BoB – Bug Out Bag: Mochila de Fuga

Após fazer uma breve introdução acerca do tema de sobrevivencialismo, devemos falar de um dos elementos mais primordiais a se pensar quando falamos de preparação para situações inesperadas, uma Bug Out Bag.

Este termo (abreviado como BoB) surgiu de uma derivação de “Bail-out Bag”, que era um kit de emergência encontrado em aviões militares. Este conceito foi ampliado para descrever um item que possui ferramentas de emergência para lidar com situações adversas. Sua tradução em português (que usarei neste blog) é algo como “Mochila de Fuga”.

Mas o que é esta Mochila de Fuga?

É um Kit portátil que contém itens que uma pessoa necessitaria para sobreviver durante 72 horas quando evacuando de um desastre. Este equipamento é focado na evacuação provisória, não possuindo a capacidade de manter a sobrevivências por longos períodos.

Porém, antes de iniciarmos a discussão sobre o conteúdo mais apropriado para uma Mochila de Fuga, devemos nos perguntar: Qual a função deste equipamento?

Sendo um equipamento de apoio em situações inesperadas, deve estar sempre com você (seja no carro, trabalho e outros) para que se necessário, esteja rapidamente em mãos. Ao perguntar qual a sua função logo pensamos em situações cinematográficas de colapsos sociais onde o herói foge para uma selva inóspita e vive aventuras intensas por lá, porém podemos ver o cenário de maneira muito mais prática. Eis o exemplo:

Em pleno dia de sol você está viajando para a cidadezinha de interior onde moram alguns familiares, a temperatura chega aos 40º de calor e a sensação térmica é muito pior. Por estar em uma época de baixa temporada, há muito pouco movimento na estrada onde você está e fazem horas que você não viu mais nenhum carro passar  por você.  Ao passar por um buraco do qual não pode desviar você ouve um barulho e o carro começa a parar, até parar totalmente no acostamento.
Ao descer do carro, nota a poça de água logo abaixo e percebe que seu radiador foi danificado, superaquecendo o carro e o deixando a pé. Neste momento você pega seu celular, mas está sem sinal. Lembra que não há movimentação na estrada, e começa a ficar preocupado em como sairá dali.  Abre seu porta malas e ao verificar sua mochila de fuga, pega uma garrafa de água e uma barra de cereais que você havia guardado ali para quando precisasse. Sem mais sofrimento, 4 horas depois um carro aproxima e lhe dá o auxílio tanto esperado.

Se nesta situação você não estivesse com essa pequena preparação poderia acabar desidratado, faminto e muito abalado com a situação. Claro, você não iria morrer, porém o fato é: Estar preparado é algo simples e que lhe proporciona qualidade de vida em momentos adversos. Lembre-se que este exemplo é apenas um de muitos eventos que podem ocorrer no cotidiano.

Passada a fase relacionada à utilidade da mochila de fuga, nos concentremos nos itens principais que devem estar nela (lembre-se que estes variam de acordo com sua necessidade e região onde você está). Seguem abaixo:

– Planos escritos sobre procedimentos a serem adotados (locais seguros para ir, pontos de encontro com terceiros, rotas alternativas e outros);

– Kit de primeiros socorros (elementos mais básicos para cuidar de ferimentos leves);

– Livro de técnicas de sobrevivência (Para saber como utilizar os itens ao seu redor para suprir suas necessidades);

– Garrafas de água (lembrando que em um dia deve-se consumir ao menos 2 litros de água para manter-se hidratado);

– Cantil de metal (Além de armazenar água, pode ser utilizado como recipiente para ferver água encontrada em locais);

– Roupas (Ao menos um jogo de roupas limpas e secas, devidamente embaladas em sacos impermeáveis);

– Facas (De preferência de boas marcas e de tamanhos e modelos variados, conforme gosto);

– Machadinha e pá (Para construção de um possível abrigo temporário);

– Lanterna (Opte por lanternas LED devido a maior duração e melhor iluminação);

– Radio (Com recepção VHF e UHF de bom alcance);

– Fonte de fogo (Fósforos e isqueiros);

– Canivete (De acordo com seu gosto e preferência);

– Cordas (De boa resistência e diâmetros variados, para diversas atividades como construção de abrigos, armadilhas e outros);

– Documentos e dinheiro;

– Complexos Vitamínicos (Para repor energias);

– Material para pesca (Linha, anzol e uma vara de pesca dobrável);

– Comida (Não perecíveis e de fácil preparo como os enlatados);

– Abrigo (Cabana, rede, sacos de dormir e derivados);

– Fita Adesiva (Para pequenos reparos).

