Perguntas Frequentes – 01

Como conversei com vocês no vídeo sobre as mudanças do canal, hoje lhes trago uma compilação das perguntas que juntei das redes sociais, emails e também aqui do blog.

Sem título

Já aviso que infelizmente não posso responder tudo o que me mandam pois é conteúdo para mais de um livro…rs. Outro ponto que quero salientar é que somente nesta semana o “Perguntas Frequentes” vai substituir o vídeo de sexta, normalmente ele sairá em outro dia da semana sem atrapalhar a programação normal. Isso ocorreu pois ainda não estabeleci minha sistemática para permitir esse aumento no volume de vídeos, porém em breve resolverei tal questão.

Enfim, a intenção é oferecer algumas respostas rápidas e trazer isso de uma forma mais descontraída por meio desta iniciativa. Ainda não decidi se serão quinzenais ou mensais (excesso de trabalho por aqui) mas ocasionalmente lançarei mais destes se vocês aprovarem e gostarem da proposta, por isso peço que se manifestem nos comentários. Segue o vídeo:

Como dito no vídeo, aqui vão mais algumas perguntas que posso responder de forma escrita para complementar o conteúdo!

– Em qual “nível” de sobrevivencialismo você está ? Levando em conta o vídeo “Os 8 passos para se tornar um sobrevivencialista”. – Thiago, Mateus  e Leandro

Como eu disse no vídeo, atualmente penso estar voltado para a auto suficiência e também para transmissão de conhecimento. A grande ironia é que por ter de transmitir conhecimento, tenho sempre de “transitar” em varias etapas para aprender novas questões e assim trazer até o blog.

– Queria saber mais a respeito do escotismo.  – Martina

O escotismo é um movimento bastante organizado e super legal para se entrosar mais na temática sobrevivencialista geral. Eu pretendo fazer um vídeo falando sobre a constituição do escotismo e suas divisões, mas á princípio posso dizer que a melhor forma de você conhecer é indo em uma das reuniões. Ao menos aqui na minha cidade os grupos reúnem-se nos sábados  entre 14h00 e 17h00.

Como ferver água sem fogo? – Jeferson

Essa é um pouco mais difícil. Acredito que única forma de ferver água sem fogo de forma prática é com o forno solar. Futuramente eu farei um tutorial de como construir um forno solar durável e bastante eficaz, segura as pontas enquanto isso…rs.

– É possível ir acampar levando arcos, balestras ou espingardas de chumbinho sem ser incomodado por policiais, gostaria de saber o que a lei proíbe e o que ela libera?– Flávio

Até onde sei, não há regulamentação que exija documentação ou registro para arcos e balestras. No caso das armas de chumbo, somente se esta for à gás. Posso estar errado, não sou da área de direito mas até hoje isso funcionou bem para mim (já fui parado por policiais e não houveram problemas).

Entenda que é uma questão de contexto! Se você estiver com tua carabina de chumbo no banco de passageiro do carro de madrugada e no meio da cidade é uma coisa… Se estiver desmuniciada, dentro da capa e guardada no porta malas durante uma viagem ao campo é outra. Lembro-lhe que a caça é em grande parte proibida no Brasil (com exceção de zonas autorizadas pelo Ibama) então cuidado com seja lá quais forem seus planos com estes equipamentos no mato.

– Gostaria de saber se dentro do seu conhecimento da psicologia existe alguma ferramenta (exercícios) para superação do medo ou alguma fobia. -Full

Esta pergunta é bem interessante, principalmente por ser na minha área de atuação profissional. Penso que fobias são sim itens de extrema vulnerabilidade em qualquer sobrevivencialista, mas são passíveis de tratamento ou ao menos redução de sintomas. Procure por um psicólogo com especialização em Terapia Cognitiva Comportamental que este lhe trará resultados mais rápidos do que outras abordagens.

Então por hoje é só pessoal, espero ter agradado com este formato diferente e peço que comentem abaixo se podemos continuar com essa ideia, bem como dúvidas para o próximo Perguntas Frequentes.

Até.

Anúncios

17 Comentários

  • Claudio Adriano

    Gostaria que você me respondesse qual a melhor solução para alimentação a longo prazo ?

