TODO SOBREVIVENCIALISTA PRECISA TREINAR SEM TECNOLOGIA

Eu sinto que preciso começar este post dizendo que de forma alguma estou defendendo que você vá para o meio do mato sem certos equipamentos e suprimentos. Ao sair pela porta da frente, tenha uma lanterna, um telefone, um dispositivo GPS, um modo alternativo de comunicação, como um rádio simples, e outros ótimos equipamentos de segurança disponíveis.

Agora que você entendeu isso, vou começar a explicar por que todo preparador precisa treinar sem tecnologia.

Excesso de confiança na tecnologia

Tenho uma relação de amor e ódio com a tecnologia. É extremamente útil, acessível, fácil de usar e conveniente. Para mim, a tecnologia não é uma coisa ruim por si só. Mas, o problema é que muitas pessoas pararam de aprender habilidades básicas para usar única e exclusivamente os recursos tecnológicos disponíveis. Por que carregar ferramentas de navegação como mapas e bússolas quando nossos celulares podem apontar nossas localizações com perfeita exatidão? Caramba, eles até nos instruem de forma audível para onde ir, para que não tenhamos que olhar para a tela.

Da mesma forma, por que deveríamos aprender quaisquer outras habilidades, como administrar primeiros socorros, construir abrigos ou acender uma fogueira, quando temos todo o acervo de conhecimento humano ao nosso alcance? Resumindo, a tecnologia pode nos falhar. Vou fazer outra pergunta. Quando a tecnologia falhar, você estará preparado para lidar com isso?

Treine da maneira certa

O objetivo deste artigo não é persuadir você a não usar tecnologia, mas sim, treinar sem fazer uso dela. Isso o ajudará a estar melhor preparado para os momentos em que a tecnologia falhar. Vou analisar algumas das áreas em que a tecnologia substituiu nossa necessidade de aprender habilidades de sobrevivência. Concluirei, então, por que é importante continuarmos a desenvolver nossas habilidades de sobrevivência sem a ajuda da tecnologia.

Guias de Referência

Comprometer-se a memorizar informações que podem ser facilmente consultadas pode parecer um desperdício de energia. Porém você deve concordar que é importante reservar espaço em seu cérebro para as informações mais vitais. Este é o ponto, as informações de sobrevivência são inquestionavelmente vitais. Você precisa ser capaz de se lembrar de informações sobre a construção, primeiros socorros e como conseguir água potável sem precisar abrir um arquivo em PDF.

Os gadgets são muito suscetíveis aos elementos, quebram-se facilmente e dependem, na maioria das vezes, de uma fonte de alimentação e de uma conexão de rede. Se você deseja sobreviver, precisa se lembrar de como fazer as coisas. Consolide suas habilidades de sobrevivência na memória. Valerá a pena gastar esse espaço cerebral.

Sempre conectado

Hoje em dia, as pessoas sempre precisam estar conectadas à internet. Esta é uma das principais desvantagens da inovação tecnológica. Quando eu era criança, eu saia e explorava por horas. Eu estava sozinho no grande mundo assustador, sem uma tábua de salvação. E adivinha? Acabei bem, assim como milhões de outras pessoas que tiveram o mesmo tipo de infância.

Hoje, entretanto, a maioria das pessoas nunca está realmente sozinha. Sim, eles podem estar fisicamente sozinhos, mas seus smartphones permitem que estejam conectados a outras pessoas 24 horas por dia, 7 dias por semana. Essa conexão constante tem um grande impacto nas mentes e atitudes das pessoas ao redor do mundo. Eles sentem uma certa sensação de segurança sabendo que a ajuda está a apenas alguns toques na tela. Até que um dia ela não está.

Quando aquela corda de segurança que você dá como certa, fica subitamente indisponível e você nunca experimentou a vida sem ela, você se encontrará em grandes apuros. Aprenda proativamente a cortar a corda de segurança e confiar em você mesmo.

Usando seus sentidos

O uso extremo da tecnologia deixou muitos de nós ignorantes sobre o mundo natural que nos rodeia. Alguns de nós desconhecem o significado de certas formações de nuvens, os cheiros que o vento carrega, os rastros sob nossos pés e a causa das flutuações de temperatura.

Acredito que nosso fracasso em sair dos confins de nossos micromundos, como casa, trabalho e escola, fez com que perdêssemos o contato com os sons do mundo real. Leve alguém que não acampa com frequência com você para uma noite na floresta. Você entenderá meu ponto. Sons totalmente naturais como insetos, rajadas de vento ou um animal quebrando um galho de árvore serão o suficiente para abalar seu amigo.

Desconecte-se da tecnologia por alguns dias. Deixe seu micromundo. Aprecie o que está ao seu redor e deixe seus sentidos ficarem mais sintonizados com o mundo natural.

Áreas para melhorar

Eu entendo que pode ser difícil treinar sem tecnologia. A tecnologia está presente em cada detalhe de nossa vida diária. Dito isso, você ainda precisa aprender a quebrar a dependência.

Ao praticar suas habilidades de sobrevivência, deixe os gadgets na bolsa. Por segurança, diga aos outros que você não estará disponível por um determinado período de tempo e dê a eles uma ideia aproximada de onde você estará.

Quanto às habilidades de sobrevivência que você deve praticar sem o uso de tecnologia, a navegação está no topo da lista. Não me lembro da última vez que vi alguém com um mapa físico nas mãos, muito menos uma bússola. Acho que as pessoas têm um domínio decente da maioria das habilidades ao ar livre, mas a navegação não é uma delas. O simples fato de saber para que lado fica o Norte parece ter desaparecido do conjunto de habilidades básicas de uma pessoa.

Pare um momento e pense sobre isso. Se você tirar o telefone ou GPS de alguém, ele não poderá lhe dizer a direção geral em que está caminhando. Não seja esse indivíduo.

Apenas comece!

As habilidades que citei são de sobrevivência, devido a fácil compreensão, mas esse treino pode ser feito em diversas áreas. Nós aqui temos um ótimo exemplo que é o Projeto Refúgio, onde foi construído uma cabana no meio da mata sem o uso de recursos tecnológicos avançados. Ali todo o conhecimento empregado estava consolidado ou foi adquirido por meio de tentativa e erro.

Ironicamente, estou sentado aqui escrevendo isso para um portal que depende exclusivamente de tecnologia para continuar existindo. Porém reitero, não estou dizendo aqui para que pratique exclusivamente o primitivismo ou saia por aí despreparado, somente estou o incentivando a se tornar mais autossuficiente, algo essencial, um dos pilares do Sobrevivencialismo.

Você tem outras sugestões sobre como treinar sem tecnologia? Deixe um comentário abaixo.

Texto traduzido e adaptado do site Bunker Basics.

3 Comentários

  • Caio Andrade

    Excelente conteúdo.

  • EDSON SIMAS FILHO

    Parabéns pelo conteúdo e por me lembrar desse assunto, isso vai além nem números de telefones importantes guardamos mais na memória, basta um dia ficarmos sem bateria e precisarmos fazer uma ligação através de um orelhão ou telefone emprestado para alguém próximo que já não lembramos os números e já estaremos em apuros.

  • Armando Lopes da Silva

    Excelente matéria! De fato esse é, sem dúvida, um grande problema dessa geração. Excesso de tecnologia e perda dos sentidos naturais.
    Sugestão: promovam cursos de 2 ou três com pequenos grupos diretamente na mata. Conheço diversos amigos interessados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s