E SE A ELETRICIDADE ACABASSE?

Todos nós nos acostumamos a ter eletricidade em nossas vidas. Alguns até diriam que somos viciados. Seja como for, a vida moderna como a conhecemos deixaria de existir sem o fluxo constante de elétrons. Mas a maioria de nós acostumou tanto as nossas vidas com a disponibilidade de eletricidade que é difícil imaginar qualquer vida sem ela.

Ligamos o interruptor e temos luz, ou TV, rádio ou computador, junto com uma série de ferramentas elétricas para sua oficina e quintal. O sistema bancário moderno não existiria sem eletricidade, nem a comunicação moderna.

Temos sorte de que tantos avanços tenham sido feitos para descentralizar a eletricidade, pelo menos para aqueles que optam por se educar e construir pequenos sistemas para que possam sair da rede, seja só um pouco ou completamente, e ser capazes de ter energia se toda a rede cair.

Ted Koppel (do popular programa de notícias Nightline TV) escreveu um livro chamado Lights Out no qual ele explorou o que pode ser necessário para um terrorista derrubar o que são essencialmente três redes nos Estados Unidos. Embora ele indique que isso não seria fácil, poderia ser feito. Koppel também aponta, talvez para consternação do leitor, que realmente não existe um plano de ação significativo para lidar com tal eventualidade.

Não temos bola de cristal, mas vamos apenas olhar para a vida sem eletricidade e explorar a maneira como viveríamos.

A transição

Se a eletricidade acabasse repentinamente e sem aviso, os resultados seriam desastrosos na sociedade de hoje, embora um preparador tivesse mais condições de sobreviver do que aqueles que não estão preparados.

Primeiro, haveria um pânico generalizado, porque os meios de comunicação, exceto o boca a boca, seriam eliminados. A falta de comunicação significa muito mais do que não saber o que aconteceu e se esforços estão sendo feitos para resolver a situação. Isso significa que qualquer método que você utilizou para se comunicar com sua família, alunos, colegas de trabalho e outras pessoas agora estará indisponível.

Nesse meio-tempo, walkie-talkies autônomos podem ser de alguma ajuda. Mesmo assim, todos nós aprenderemos súbita e dolorosamente que confiamos demais na tecnologia e temos poucas alternativas.

As áreas rurais teriam um desempenho um pouco melhor por uma série de razões. Sinos e outros dispositivos sonoros poderiam ser usados ​​para comunicação, assim como disparos no topo de morros, mas todos esses sistemas demoraram para se desenvolver no passado. Um método claro de comunicação não seria estabelecido imediatamente, e posso visualizar um negócio ativo em mensageiros de bicicleta que podem entregar recados e notícias em mãos.

Dinheiro importa

Muitos de nós contam com a capacidade de ir a um banco regularmente e usar os caixas eletrônicos que podem ser encontrados em quase todos os lugares. Além disso, você já observou como as pessoas compram coisas em lojas locais? A maioria das pessoas usa cartões de crédito o tempo todo, o que é uma maravilha da tecnologia moderna que só pode existir em um mundo interconectado movido a eletricidade.

As pessoas sempre descobriram como comprar, vender e negociar, mesmo antes de haver eletricidade. Mas, em uma transição para a falta de eletricidade, as pessoas podem não ter acesso ao seu dinheiro – talvez temporariamente, e talvez permanentemente, dependendo da natureza da emergência. Se a energia permanecer desligada por tempo suficiente, é provável que o dinheiro perca seu valor comercial.

As pessoas nas áreas rurais têm uma grande vantagem sobre as pessoas nos centros urbanos, porque têm maior probabilidade de saber de onde vêm todas as suas necessidades, e é mais provável que sejam produtores de uma mercadoria que possam então negociar para atender às suas necessidades.

Nas áreas urbanas, entretanto, todos tendem a comprar tudo o que é necessário, e qualquer alimento, animal ou produção artesanal é quase sempre um nível de “hobby”. Um grande desastre que acaba com a eletricidade irá simultaneamente tirar a capacidade da maioria das pessoas urbanas de realizar transações comuns. Nesse ínterim, as pessoas devem se unir em busca de proteção, porque devem esperar violência, caos e climas sociais e políticos imprevisíveis durante esse período, até que as pessoas descubram uma nova maneira de fazer as coisas.

Não subestime o grave impacto que a falta de acesso ao dinheiro terá em sua vida e na sociedade como um todo.

Minha sugestão é ter sempre estas perguntas na cabeça: O que eu faria se não conseguisse o dinheiro hoje? O que posso fazer de maneira diferente a cada dia para estar mais bem preparado se isso acontecer?

