7 coisas que você vai perder em um desastre de longo termo

Quando planejando para desastres a maioria das pessoas não toma tempo para realmente entender as ameaças que vão enfrentar. Isso é um problema, pois o único jeito de começar a lidar com os possíveis danos é ter consciência das ameaças.

Claro que muitos perigos serão diferentes para cada pessoa devido às diferenças de região, níveis de preparação e até estilos de vida, mas alguns pontos podem ser generalizados para todos.

Sem água nos encanamentos

Water Treatment Plant

Enquanto muitos preparadores entendem a necessidade de possuir uma fonte de água confiável, eu não acho que muitos entendam realmente como é perder a sua água por um período de tempo estendido. Se o sistema de distribuição de água ficar comprometido, você não precisará apenas de água potável mas também para lavar a louça, tomar banho e prover todas as suas necessidades de higiene.

Sem energia elétrica

Power Lines

Se você acredita que está pronto para enfrentar uma falta de energia extendida, pense novamente. Em uma pesquisa recente feita nos EUA, 90% dos cidadãos admitiram que provavelmente morreriam em duas semanas se tivessem que lidar com um colapso do sistema de energia elétrica no país. Enquanto estes números podem parecer meio chocantes, eles não devem estar muito longe da verdade.

Pense. Nós vivemos em um mundo que se tornou completamente dependente da eletricidade, quase tudo que fazemos de forma direta ou indireta depende de energia. Das luzes e televisão da nossa casa até serviços mais críticos como aparelhos hospitalares ou semelhantes, perder a eletricidade por muito tempo mudaria completamente a vida como conhecemos hoje.

Sem computadores ou internet

Computer Network

Não é apenas a falta de emails ou Facebook que teremos de enfrentar. Atualmente muito da logística de distribuição de recursos, aprendizagem, economia e interações sociais são dependentes de alguma forma da Internet e outros serviços de rede.

Muitos confiam que o acervo de conteúdo encontrado na internet sempre estará disponível, mas não é bem assim. Aquele vídeo que você viu com uma técnica que poderia lhe ajudar muito não poderá mais ser acessado.

Da distribuição de comida para os mercados até o manejo de suas contas bancárias e registros médicos, se a rede cair ou enfrentarmos algo como pulsos eletromagnéticos ou até mesmo ataques cibernéticos, estaremos muito encrencados.

Sem telefones, emails e Facebook

cellphones

Já falamos sobre a questão da internet, mas aqui também devemos falar da comunicação. A forma como nos comunicamos hoje é completamente insustentável em uma crise de longa duração.

Estamos acostumados a enviar e receber mensagens quase que instantaneamente, o que definitivamente não aconteceria em um desastre. Se você ainda não tem pontos de referência ou sistemas de comunicação de emergência estabelecidos com sua família ou grupo, isso deve estar no topo da sua lista de prioridades.

Sem comércio eletrônico e cartões

Bank Cards

Muitos preparadores pensam que dinheiro irá se tornar inútil em um colapso econômico, mas durante as primeiras fases de qualquer desastre ou colapso pode ser um dos itens mais importantes para carregar. Você pode até saber que após uma quebra do sistema o dinheiro logo não terá valor, porém as pessoas não preparadas ainda não.

Durante colapsos relativamente pequenos como furacões ou tempestades que derrubam a energia elétrica, o comércio eletrônico como cartões de crédito e caixas automáticos são os primeiros a parar de funcionar. Isso significa que há uma possibilidade de você perder tudo o que estiver em sua conta bancária por simples incapacidade de acessá-la.

Sem transporte público

Evacuating during a disaster by foot

Se você olhar para os desastres de curto período como o furacão Katrina ou até mesmo o desastre de Mariana, você já terá uma noção bem clara de quão despreparadas as pessoas em áreas urbanas estão para sobreviver. Durante estes desastres as pessoas que dependiam de transportes públicos ficaram presas nas zonas de perigo pois não tinham habilidades ou planos de deixar a região por conta própria.

Sem transporte pessoal

People trying to get gas during a disaster

Eu sempre digo para as pessoas que não é bom deixar o tanque de gasolina do carro abaixar mais do que a metade. Quando as coisas desandarem você precisará de uma forma de fugir e não poderá se preocupar em parar para abastecer.

Acha que é algo muito forçado? Assim que o furacão Katrina se aproximou da cidade os postos de gasolina ficaram secos de combustível em poucas horas. Os postos que ainda tinham algo armazenado começaram a racionar, limitando para 5 litros de gasolina por cliente – e gerando filas de horas.

Como descobrir as ameças que você enfrentará durante um desastre?

Esta lista é feita para te deixar pensando. Para realmente ficar preparado você precisa fazer uma análise de cenário, é ela quem lhe dará a habilidade de identificar cada aspecto que pode mostrar-se perigoso à sua volta.

Já falamos sobre a análise de cenário nesta postagem (clique aqui).

