50 munições por ano? PIADA.

Recentemente estivemos no Paraguai filmando tudo sobre a realidade armamentista do país, mostrando desde a compra de armas até a prática esportiva e defesa pessoal. Em um dos últimos dias, tive que desabafar.

Estávamos conversando com o filho de um dos atiradores e comentamos que no Brasil quando registramos a posse de arma pela Polícia há um limite de 50 munições que podem ser compradas por ano…. E o garoto riu. Ele achou que estávamos tirando sarro, que era uma piada boba! Quando enfatizei dizendo que era verdade vi um guri com seus 14, 15 anos incrédulo e dizendo que isso era absurdo e ridículo. Pois é.

Logo em seguida, fui ao estande.

Para ficar melhor ainda, sabe quanto gastei nesses 50 disparos?
R$100,00. Pois é, calibre 9x19mm +P da marca Lawman custando 2 reais cada munição… Isso é o que não temos no Brasil pois vivemos em um país de frouxos.

E por favor, antes de inserir nos comentários dizendo que eu deveria me tornar CAC, explico: EU NÃO QUERO FINGIR SER ATIRADOR ESPORTIVO PARA DEFENDER MINHA VIDA. Eu não quero precisar “enganar” o Estado fingindo que meu foco é praticar um esporte quando só quero uma arma para proteger minha família.

Render-se a isso é PATÉTICO, é aceitar que você precisa trabalhar na marginalidade para garantir algo que é um direito inalienável seu… A proteção de sua vida. Quero praticar IDSC, IPSC e competir? Sim. Mas não quero usar isso como desculpa para ter uma arma. Todo e qualquer cidadão deveria ter condições de defender sua família, sua vida e suas posses de maneira digna e amparada pelo Estado.

CHEGA DE DAR JEITINHO.