Sobrecast 62: Quais ferramentas eu preciso ter em casa?

Se alguma coisa quebrar na sua casa, você sabe arrumar? Possui algumas ferramentas ou tem que usar a faca de cozinha na hora do desespero? Vamos conversar com o Anderson, do Fundo de Garagem, para conhecer qual a lista essencial de ferramentas que ele recomenda que você possua em casa!

E se você não quiser esperar, vamos agora para a lista que montamos durante o episódio:

Ferramentas manuais:

  • Trena
  • Nível
  • Martelo com unha (N. 27)
  • Jogo de chave de fenda
  • Jogo de chave Philips
  • Alicate universal com cabo isolado (1.000V)
  • Jogo de chaves combinada (estrela e boca)
  • Chave Inglesa
  • Lima
  • Estilete
  • Serrote

Ferramentas elétricas

  • Furadeira
  • Parafusadeira
  • Lixadeira
  • Multímetro
  • Chave teste
  • Soldador

Acessórios:

  • Lixa (80, 150 e 200)
  • Parafusos
  • Buchas
  • Abraçadeiras plásticas
  • Fita isolante
  • Fita Crepe
  • Super cola
  • Adesivo de contato (dupla face)
  • Micro óleo
  • Veda-rosca
  • Durepox
  • WD-40

Itens de manutenção:

  • Lâmpadas
  • Resistência de chuveiro

Com um inventário desse com certeza você terá as ferramentas certas para trabalhar em pequenas manutenções na sua casa! O que você acha, faltou alguma coisa? Qual é a lista que você recomenda? Coloque nos comentários abaixo!

Anúncios

7 Comentários

  • Caros Lobo, Ébano e Anderson e leitores.
    Acredito que houve pouco tempo para tentar em um podcast dar uma noção abrangente de assunto tão compléxo!
    Deu boas noções, mas muito genéricas, algo mais adequado a quem não sabe sequer usar um martelo!
    Com relação às brocas, o problema é que a madeira é mais isolante térmica, e gera mais arrasto na broca, ou seja, ela gera muito calor e a broca tem que ser mais tolerante a diferenças de temperatura, ao passo que a de concreto é mais resistente à abrasão.
    As de metal são as aço rápido.
    Furadeira manual, arco de pua são fundamentais, pois só com essas ferramentas é possível fazer furos com baixo giro. Ademais, sem eletricidade são ferramentas ABSOLUTAS!
    Desconsidera-las não é sobrevivencialista!
    Brocas, furadeiras e afins são fundamentais, inclusive a VERRUMA!
    Com relação a serras, ou QUALQUER outra ferramenta elétrica ou pneumática, SEMPRE SÃO PERIGOSÍSSIMAS!
    Alicates são ferramentas muito específicas, um alicate de bico não tem como ser substituido por nenhum outro, da mesma forma que uma torquez, um alicate de corte, um alicate de bico torto, de bico liso para dobrar arames, de pressão, etc. Assim, ter todos é o mais adequado caso haja dinheiro.
    Acreditar que ter meia duzia de ferramentas e achar que está apto a resolver tudo é um erro crasso, poderá até fazer uma gambiarra bem tosca, mas sem ter a ferramenta específica não tem jeito de fazer serviço decente!
    FAZER FERRAMENTAS É REGRA para um sobrevivencialista, a imensa maioria das ferramentas não são achadas em lojas, são feitas em casa!
    As mini retíficas foram colocadas como para artesanato, isso não procede, pois em residências os mais comuns problemas são com parte elétrica ou detalhes hidráulicos, e em ambos casos elas fazem a diferença, ter um dremel é fundamental (mas com mandril decente)!
    Mas o que entendo fundamental é que FERRAMENTAS SEMPRE SÃO DIRETAMENTE PROPORCIONAIS À CAPACIDADE DO INDIVÍDUO, um indivíduo tosco pouco pode fazer com uma ferramenta, mas um habil faz de qualquer ferramenta um instrumento de excelência!
    Assim, talvez seja mais profícuo nos aprofundarmos nas capacidades intrinsecas de nós mesmos para termos uma medida de nosso potencial ferramentados!
    Sem entendermos que nossas ferramentas primárias somos nós mesmos, ficaremos sempre aquem de nossas possibilidades e das ferramentas! As ferramentas são sempre a extensão de nosso equipamento primário, nosso corpo, entendendo corpo, físico, mental e espiritual.
    Entendendo essas questões acabamos por perceber que não existe um kit básico de ferramentas! As ferramentas são sempre da medida de nossa capacidade.
    Alguém tosco, qualquer kit é suficiente, pois as medidas ferramentais dele é do tamanho da imaginação e capacidade dele.
    Mas se somos habeis é fundamental um estudo profundo de ferramentas, de forma que tenhamos não só a noção do uso de todas, mas o mais importante, entendemos quando temos que fazer as ferramentas porque as que existem não nos atendem a contento.
    Em minha opinião, esse rapaz do vídeo entende ipsis literis o que aqui afirmo.
    https://primitivetechnology.wordpress.com/

    Agradeço a atenção
    Obrigado

  • Obrigado pelo link! Se desejar trocar informações detalhadas, livros etc é só avisar!

