ERROS DE SEGURANÇA QUE VOCÊ PROVAVELMENTE ESTÁ COMETENDO

Muitos de nós pensam que a segurança é uma série de intervenções físicas e tecnológicas que colocamos entre nós e os criminosos. Quase como uma pista de obstáculos. Estas intervenções não são “segurança”, mas simplesmente pequenos auxílios. Eles o ajudarão a manter a segurança mais fácil e em um nível mais alto. Porém, segurança passiva é o mesmo que nenhuma segurança. Qualquer sistema depende de ser “trabalhado ativamente”.

A segurança começa e termina com você. Todas as violações de segurança mais espetaculares aconteceram por causa de duas coisas:

  • Ação Humana (erro, negligência, estupidez ou intenção, mas raramente puramente acidental);
  • Subestimar a engenhosidade humana (os obstáculos são simplesmente desafios a serem superados).

Este artigo tratará da segurança a partir dessas duas perspectivas, destacando a mentalidade e as considerações operacionais. Vou alternar entre os dois, oferecendo alternativamente conselhos práticos, enquanto você prepara seu processo de pensamento sobre maneiras práticas de implementar considerações conceituais.

Pensando que você está seguro

A maioria pensa que, somente porque abordamos as questões de segurança, estamos seguros. É o mesmo que achar que somente pensar na academia aumentará sua forma física. O que aumenta sua aptidão é ir à academia e treinar.

Sua segurança não é “criada” por meio de medidas, mas de vigilância constante.

Colocando isso em prática

Se você não tem uma rotina de segurança, você não está seguro. Você está verificando portas e janelas antes de dormir? Você tem um procedimento para se aproximar de sua casa e entrar com segurança?

Confiando no seu sistema

A complacência é o maior risco quando se trata de segurança. A segurança é uma corrida armamentista entre predadores e presas. Cada inovação em segurança será acompanhada por uma inovação entre os criminosos.

Ligar seu sistema à noite não deve enchê-lo com uma sensação de segurança absoluta, mesmo a redundância em seu sistema não deve enchê-lo de complacência. Suponha que algo pode e vai dar errado. Suponha que alguém invadiu seu sistema de segurança doméstico e pode desativá-lo à vontade, suponha que o jardineiro seja um agente inimigo que sabotaria sistematicamente seus sensores de movimento.

Colocando isso em prática

A paranoia é um estado elevado de consciência de como os eventos podem dar errado ou como os sistemas podem falhar. Não é para ser paranoico, mas isso não significa que se deve ser complacente e preguiçoso.

Não confie, verifique tudo. Pense como um criminoso altamente motivado. Pense em como você violaria seu sistema de segurança se alguém fizesse sua família como refém em sua casa e você precisasse passar por suas medidas de segurança para se infiltrar em sua própria casa.

Encontre o ponto de uma possível violação, considere o método que poderia ser usado e, em seguida, tome medidas contra isso.

Perfil incorreto

Sempre que psicopatas ou abusadores de crianças são capturados e levados à justiça, um refrão comum das testemunhas em seu julgamento é que eles eram pessoas tão agradáveis ​​e todos gostavam e confiavam neles.

Se você for realista em relação a estatísticas e perfis, será cauteloso com pessoas que parecem confiáveis ​​e próximas a você. A pessoa que você vê e pensa não é uma ameaça, é mais provável que seja uma ameaça do que alguém andando em trapos, falando sozinho e agindo de forma estranha. Pessoas que pretendem prejudicá-lo, vêm como lobos em pele de cordeiro.

Colocando isso em prática

Por exemplo: É essencial verificar se a equipe de trabalho que chegou no seu portão é de fato quem eles dizem que são. Se eles estiverem fora de sua propriedade, não os deixe entrar se você não puder verificar suas credenciais.

Segurança defensiva e ofensiva

A maioria das medidas de segurança são como obstáculos estáticos, sensores de movimento, câmeras ativadas por movimento e dispositivos infravermelhos. Tudo isso é como minas terrestres.