Tenha certeza que a sua mochila de fuga é feita para atender as SUAS necessidades. Algumas pessoas podem precisar de itens listados ou não acima. Lembre-se que este é apenas um norte, para você saber por onde começar. Quando estiver montando seu equipamento, leve em consideração os itens que atenderão a você e sua família. 

Fonte: Off Grid Survival 

Este tópico é bem amplo, em outro momento vamos nos aprofundar em cada item e suas funções. Se você já tem uma Mochila de Fuga, compartilhe suas opiniões nos comentários!

Até.

Anúncios

19 Comentários

  • Guilherme Côrtes Pinheiro

    Bom, primeiramente gostaria de parabenizar o criador do site, estava procurando uma coisa nada haver na internet e descobri que sou um sobrevivencialista… Li alguns artigos e vi alguns vídeos e decidi começar do começo (desculpe a redundância). Pois bem, eu apenas carrego uma faca, e 30 m. de corda no carro, além, é claro, dos equipamentos de segurança obrigatórios. Vou começar a pensar em carregar um B.O.B. mais elaborado.
    Abraços.

  • Pingback: Porque se preparar e como iniciar sua preparação |

  • Poxa, sei que post aqui é antigo mas, vou desenterra-lo e compartilhar minha exPeryencia. Trabalho em outra cidade, fica a mais ou menos uns 32km da cidade onde moro, me desloco até lá por transporte rodoviario( circular, terrivel mas barato), saio pela manha e volto já de noite. Antes eu almoçava em restaurantes mas tive alguns problemas de saúde e tive que mudar a alimentação, hoje levo minha marmitinha com comida que faço logo de manhã, tambem levo algumas barras de cereais e algumas frutas desidratadas, alem de ser mais saudavel é mais barato que comer em restaurantes ou lanchonetes e, voce sabe de fato a procedencia dos alimentos que está consumindo. Também levo um cantil com água daqui de casa. Numa bolsa pequena de couro, que eu mesmo fiz, levo um kit pesca( linhas, anzois, chumbada e boia) um pequeno alicate de corte( ainda nao tenho um multfunções), um canivete tipo suiço( bem vagabundo hahaha), uma lanterna de led, e alguns metros de uma corda fina feita em nylon, uma caixinha pequena de plastico com um bolo de algodão, linha de costura e uma agulha e alguns medicamentos como Neosaldina e Nimesulida. Tambem carrego uma faca pequena que eu mesmo fiz com o que sobrou de um facão que quebrou, e uns dois sacos plasticos caso chova e eu possa embrulhar as coisas do interior da bolsa. Fora isso levo apenas os materiais que costumo usar no trabalho. Levo tudo isso em um bornal feito em nylon e o mesmo ja está pequeno, levo minha capa de chuva no bolso externo dele mas vai tudo bem espremido… rsrsrs entretanto ja estou resolvendo isso, encomendei uma mochila com sistema M.O.L.L.E. aqui na Bunker 72 com o Michael, ainda não chegou mas espero que até o fim de agosto ela esteja aqui. Bom, espero ter ajudado pelo menos um pouco. Desculpem alguns erros na escrita. ( escrever no celular é uma %##&$! ) Abraços

  • Eugene Hatcherian

    É realmente uma boa base para se fazer sua Bob, já havia começado a montagem de meu kit e do planejamento, mais ainda assim fica difícil suprir certos tipos de “necessidade” cada vez mais comuns nos dias atuais, no meu caso é a diabetes, uma doença cada vez mais comum, e que é um empecilho nessas horas de emergência. A insulina, necessária para controle do nível de açúcar no sangue, tem que ser mantida resfriada e se por acaso passar mais de uma hora em temperatura ambiente estraga. Gostaria de saber se os demais sobrevivencialistas poderiam iluminar-me com uma ideia a curto e longo prazo para adicionar esse remédio essencial não apenas ao BoB mais a outras possíveis situações.

