10 sinais de que você é um Sobrevivencialista e nem sabe!

Há uma enorme quantidade de pessoas que vivem suas vidas como sobrevivencialistas e nem sabem. Realizam as mesmas práticas, possuem as mesmas visões e treinam as mesmas habilidades mas não conhecem o termo. Então chegou a hora de descobrir se você se enquadra nesse grupo!

Leia os pontos abaixo com atenção, se você se identificar com três ou mais, já faz parte do nosso grupo!

1. Você sempre está de olho em rotas de fuga quando entra em restaurantes, cinemas e outros.

escape-room

Um dos maiores critérios para se manter seguro no mundo atual é ter algo que chamamos de atenção situacional, ou seja, é estar atento a todo momento quando você está andando em um ambiente público para estar preparado para qualquer emergência.

Se você ao entrar em um local fechado e público automaticamente você já começa a considerar quais são as rotas para fugir em caso de necessidade… Você já caiu no primeiro sintoma de um Sobrevivencialista.

2. Seus amigos se impressionam com quantas ferramentas e utilidades você carrega na mochila

15978ae881ae17.jpg

Quantas vezes seus amigos e familiares perguntaram algo como “nossa, o que mais você tem nessa mochila?” quando você tirou seu alicate multifunção para resolver algo que ninguém mais conseguia resolver por falta de ferramentas? Se isso acontece com frequência… Mais um sintoma.

Estar preparado também requere ter os equipamentos certos! Sabendo disso, você talvez tenha uma mochila carregada de itens como alicates multifunção, canivetes, lanterna, kit de primeiros socorros e outros. Mais que isso, talvez você tenha a tendência a ficar revoltado ao ver que outras pessoas andam sem absolutamente nenhum recurso para lidar com imprevistos e isso sempre vira um tópico de discussão com terceiros.

3. Você se interessa por habilidades e conhecimentos “antigos”

kikuichi-knife-forging-topper

Em vez de ficar animado com habilidades mais modernas como programação e semelhantes você se interessa mais em conhecer técnicas de sobrevivência, caça, produção de alimentos e tudo aquilo que as pessoas que moram em grandes cidades acham que não tem tanta utilidade hoje em dia.

Talvez você prefira muito mais investir em aulas de arqueria em vez de gastar seu dinheiro com o mais novo modelo de celular, o que deixa você com a fama de “meio estranho” entre seus amigos.

4. Você compra comida por atacado

pantry-cans-kitchen-cabinet-today-160201-tease_9f2948cb52fd924c7fa9486795cf57f6.jpg

Você acredita que o jeito certo de viver é com a despensa da casa cheia! Talvez você inclusive fale constantemente para os outros sobre como seus avós tinham comida para mais de um mês em casa e que todos tinham que fazer isso também, não é?

Se você prefere sempre ter 5 quilos a mais de arroz só para “se precisar”, bem vindo ao grupo. A grande maioria dos sobrevivencialistas (se não todos) possuem estoques de comida em casa para lidar com imprevistos que podem ser causados por um desemprego até um desastre natural.

5. Você curte “ir para o mato”

camping-alone-1024x684.png

Se enquanto a maioria dos seus conhecidos e amigos tiram o final de semana para passear no shopping ou ir na piscina e você fica se coçando para ir fazer uma trilha ou sair para acampar… Mais um sinal.

Como Sobrevivencialistas são muito ligados aos fundamentos da sobrevivência é natural que nós tenhamos uma proximidade maior com a natureza, em partes porque queremos aprender a viver com ela mas também porque ela nos faz descansar muito mais do que os cenários urbanos “barulhentos”.

6. Você acha que um dia a sociedade pode desandar

baltimore-riot-pol_3283102k.jpg

Considerando as tensões políticas e militares do mundo e a situação do nosso país, não é difícil achar que há uma boa chance das coisas saírem errado. Os sobrevivencialistas não são muito chegados à visão apocalíptica, mas também sabemos que a sociedade é muito mais frágil do que parece e precisamos ficar preparados para possíveis problemas com ela.

É claro que sabemos que se o mundo acabar, acabou. Contudo se a sociedade passar por uma fase de transição – Guerra civil, ditadura, crise de recursos, desastres naturais – temos que possuir os recursos necessários para sobreviver a isso, não é?

