Tag: camuflagem

Ler mais

As 5 formas básicas de camuflagem

É estranho falarmos sobre camuflagem pois algumas pessoas podem achar que este é um processo simples e normal, mas a camuflagem é muito mais que usar uma estampa de roupa enquanto andamos no mato. Sendo uma habilidade tão importante para Sobrevivencialistas, nada melhor do que conhecer as cinco formas de camuflagem adotadas pelas nossas Forças Armadas.

Camuflagem: Padrão Woodland

Mais uma continuação de nossa série sobre camuflagens! Hoje abordaremos a primeira camuflagem utilizada em cenário de combate, o padrão woodland.

Este padrão perdurou durante muitos anos na ativa devido a sua efetividade em selvas fechadas e florestas com iluminação menor, típicas dos combates que ocorreram na época em que foi desenvolvida e aplicada.

Vestimentas em cenário de crise

Após refletir bastante sobre as colocações do Selco no post sobre equipamentos decidi fazer uma espécie de introdução a um tema muito extenso, que são as vestimentas mais adequadas para cenários de crise.

Primeiramente devo lhes dizer que todas as informações passadas são baseadas na realidade onde vivo e podem haver diferenças de acordo com a cultura do local onde você reside.

SHTF School: O que a luz e a escuridão significavam para nós

light for survivalEu lembro quando tudo tinha acabado e a eletricidade havia voltado nas ruas. Nós conseguimos reparar algumas instalações elétricas dentro da casa e as luzes se acenderam.

Nós ficamos quietos por alguns minutos olhando para a lâmpada como uma tribo de indígenas que vê a luz pela primeira vez. E então um dos caras mais velhos da família quebrou o silêncio e disse “Ah meu Deus, nós vivemos em um chiqueiro por um ano”.

Fazendo um abrigo: Experimentando e praticando

Neste feriado aproveitei para ir acampar. Como estava cansado de montar a minha rede ou fazer um abrigo bivaque decidi ir um pouco mais além, peguei minha pá e fui testar formas diferentes de construção.

No meio dessa experiência me surgiu a ideia de fazer um abrigo “semi subterrâneo”, onde tentei cavar o mais fundo possível e ver o que conseguiria fazer com as ferramentas que tinha à mão…