Documentário: A história do controle de armas

Geralmente os autores do blog preferem evitar assuntos com teor político pois estes acabam sempre gerando polêmica e não levando a objetivo algum, mas hoje acho interessante começarmos a mudar esse posicionamento. Antes de iniciar com o documentário, gostaria que respondessem a seguinte enquete:

 Creio que a maioria já deduziu isso, mas os autores deste blog são ferrenhos defensores da compra e porte de arma para cidadãos brasileiros.

Sem começar discussões dos motivos que nos movem a ter este posicionamento, gostaria de compartilhar um documentário traduzido pela “Campanha do Armamento” que demonstra o que um povo desarmado, sem cultura e sem intelectualidade pode sofrer nas mãos de tiranos inteligentes. Peço que observem também a semelhança de tais governos citados no filme com o nosso governo vigente e tirem suas próprias conclusões.

Devo dizer que não concordo com todos os pontos expostos pela Campanha do Armamento, mas mais à frente aprofundaremos tal questão. Espero que assistam o vídeo e comentem o que acham do que foi exposto, afinal, é pelo debate de ideias que a humanidade chegou onde está hoje.

Até.

Anúncios

28 Comentários

  • Yoseph Makabi

    Concordo com o ARMAMENTO do cidadão. Tem que REAGIR à assaltos e qualquer outra forma de agressão. Não se deixem abater como carneiros. É isso o que o governo (esse do PT) quer, cidadãos carneiros, inertes. O trânsito mata muito mais gente do que as armas, mesmo as dos bandidos. Vejam as estatísticas. Em um só ano morre mais gente no trânsito do que nos dez anos da guerra do Vietnam. E olhe que uma guerra é feita pra matar gente. Na lógica dos pacifistas de araque deveríamos abolir o carro, a moto, o avião, e todo e qualquer transporte. Se o bandido não matar com arma de fogo ele mata com faca de cozinha, com pedaço de pau, com fio elétrico… Isso é do ser humano, matar seu semelhante. E a cultura que nos impõe também mostra isso: resolver as coisas matando o oponente. Então se é pra morrer morro LUTANDO, de armas na mão.

  • Ah sim, sei que não tem muito haver com o tema desarmamento, mas tem uma série de documentários muito boa falando sobre armas de fogo, chamado Tales of The Gun. É produzido pela History, e é bem enriquecedor pra quem curte o tema.

  • O porte de armas, na minha humilde opinião, deveria ser liberado. Mas não simplesmente assim: “Ta liberado descer o pipoco!”. Não. Óbvio que não.
    Essa liberação deveria vir acompanhada da exigência de uma série de exames (físicos e psicológicos), além de um treinamento prévio, e o mais importante: Com uma legislação específica, mais rígida em relação a crimes cometidos com arma de fogo.
    Fazemos o mesmo procedimento quando tiramos a carteira de motorista, e um carro pode muito bem ser uma arma devastadora. Por que não uma carteira de tiro?

  • tinguado2013@gmail.com

    o governo não quer nimguem armado,dai eles pode roubar sem dor na consiencia.

  • o porte de arma deveria sim ser liberado mas somente para usar em caso de defesa em sua residencia, lembrando que seria responsabilidade do dono da arma, acredito sim que uma populaçao desarmada tem mais chances de ser roubada, mas para mim uma pessoa que invade sua residencia seria capaz de fazer qualquer barbaridade com seus entes queridos alem de lhes roubarem e claro, acho que apolicia por mais que se esforce nao da para cuidar de tudo e de todos.

  • Tiego peixoto

    Boa noite a todos, vendo este post tive que opinar, acabo de assistir uma reportagem no jornal do sbt informando que devido medo da violência aumentou o numero de pessoas buscando aulas de tiro, logo após, opinião de Rachel Sheherazade de que se as autoridades e leis não conseguem dar segurança para a população que esta possa buscar formas de se defender. Ontem no jornal da record informação de que em SC (um dos estados com mais armas legais e menor indice de violência) o registro de armas novas já passa dos 2000 nesse ano, depois noticia de jovem atirando em escola no Pará “veja o que o facil acesso a armas pode causar”. Estatuto do desarmamento é um fracasso em 10 anos a taxa de mortes por armas de fogo é a mesma, aumento de roubos, estupros, assaltos e mortes por arma branca. Uma arma legal é absurdamente cara, fora burocracia para compra, além da dificuldade para praticar o tiro legalmente, guia de transporte, falta de local adequado, limite de munição impedindo que o dono da arma possa ter habilidade para o manuseio evitando acidentes e incidentes. Uma arma ilegal é facil de se encontrar por um terço do preço de uma legal. E o apoio de alguns meios de comunicação ao desarmamento manipulam noticias para dissuadir a opinião pública. Temos de atentar para os fatos cumprir as leis e se manter vivos. Não reagir para morrer, mas se for para morrer que seja com um tiro no peito de pé lutando, não ajoelhado com um tiro na nuca.

