Fauna Brasileira: Juriti

Dando continuidade à série de animais silvestres de aparição comum e características de fácil reconhecimento, hoje falaremos um pouco da Juriti Pupu, uma “Pomba” que habita praticamente todo o Brasil, sul dos Estados Unidos e algumas partes da Argentina.

Juriti-pupu

Nome científico: Leptotila verreauxi

Tamanho médio: 29 cm com cauda

Cores: Marrom, com o peito claro, possui alguns reflexos metálicos na nuca e no alto do dorso.

Alimentação: É granívora e frugívora, pois come grãos, sementes, frutas e vegetais.

Hábitos: Vive nas matas e ambientes bem arborizados, muito comum no chão de hábitats quentes, tais como bordas de florestas densas e cerrados. Vive solitária ou aos pares. Quando perturbada, foge caminhando sem fazer barulho ou voa, emitindo um som com as asas, até uma árvore próxima.

Reprodução: Seu ninho é feito de pequenos gravetos, sem forro. É tão ralo que às vezes, os dois ovos de cor clara-sujo podem cair no chão. Pode nidificar em pés de café e na entrada de grutas calcárias, no interior da mata.

Predadores naturais: Um dos principais predadores da Juriti no Brasil são as cobras.

Juriti descansando em seu ninho.

Em tamanho as Juritis são intermediárias entre as pombas e as rolas. No Brasil meridional há duas Juritis Leptotila Reichenbachi, cujo colorido é o seguinte: dorso avermelhado, frente e garganta alvacentas, vértice cinzento, pescoço e peito roxos, barriga branca. L. ochroptera difere da precedente por ter o dorso pardo-cinzento e a nuca e o pescoço posterior tem brilho metálico, verde furta-cor. Da Bahia para o Norte há uma outra Juriti, L. rufaxilla, porém pouco diferente.

Juriti é um nome  comum dado a diversas espécies de aves da família dos Columbídeos, onde se incluem pombos e rolas. Mais um animal comum de ser visto no campo ou em algumas partes da cidade.

Mais uma adição ao nosso conhecimento sobre a nossa Fauna, qualquer dúvida ou sugestões comentem abaixo.

Fonte: Wikiaves (com adições e subtrações de conteúdo).