SHTF SCHOOL: FÉ E RELIGIÃO DURANTE MINHA LUTA PELA SOBREVIVÊNCIA

Eu tinha muitas perguntas e comentários sobre fé, religião e Deus. Eu não respondi muitas delas com muitos detalhes só porque normalmente isso iniciava discussões sem muita conexão com a sobrevivência, mas com muito ódio e raiva.

Hoje quero falar um pouco sobre isso.

É claro que a fé e a religião desempenharam grande parte da sobrevivência quando se está em meio a uma catástrofe, mas talvez não como a maioria das pessoas imaginaria.

Uma das perguntas que eu tive poucas vezes é: As pessoas que tinham fé lidavam melhor com os problemas do dia a dia? A resposta é provavelmente sim, a maioria deles.

Mas também devo dizer que muitas pessoas que tinham muita fé e eram boas pessoas também morreram de maneiras terríveis.

Conheci mais de um homem, algumas famílias inteiras que morreram ou perderam algum de seus membros simplesmente porque tinham uma atitude “vai ser o que Deus quiser que seja, e não podemos fazer muito”.

Assim como tudo na vida normal e especialmente em situações de sobrevivência você tem que se esforçar para conseguir. Na sobrevivência não se trata de uma promoção ou de um salário maior, trata-se de ver mais um pôr do sol ou garantir que seus filhos tenham chance de crescer e ver a idade adulta.

Conheço um cara que era um verdadeiro guerreiro e durão, ele não ligava muito para regras, nem para o que era certo ou errado. Então você pode imaginar que ele fez o que queria naquela época, incluindo algumas coisas muito ruins.

Ele sobreviveu e depois soube que se dedicou sua vida completamente à religião. Eu o vejo de vez em quando, parado em frente ao centro local, com literatura religiosa nas mãos, tentando conversar com as pessoas.

Ele parece vinte anos mais velho do que realmente é. Suas tatuagens nos dedos parecem estranhas em comparação com a literatura que ele segura com esses mesmos dedos. Falei com ele, ele disse que todas as noites as pessoas que ele “enviava” para o outro mundo o visitavam, e ele conversava com elas. Toda noite.

Ele disse que aceita isso como parte da punição, acrescentando que está ciente de que grande parte da punição está esperando por ele no “outro lado”.

Você precisa ter fé em algo caso passe por um desastre. Não importa em que religião ou no que você acredita, pode ser até fé em você próprio. Você experimentará situações em que terá que fazer escolhas muito difíceis e outras em que experimentará coisas difíceis de acreditar. Poder que tudo que você presencie seja demasiado, e simplesmente você corre o risco de se transformar em um animal.

Uma coisa é certa: esteja pronto para pagar pelo que fez, mais cedo ou mais tarde. Eu tentei ficar do “lado certo” e fazer apenas o bem. Mas você verá que fazer apenas o bem em situações como a que eu passei e sobreviver é impossível, então você será forçado a fazer algumas coisas são erradas, e que você não gostaria de estar fazendo.

Esteja preparado para pagar por isso, talvez no dia seguinte, ou talvez vinte anos depois. Mas esses demônios vão encontrá-lo.

Religião e pessoas em situação de sobrevivência

Nos primórdios a religião teve papel importante na criação de grupos. A religião também teve forte impacto sobre como os grupos reagiram e que tipo de coisas eles fizeram.

Mas aqui está uma coisa muito importante para se estar ciente. Ter um grupo fortemente baseado na religião nem sempre significava que eles seriam os mocinhos.

Na verdade, muitas vezes eu via e tinha “negócios” com diferentes tipos de grupos que se chamavam “crentes fortes” e ainda assim estavam fazendo coisas muito ruins, apenas em nome de Deus.

Você podia ver facilmente um cara que se considerava um homem fortemente religioso, que matava crianças.

Estou falando aqui sobre todos os tipos de religião. Eu vi todos os tipos de exemplos. Não misture (sempre) coisas boas e religião. Em tempos normais, talvez signifique o mesmo, mas quando as coisas ficam distorcidas durante situações como uma guerra prolongada, alguns grupos usam a religião para justificar as atrocidades que cometem.

Claro que vi também exemplos de religiosos que morreram tentando salvar alguém, porque tentaram fazer o que é certo.

Consequências e religião

Como eu disse muitas vezes, as pessoas lidam com coisas ruins do passado de muitas maneiras.

Devo dizer aqui que conheço muitas pessoas que encontram sua paz na religião. A maioria deles que eu conheço da época da guerra se tornaram caras realmente religiosos, são verdadeiros crentes, e tipo de indivíduos que você pode chamar de “boas pessoas”.

Outro cara que se envolveu em um centro religioso para recuperação de vícios me disse que quanto mais ele trabalha com os piores tipos de viciados, ele está se tornando mais livre de ouvir gritos do passado todas as noites.

Tenho certeza de que ele foi o motivo de alguns desses gritos que ainda ouve. Simplesmente de uma forma ou de outra você terá que pagar o preço pelo que fez.

Em suma, acho que a religião pode ser muito útil se não for distorcida. Pode ser como um conjunto de valores pessoais que guiam alguém e o ajudam a ver a luz quando todo o mundo ao redor se tornou escuridão.

Que papel você acha que a religião desempenharia para você caso passasse por uma situação de crise muito difícil?

Texto traduzido e adaptado do site: SHTF School.

3 Comentários

  • A religião é uma força estruturante poderosa de grupos… ela vende o item mais precioso de qualquer crise: esperança!!! Grupos estruturados em torno de um motivo religioso tendem a ser mais coesos e seguros que aqueles que se reunem em torno de objetivos comuns egoístas, pois estes podem mudar e o grupo de fragmentar…Sem contar que a força psicológica que a religião proporciona pode sim te ajudar a passar por situações, onde normalmente você se entregaria ao fatalismo puro e simples…

  • Adriano dos Santos Silva

    Boa tarde sobrevivencialistas (divergentes). Me chamo Adriano, tenho 44 anos, sou casado, tempos 2 filhos, somos cariocas. Há cerca de 1 ano e meio a 2 anos, Deus colocou em meu coração a vontade de morar no interior, porém não é a vontade de minha esposa, até discutimos por causa desta questão. Então vou seguindo, pedindo ao Criador, direção e sabedoria para lhe dar com tudo que está por vir no mundo. Sempre fui da cidade, nunca morei no interior, mas meu coração pulsa por isto. Eu sou o chefe do lar, sou único em que sustenta a família, então por isso mantenho minha responsabilidade como sacerdote do lar e vou pedido direção ao Criador. Meu contato com vocês, sobrevivencialistas, é de quem sabe um dia, eu possa ir visitá-los no rancho que vocês construíram e conhecer mais do trabalho de vocês de perto. Admiro o trabalho de vocês e tenho certeza que este trabalho, tem abençoado muitas famílias. Um forte abraço e que Deus abençoe cada dia mais a vida de vocês.

  • – Que papel você acha que a religião desempenharia para você caso passasse por uma situação de crise muito difícil?
    – “Porque vivemos por fé, e não pelo que vemos“. 2 Coríntios 5:7
    – “Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos”. Hebreus 11:1
    – “Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro?
    O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.
    Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não dormitará.
    Eis que não dormitará nem dormirá aquele que guarda a Israel.
    O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua mão direita.
    De dia o sol não te ferirá, nem a lua de noite.
    O Senhor te guardará de todo o mal; ele guardará a tua vida.
    O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre”.
    Salmo 121

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s