  • Carlos Hermógenes

    Acredito que o verdadeiro problema não sejam as armas: arma não mata ninguém, arma não se aponta e não dispara nas pessoas sozinha, são as pessoas que se matam, e o verdadeiro problema são as pessoas incapacitadas mentalmente ou sem treinamento adequado com armas nas mãos.

  • o mais incrível de tudo e que se um bandido invade sua casa faz o que bem quer.se vc matar ele,seja com uma faca ou arma de fogo, vc vai preso. eu creio que muitas leis tem que ser mudadas principalmente quando se diz a respeito de que todo cidadão de bem tem direito sim de defender sua família,seu lar,seu bens

    • Camarada, vai se informar…
      Todo cidadão que cometer uma infração penal na intenção de repelir uma agressão injusta está excluso da ilicitude, lembrando que a ação deve ser PROPORCIONAL à agressão!

      Trocando em miúdos:

      O bandido invade sua casa e te faz de refém, você consegue tomar a arma dele e dá CINCO tiros nele (Você está errado)

      O bandido invade sua casa e te faz de refém, você consegue tomar a arma dele, dá duas coronhadas nele e ele desmaia (Você está certo)

      Ou seja, você só vai preso se exagerar na dose…

      • cinco tiros pode…
        O que não pode é arrancar a cabeça dele ou esquartejá-lo…
        Em resumo, pode-se reagir, só não pode escrotizar !

      • Certa vez me informei com um advogado criminal sobre o que é considerado defesa pessoal pela lei, para usar armas de fogo e ele foi bem claro:
        – Faça de tudo para não sentar na cadeira de réu, se o ladrão invadir tua casa para roubar e você atirar nele e ele não estiver portando uma arma, você é o culpado da história, se ele morrer, não é legitima defesa, provavelmente você será condenado por assassinato.

        Cara ai pensa, que merda…

      • …uso proporcional da força, camaradas!

        Tenho uma amiga policial civil que foi abordada por dois ladrões armados num ponto de ônibus, sob grave ameaça, ela percebeu que eles não iriam apenas levar os pertences, sacou sua arma e efetuou o primeiro disparo no meliante mais próximo e se abrigou, enquanto um meliante correu, o outro efetuou três disparos, ela efetuou mais dois até ele se render.

        Passado alguns minutos, o meliante morreu de hemorragia e ela se apresentou numa delegacia…
        Foi indiciada por homicídio doloso mas foi inocentada devido à exclusão da ilicitude…

        Três tiros por três tiros
        Olho por olho
        Dente por dente

  • paulo henrique

    a maioria das pessoas que defende o porte de armas, não sabe que a maioria dos civis que tem armas em casa são despreparado para usa las colocando em risco a própria vida e a vida da família… conheço vários casos de pessoas que sofreram acidentes graves ou feriram pessoas inocentes enquanto manuseavam suas armas ( ate mesmo seus filhos)…. lembrem-se: o bandido não tem o que perde, vocês tem famílias, amigos, filhos e esposas

    • tenho 50 anos, nunca tive e não pretendo ter uma arma, porém entendo que toda e qualquer pessoa tem um direito natural de se defender, e se for o caso com uma arma de fogo, sim. Um sujeito invade violentamente a minha casa, ou me aborda na rua anunciando um assalto, eu calmamente vou verificar se ele esta com uma arma, se é branca ou de fogo, vou parar e contar quantos disparos ele realizou, absurdo, se tiver portando uma arma ou se tomar a arma dele, só quero ter a certeza que ele não vai ter a chance de me atingir, seja com uma coronhada ou com 10 balas, enquanto eu não tiver certeza não vou parar. falta de habilidade, sim, não sou bandido e nem militar, e um civil não tem o direito legal de treinar para adquirir a habilidade necessária. Não vale a pena continuar falando….

    • Yoseph Makabi

      Com essa tua lógica paulo henrique, ninguém poderia dirigir carro porque muita gente morre de acidente, familias, amigos, esposas, maridos, ídolos, etc… Tem que ter arma sim e atirar pra matar se puder. Se estiver despreparado então se prepare…

  • vitor gomçalves

    ala gente boa !!! comcordo com a legalizaçao de armas , mas so para pessoas de cadastro limpo , exame pesicolojico , e curso de formaçao çivica e pratica !!!! para que a sua utilizaçao fosse so para defesa ,

  • João Alfredo Farias

    Sem entrar em discussões políticas, que nos farão dar voltas inúteis, devo alertar que, no documentário proposto ficou de fora, no tocante à Rússia, o famoso Decálogo de Lênin, aplicado quando da Revolução Bolchevique em 1917. Hitler também se utilizou dele com maestria durante a tomada do poder, na Alemanha. Sejamos justos, ele não tomou o poder, foi elegido e empossado pelo povo.
    É interessante ler e procurar coincidências com o que foi aplicado durante a infiltração PeTista em nosso país. Tudo foi, está ou será em nosso país, de acordo com o Decálogo.

