Bug out Kit: Descrição aprofundada

Bug-out Kit é um assunto conhecido pelos americanos. Nascido no período da guerra fria, em meio ao medo de um apocalipse termonuclear palpável para ambas as sociedades, americana e soviética, ambos os governos instituiram nas escolas um sistema de educação baseado na autossuficiência, ao menos por 72 horas, em caso de desastre.

Na época, o governo baseava em 72 horas o tempo que as autoridades levariam para chegar com recursos sufucientes para socorrer uma região americana vitimada por um desastre. Era também muito conhecido os depósitos subterrâneos domésticos onde as familias poderiam dispor de um estoque de comida e abrigo caso a residência ou parte dela fosse destruída. Esse pensamento e educação foi esquecido nas decadas de 80 e 90 mas retornou com forca após o 11 de setembro, sendo que hoje a FEMA (Federal Emergency Management Agency) trata o assunto de desastres muito a sério e disponibiliza em seu site um grande número de informações sobre kits de sobrevivência em diversos cenários de desastre.

O fato é que o kit de 72hs ou Bug-out kit, trata-se de uma mochila contendo uma série de itens que você precisará caso deva abandonar sua casa e a área onde se encontra para procurar local mais propicio à sobrevivência por periodos curtos, médios e longos.

É importante frisar que esse kit deve ser compreensivo porém não haverá possibilidade de levar tudo, pois você nao conseguirá carregar por muito tempo uma carga acima de 30 kg.

Caso não tenha visto, já escrevemos um post mais introdutório sobre o assunto, clique aqui para vê-lo. 

Esse kit deve conter informações sobre suas posses  Tire foto de seus veículos, sua casa, itens de valor e documentos. É possível que você não tenha tempo de carregar todos os documentos de que precisa para provar suas posses, mas caso o desastre seja passageiro ou recuperável, você terá condições de conseguir provar suas posses para fins de seguro ou indenização posterior.

Leve também uma quantidade de dinheiro e se possível jóias  Sim, o ouro foi valioso durante muito tempo e o dinheiro atual funciona na base da confiança. Há uma confianca geral de que o dinheiro em papel tem valor financeiro, mas ela é baseada somente na fé pública. Hoje, em situação de normalidade, você vai ao supermercado e enche o seu veículo com alimentos e dá o que em troca de tantos produtos? Pedaços de papel cujo valor todos atribuem ao dinheiro. Porém em situação de exceção social, não haverá mais a confiança no dinheiro convencional, visto que ele em si desaparecerá por falta de impressão e de um sistema que apoie a confiança nele. Voltará a valer os velhos metais e o sistema de escambo.

Itens necessários são os medicamentos prescritos e de uso contínuo  Medicamentos serão tao valiosos como armas e alimentos, portanto não dispense os anti-bióticos e anti-inflamatórios.
Armas… Em nosso país isso é um problema sério, pois o governo desestimula a venda, posse e porte de armas de fogo e quando se trata deste tema, os problemas aparecem. Mas vale dizer que a legislação vigente ainda permite a posse livre (desde que satisfeitas as condições legais) de armas de fogo. Resta saber entretanto qual escolher. Bem, meu conselho recai sobre as armas de calibre .22LR. Porquê?
1. Porque sua munição é farta, pode-se adquirir cerca de 300 municoes por mês legalmente;
2. Porque muita munição não significa muito peso e volume em seu kit, não sobrecarregando a carga que terá que dividir com outros itens essenciais, além de ser letal até 200 metros.

A escolha da plataforma para disparar esse calibre recai, ao meu ver sobre armas longas. Minha preferência é o Rifle Ruger 10/22, considerado o melhor rifle em calibre .22 LR já construído. Você poderá encontrar mais informações em uma excelente matéria já postada aqui pelo autor DOCRDM (Clique aqui para vê-la).

Abrigo  Manta térmica e/ou saco de dormir assim como uma pequena tenda. É melhor do que uma barraca que acrescentará muito peso e volume ao seu kit.
Mapa de estradas e cidades de sua região  Isso poderá ser útil, mesmo quando você conhece sua região, pois em caso de desastre, se for um terremoto por exemplo haverá ampla mudança na topografia e os sinais rodoviários serão mais uteis do que as referências em solo que você costumava conhecer. Possuir uma bússola e conhecer técnicas de navegação é muito útil, afinal o conhecimento não ocupará lugar algum em seu kit.
Pederneira ou fósforos resistentes à umidade  O fogo sempre foi e sempre será fator de conforto e também útil na preparação de alimentos advindos da caça.