    • cara se eu n me engano tem uma caixa de isopor pequena e leve q vc pode por um vidro de insulina com gelo em volta e deixar fechado,n dura muito tempo mas dura mais q uma hora só,então sempre quando for viajar ponha uma dessas no carro.(minha dica)

  • Gostei amigos.Alguém vende-me um revolver ponto 22 ou outro?Sou português.

    • Rui o .22 e o nosso 5.5 ou seja arma de pressão de livre venda a maiores de 18 por isso vais a uma loja e arranjas isso facilmente.(cerca de 200€)
      SL

  • Acho interessante ter tambem uma capa de chuva daquelas de motoqueiros,numa eventualidade como precisar deixar sua casa a pé durante uma chuva,se a mochila não for muito grande,é possivel até cobri-la com a jaqueta que vem nesse conjunto,ah,e também uma galocha.

  • Philipe Martins

    Eu moro em uma região totalmente Urbana com grandes propriedades rurais nas redondezas (bem próximo, vou à pé ao sítio da família da minha mulher.. exemplo).
    Eu estou montando uma BoB baseada na sobrevivência urbana com pequena possibilidade de me refugiar na área rural.
    Nesta BoB urbana vou economizar espaço e massa dos itens de sobrevivencia na selva, mas, vou deixa-los em outra mochila.
    Em contra-partida vou levar ferramentas, cabos elétricos e pequenas peças com intuito de reestabelecer energia elétrica onde possível, obter máquinas e veículos. Como estarei na cidade não vou me importar em levar itens para confecção de abrigos. Na Sobrevivência Urbana acredito que nunca precisarei montar um. Vou aproveitar o espaço da mochila e deixa-lo “livre” para trazer as coisas ao meu refúgio (alimento, recursos etc).
    Vou levar nela também 30m de corda estática, 10 mosquetões e cordeletes. Eu domino Técnicas Verticais de rapel e ascenção e pretendo usar isso ao meu favor também em catástrofes.

    Logo que eu completar esta BoB (o que não falta muito) vou posta-la aqui.

    • Lembre-se que, mesmo em ambiente urbano, com abrigo garantido é bom uma manta térmica, daquelas aluminizadas.

  • Pingback: Bug out Kit: Descrição aprofundada |

  • Pingback: Quatro erros que sobrevivencialistas podem cometem |

  • tentando sobreviver

    Bacana esse topico eu acho muito util esses tipo de material, na minha mochila vou sempre mudando as coisas até tudo está de acordo com que eu realmente eu preciso e tambem eu costumo levar meu kit diario EDC (everday carry) que tem o basico para algumas ermegencias do dia a dia e até outras situações.
    Obs. Se possivel poderia fazer um post sob os kit EDC eu acha legal e principalmente muito util abraços a todos.

  • Lido o texto, entendi porque o desconhecia. Foi publicado antes que eu freqüentasse este fórum.

  • Acho que a mochila, mesmo não muito cheia, poderia ser o maior possível. Assim, em caso de catástrofe, sobraria espaço para guardar coisas úteis que forem encontradas no caminho.

    • Porém iria ocupar espaço demais e chamaria muita atenção. É melhor levar uma com apenas o tamanho necessário.

    • Talvez o melhor seja levar apenas o imprescindível.

  • Pingback: Centésimo Post! |

  • bom minha mochila contém coisas semelhantes com um pequena variação que descrevo assim:
    1 – mochila média (20 a 35 litros)
    2 – kit de primeiros socorros (isso cada um deve definir o que seria melhor)
    3 – água
    duas garrafas de 1,5 litros + cantil de uso militar
    sacos plasticos, clorin e caneca de cantil(ferver àgua)
    4 – Comida
    10 barrinhas de cereal, 2 pacotes de sopa instatanea e um pacote de macarrão para enriquecer as sopas, açucar ,sal, um pouco de óleo.
    1 panela pequena tipo marmita onde dentro vão as sopas e as barrinhas
    5 – Abrigo
    saco de dormir, barraca de emergencia(aluminio), pregos e corda fina (paracord)
    6 – roupas
    2 meias, 2 cuecas ou calcinhas, 1 camiseta, e um agasalho
    7 diversos
    1 boa faca, isqueiros, espiriteira, talheres de acampamento, ferramenta multiuso, lanterna pequena, rádio pequeno, luz quimica e como chaveira vais uns mini mosquetões

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s