Eles são geralmente imóveis e atuam como sistemas de alerta precoce. Mas deixe-me fazer a seguinte pergunta: O que você faz quando o alarme dispara? Você verifica se há alguma coisa lá. Certo? E depois?

A maioria de nós tem planos bem claros até detectarmos um intruso. Mas e então? E vamos acrescentar que, na maioria dos casos, você terá sido acordado e ainda estará grogue quando precisar entrar no modo defensivo ou ofensivo completo.

Eu chamo essas medidas de segurança ofensivas, embora não sejam apenas para atacar. A razão pela qual eu as chamo de medidas ofensivas é que elas não são estáticas, mas ativas, proativas e responsivas.

Colocando isso em prática

Você precisa de um plano de ação. Isso será diferente para todos e em todas as situações. Avalio minhas respostas possíveis e ideais com base em dois critérios: a proximidade do perigo e o nível de ameaça.

Um cara andando no jardim é diferente de um cara armado andando no jardim. Você precisa de uma resposta, em termos gerais, para quando esperar e ver, quando avisar, quando se envolver e quando se esconder.

Sua família e outros ocupantes da casa devem saber como esses planos são colocados em ação e qual o papel que desempenham.

Zonas seguras

A pior situação possível é acordar com um agressor apontando uma arma para a cabeça do seu filho.

As áreas de dormir devem ser fortificadas e as mais difíceis de acessar possíveis.

Colocando isso em prática

A situação ideal é ter seus dormitórios juntos, com apenas uma via de acesso de entrada e saída. Você precisa de uma rota de fuga em caso de incêndio ou se os invasores o prenderem, mas essa não deve ser uma opção disponível como rota de entrada.

Instalar uma porta de segurança entre as áreas de dormir e o resto da casa seria o ideal. Certifique-se de que todos os seus membros da família estejam em segurança atrás da porta antes de dormir.

Segurança é muito complexo. Esteja preparado para perder propriedades para se manter vivo. O alerta precoce é essencial. A vigilância constante aumenta exponencialmente suas chances de sobreviver a uma violação.

Texto traduzido e adaptado do site: Ask a prepper.

4 Comentários

  • Muito bom, ótimas dicas para se preparar e estar mais seguro.

  • Antonio Anderson Urbano Soares

    Olá, SV! Me chamo Anderson, tenho 18 anos e venho aqui relatar um ocorrido comigo e minha familia em minha casa.

    A aproximadamente 4 meses atrás tive minha casa invadida, não tinha NENHUM sistema de segurança sequer, um (1) vagabundo pulou meu muro com aprox. 4 metros de altura, armado e fez o reconhecimento do terreno e observou que não tinha nenhuma ameaça. Eu era o único que estava acordado na sala de estar deitado, cheguei a escutar pequenos barulhos duas vezes, mas nem imaginei o que estava ocorrendo, quando ele arrombou a porta já não tinha mais nada que eu pudesse fazer, fui feito refém e logo em seguida levado até o dormitório do meu pai, ele queria a chave do nosso carro, mas eu moro em casas conjugadas com a da minha irmã, e a chave do veículo estava lá na casa dela, ele mandou eu abrir o portão e logo em seguida me levou até a casa ao lado e pediu para eu acordar ela, quando meu cunhado abriu a porta ele ameaçou me matar caso ele não entregasse a chave do veículo. Foi feito tudo como pedido, logo em seguida ele saiu e o nosso carro nunca mais foi visto.

    Hoje já temos segurança em nossa casa. barreiras de proteção como cerca elétrica, gradeado nas portas e janelas etc… mas a lição que fica é: não espera acontecer para se prevenir. Tomamos um prejuízo de aproximadamente 40 mil reais, isso pq o carro ainda estava no seguro, imagine se não estivesse!

    Esse já é o segundo episódio de assalto que eu passei, e espero que nunca passe novamente, o pior de tudo é o trauma que eu fiquei, assim como minha família. acordo constantemente com pesadelos.

    Anderson, RN
    30/11

  • Excelente!!!!

  • Antonio Fossile Junior

    Muito bom !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s