Criação de suínos: Dicas para começar!

INTRODUÇÃO

Um bom motivo para se ter uma criação de suínos é especialmente o seu tamanho razoável: Não é  grande como uma vaca e nem pequeno como um coelho. Além disso, outro aspecto é o tempo de abate para o animal, que no caso do porco praticamente em qualquer tempo de vida do animal ele estará apto para o abatimento, a escolha é do criador.

O porco é multifuncional. Além da carne propriamente dita, o animal cria bastante gordura, que pode ser derretida e usada como óleo, ou armazenada no seu estoque de alimentos, e claro, ele é uma fonte de dinheiro! Você não estará completamente sem dinheiro pois você tem pelo menos um suíno que pode ser vendido vivo tanto quanto pode ser abatido e vendido aos quilos. Gostou? Então vamos começar a explicar um pouco de como a criação de suínos acontece.

INÍCIO DE TUDO

O primeiro passo para iniciar a criação de tais animais é a compra, a escolha do seu leitão. Obviamente, compre um leitão que já tenha se separado da mãe pois ao contrário o leitão precisará de leite, algo que você não poderá oferecer a ele! Então primeiro ponto: escolha um leitão que já se alimente com rações. Uma boa alternativa é comprar de um conhecido, você terá confiança na compra e no vendedor, no qual você possa conhecer os pais do leitão que pretende comprar. Quando for escolher o sorteado tome tempo para avalar o leitão, veja se ele não se comporta de maneira diferente em relação ao resto do grupo (como tosse por exemplo) e escolha um que aparente uma boa saúde.

ALOJAMENTO

p01454094513

Os porcos são animais que não precisam de muito espaço, mas convenhamos, quanto mais espaço melhor (nem os animais gostam de aperto). Construa um pequeno chiqueiro para eles, pode ser de madeira, ou até de arame farpado, mas tenha confiança no serviço pois porcos adoram fuçar o pé das estruturas, então mantenha atenção e repare quando necessário.

317be97208d6f538e9dc6b886c3f01b0-lots

Pontos importantes:

  • Não deixe o chiqueiro a céu aberto, faça pelo menos uma semi-cobertura;
  • Faça uma  boa poça de lama dentro do chiqueiro, pode ser o escoamento do banho ou da pia por exemplo, (é um método de reaproveitamento pra sua água usada), eles vão agradecer bastante, caso não for possível e o clima da sua região for muito quente, (como no meu Ceará) jogue pelo menos água nele com uma mangueira ou balde mesmo.
  • O esterco dos porcos pode ser usado para adubar sua horta ou jardim, é uma boa maneira de manter o chiqueiro um pouco mais limpo, e cuidar das suas hortaliças, caso o esterco não tenha utilidade para você, não desperdice, talvez alguém que possua alguma espécie de plantação possa compra-lo de você, dinheiro é sempre bem vindo não é, e com o mesmo você pode comprar as rações para seus animais.

ALIMENTAÇÃO

Água é muito importante para os suínos, “Mas eles não podem beber da lama?”, NÃO! De jeito nenhum. A lama não é saudável para ser bebida por eles, a vasilha da água deve ser limpa toda troca de água, de preferência faça um pequeno cocho de tijolos e cimento para beberem ou pode ser uma tina feita de pneu mesmo, e para alimentação a mesma coisa, não apenas jogue a comida no chão para eles.

maxresdefault

Cocho feito com barril e pneu para dar ração aos porcos

Em questão do que eles comem… bom eles comem praticamente de tudo (até galinhas,  então cuidado com as aves, já tive alguns prejuízos, rs). Desde aquele resto de feijão que você não quer guardar na geladeira, até rações especificas para suínos, eles devoram de tudo MESMO, mas como estamos falando da minha experiência como criador, a alimentação que dou a eles é praticamente: Farelo de milho, Farelo soja e Farelo de trigo e alguns restos de comida caseira, não darei quantidade das rações porque não sou especialista no assunto, mas aconselho que vá testando e pondo, se eles comerem tudo, aumente um pouco a porção da ração, e a alimentação deve ser duas vezes por dia, de preferência bem cedo e pela tarde.

VACINAÇÃO

Muitos criadores daqui criam sem vacinar, coisa que não aconselho pois qualquer problema pode fazer você perder todo seu investimento de tempo/dinheiro. Então, nessa questão usamos principalmente três medicamentos:

  • Terramicina: Tratamento da pneumonia, leptospirose, mal rubro, complicações da peste, carbúnculo, poliartrite infeciosa, afeções gastrointestinais, mamite, metrite, onfaloflebite e feridas infetadas. Controla e previne as pneumonias associadas à febre dos transportes, síndrome MMA nas porcas (metrite-mastite-agalaxia), as diarreias dos leitões recém-nascidos e as infeções pós-operatórias e pós-parto. Fonte: http://www.zoetis.com.pt/produtos/suinos/terramicina-la.aspx
  • Dectomax: Para tratamento de ácaros da sarna, nemátodos gastrointestinais, pulmonares e renais, e piolhos sugadores. O medicamento veterinário protege os suínos contra infeções ou reinfeções por Sarcoptes scabiei durante 18 dias. Fonte: http://www.zoetis.com.pt/produtos/suinos/dectomax-injectavel.aspx

CONCLUSÕES

Vejamos, é um assunto bem amplo que dá páginas para vários textos, mas se compilarmos aparentemente parece ser um bom investimento. A criação de suínos não é algo muito caro, promove a você várias vantagens que compensam o gasto.

