Tag: desarmamento

Ler mais

Aumento de ataques com faca no mundo mostram: O problema não são as armas, são as pessoas

Na China (onde armas de fogo são altamente restritas), não é grande surpresa saber que aqueles que querem machucar outros encontram outra forma de fazer suas maldades. O aumento dramático de ataques com facas ao redor do mundo mostra que o problema atual não são as armas. São as pessoas.

Podcast 12: Como o desarmamento nos afeta em cenários de crise?

podcast 012

Hoje vamos falar sobre um tema importantíssimo dentro da nossa área. Entender como as legislações influenciam no nosso poder de defesa é imprescindível para que possamos ajustar nossas preparações de maneira mais estratégica e, para enriquecer nosso debate, temos um convidado especial.

SHTF School: Controle de armas? Não, obrigado

survival weapon gun control

Falar sobre armas na comunidade de sobrevivencialistas é algo super comum e lógico devido a importância desse tema, mas fora da comunidade existem discussões sobre se realmente vale a pena ter (ou usar) armas e, quando você começa a defender o seu direito de ter armas e se defender, você geralmente é visto como alguém que gosta de violência ou é uma pessoa má.

Eu lembro do momento onde eu tive minha revelação pessoal sobre armas e sobre ter armas, na verdade vou lembrar desse momento até eu morrer.

Documentário: A história do controle de armas

Geralmente os autores do blog preferem evitar assuntos com teor político pois estes acabam sempre gerando polêmica e não levando a objetivo algum, mas hoje acho interessante começarmos a mudar esse posicionamento. Antes de iniciar com o documentário, gostaria que respondessem a seguinte enquete:

 Creio que a maioria já deduziu isso, mas os autores deste blog são ferrenhos defensores da compra e porte de arma para cidadãos brasileiros.

Campanha contra o estatuto do desarmamento e um texto para reflexão.

Atualmente está em tramite no congresso um Projeto de Lei que invalida o estatuto do desarmamento! Esta campanha propõe que nós, pessoas de bem, possamos voltar a comprar e ter porte de armas sem ter de engajar uma batalha administrativa com o Exército ou Polícia Federal.

Sabemos que muitos que frequentam o blog possuem opinião mais pacifista, mas eu como autor tenho de expor assuntos que relatam minha opinião sobre essas questões, sejam polêmicas ou não. Para aqueles têm interesse em apoiar a campanha, seguem as informações do banner:

The Darkest Hour – Heróis, Covardes e Armas

Ontem, resolvendo sair mais cedo do escritório, e precisando comprar uma camiseta para usar na academia (estou tentando entrar em forma, graças ao blog…), circulando pelo shopping resolvi assistir “A Hora da Escuridão”. Não havia visto nada sobre o filme, mas como o diretor é conhecido de um filme russo “Guardiões do Dia”, muito bom, resolvi assistir. Fique tranquilo, não vou contar o filme. Mas, basicamente, somos atacados por monstrinhos elétricos (não, não são “Pikachus”…) que matam quase todo mundo.

Enquanto via o filme, não podia deixar de lembrar do Selco, e sua experiência em sobreviver um ano em uma cidade sitiada. No filme, o covarde morre tão rápido quanto o herói. Quem sobrevive? O “malaco”….mas não por o ser, mas sim pela DETERMINAÇÃO em sobreviver. E se pensar em situações extremas, a sobrevivência é algo que depende de determinação. Absoluta. Sobreviver é algo feio, como já dissemos em posts anteriores. Não há espaço para a covardia ou para o heroismo sem sentido. Custer quis ser herói e levou suas tropas ao matadouro em Little Bighorn, nas mãos de Touro Sentado e Cavalo Louco.

Outra coisa que me chamou a atenção é o fato de que quando explode a confusão todos pensam em armas de fogo, ou em meios militares. Isso é curioso. Já vivi situações onde “anti armas” perguntaram se ninguém estava armado, em especial durante situações com risco de assaltos ou coisa pior.