Coisas que você pode fazer para ser mais autossuficiente vivendo em centros urbanos

Se desligar do sistema e viver uma vida sustentável é algo com que muitos que visitam este site sonham, e, enquanto muitos leitores conseguiram tomar os primeiros passos e estão aos poucos perseguindo este objetivo, a grande maioria ainda vive em grandes cidades ou simplesmente não querem abandonar o estilo de vida mais urbano.

Claro, você dificilmente conseguirá ficar completamente sustentável vivendo dentro de uma cidade, mas existem uma série de atitudes que você pode tomar para começar a viver um estilo de vida mais próximo da sustentabilidade que poderá beneficiar você e sua família. Esta forma de viver não é apenas mais saudável e recompensadora, é também uma forma de garantir que você conseguirá se virar sozinho caso uma crise se instaure na região onde você está e os recursos se tornem escassos.

Como muitos de nós vivem em regiões urbanizadas e dividimos os mesmos desafios, hoje vamos pensar em algumas maneiras de como se tornar mais sustentável no meio da selva de pedra.

Então… Porque você quer se tornar autossuficiente? A cidade já não possui tudo o que precisamos?

  • Para começar, é mais barato quando analisado em longo prazo e ainda vai lhe ajudar a construir estoques para possíveis situações de emergências;
  • É muito prazeroso fazer as coisas sem depender de ninguém, passar isso para os filhos é ainda mais recompensador;
  • Você realmente quer depender do governo durante tempos de crise? Apenas olhe como o governo responde aos desastres e situações de miséria.

Produção autossuficiente de comida no meio da cidade

Urban Fishing

Vamos começar com a comida, afinal, nós todos comemos e precisamos dela para viver. Ainda assim, quando você vive na cidade grande, produzir sua própria comida é um grande desafio e as chances são de que você seja 100% dependente da infraestrutura urbana para conseguir o que comer. Esse sistema funciona muito bem no mundo moderno, porém em tempos de crise a sua confiança neste sistema poderá ser a sua ruína.

Para você garantir a sua habilidade para alimentar sua família se as coisas ficarem ruins, você precisa começar a pensar em maneiras de se tornar menos dependente quando se trata de conseguir comida.

 

Aprenda a pescar na cidade!

A maioria das pessoas nunca sequer considerou aprender a pescar, achando que isso é algo que só pode ser feito em áreas mais rurais do país. Acredite ou não, até mesmo no meio da cidade você tem oportunidades para fazer isso. A maioria das grandes cidades cresceu ao redor de lagos ou rios, até porque dependiam destes recursos para continuar existindo.

Mesmo estas águas não sendo as mais limpas, ainda assim lhe oferecem chances de testar suas habilidades de pesca. Não é incomum ver pessoas pescando em lagos e córregos na periferia da cidade, muitos de vocês já devem ter feito isso se forem de idade mais avançada.

Se você não está próximo à rios ou lagos, ainda existe uma boa chance de encontrar lagos urbanos próximos a sua casa, ou até mesmo estabelecimentos do tipo “pesque e pague”. Ir nestes locais com certeza amadurecerão sua habilidade de pesca, o que é muito valioso.

Aprenda a caçar

Atenção: Este texto é traduzido de um site americano, logo, algumas colocações podem não se aplicar à nossa realidade e legislações, porém devem ser mantidas para que o texto mantenha sua coerência.

Não, você não poderá carregar um fuzil no meio da rua e abater animais como no filme “Eu sou a lenda”.

A caça tradicional provavelmente não será uma opção em sua área imediata, as chances será de que você tenha que se deslocar uma ou duas horas para chegar em algum ponto onde pode caçar. Então, existem outros meios mais fáceis.

Isso pode soar meio estranho e nojento para alguns, mas para ser honesto, em uma situação de sobrevivência de longo prazo qualquer animal que vive nas cidades pode servir de alimento. Aqui estão inclusos pombos, roedores e semelhantes.

Por isso, é legal praticar com carabinas de chumbo e equipamentos que lhe permitam caçar estes animais caso isso seja necessário. Novamente, isso é apenas pensando em uma situação de emergência, como último recurso.

Comece um pequeno jardim

Eu sei que espaço é algo limitado na cidade, mas é possível criar um pequeno jardim. Na verdade, jardins urbanos estão se tornando bastante populares e existem diversas técnicas e sistemas de plantio que podem permitir que você produza comida em pequenos espaços.

Seja em uma laje, em um quintal ou até mesmo uma sacada, você encontrará opções viáveis se pesquisar.