Comida… Bem, aqui irá variar a disposição de cada um. Existem as MRE’s ou Meal Ready to Eat, bem conhecidas do soldado americano e muito vendidas no mercado civil de lá. Aqui o EB está testando uma versão nacional do MRE, e ainda sabe-se pouco desse produto e se estará disponível ao mercado civil. Entretanto já vi bandidos levarem ração fria e ficarem semanas homiziados no interior de matas fechadas… e daí vem a pergunta: Que tipo de alimento constitui essa ração fria? Basicamente os velhos Miojos e toda sorte de macarrões pré-cozidos. Biscoitos e chocolates são bons para o moral e elevam o conforto em situações de pouca disponibilidade de recursos.

Sistema de purificação de água e panelas portáteis  Para fervura de água e preparo de alimentos. Há vários tabletes de purificação de água e filtros de alta performance extremamente portáteis.
Laternas e baterias extras  Recomendo o uso de lanternas de LED, que consomem pouca energia. Entretanto, saiba quanto tempo a sua lanterna dura com um jogo de pilhas. Tenha o número de jogos de bateria o suficiente para durar mais de 72h de escuridão. Isso dará o uso intensivo durante todas as noites no período de uma semana.
Silver Tape e para cord  O paracord  é a linha usada para ligar o paraquedista ao velame (o paraquedas propriamente dito) e pode ser útil em uma infinidade de tarefas, desde a caça à confecção de abrigos provisórios.
Manual contendo informações de primeiros socorros e procedimentos em vários casos de emergências médicas  Manuais de sobrevivência também deverão ser parte importante desse kit.
Um pequeno binóculo, apito e espelho de sinalização  O binóculo pode ser útil para observar um possível socorro, identificar terreno e até problemas ao longe, evitando se aproximar deles.
Facas… – As lâminas são as mais antigas armas inventadas pelo homem e ainda o são para os guerreiros modernos como última ratio. Em situações de desastre recomenda-se uma boa lâmina dobrável (folding) e uma de lâmina fixa.
Uma deve ser usada para fins de defesa e outra para finalidades de corte em geral. Adicione uma pequena pedra de afiar para manter suas lâminas afiadas.
Uma troca de roupas – Meias, roupa íntima, camiseta, jaqueta e se possível calçado. A higiene é importante na manutenção da saúde e do moral.

Os itens aqui discutidos são exemplificativos. Você poderá incluir tantos mais quanto quiser, mas lembre-se que um militar treina para caminhar 20 km carregando 30kg de equipamento. Seu kit deverá estar abaixo desse peso, para poder cobrir mais terreno mais rapidamente. O ideal é dividir o fardo entre as pessoas de sua equipe/família/amigos. Mas alguns dos itens devem estar presentes nos kit individuais de cada um.
O brasileiro em si tende a se sentir seguro adotando o pensamento de que desastres só ocorrem na “casa do vizinho”, e isso se prova desde nossa falta de previsão e provisões para tais possibilidades. Um exemplo disso é a nossa construção civil que não constrói nossos prédios tendo a possibilidade de resistir a cismos.

A pergunta que fica ao final desta matéria é a seguinte: Você possui  uma mochila com os itens mínimos necessários a sua sobrevivência, pronta para ser colocada no carro ou nas costas numa saída de emergência e as pressas de sua casa?

O mais importante é vc preparar sua mente. Uma mente, qualquer arma e qualquer circunstância.

Abraço a todos..

___________________________________________________

Uma pequena introdução sobre o autor deste post, que agora é autor do blog: 

Policial militar a 15 anos, sendo que a maior parte de sua carreira atuou na área de operações especiais. É especializado nas áreas de assalto, sniper, emprego de explosivos, CQB e táticas para confrontos armados em ambiente urbano e emprego de lâminas. Está lotado no 5o BPM na cidade de Londrina-Pr. É Diretor chefe da Sabre Tactical Sul, filial da Sabre Tactical USA.
É instrutor de tiro credenciado na Polícia Federal, além de ser instrutor credenciado pela Sabre Tactical Usa, Sig Sauer Academy e Heckler and Koch International Training Division Usa. 
Já treinou policiais militares, federais e civis além de unidades do EB e atualmente está treinando os novos policiais militares aprovados no ultimo concurso público para o ingresso na PMPR.