Os prós e contras de ser um membro de uma comunidade sobrevivencialista

Conforme a instabilidade econômica continua crescendo, mais e mais pessoas estão considerando entrar em comunidades sobrevivencialistas. Antes de você começar a pesquisar sobre isso, é uma boa ideia entender quais as vantagens e desvantagens que você enfrentará se decidir seguir por este caminho.

Comunidades presenciais X Online

Muitos preparadores não dão atenção a comunidades de sobrevivência online pois em situações de necessidade o que será necessário serão itens como água, comida, abrigo e medicamentos. Infelizmente, não importa o quão conectado você se sinta à alguém que está vivendo a centenas de quilômetros de você… Isso não vai te ajudar na hora que você precisa buscar por comida ou atender demandas emergenciais.

Quando a tragédia ataca, são as pessoas da sua área que farão o que for preciso para conseguir recursos. Não importa quantas pessoas de fora queiram ajudar, existe uma limitação geográfica natural que impedirá que indivíduos distantes consigam fazer algo.

Dito isso, nós também não podemos basear nossos modelos de comunidades somente em zonas de guerra e desastres naturais locais. A destruição do tecido social, tumultos, pulsos eletromagnéticos e invasões são situações que demandam a maior mobilidade possível. Nestas situações, ter um abrigo secundário distante pode ser a sua salvação. Comunidades de sobrevivência online podem ajudá-lo a encontrar lugares seguros que podem ser seu alvo em momentos de necessidade.

Dependendo de como você se conecta com outros, talvez seja até mesmo possível criar arranjos que tornem viáveis a criação de caixas de suprimentos em várias localizações geográficas para o seu grupo online.

força nos números

Em tempos de necessidade aqueles que não se prepararam ficarão desesperados e tentarão roubar de outros que tem o que eles precisam. O que acontecerá quando você for a única pessoa no seu bairro com eletricidade, comida e água? Não importa quantas armas você possua, não é realista pensar que uma única pessoa consiga defender seu abrigo de centenas de pessoas por dias, semanas e meses à fio. Se você quiser ser solitário ou focar apenas em sua família, entenda que essas estratégias irão falhar se você está em uma cidade ou ambiente urbano.

Se você vive nesse tipo de ambiente, talvez seja uma boa ideia sair agora ou ter certeza de que você tem bons planos para evadir para uma comunidade de sobrevivência. Na pior das hipóteses, estar em uma comunidade de sobrevivência significa ter próximo de você várias pessoas com habilidades importantes para garantir a defesa do perímetro bem como equipamentos suficientes para tal.

Além das questões da área de segurança, andar em grupos de preparadores aumenta a chance de você ter acesso a recursos vitais que não estarão disponíveis se você estiver sozinho. Por exemplo, se você não pode comprar tratores ou máquinas pesadas de cultivo, talvez seja possível que o grupo consiga fazer uma compra coletiva e então dividir o maquinário.

foco em desenvolver uma habilidade chave

Uma das partes mais difíceis de ser um preparador é que você precisa ser um “coringa”. Quando você começa a fazer a lista das habilidades fundamentais que você precisa dominar como por exemplo conseguir comida, água, abrigo e medicações, você verá que existem dúzias de habilidades diferentes para cada categoria.

No momento que você começa a pensar em defesa, transporte, habilidades de escambo, gerenciamento de lixo, vestimenta, poluição ambiental e outros, fica evidente que é impossível aprender tudo em apenas algumas semanas ou meses.

A não ser que você já tenha um passado com experiências bastante diversas ou dedicou-se para este mundo durante grande parte da sua vida, as chances de sobreviver como um preparador solitário talvez sejam muito menores do que você gostaria de acreditar.

Por outro lado, é completamente plausível desenvolver suas habilidades em uma ou das áreas e estar certo de suas capacidades e recursos. Por exemplo, se você já sabe como preparar suas refeições do zero, não é tão complicado expandir esse conhecimento para começar a cultivar sua comida de forma sustentável tirando vantagem de comidas naturais. Alguém que tem experiência em primeiros socorros ou trabalha na área médica conseguirá se adaptar com relativa facilidade a ervas medicinais e métodos alternativos que podem ser úteis em momentos de escassez de recursos.

Quando pessoas com habilidades necessárias se juntam para formar uma comunidade de sobrevivência, todos acabam ganhando. Nesse caso, você apenas iria expandir os conhecimentos que você já tem, por exemplo na área de comida, e deixaria outro cuidar da parte médica mais avançadas. Além disso você poderia ter a oportunidade de realizar um “cross training”, trocando conhecimentos e ensinando os membros do grupo.

melhor chance para a próxima geração

Quando as pessoas descobrem o Sobrevivencialismo elas acabam pensando que isso se trata apenas da segurança individual. Apesar de parcialmente certos, a vasta maioria de nós não está pensando somente em termos individuais. Haverão esposas, crianças, avós e membros familiares diversos que provavelmente serão parte do grupo em uma situação de desastre grande.