Mudando a sua maneira de pensar: Desenvolvendo uma visão independente

Dali Painting

Muito de nossa independência e autossuficiência depende da maneira como pensamos. Nós vivemos em um mundo que tornou-se altamente dependente de outras pessoas, do governo, da tecnologia e um milhão de outras muletas. O dia em que as pessoas davam um jeito de arrumar aquilo que quebrou já se foi, hoje em dia elas jogam tudo fora, gastam dinheiro e compram outro item Chinês de qualidade duvidosa.

A questão aqui é que a maioria desses problemas surgem por conta da forma como pensamos! Nós fomos educados nesta sociedade “quebrou jogue fora”, uma visão focada em consumo onde qualquer tentativa de ser independente pode machucar as grandes empresas… E elas fazem o máximo para que esta independência não aconteça.

É hora de pegar a sua vida de volta, é hora de tomar o controle novamente! Veja, você não precisa ser um hippie abraçador de árvores, cantando Yoga em uma colina… Mas tem de ser capaz de reparar um pneu furado ou costurar um botão de volta na camisa sem precisar de ninguém. Sim, é só isso. Comece pequeno e então trabalhe para conseguir conquistas maiores!

Em vez de gastar dinheiro nos técnicos, faça diferente: 

  • Aprenda a realizar pequenas tarefas de manutenção na sua casa e veículo. Você deveria saber como desentupir um cano, trocar a bateria do seu carro e trocar o pneu furado na beira da estrada. Estas são tarefas simples, mas que pessoas gastam muito dinheiro para que alguém resolva algo que elas deveriam saber fazer;
  • YOUTUBE! Nós vivemos na era da tecnologia, mas parece que temos um número enorme de pessoas ignorantes. Tome vantagem da tecnologia, existem milhões de vídeos DIY que podem te ensinar tudo, desde técnicas de pesca até reparar qualquer coisa no seu carro ou casa;
  • Aprenda como costurar! Pode parece algo distante da sua realidade agora, mas com pouco dinheiro você consegue comprar uma máquina de costura para ajustar e modificar roupas que você já possui! Só porque o Jeans do seu filho rasgou você não precisa comprar um novo, com habilidade suficiente e um pouco de linha você resolve o problema.

Está vendo como estes pequenos pontos já começam a mudar o seu estilo de vida e lhe poupar um belo dinheiro?

Elimine suas dívidas AGORA!

ATM Machine

O que diachos as dívidas tem a ver com um estilo de vida mais autossuficiente? TUDO! Quando você está em dívida você se torna um escravo daquele a quem deve, tendo que viver sua vida lutando para não sair dos termos que eles colocam. Quanto mais rápido você sair das dívidas, mais fácil será viver do jeito que você quiser.

Invista em algum tipo de fonte de energia alternativa

Emergency Solar Panels

Se você planeja permanecer na cidade, você talvez precise ajustar as suas expectativas sobre “desligar-se do sistema”. Com isso dito, ainda assim existem muitas coisas que você pode fazer para diminuir a sua dependência da energia elétrica.

  • Troque suas lâmpadas para LED: Isso não vai apenas lhe salvar dinheiro à longo prazo, mas durante uma emergência elas precisam de pouquíssima energia para ligar. A maioria pode funcionar com um pequeno kit solar portátil que não é maior que um tablet;
  • Invista em um sistema solar portátil: Estas unidades pequenas são ótimas para pequenas emergências e podem ser usadas para carregar celulares, pequenos eletrônicos e equipamentos de comunicação. Você pode até mesmo usá-las regularmente para carregar seu celular e Tablets, o que pode diminuir a conta no final do mês;
  • Invista em um forno ou pequeno fogão a lenha. Mesmo não usando ele com frequência, você terá um jeito de cozinhar durante blackouts ou faltas de gás;
  • Conecte todos seus eletrônicos em extensões e desligue elas durante a noite. A maioria dos equipamentos modernos estão constantemente gastando energia mesmo quando você acha que estão desligados. O único jeito de garantir que eles realmente estão é tirando eles da tomada.

Sua jornada para a autossuficiência começa com pequenos passos!

“Não é sobre o destino, mas sobre a jornada!” ― Ralph Waldo Emerson, Self-Reliance

Começar estas mudanças pode lhe deixar com um sentimento de sobrecarga, mas se começar devagar com as suas necessidades básicas – água, abrigo, comida e energia – a jornada não será como uma caminhada no meio do Deserto do Saara sem ninguém para te ajudar.

Traduzido e adaptado do blog OffGrid Survival.