7. Ver filmes de “apocalipse” com você é sempre chato

boring-studnet-film

Você não se contenta em ver filmes desse gênero calado, pois sempre está buscando (e achando) inconsistências no roteiro que demonstram como o filme não é nem um pouco próximo da realidade. O filme fica cheio de comentários seus do tipo “ele nunca conseguiria caçar um animal desse jeito”, ou “nossa, impossível a gasolina desse carro funcionar depois de tanto tempo”… E por aí vai.

Se você vê esses filmes e livros apenas pelo prazer de analisar os cenários apresentados e verificar se realmente fazem sentido do ponto de vista da sobrevivência, você de fato é um sobrevivencialista.

8. Você gosta de armas

3e985ce10fb5304696584bac386045c9-1

Sua lista de inscrições no Youtube é composta por pelo menos 30% de canais de armas e todo mundo acha que você é ligado nisso mais do que deveria, estamos certos?

Se você já se identificou com vários pontos acima, dificilmente não vai se identificar com esse. Afinal, se você acredita que dificuldades podem surgir no futuro e entende o comportamento caótico das pessoas quando elas não conseguem mais comprar comida no mercado, é natural que busque entender mais sobre defesa pessoal.

9. Você prefere se manter anônimo

anonymous-spain-website-hack

Nunca sabemos o que vão fazer com as informações que fornecemos a empresas como Google e Facebook, não é? Você acredita que contar sobre sua vida inteira em redes sociais é um ato que pode colocar você em risco em algum momento do futuro? Nós também.

Se você sempre está preocupado com a exposição que as pessoas tem na internet e tenta se manter o mais discreto possível dentro das mídias online, você está no mesmo caminho que o nosso.

10. Seu sonho de vida é “viver tranquilo” e menos conectado a vida da cidade

avidanocampo

Talvez enquanto todos queiram comprar um belo apartamento no centro da cidade, você sonha com um sítio no interior, acreditando que só é possível viver plenamente em um lugar com espaço suficiente para plantar e criar seus animais. Mais que isso, compreende que para ter uma família feliz é preciso voltar as origens do campo, onde todos se conectam mais com o ato de produzir seus próprios alimentos e deixam a vida alucinada da cidade de lado. Você se encaixa nisso?

A vida em ambientes mais rurais é o objetivo de praticamente todos sobrevivencialistas visto que é em um sítio, chácara ou fazenda que muitos dos objetivos acima podem ser concluídos de maneira mais eficiente.

Concluindo…

Se você agora talvez esteja pensando algo como “nossa, será que eu sou isso aí e nem sabia?”, seja bem vindo(a). Entenda que o Sobrevivencialismo é um mundo vasto e que não é metade do que os filmes e programas de TV já mostraram para você.

Nosso objetivo é simples: Sermos pessoas mais responsáveis por nossas próprias vidas, dependendo menos do sistema e sendo capazes de resistir a cenários difíceis. Só isso. 

Se tudo isso faz sentido para você, te convido a navegar por outros textos aqui no portal, ouvir nossos podcasts, conhecer nossos vídeos no Youtube e visitar nossa loja online. Não se esqueça de compartilhar este texto em suas redes para tentar mostrar esta prática para seus amigos e conhecidos também.

No mais, bem vindo a bordo.

 

 

