com o que talvez você imagine.

Outras pessoas começaram a ter diversos tipos de idéias para criar suas próprias pequenas fortalezas. A primeira coisa era fortificar qualquer tipo de entrada na casa. Pense naquelas cenas quando

SHTF: As diferentes faces do medo

Para aqueles que não conhecem o contexto do blog SHTF School, clique aqui para ler a introdução do blog e assim conseguir entender o texto abaixo.

Eu posso dizer que o medo era constante. Algumas vezes ele fazia decisões por você, algumas vezes era apenas um lembrete no fundo da sua cabeça. Medo do desconhecido, medo da dor, medo de coisas pequenas que podem se tornar desastres, coisas como o frio ou machucados.

Assim como a maioria das coisas não é exata, o mesmo ocorre com o medo, todo mundo reagia de formas diferentes. Alguns podem dizer que o medo pode te matar eu concordo, mas o medo também pode salvar sua vida. O medo pode “fazer” coisas por você.

SHTF School: Violência na Síria

Para aqueles que não conhecem o contexto do blog SHTF School, clique aqui para ler a introdução do blog e assim conseguir entender o texto abaixo.

Essas cenas parecem bastante familiares.

Este breve documentário mostra muitos aspectos. Pessoas esperando em fila pela pouca comida que resta, turnos em hospitais que não funcionam direito e a tragédia humana que vem com tudo isso.

SHTF School: A ação ganha

Após a sugestão do leitor Denis Wolpert, entrei em contato com o Selco do blog SHTF School para pedir autorização para traduzir seus textos e poder compartilhar esse conhecimento brutal e real que ele fornece em seu blog. Espero que vocês gostem do conteúdo e já lhes aviso que o mesmo pode possuir algumas passagens pesadas.

Para vocês compreenderem o contexto vou traduzir o que o autor escreve sobre ele no blog:

“Sobrevivi durante um ano em uma cidade cercada pelo exército inimigo e isolado do resto do mundo. Eu me chamo Selco e passei por essa escola de sobrevivência que eu nunca quis experimentar durante a guerra dos Balkans nos anos 1992 à 1995. Eu escrevo sobre isso em meu blog.”

As experiências relatadas por ele abaixo são REAIS.