Mesmo que você seja capaz de convencer seus membros familiares a engajarem no mundo sobrevivencialista, isso não significa que o seu trabalho acabou. O que acontece daqui 5 ou 10 anos quando os filhos e netos estiverem procurando esposas e maridos? Se você não estiver em uma comunidade sobrevivencialista e um grande desastre acontecer, a próxima geração talvez não consiga seguir em frente se não encontrar outro grupo de sobreviventes.

Se você não está interessado em entrar em um grupo grande de sobrevivencialistas seria interessante procurar por um grupo de até 15 famílias com um número bom de pessoas nas diversas faixas etárias. Não importa como você vê a situação, sobreviver a uma grande crise sempre tem como objetivo garantir que a próxima geração seja forte, saudável e capaz de produzir outras gerações. A única forma de garantir isso é estar em uma comunidade ou ter certeza de que você conseguirá se locomover da sua propriedade isolada para ambientes com outros sobreviventes.

CONTROLE GRANDES QUANTIDADES DE TERRA E RECURSOS

Na falta de uma moeda centralizada e regras de troca organizadas, a terra é o recurso mais valioso. Quanto mais terra você puder controlar para produzir comida e outras necessidades, maior a chance de sobreviver e prosperar. Infelizmente, não importa quantos hectares de terra você consiga arar sozinho ou quantas coisas você conseguir fazer, não irá adiantar nada se você não conseguir proteger tudo isso ou trocar para adquirir outros bens.

Como comunidades tem um grande número de pessoas e recursos para trabalhar, elas também podem efetivamente controlar uma maior quantidade de terra. Em uma situação de colapso social grande, grupos fortes serão capazes de superar ataques mais facilmente e tem uma maior chance de produzir líderes fortes o suficiente para unificar grandes números de pessoas. Não importa quantas vezes a sociedade reiniciar do zero, ela sempre precisará passar por alguns estágios. Inevitavelmente, quanto mais terra você possuir para o começo da reconstrução, maior será a chance do seu grupo começar na frente.

Por mais duro que pareça, grupos menores com menos recursos sempre serão os escolhidos para serem atacados e desmembrados. Apesar de estratégias para grupos pequenos prosperarem serem viáveis, eventualmente o grupo precisará de capacidades de ação de grupos maiores e que possuem recursos que eles não tem.

menor chance de um colapso social completo dentro do grupo

De maneira geral, você verá que comunidades bem estabelecidas de preparadores não publicam sua presença, muito menos onde estão. Existem também comunidades que talvez estejam procurando por pessoas com habilidades específicas. Além disso, é possível também que você encontre grupos que estão se organizando para comprar terra em conjunto para começarem a comunidade do zero.

Assim que a comunidade atingir a autossuficiência e não precisa de mais nenhum contato com pessoas de fora, existe uma boa chance de que seus membros não serão impactados por nada que esteja acontecendo fora do grupo. Por exemplo, se uma comunidade de sobrevivência é completamente preparada contra ataques EMP, podem produzir sua própria comida e possuem recursos em abundância, dificilmente eles se dissolverão em tempos difíceis.

redução da liberdade individual e maior risco de tirania

Na superfície existem muitas vantagens de pertencer a uma comunidade de sobrevivência, mas infelizmente existem fatores escondidos que podem transformar a decisão de participar de um grupo uma das piores da sua vida. Para começar, é importante reconhecer que a mentalidade preparadora é única. Pessoas com o nosso mindset são inclinados a serem pensadores, pioneiros e defensores da liberdade. Enquanto nós podemos sim aceitar ordens, isso não significa que nós queiramos pessoas controlando nossas vidas ou constantemente nos dizendo que precisamos focar me objetivos que não são nossos e que vão “ajudar o bem estar social”.

Para a maioria dos preparadores, a força de um grupo não é necessariamente definida pelos seus membros mais fortes. Na verdade é aquela máxima de que seu grupo é tão forte quanto o elo mais fraco da corrente. Não é necessário dizer que isso pode levar a uma série de problemas quando o líder do grupo faz uma avaliação diferente do que é mais importante e como alocar recursos. Se o tempo de dificuldade chegar na comunidade, o líder que deve tomar as decisões difíceis pode facilmente se tornar um ditador ou tirano.

Ao longo do tempo nós vimos esses problemas surgirem em comunidades e sociedades de todos os tamanhos. Não importa onde você olhe, o poder corrompe. Quanto mais poder há para ser conquistado, mais rápida e mais severa será a corrupção. Neste momento uma comunidade de sobrevivência pode parecer livre e independente comparada a vida na cidade. Você até mesmo pode gostar dos líderes da comunidade e sentir que são “pessoas boas com um excelente senso de humor”.

