Tag: rádio

Você está preparado para se comunicar em um cenário de emergência?

Como se comunicar em situações de emergência é o assunto provavelmente menos falado em aspectos de preparação, mas em minha opinião, possui uma importância vital em assegurar sua sobrevivência durante qualquer tipo de desastre e é algo que você não quer deixar passar batido.

Desastres após desastres nós vemos o quão crucial é a comunicação durante tempo de crise. Desde enviar os primeiros socorros às áreas afetadas até coordenar o encontro com os entes queridos, nossa infraestrutura em comunicações é vitalmente importante a nossa segurança.

Conversador – Uma breve história

Encontrei esta história no blog SHTF Fiction e decidi traduzi-la para vocês se entreterem um pouco, espero que gostem. O texto é longo mas a história dá muito material para reflexão.

Brandon cuidadosamente passou pelas frequências de rádio procurando por aquele sinal mais forte que havia pego algumas semanas passadas. Passando pelas bandas marítimas ele localizou uma voz, que apesar falar em espanhol, deu a ele um estranho conforto. No final das contas, significava que alguém estava vivo. Quer dizer, alguém além de Brandon e seu cachorro, Cooter.
Brandon correu para sua cabine no meio de Abril quando a praga começou a mostrar-se feia no leste. Ele parou tempo o suficiente para pegar suprimentos de última hora antes de dirigir quatro horas até as montanhas de St. Francois Sauk onde seu esconderijo era localizado. Desde então, ele se “enterrou” e esperou a bagunça toda passar.

Obtendo Informações: Princípios Básicos

Sempre tendo em mente um cenário hipotético, em uma situação de emergência a capacidade de receber um fluxo contínuo de informações pode fazer grande diferença.

Seja em um evento limitado, como uma falha no sistema elétrico de sua cidade, que lhe obrigue a permanecer alguns dias sem energia elétrica, seja em um evento de grandes proporções, que implique na necessidade de afastamento das cidades ou um volta ao campo, eventualmente, em especial no início dos fatos, muitas meios de comunicação continuarão a operar, sejam emissoras comerciais ou cidadãos, ou ainda os órgãos de emergência.