Anúncios

14 Comentários

  • Caro Lobo, entendo que todas as características listadas são EM TESE de sobrevivencialistas, mas algumas são dependentes de muitas variantes, é nelas que me focarei.
    Fazer estoque de comida implica em sermos inseguros em nós mesmos, se somos seguros e autárquicos, a comida sempre estar[a onde estamos e nunca estamos onde os outros estão, pois grupo sempre é perigoso, nos dá uma falsa ideia de poder e esse poder não está em nós, está no grupo!
    Assim, entendo que ser bruto no jejum é muito mais eficaz do que ser estocador! Observo que em caso de glaciação (que entendo estar muito próxima (para entenderem sugiro que leiam as leis da termodinâmica e sobretudo o entendimento de como é a dinâmica meteorológica e de uma geladeira, e entenderão inclusive que esse papo de aquecimento global é MENTIRA, o que já não posso falar dos malditos chemtrails!) manter o metabolismo acelerado implicará em morte, pois o alimento é consumido muito rápido no frio e mais impede nosso deslocamento rápido e discreto!
    Aprender Yoga é bem mais eficaz que estocar alimento, e nos dá a serenidade para considerar outras alternativas.
    A questão da arma, o embate na natureza SEMPRE é mortal, pois ferimentos impedem a busca pela alimentação e geram febre, e febris mesmos que com antipiréticos a dar com o pau está sobremaneira debilitado sobretudo para combate, ou seja, a arte do mimetismo e da camuflagem é sobremaneira mais eficaz que a apologia a armas, é fundamental entendermos que um personagem com uma sniper pega qualquer um a 1 km pelo menos se for bom de tiro, e esses serão os piores personagens em uma situação de caos generalizado. A razão é simples: Quem está por cima da carne seca sempre estará, são as elites, os construtores de bunkers (pesquisem sobre tuneladoras e sobretudo o sequestro delas pelas elites – um caso recente foi a tuneladora que a ex presidente da petrobrás disse que enterrou porque o custo de transporte dela era alto, e só um idiota acredita nessa balela, a tuneladora foi desviada para fazer bunkers para as elites enquanto o povo baba com tolices da midiocracia degenerada) e essa elite tem um único objetivo, tomar o mundo para eles e claro, eles serão os hitmen com snipers (se alguem tem alguma dúvida sugiro estudo dos perfis psicológicos, na verdade psicopatas, das elites e suas “desempatias” galopantes), assim saber se esconder é mais eficaz, pois arma por arma, eles podem comprar inclusive armas que sequer sabemos que existem. Arma de sobrevivencialista é coquetel molotov, ele abre pontos de fuga no bojo inimigo, que sempre são agentes do estado, pois o estado pertence âs elites, vide manipulação midiática. Arma de fogo é barulhenta e delata nossas posições, e silenciadores dificultam o saque rápido da mesma forma que um cano de um revolver TA.
    Uma besta, um estilingue, uma espada, uma lança, até uma zarabatana envenenada é mais eficaz para o sobrevivencialista sem recursos e sem o apoio do estado.
    Lembrem-se se o estado fosse a favor do povo eles não usariam armas como gas lacrimogênio contra o povo, pois é arma PROIBIDA EM GUERRA, onde se mata o inimigo, mas é livre para uso pelas “tropas das elites”.
    Assim entendo que o principal recurso sobrevivencialista é a INTELIGÊNCIA, com ela afiada somos quase imparáveis.
    Observo mais, a MENTE CLARA só existe no corpo sadio, assim é fundamental sermos COMPLETAMENTE INDEPENDENTES DE REMÉDIOS, MÉDICOS E FARMÁFIAS.
    Assim, um periscópio é mais eficaz que uma arma convencional, com ele vemos os outros e os outros não nos vêm!
    Filmes apocalipticos são forma de emburrecimento geral. Um exemplo interessante é a patológica nova série do perdidos no espaço, onde a galera está fugindo de uma terra devastada, nessa série, o will que era um moleque completamente safo na outra é um proto baitola, covarde, medroso e estúpido, a judy uma retardada comvalores dementes, a penny, uma cabotina inútil, não vou fazer spoiler, mas todos nessa nova série, ao contrário da da decada de sessenta, são completos abjetos, ao passo que na série antiga mal os caras pousavam já montavam a horta e em vez de tirar capacete, o robo fazia o checkup do ambiente, e claro, o Will foi inspiração para qualquer menino da época que buscavam ser bravos e safos como ele era, ao passo que hoje se incita a pederastia e pedofilia ad infinitum. A série walkingdead é um show de retardamento, com tanto carro solto ninguém faz molotovs! Só a Michone tem lógica em sua proposta! Como mostro, a mídia, e seus donos, as elites se esmeram em imbecilizar o povo, inclusive divulgando campanha de ódio contra Vaginas, as portas da vida, onde pederastas plantam uma agenda que afirma de forma odiosa que uma vagina vale o ânus de um pederasta, e se isso é verdade, gente e fezes são a mesma coisa (sexo independente de qualquer coisa é REPRODUÇÃO!) para eles, só isso mostra que se arma uma engenharia degenerativa em escala global e ela não é sem um propósito que com certeza não é para o bem da humanidade, mas sim para a degeneração humana!
    Assim, o melhor a assistir é o Primitive Tecnology no iutube que ensina o se virar sem nada, em vez de assistir essas imbecilidades! Não obstante, assistir esses filmes nos dá um panorama do que se busca fazer em termos de engenharia do caos, e como todos sabemos, estudar o inimigo é prioridade número 1 de qualquer sobrevivencialista. Já dizia Sun Tzu, conheça seu inimigo como conhece a ti mesmo!
    Um detalhe delicado deixei para o final, pois sei que esse vai gerar muita polêmica: Um sobrevivencialista NUNCA vai a restaurante, cinema ou outra socialização vazia, pois deixar os outros fazerem nossa comida é aceitar que podemos ser envenenados até por erro do cozinheiro, é se expor inclusve a um ataque extemporâneo de um ladrão invadindo o ambiente, um incêndio, uma briga com consequencias inesperadas, pois em restaurante existe o tal alcool, a maior desgraça droga que existe em minha opinião. Cinemas sequer tem o ar saudável, é veneno puro, desde o ar condicionado, até o amontoado de gente despejando CO2 no nariz alheio! E em explosão de boiada os mais leves sempre ficam em desvantagem, por isso toda mulher sadia tem que ter em mente que sapato alto só as torna mais vulneráveis, e submissas, e filmecos mostrando a “poderosa” de salto alto é só uma indução a calamidade com maioria feminina morrendo! A sociedade é essemcialmente misógina (tanto é que esgoto do corpo ganhou status do órgão máximo da reprodução, a VAGINA, porta de entrada e saída da vida), tanto é que existe até viagra e viagra é uma arma para o que não é suficiente homem se travestir de homem.
    O sobrevivencialismo em minha opinião, implica em nos afastarmos dos que não são sobrevivencialista, pois eles são sempre um FARDO para o sobrevivencialista, se é para salvarmos alguém, que salvemos mulheres pois elas são as depositárias do destino da humanidade e não os “amigões” super legaismas que adoram encher a cara e se detonar com toda sorte de imundície, sobretudo o alcool!
    O sobrevivencialista não fragiliza seu equipamento, seu corpo é sua absoluta ferramenta e não tem sentido expor ferramentas a agentes agressores!
    Sobrevivencilismo é ser forte, é ser autárquico, é ser safo e qualquer situação, é ser coerente e não gastar tempo com tolices, pois para um ser que vai morrer não há tempo a perder, quem passa tempo é o infeliz que acha que vai ter outra oportunidade de vida post mortem e isso é para idiotas que contam com o ovo na cloaca da galinha!
    Muito obrigado pela atenção.