    1 – Corrompa a juventude e dê a ela total liberdade sexual; (Isso me recorda a exploração da vulgaridade feminina e incentivo à exacerbada promiscuidade sexual)
    2 – Procure se infiltrar nos meios de comunicação de massa, e depois controle todos eles; (Rede Globo!!!)
    3 – Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a promover discussões sobre assuntos sociais;
    4 – Destrua a confiança do povo em seus líderes. Faça com que eles fiquem com a imagem denegrida perante a opinião pública; (atitude tipicamente política em época eleitoral)
    5 – Fale sempre sobre democracia e em Estado de Direito; mas assim que puder (e tão logo haja a primeira oportunidade), assuma o poder sem nenhum escrúpulo;
    6 – Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em descrédito a imagem do País (principalmente no exterior), e provoque o pânico e o caos na população por meio da inflação;
    7 – Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País;
    8 – Provoque distúrbios sociais e contribua para que as autoridades constituídas não as proíbam;
    9 – Contribua para a destruição dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não–comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa socialista;
    10 – Procure catalogar todos aqueles que possuem armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, fazendo, assim, com que seja impossível oferecer qualquer resistência à nossa causa. (Plebiscito do Desarmamento, isso nos lembra algo?)

    • Colega João temos o mesmo pensamento, me adiciona lá no fórum pra trocarmos umas idéias.

  • Não concordo em totalidade, acredito que muito deve ser levado em consideração antes de portar qualquer tipo de armamento…

    Uma arma na mão de uma pessoa despreparada torna-se mais perigosa ao seu portador do que à outras possíveis ameaças, não me refiro à incidentes de tiro, falo de decisões mal tomadas que acarretarão em prejuízo futuro…

    Deve haver um controle rigoroso SIM, mas que o rigor da lei se estenda à TODOS

    • João Alfredo Farias

      Mas devemos ter em mente que qualquer coisa pode se tornar uma arma, inclusive em mãos preparadas. Uma caneta pode ser uma arma, uma chave de fenda pode ser uma arma. As estatísticas apontam que, no Brasil, a grande maioria dos homicídios são cometidos com facas e instrumentos de concussão. O que é preciso, além de um controle sadio, ao invés de proibição, é orientação e educação.

      • entendo e concordo com o seu ponto de vista, esqueci de mencionar que o armamento à qual me referi são armas de fogo…

  • Boa noite Julio,
    Juro que escrevi um texto de umas 100 linhas, mas por uma série de motivos vou resumir o máximo possível. Eu em plena posse das minhas faculdades metais acredito que:
    1º Legitima defesa não é apenas um direito mas sim um dever.
    2º Sou completamente contra registros de armas de fogo assim como restrição em quantidades calibres ou funcionamento.
    4º Sou completamente contra qualquer meio que possibilite ao estado controle sobre o cidadão de bem.
    3º acredito que devido ao baixo índice de educação de uma parcela da população somado a uma mídia corrupta e vendida a população desconheça a real necessidade de se armar e se defender formando um estereótipo aonde armas são instrumentos da morte, policiais são pessoas feitas para correm risco e tomarem tiro e todo atirador e colecionador é um bandido desfarçado.
    Para encerar:
    De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.
    Rui Barbosa

    • Cara concordo parcialmente. Acredito que o porte de armas deveria ser liberado para armas de baixo calibre, como revólveres e pistolas. Armas de calibre maior como rifles e escopetas deveriam ficar mantidas em casa, como ocorre hoje. “Cidadão de bem” não precisa andar de AK47 na rua para se defender.

      No mais concordo contigo.

      • Concordo! Imagina a situação, um ladrão pula o muro da sua casa e você prontamente efetua um disparo no meliante com seu Fuzil…
        A Polícia chega e diz que uma criança, que mora a duas quadras da sua casa, morreu com uma “bala perdida”

      • Fala Ismael,

        Exatamente amigo. Não sejamos como os aloprados americanos… ninguém precisa de um fuzil de assalto em casa, embora devo admitir que seria lindo ter um aqui na minha parede….rs.

        Abraços.

  • Esses bundão querem o povo desarmado para os ladrões nos roubarem a vontade e a gente ter que comprar o objeto roubado de novo, fazendo assim um ciclo e movimentando dinheiro. Fazem isso para a gente gastar com segurança privada. Além do medo de um seleto grupo de pessoas darem um golpe de estado.

    • Comprar objeto roubado é crime, camarada…

      • Christian Krieser

        Seguindo o pensamento do Julio e em resposta ao Is Mael: não seria comprar o objeto furtado de quem furtou, isso não daria lucro ao governo, mas sim comprar um outro produto para substituir o objeto furtado….xD

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s