Isso pode mudar rapidamente em situações extremas. Enquanto você e outros podem esperar que líderes tomem a frente, sempre há um ponto onde outra pessoa desejará o controle, ou o grupo não mais verá a necessidade de um conjunto de regras tão rígidas. Um líder que está acostumado com seu papel, entretanto, pode ter dificuldades de deixar seu posto e voltar para um estilo mais relaxado de conduta. Infelizmente, até mesmo se eventos externos não afetarem a comunidade isso não significa que os líderes não tentarão lentamente ganhar mais poder dentro de seu grupo.

pode ser caro entrar em uma comunidade e permanecer nela

Pagar taxas, comprar equipamentos, treinamentos e alcançar a autossuficiência… Tudo isso requere dinheiro. Em adição, comunidades de sobrevivência também irão escolher as melhores pessoas para participarem de seus grupos. Isso significa que elas irão procurar aqueles que são financeiramente bem sucedidos e podem agregar aos objetivos da comunidade. Como resultado, você descobrirá que pode ser bastante caro participar de um grupo de preparadores e manter-se como membro ativo.

Para ser membro de algumas comidades você talvez tenha que investir bastante em termos de tempo e recursos. Isso pode incluir contribuir para estoques, ir para a comunidade praticar diferentes habilidades e assumir algumas responsabilidades. Enquanto tudo isso é importante para o grupo, não significa que será fácil para você manter suas obrigações em dia.

Lembre-se, para eles pode ser uma ocupação em tempo integral, mas talvez para você seja mais um projeto de final de semana ou algo que você mal consegue comportar em seu orçamento. Se você acha que participar de uma comunidade sobrevivencialista será menos caro do que tentar se preparar sozinho, você talvez tenha uma descoberta triste. Por mais eficiente que seja ter investimentos coletivos para itens muito caros, cada pessoa tem que contribuir individualmente para que tais ações aconteçam. Dependendo do tamanho do grupo em que você quer entrar, essas contribuições podem estar bem acima do seu orçamento.

os líderes do grupo podem não ser gerentes responsáveis

Você já deu um item para alguém cuidar e depois descobriu que a pessoa perdeu, quebrou ou vendeu ele? Infelizmente, quando você coloca seu dinheiro em uma comunidade de sobrevivência mas não toma parte das operações diárias há uma chance de que você possa perder seu investimento. Alguns grupos podem ser irresponsáveis no que tange ao pagamento das taxas, ou talvez não façam o zoneamento correto para garantir liberdade para cada um de seus membros. Esses e outros problemas financeiros e legais podem facilmente criar uma situação onde a terra fique indisponível para o seu uso agora ou pior, no momento que você precisar dela.

Em tempos não tão remotos era bastante fácil conseguir montar seus estoques de comida, água e munições sem ter o governo de olho no que você está fazendo. Contas online, cartões de crédito e sistemas de monitoramento deixaram isso bem longe da realidade. Infelizmente, a maioria dos líderes das comunidades e seus membros não estão pensando nas “pegadas digitais” que estão deixando para trás.

Gerentes de comunidades responsáveis precisam considerar uma grande gama de necessidades e ainda precisam garantir um sistema autossuficiente. A inabilidade de procurar e cultivar membros que sejam úteis e/ou falhar no investimento em ferramentas e estruturas corretas pode causar sérios problemas. Ao mesmo tempo, manter a localidade da comunidade fora do radar também pode ser uma tarefa complexa. Mais que algumas comunidades dessas já estão sob alto risco simplesmente pelo fato de que muitas pessoas sabem onde elas estão localizadas e quais recursos possuem. Tenha certeza, se pessoas desesperadas forem atrás de poucos recursos escondidos em casas, elas também irão se organizar para tentar recompensas maiores em comunidades como essas. Não importa o quão grande a comunidade seja, ainda é melhor escolher uma que esteja mais escondida e pouco conhecida.

talvez seja um alvo para agências governamentais

Em um primeiro olhar você talvez acredite que o governo, se precisar de recursos, irá atrás de comunidades como essas para confiscar o que for necessário. Contudo devemos notar que nós estamos vivendo em tempos onde as lutas por poder estão mudando a forma como o governo olha para o sobrevivencialismo. Você sabia que 50% de todas as armas possuídas por cidadãos pertencem a somente 3% da população?

E se você pensar sobre essa estatística, talvez você chegue a conclusão de que partes desse 3% sejam compostas por comunidades de preparadores bem grandes. Quando o governo compara os nomes de quem tem registro em armas com a quantidade de terra que possuem, talvez isso os deixe em uma situação desconfortável onde eles não queiram lidar com grupos fortemente organizados em uma situação de desastre e se encorajem para desmembrá-las o quanto antes.

Infelizmente, é difícil saber se comunidades menores conseguirão escapar por baixo do radar e se manterem livres desse tipo de conduta.

uma conclusão

Não importa quantos trabalhos nossa economia crie, ou o quão rico é nosso governo. Cada pessoa deve pensar seriamente sobre o que pode acontecer se ninguém conseguir criar comida ou fazer outros itens ficarem disponíveis nas prateleiras. Por mais que você queira considerar a preparação como algo solitário, talvez seja necessário também ver o que as comunidades podem agregar na sua realidade.

E no final, também é válido pensar mais sobre criar laços com outros preparadores no mundo online para que vocês possam compartilhar conhecimentos e visões enquanto isso ainda é possível.

Texto traduzido e adaptado do site Survivorpedia.