Existem muitas opções, como sempre ter dinheiro e moedas extras em mãos – bem escondidos, é claro. Melhore sua situação comprando regularmente um pouco mais do básico do que você precisa para ter algo extra para troca, se necessário. Em tempos de coação, como a guerra, os melhores itens para troca tendem a ser aqueles que alimentam os vícios: álcool, tabaco, chocolate, açúcar e sal (todos com grande vida útil).

Permuta, uma habilidade importante

Independentemente do que você faz para obter renda no dia a dia, você deve sempre ter uma habilidade de backup para fazer algo que seria em alguma demanda se o funcionamento normal da sociedade desaparecesse. Algumas dessas habilidades incluem: conserto de automóveis, conserto de bicicletas, encanamento, trabalho elétrico, serviço de correio, serviços de proteção, conserto de armas de fogo, serralharia, lavar roupas, fazer e consertar roupas e calçados e ferraria – para citar apenas alguns.

Estas são algumas das coisas que você poderia fazer e que sempre estariam em demanda: álcool (cerveja, vinho), sopas, vegetais secos, enlatados, roupas, sabão, velas e outras mercadorias que as pessoas usam regularmente.

Às vezes, não há como saber com antecedência qual habilidade ou produto terá mais demanda. Mas, ao estudar os detalhes do que acontece durante a guerra ou a depressão econômica severa, você perceberá que se as coisas que normalmente consideramos certas não existirem de repente, alguém pode ganhar seu sustento atendendo a essa necessidade.

Planejamento

Nunca se esqueça de que apenas algumas mercadorias básicas são a base de uma sociedade – em qualquer lugar e a qualquer momento. São água, comida, roupas e abrigo, além de combustíveis, como a gasolina. Habilidades essenciais para qualquer sociedade em qualquer época seriam agricultura, proteção, processamento de alimentos, costura de roupas, criação de produtos de uso diário, mecânica, encanadores e outros ofícios.

Embora seja improvável que assistamos a uma rápida descida de uma sociedade até a “idade da pedra”, quanto mais você puder fazer por si mesmo e por sua comunidade, mais preparado você estará.

Ao comprar ferramentas e equipamentos, sempre pense em sua capacidade de realizar um projeto como se não houvesse eletricidade. Para a cozinha, existem alternativas manuais para moedores de café elétricos, espremedores de frutas, processadores de alimentos e outras conveniências modernas. Na verdade, a maioria das tarefas domésticas pode ser realizada sem eletricidade e com ajustes mínimos. Em uma casa comum, talvez os dois aparelhos que todos usam e que seriam difíceis de substituir sejam a geladeira e a máquina de lavar.

Para lavar roupas o bom e velho tanque ainda funciona. Refrigeradores de 12V estão disponíveis, mas não são amplamente usados. Ainda assim, você poderia obter tal geladeira e alimentá-la indefinidamente com alguns painéis solares.

Caso contrário, sem refrigeração, muitos alimentos armazenados estragariam e todos teriam de começar a enlatar, secar ou conservar imediatamente os alimentos. Aqueles que já se envolveram com o armazenamento de alimentos em casa estariam bem à frente do jogo, porque eles já conhecem alguns dos princípios básicos. As hortas serão muito importantes, porque você não terá o luxo de fazer compras em supermercados para conservar alimentos.

Interação social

Algumas pessoas pensam que serão um “Rambo” e farão tudo sozinhas depois de algum desastre. Se você é capaz disso, então, boa sorte para você! Mas, em minha opinião, você se sairá muito melhor desenvolvendo tantos contatos e relacionamentos quanto possível agora, porque esses contatos com outras pessoas serão sua tábua de salvação quando as coisas derem errado. Além disso, trabalhar com outras pessoas para resolver problemas é muito mais gratificante e agradável do que sozinho. Lembre-se de que a população local provavelmente será menor e uma pouco diferente daquela que vivia lá antes da queda da rede elétrica, portanto, quanto mais gente local você estiver familiarizado agora, melhor para você mais tarde.

Todos nós já ouvimos a expressão: “Quando uma porta se fecha, abre-se uma janela”. Novas oportunidades podem resultar da perda de oportunidades antigas, mas, em parte, isso depende do que fez a primeira porta fechar em primeiro lugar, entre outras coisas.

No contexto de nossa discussão, é importante ver o mundo como ele realmente é. O que significa “quando uma porta se fecha”? Isso pode significar que você foi demitido de um emprego ou que alguém próximo a você morreu. Isso pode significar muitas coisas. Portanto, em termos de “janelas que se abrem”, é importante perceber que quase tudo em sua vida acontece como resultado de suas interações com outras pessoas e as interações delas com você. Pessoas que dizem: “Eu não sou uma pessoa sociável”, são aquelas que tendem a manter as portas fechadas ao seu redor. Do ponto de vista de sobrevivência e autossuficiência, é realmente muito importante ter tantas interações quanto possível com pessoas de diversas classes econômicas, raças e origens.