Traduzido e complementado do blog OffGridSurvival.

Anúncios

11 comentários

  • Outra coisa que fará falta será o gás de cozinha! Não só para cozer os alimentos, mas também para ferver a água e torná-la potável.
    A água, dependedo do lugar, ainda é um recurso que dá de administrar. Tenho umas 3 caixas d’água em casa, fora a de uso normal. Aqui no RS tem boa preciptação pluvial, além de morar quase ao nível do mar e nem precisa um poço muito fundo para recolher água no inverno. Porém, a minha dependência em eletricidade é grande, não só devido à refrigeração de alimentos, mas sobretudo em ferramentas elétricas (solda, serras, furadeiras, etc).

  • RockShooter

    Miguel, particularmente eu não confio na eficácia e resistência (robustez) física e eletrônica dos carregadores solares… por isso fui pesquisando e descobri que existe um meio de gerar eletricidade (suficiente para um tablet) que independe de clima e controles eletrônicos para funcionar… é a “placa de Peltier”, ela gera eletricidade quando exposta ao calor, quanto mais calor mais eletricidade.
    A montagem é relativamente simples, mas exige que a pessoa conheça o funcionamento da placa, sua polaridade e uma forma de dissipar o calor dela.
    Uma ONG americana de ajuda humanitária desenvolveu um fogareiro (à lenha) que gera eletricidade suficiente para dois tablets, o nome do aparelho é “Biolite”, custa cerca de Us$100… tem em vários tamanhos, mas no geral são pequenos, o menor cabe em um bolso lateral de uma mochila, o maior caberia no interior de uma mochila de camping… certamente é mais prático que aprender a fazer um similar em casa.

    Eu estou pesquisando com uns colegas eletrônicos um meio de construir lâmpadas de emergência que usem essa tecnologia para usar em minha casa.

    Se eu conseguir construir algo viável e confiável eu informo aqui um método de construí-lo.

    • Sobre as lampadas, eu uso uma luminária de emergência em casa, quando acaba a luz ela acende sozinha:
      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-739430650-luminaria-de-emergncia-30-leds-bivolt-aiha-_JM

      Mas seria interessante ter formas alternativas de carregar lampadas, se conseguir resultado por favor compartilhe conosco.

      Sobre o efeito Peltier eu já conhecia porém ainda não tentei implementar na prática por falta de tempo.

      Sobre o BioLite eu acho ele meio caro, seria legal se tivessemos como comprar direto no Brasil.

      Valeu!!!

  • Leandro Moraes

    Muito complicado, pois a disposição de recurso financeiro para montagem dos produtos são essenciais.
    O mais interessante é que quando você entende tudo que possa ocorrer, nota que o sistema é extremamente frágil.

  • “Esta lista é feita para te deixar pensando…” Básicamente basta isto. Pensar, analisar e decidir, antes, durante e mesmo depois de qualquer situação. Continue o bom trabalho!
    Rui Ferreira

  • Os carregadores da GoalZero dizem serem capazes de carregarem a bateria de um notebook:

    http://www.goalzerobrasil.com.br/kitsherpa50.php

    O problema é que o preço é meio salgado.

  • carlossilvapb

    Imagine o que aconteceria se uma cidade de porte médio (uns 450 mil habitantes) ficasse sem água nas torneiras porque o reservatório que a abastece secou. A cidade certamente implodiria. Como abastecer essa quantidade de pessoas sem água encanada? Como manter os serviços básicos? O colapso social e econômico seria uma realidade. Quem tivesse reservatórios teria que guardá-los atentamente (provavelmente, se a vizinhança souber que você tem água, vai, de algum modo, em caso de desespero, tentar pegá-la). Quem tivesse dinheiro, teria que pagar muito mais caro do que é hoje para comprar água de um caminhão-pipa (isto se estes conseguirem chegar ao destino com sua carga intacta)…

    Isso é o que estamos, infelizmente, prestes a descobrir em Campina Grande… Um desastre que parece estar mais próximo a cada dia. Sem chuvas e sem providências do poder público, vivemos num clima de contagem regressiva…

  • Esse texto parece ser legal: High Tech Preppers: Building the Ultimate Survival Tablet

    Seria interessante em português.

    Abraços

  • Sobre os videos, eu tenho backup do canal Sobrevivencialismo e outros no meu HD externo, pretendo implementar um pendrive a prova dagua no meu EDC.

    Tudo que está escrito neste texto é verdade, temos que estar preparados.

    Valeu!

    • carlossilvapb

      Desde que você tenha energia para ligar seu computador/notebook em caso de SHTF…

      • Oi, no caso estou implementando ainda minha BOB soluções para isso. Ou no caso usar o celular ou um tablet pra ver os videos, no caso para carregar um tablet eu poderia usar um carregador solar ou ainda estou estudando tecnicas para obter energia através do fogo, vento etc no meu abrigo secundário.

        Ainda não estou muito preparado sobre energia elétrica :/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s