Contudo vale um aviso: Quando entramos em uma nova prática, existe a possibilidade de desistirmos no meio do processo por conta das dificuldades. Se aparecer essa vontade insista que com o tempo você “pega o jeito”. Se no seu caso a realidade não permitir que você continue com a criação, a maneira de “se livrar” do animal é o abatimento (ou venda), ou seja, com o animal em si, não houve prejuízo algum, você vai usufruir do seu investimento.

Uma boa sugestão para observar na prática a criação desses animais é o bom e velho, caseiro de fazenda, se possível o contato você verá como é o dia a dia de quem lida com tais animais, assim tomará sua decisão baseada em suas próprias informações adquiridas em campo.  

OBS:

Lembrando que não sou veterinário, falo por experiência própria, então procure um veterinário para melhor utilização de tais medicamentos e outros quaisquer.

O farelo de soja deve ser dada em pouca quantidade, é um alimento muito forte e pode causar problemas ao suíno.

A questão do abate como já explicada em vídeos e textos do portal, não pode ser explicada por vídeo e muito menos por texto, oriento que vá em lugares que abatem suínos e assista e peça para ajudar, só depois tente tal processo.

Texto escrito pelo leitor e sobrevivencialista Welthon Tavares.

Anúncios

14 Comentários

  • Rael Rios Mascarenhas

    Gostei das informações, pretendo criar sinos em breve

    • Welthon Tavares

      Espero que sua criação flua muito bem!

  • E não pode esquecer que se for criar pro abate, o leitão tem q ser castrado pq se não a carne fica ruim.
    Fonte: minha namorada q é veterinaria kkkkk

    • Welthon Tavares

      Ela está correto, foi um ótimo acréscimo!

  • Mauri barcellos

    eu moro numa fazenda grande e crio “quasse tudo” crio porcos, galinhas, patos, coelhos, peixes, alem do cachorro e do cavalo, que não são de comer (mas se eu precisar comer cavalo, ele dança rapidinho), a criação pra min é viável, planto a maioria dos alimentos de todos os animais, milho, soja, mandioca, abobora, vagem e capim, isso dá cerca de 80% do que eles consomem, fica barato, no começo tive dificuldade com todos esses animais, perdia muito tempo com eles, mas logo agente pega o jeito, exatamente como o nosso amigo disse, o porco em particular é muito bom de criar, mas não é viável pra todo mundo, requer mais espaço, até por que o chiqueiro deve ficar afastado da moradia, e para viabilizar a criação é essencial plantar o que eles vão comer, e isso requer ainda mais espaço, mas é um dos animais mais rentáveis, o pato na minha opinião é o mais difícil de se criar, coelho também é ótimo, requer pouco espaço, só exige uma estrutura mais elaborada pra facilitar.

    • Welthon Tavares

      Interessante, não tenho conhecimento na criação de patos!

  • A idéia parece boa, mas se levar em consideração o custo que tem com o animal até chegar no momento do abate, a conta não fecha. É mais barato comprar o animal pronto para o abate ou a carne e a banha no açougue. Criar animais para consumo é interessante quando a oferta de alimentos para eles é alta e de baixo custo. Lembrando que no caso de suínos, por melhor que seja o manejo do chiqueiro, o mau cheiro sempre estará presente. Embora a minha opinião seja contrária à do Welthon, respeito o seu ponto de vista, afinal cada caso é um caso.

    • A diferença é que criando você sabe a origem da carne, muito superior. Eu crio galinhas apenas para ovos, qualidade muito superior aos de granja, minhas galinhas não tem bico cortado, tem espaço, são alimentadas com folhas, além de ração.

  • Meus tios criavam suínos. Eram alimentados com lavagem, ou seja, restos de comida de um pensionato. Então, se tiver algum amigo que seja dono de restaurante, já tem alimento de graça. Nesse caso, tem que dar uma olhada pra ver se não ta vindo ossos pontudos, pedaços de nervos, plásticos e talheres, que podem matar o animal. Outra opção é ir nas feiras recolher sobras ou folhagem descartada.
    O bom é pegar uma porquinha, por em cria até junho e assim ter uns leitões pra vender no Natal e Ano Novo.
    Eu não criaria porco pq não tenho coragem de matar. Alguns bichos criam afinidade e confiança com o dono tanto qto um cão.

    • Welthon Tavares

      É uma ótima recomendação a questão do restaurante, mas se você mora no interior talvez seja muito longe o restaurante, e talvez não compense a ida pra ir buscar essa lavagem.

  • Texto muito bom pra introduzir as pessoas na ideia de criar animais para o abate. Recomendo um texto sobre criação de galinha/peixe juntamente com o plantio, que existe um ciclo, as fezes das galinhas servem de adubo e partes do plantio pra alimentação delas

    • Welthon Tavares

      Que bom que gostou, obrigado pela recomendação!

  • Texto enxuto mas bem intuitivo e explicativo. Depois desse texto criar porcos parece uma ideia mais tangível.

    • Welthon Tavares

      Obrigado, se realmente começar espero que tenha muito sucesso na sua criação!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s