  • Célio Freitas

    Bem isso!
    Um dia minha esposa assistiu um programa (acho que era “preparados para o fim”, quando eu cheguei, ela falou que tinha visto um documentário que tinha uns “caras que pensam igualzinho você”, vai passar tal hora de novo.
    Assisti e descobri que eu era do mesmo time, e que eu não era o único a pensar nisso, depois comecei a pesquisar na internet e cheguei aqui!

  • Me encaixo em todos, principalmente na questão de armas… hehehe
    Outra característica que eu gosto, e acho que se encaixa no item 9, é a questão de não ficar expondo minhas fraquezas, ficar reclamando e justificando possiveis falhas, sempre procuro me adaptar a tais situações, sem ficar vitimizando.

  • Julio pode comentar o vídeo abaixo?

  • Outro post bom para polêmicas – hahaha.
    Concordo com os itens 1, 3, 8 e 9; Mais ou menos concordo com os itens 2, 6 e 7. E discordo totalmente dos itens 4, 5 e 10.

    Foi divertido, valeu.

  • Tirando o item 7 (Filmes de apocalipse) o resto eu me enquadro totalmente!
    Quanto aos filmes, prefiro assistir os reality de sobrevivência!

  • Haha me encaixo em todas exceto a 10, enquanto a sociedade não desandar ainda quero aproveitar alguns luxos da modernidade hehe, mas se desandar o meio rural certamente se torna a melhor opção.

  • Alessandro Samuel

    No ponto 7, você usou o exemplo da gasolina por causa de the walking dead? Kkk
    Me identifico com o sobrevivencialismo por gostar de armas e considerar que a sociedade se fragilizou com o tempo. Também gosto de saberes mais antigos. Outro ponto que vejo como caracteristica de um sobrevivencialista é :
    Um sobrevivencialista busca ser o menos dependente possível dos outros.
    Um sobrevivencialista busca se manter o mais ” sábio” possível. Tentanto aprender de tudo um pouco, não só falando de técnicas de sobrevivência.
    Ótimo post, obrigado e valeu.

  • Só não me encaixo no quesito 8 e 9… sou um pacifista, sem receio de mostrar meu rosto

  • Rapaz… Me encaixo em todas elas… Ainda assim não me considero um sobrevivencialista, somente alguém prevenido.

  • Cayo Vinicius

    Todas as alternativas.

  • 1,2,3,5, 10 com certeza sou um sobrevivencialista.

  • 2,4 e 5 nem tanto.
    9 e 10 com certeza!

  • kkkkkkkkkkk
    Excelente.
    É nesse nível!!!

    Um grande abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s