  • Olá Júlio

    Queria fazer um comentário sobre a pergunta que você respondeu sobre como não entrar em panico na hora h, você diz que os militares aprendem por exposição contínua o que de certa forma é verdade. Não entrar em panico na hora h é, acima de tudo saber o que fazer nessa hora, ou seja você imagina um possível cenário de ameaça e determina previamente o que vai fazer caso ele aconteça, que posicionamento tomar, que atitudes e tarefas precisam ser realizadas para sanar ou minimizar essas possíveis situações. Cito, de acordo com meus conhecimentos e pesquisas (não sou técnico nesse assunto) alguns exemplos pessoais
    .
    – Exemplo 1- INVASÃO DO SEU DOMICÍLIO/PROPRIEDADE:
    verificar de onde pode vir essa invasão, verificar então de onde se pode contrapor o invasor correndo mínimos riscos para si e/ou para os seus familiares. Onde eu vou me esconder (proteger meu corpo) evitando, caso o opositor esteja armado, de tomar um tiro? Existe uma parede onde possa me posicionar de modo que ela fique entre mim e o individuo? Uma mobília resistente? Um veículo? O lance de uma escada? Etc. E se ele já estiver dentro de minha casa? Em qual cômodo ele pode estar? Como vou verificar cada um deles sem me expor muito? Você vai observando o ambiente da sua casa/propriedade procurando posicionar um opositor em cada lugar que você imaginar que ele possa se encontrar e buscando áreas em que você possa se colocar para confrontá-lo com um mínimo de proteção. Uma vez que você descobriu os melhores lugares para se posicionar terá que treinar muito, mas muito mesmo, nem que seja só mentalmente, (podem te chamar de louco e te mandarem para uma clínica psiquiátrica). Se tiver tempo e privacidade para praticar de verdade, melhor se juntar a prática real com á prática mental melhor ainda. Dessa forma com tudo gravado de forma já inconsciente deixa de ser necessário pensar para reagir, ou seja a situação acontece e você reage imediatamente (já sabe o que fazer) sem dar chance ao panico, travamento, cagaço, etc.

    Nas forças armadas os militares já sabem previamente de onde pode vir uma possível invasão ás suas instalações e usam obstáculos naturais ou artificias (árvores, troncos de árvores caídos no chão, rochas, montes de pedra, pequenos montes de areia, muros, paredes de edifícios, etc) ou criam onde não existe nada (valas que chamam de trincheira, muros de sacos de areia, muros de concreto ou tijolos, guaritas, etc, e, treinam para ocupar essas posições, continuamente, durante o dia. São acordados no meio da noite e correm para os seus lugares “defensivos” várias vezes até o processo ficar inconsciente, ou seja, se acontecer de verdade ninguém vai ficar sem saber o que fazer todos já sabem de antemão para onde ir e o que fazer antes, durante e depois que chegarem nas proteções. PANICO ZERO!

    Segredo para esse exemplo: PLANEJAMENTO, EXECUÇÃO e TREINAMENTO!

    – Exemplo 2- GRAVE CRISE SOCIAL: quais são as consequências de uma grave crise social? Impossibilidade dos órgãos de segurança garantirem a sua proteção por estares sobrecarregados; sistemas de comunicações (telefonia) idem; sistema médico e de atendimento de urgência idem; fornecimento de energia elétrica insuficiente ou permanentemente cortado; em consequência sistema de fornecimento de água paralisado (o mesmo para as comunicações); supermercados e estabelecimentos comerciais saqueados e em consequência falta de alimentos, produtos de higiene, medicamentos, comida para animais, etc, sistema bancário paralisado, população faminta e sedenta à procura (saqueando) de alimentos e água (inclusive os seus).
    O que fazer em uma situação como essa? O que posso fazer para superar todas esses ou alguns desses desafios? Garantir você mesmo a sua segurança e da família, comprar armas, capacitar-se à usa-la, fazer exercícios físicos, praticar artes marciais, etc; Adquirir um rádio amador, único que provavelmente estará funcionando; Fazer treinamento em primeiros socorros ou enfermagem; Ter um gerador elétrico em casa, estocar velas ou outras formas de iluminação para um determinado período de tempo; o mesmo para a água, além de disciplinar o seu uso apenas para beber e cozinhar; idem para os alimentos não perecíveis (a geladeira não vai funcionar sem energia) e produtos de higiene; e por ai vai.
    Segredo para esse exemplo: PLANEJAMENTO, EXECUÇÃO e TREINAMENTO!

    Posso dar outros exemplos e o segredo SEMPRE será: PLANEJAMENTO, EXECUÇÃO e TREINAMENTO!

    É a única forma de não ser pego de surpresa. Se você não conhecer e estudar, não tiver a mínima ideia das diversas possibilidades de ameaças que possam cair na sua cabeça e dos seus não saberá o que fazer. É fatal! Você paralisa, trava e tende à não fazer nada ou a tomar medidas imprudentes que podem se revelar fatais. Torna-se vítima das circunstâncias.

    Se quer saber, para mim, PLANEJAMENTO, EXECUÇÃO e TREINAMENTO! Essa é a ÚNICA FORMA DE NÃO ENTRAR EM PANICO NA HORA H.

    • Olá Marcos,

      Não tenho nem como lhe agradecer pelo comentário de tão rico que o mesmo está. Como sempre, a preparação é a alma do negócio! Obrigado pela disposição de compartilhar conosco.

      Abraços.

  • MUITO BOM, FOI O MELHOR QUE EU JÁ VI.