 

 

Anúncios

10 comentários

  • e outra coisa importante que os mais politicamente corretos não irão gostar, aprenda a se auto medicar!!!! tenha um pequeno estoque de medicamentos, incluindo aí antibióticos e anti inflamatórios esteroides!!!! uma pequena injeção pode fazer toda a diferença!!!! consiga antibióticos com ou sem prescrição, já que quando vamos ao médico reclamando de sintomas genéricos e simples quase sempre saímos com diagnósticos como virose e sinusite… e o tratamento é sempre o padrão: antibióticos + corticóides

  • Boa noite julio acompanho sempre que possivel suas postagems um item bem interesante mas pouco popular para ter casa seria uma geladeora a gas (glp) o que voce acha assim podes manter alimentes frescos por mais tempo no caso de falta de energia eletrica

  • Senti falta do item mais importante para sobrevivência. ÁGUA. Água é vida e com certeza você pode até ter alguma reserva em caixa d’agua mais qual é sua real autonomia? Quanto tempo a água dura em sua residencia se você desligar o registro? Seu consumo é consciente? Acabando na caixa como você ira captar água novamente? Lembrando que alem de consumo de litros por dia a pessoal também gasta para banho, cozinhar alimentos etc. São pontos muito relevantes que devem ser observado.

  • As dicas são excelentes e, quanto à caça urbana em uma situação de emergência, vai incluir cavalos, cães e gatos! A pesca é relativamente fácil na minha cidade, que é litorânea, mas tem lagoas internas, além do mar à disposição.
    Outro aspecto – que considero tão importante como estocar alimentos – é deter conhecimento e meios de conversar alimentos, seja através da defumação ou salga. Já vi alguns vídeos sobre o assunto e a defumação não é difícil, muito menos salgar carne (charque, aqui no RS). Fiz algumas experiências como salgar camarão e carne e deu muito certo!

  • Eu concordo em partes com o texto, vivo no meio da selva de pedras, em São Paulo, e eu afirmo com toda certeza que caçar e pescar na cidade não é uma alternativa. Ao invés disso, eu optaria por estocar alimentos com prazos de validade mais longos, mesmo que pra isso tenha que abrir mão do lado saudável disso, pois geralmente esses alimentos possuem grandes quantidades de sódio e/ou conservantes. Pra mim, mesmo morando em um pequeno apartamento, é totalmente viável ter uma em casa uma mini horta, tenho uma suspensa na sacada do meu apartamento, com alface, cebolinha, manjericão, alecrim etc.. E em vasos maiores que ficam no chão ainda da pra por cenoura, beterraba e tomate (óbvio que em termos de qualidade, esses não chegam perto dos que são plantados diretamente no solo, mas já é algo a mais). O fogareiro, assim como um painel solar portátil são ótimas ideias. No entanto quero ressaltar aqui que o mais importante do que tudo isso quando se vive na cidade grande é ter um plano de fuga, um BOL viável, distante o suficiente do caos urbano mas perto o suficiente para você se deslocar (de preferência) em menos de um dia de carro. Além é claro, de que em qualquer cenário de crise, seja em um grande centro urbano ou não, informação é tudo, melhor ainda quando você sabe filtrar essa informação, ou quando você já tem em sua mente o “Click” pra saber a hora certa de se evadir.

  • Primeiro passo: Acabe com seu gramado “vitoriano” e invista numa horta!

  • carlossilvapb

    Neste texto eu concordo com algumas ideias, e discordo veementemente de outras.
    Eu concordo que ter fontes de energia alternativas, fogareiros que não dependam de um fornecimento de gás, ter habilidades como saber costurar, economizar energia, eliminar dívidas, fazer um pequeno jardim, mesmo que seja de temperos e ervas são atitudes que ajudam demais em situações de emergência.
    Mas eu discordo totalmente de atitudes como caçar e pescar na cidade. Não seria mais lógico comprar diversos mantimentos e estocá-los em casa? Se você pretende sobreviver na cidade, certamente que você vai querer fazê-lo em sua residência. Acredito que, em situações de emergência, o melhor a se fazer é ficar em casa, a não ser que a sua casa esteja correndo alguma espécie de risco, como inundações ou incêndios. E aí, todas as medidas incentivadas no texto acima se tornam inúteis. Eu não pescaria nada em águas urbanas. O risco de contaminação é muito grande. Eu também não caçaria bichos considerados pragas urbanas, como ratos ou pombos, pelo mesmo motivo. Se você tiver que chegar à esse ponto, é porque você realmente perdeu sua casa… E nesse caso, talvez fosse melhor tentar sair da cidade.
    Como disse antes, o melhor a se fazer em situações de emergência na cidade é se trancar em casa e esperar a por alguma espécie de estabilidade…

  • julio, pf onde esta a entrevista que vc fez com o sobrevivente urbano? não ha encontro.
    agora muito bom o texto obrigado pelas traduçoes, se possivel coloquem na via de fuga o minisawyer vlw

  • Top demais o texto!

  • É impressionante a quantidade de coisas que podemos fazer à curto e médio prazo. Apenas comece e aproveite a jornada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s