  • Concordo contigo, Renata
    Eu tenho várias ferramentas manuais que fazem um serviço muito limpo.
    E em situações comuns de falta de energia, eu não fico na mão.
    Uma sugestão de literatura sobre ferramentas manuais e tecnologias perdidas, vale a pena pesquisar tanto em:

    1) http://b-ok.org/
    2) http://www.gutenberg.org

    nos títulos (palavras chave)

    Amateur Mechanics , Cyclopaedia of Mechanics

    e autor:

    Hasluck, P.N. – inclusive esse autor tem vários livros sobre artes industriais de mais de 100 anos !

    Sobreviver é NUNCA ficar na mão!

    • Caro Arthur, também apoio suas opiniões, e aproveito para deixar para vc, Renata e todos uns links que são fundamentais para o entendimento de eletricidade e inventos determinantes e sequestrados pelas elites governantes.
      http://rexresearch.com/
      Nesse site que é sabotado de vez em quando tem zilhares de patentes de inventos subtraidos pelo status quo, inclusive o carro a água que foi primeiramente patenteado por um espanhol na decada de 50, teve até um filmimnho com o inventor dando água para um menino beber e depois encheu o tanque e saiu com seu ciclomotor!
      E vale também os comentários que fiz para a Renata.
      Agradeço a atenção.
      Obrigado e tamos aí.

  • Não gosto de depender de equipamentos elétricos. Claro que são úteis no dia-a-dia, mas mesmo dando mais trabalho, prefiro os não-elétricos. Conheci muita coisa interessante com o Shawn, do My Self Reliance (canal onde ele mostra como construiu sua cabana e muitas outras coisas). Vale a pena dar uma checada.

    • Cara Renata fui no Shawn, e realmente o cara é bom, pouco papo e muita ação!
      Concordo com sua ótica entretanto observo que uma bicicleta ergométrica com um gerador de meio cavalo no lugar da roda inercial (aquela roda grande de ferro que movemos ao pedalar) garante energia para seus equipamentos, e se fizer um motor perendev terá energia para “sempre” e sem esforço!
      Todo motor elétrico que tem imã permanente É GERADOR TAMBÉM!
      Ou seja, muitos aparelhos em nossa casa geram energia e não sabemos! Basta aplicar a força onde a força é aplicada quando ligado.
      Ou seja, se for uma enceradeira se gira o eixo da escova e se gera, é onde a força elétrica aplicada é usada para gerar movimento.
      Rotor de bandeja de microndas é um gerador de 220 ou 110 volts, e é pequeno, se girar ele forte se garante talvez mais que uns cinco amperes pontuais, isso garante até uns 1000 kVA!
      Ou seja, vale estudar um pouco sobre eletricidade básica para ter noção de que o que nos ensinam nas escolas é MENTIRA!
      Energia elétrica é fácil de se conseguir, e para entender isso basta ver que uma lei de mais de 100 anos proibiu até início desse século o cidadão do campo coletar energia elétrica por hidrogeradores, as famosas turbinas de hidroelétricas, que são inclusive com preços absurdos só para garantir o engessamento do povo na dependencia da eletricidade sequestrada pelas elites!
      A eletricidade é coleta´vel inclusive no ar, pois o que magnetiza a bússola é a diferença de potencial entre um polo e o outro, existem dezenas de patentes (inclusive uma de um presidiário que continuou preso para não divulgá-la) que ensinam a coletar energia ELÉTRICA do ar.
      No meio do sec passado, nos idos de 1950/60 uma favela do RJ recebeu energia de graça de uma emissora de rádio por conta das antenas mal calibradas no alto do sumaré se não me engano, a população local ao ver as lâmpadas se acendendo no lixo perceberam que a coisa ia melhorar, mas qual nada, a galera do sequestro energético, a light processaram e garantiram que o povo do morro não ia mais receber energia de graça e obrigaram a emissora a calibrar as antenas!
      Não tenho como me extender sobre o assunto, é muito, muito vasto, mas vale pesquisar e estudar eletricidade e seus métodos de coleta.
      Não confundir eletrônica com eletricidade, eletrônica usa de dispositivos seletivos e compartimentadores de eletricidade, eletricidade estuda o efeito elétrico por si só, e não por uso de compósitos mutagenizadores da eletricidade.
      Agradeço a atenção
      Obrigado
      E qualquer dúvida, estamos aí!

    • Renata, repito o link do Rex Research porque vale a pena e eu esqueci de te passar!
      http://rexresearch.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s