  • Olá Julio,
    primeiramente quero dizer que achei ótimas as mudanças que você esta implementando. A ideia do vídeo de perguntas e responsas é muito legal e, com certeza, vai ajudar muita gente. Além de evitar que você fique respondendo as mesmas perguntas de novo, de novo, de novo…

    Porém, fotografo aprendiz de videomaker, gostaria de dar meu pitaco.
    1º – Achei o vídeo ligeiramente superexposto. Não sei se foi a configuração da câmera (+ provável) ou se foi a quantidade de fontes de luz no ambiente. Mas eu diminuiria um pouco a exposição. Porque acabou perdendo um pouco de detalhe, principalmente no contraste.
    2º – Se possível, seria interessante mudar a posição da mesa em que você esta sentado. Na tua frente tem o que acredito ser uma janela, e ficou aparecendo uma linha de reflexo em seus óculos que tende a desviar a atenção. Já que interrompe o contado visual vez ou outra. Acredito que pano branco fazendo as vezes de cortina resolvesse (e resolveria o 1º ponto também).
    3º – Outra questão é sobre o enquadramento. No vídeo você aparece centralizado na imagem e isso causa um certo desequilíbrio visual. Principalmente porque você tem um computador ao seu lado e do outro nada. Nesse caso, seria bom usar a famosa regra dos terços (http://goo.gl/Dum5la).

    Espero não ter parecido meio entrão por dar pitaco na sua forma de fazer os vídeos. Sei que a intenção sempre foi fazer algo bem descompromissado, bem natural, mas um pouco de preparação nunca é demais, neh? 😉

    No mais, continue fazendo esse ótimo trabalho que tem feito no seu blog ^^

    • Tinha outra coisa que eu ia comentar e acabei esquecendo. Eu adorei a abertura nova. Não sei se já tinha usado antes, fazia uns dias q eu não entrava no blog. Mas achei realmente muito lega, exceto pelo fato de que esta meio longo demais. Na minha opinião, deveria terminar por volta do 5º segundo. Talvez no 6º, se adicionasse aquele efeito de de escurecer as bordas.
      Mas é só um detalhe xD

    • Olá Dom Lobo,

      Valeu pelas sugestões. Eu não tenho conhecimento de técnicas de filmagem e afins, logo, todo conhecimento e sugestão extra é bem vindo. Vou buscar aplicar estas ideias e ver como fica o resultado.

      Abração.

  • Julio,
    Deixa eu melhorar minha pergunta.
    O que você acha sobre o spray de pimenta durante a prática do montanhismo e uma situação de sobrevivência?
    É eficaz contra um animal selvagem ou talvez pessoas mal intencionadas?

    • Olá Jorge,

      Acredito que o spray de pimenta é uma ótima ferramenta para afastar animais selvagens, nos EUA existem sprays com potência enorme para repelir até ursos! O problema é que o Brasil tem uma política que restringe o porte e uso do spray de pimenta por civis.

      Abraços.

  • Nathan.Scala

    kkkkkkkkkk chorei com a ultima pergunta nao entendi nada

  • Nathan.Scala

    o forno solar pode ser uma boa ideia eu vejo grande potencial na parabolicas solares porque elas podem aquecer destilar e ate mesmo movimentar um motor stiriling para geraçao de eletricidade gostaria que falasse do forno solar mais futuramente

    • Olá Nathan,

      É uma ótima ideia também amigo. Eu preciso aprender melhor sobre o tal motor Stirling pois sou leigo no assunto.

      Abraços.

      • Nathan.Scala

        tambem nao sei muito aprendi na net mas vi que tem um potencial muito grande !

  • Julio: Parabéns pelo primeiro vídeo, respostas perguntas e dúvidas são fundamentais para a preparação dos interessados e dos nem tanto que possam sem querer assistir. E continue apresentando equipamentos e ferramentas para sobrevivência, bem como técnicas de armazenamento de alimentos,energias solar, eólica e dínamo ( manual) bem como todos os avanços nessas áreas. Abraços.

    • Olá Roque!

      Obrigado pelo apoio. Fico feliz em saber que esse formato ficou legal também, mas não te preocupes que os vídeos continuarão saindo no formato de tutoriais e reviews também.

      ABraços.

  • Hassebräwbier

    Não sei se dá para ferver água, mas dá para esquentar comida com aquecedor químico. Basicamente falando, são dois pós (um ácido e um alcalino) separados, mas ambos dentro de um saco plástico. Ao adicionar água, produz calor. Eu pensei, mas não tentei, fazer isso com cal virgem e algum pó ácido atóxico (como ácido cítrico). Se forem tentar, sugiro:

    1) Não utilizar uma embalagem vedada, já que pode ocorrer EXPLOSÃO!!!!

    2) Testar com pequena quantidade.

    3) Cuidar com o líquido resultante porque – apesar desses dois poderem ser jogados na terra sem risco de poluição – podem ser corrosivos.

    • Olá Hassebräwbier,

      É uma ideia interessante mas potencialmente perigosa… ainda assim é válida a testagem em ambiente controlado!

      Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s