Sua vontade de estar aberto para compartilhar conhecimentos e experiências, trabalhar com pessoas diferentes e encontrar áreas em comum ajudará muito a abrir portas em sua vida quando você precisar delas. Em outras palavras, quanto mais contatos (portas) você tiver, maior será a chance de que uma ou mais se abram quando você precisar.

Pessoas, não coisas

Em uma situação de sobrevivência, você deve agir com sabedoria – muitas vezes rapidamente e sem erros. Provavelmente, você também precisará tomar decisões difíceis sobre o que deve e o que não deve ser feito.

Escrever uma lista para si mesmo diariamente é uma boa conduta. Isso é ainda mais importante em um ambiente de sobrevivência, no qual você pode não ser capaz de pensar com clareza. Escreva uma lista, priorize as tarefas e cumpra-a o máximo possível durante o dia.

Um amigo costumava dizer que a solução para nossos problemas está sempre a duas pessoas de distância. E, se não for, ele nos dirá que não é problema nosso. Este é um conselho interessante, e nunca me esqueci. Eu não memorizaria isso como se fosse algum tipo de dogma, mas ele tinha uma maneira de nos manter reais e ser pragmáticos quando importava.

Passos simples que você pode seguir

Junte-se à vigilância do bairro local. Conheça seus vizinhos e torne-se uma parte ativa de seu sistema local de comunicação e atividades de prevenção ao crime. Se sua vizinhança não tiver um desses grupos, comece um.

Aprenda a cultivar pelo menos um pouco de sua própria comida. Se você não tem absolutamente nenhuma ideia de como começar, procure a horta de sua vizinhança ou um fazendeiro local. Além disso, obtenha um livro de horticultura na biblioteca. Você também pode conferir muitos vídeos úteis no YouTube.

Junte-se a um clube de tiro e aprenda como usar uma arma de fogo com segurança, eficácia e ética.

Comece com as habilidades que lhe interessam. Isso pode significar fazer algumas aulas em uma faculdade local, escola de tecnologia ou em particular. Sim, eu sei que você já é uma pessoa muito ocupada com a família, o trabalho e a casa. E eu concordo que a educação é cara em muitos aspectos, mas a ignorância é ainda mais cara.

Tome a decisão de aprender algumas novas habilidades. Não pense demais, e não adie!

Texto traduzido e adaptado do site American Survival Guide.

7 Comentários

  • Armazenem pilhas e comprem boas lanternas

  • Caio Andrade

    Muito bom o texto.

  • O Meio Oeste catarinense praticamente ficou sem energia elétrica e a cidade de Caçador ficou quase 100 horas sem energia elétrica. Pode procurar no Google.

    https://www.google.com.br/amp/s/www.nsctotal.com.br/colunistas/estela-benetti/apagao-em-cacador-como-o-da-ilha-de-sc-causa-indignacao-e-cobrancas-na%3famp=1

  • Com a crise de falta de água batendo na porta, tb surgirá a crise de energia elétrica. Acho melhor já se preparar para o pior mas nunca esquecendo de almejar sempre pelo melhor. Peace!

  • Muito bom, li enquanto estava jantando.. enfim, descobri que eu consigo me alimentar melhor enquanto estou lendo.

  • Vinicius Andrade

    Que texto incrível!
    Imagina um filme que mostrasse esse passo a passo?
    Se já tiverem me avise.
    Serve já como uma manual de iniciação para a preparação.

  • Excelente conteúdo, lembro de voltar aqui muitas vezes quando quero compartilhar temas assim com pessoas próximas e que gostam de leitura, e no cenário atual, nada mais conveniente do que se preparar, não quero aqui entrar em polêmicas, mas a elite global tem falado e divulgado muito através de seus meios próprios de divulgação “grande mídia e plataformas” em um tal (grande reset global) e é o que temos visto esse ano, o crescimento de ciber ataques na rede de gás Americana, mega vazamento de senhas de milhares de usuários do mundo inteiro, entre muitas outras coisas que estão sendo noticiadas, creio que algo grande vem por aí, um grande apagão na internet global afetaria sistemas básicos e delicados do mundo todo, tais como, refinarias, centrais de abastecimento de gás, energia e água, e que que estejamos minimamente preparados, pois se algo assim ocorrer a sociedade entrará em grande colapso, um forte abraço a todo essa equipe conteudista, continuem trazendo coisas que somam muito para nós, que a cada anos estamos mais fortes e preparados,sobre tudo com conhecimento, esse ninguém nos tira a força!
    Cordial abraço, Ezequiel, Reg. Metr. POA.

Deixe uma resposta para Vinicius Andrade Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s