SHTF School: Sobre o terror

Eu sempre achei que faz sentido ser um preparador, mas nós estamos vendo eventos complicados acontecerem que vão fazer muitos sobrevivencialistas levarem suas preparações para o “próximo nível”, e aqueles que haviam desistido de se preparar vão voltar a tentar. A minha avaliação é que o mundo está esquentando cada vez mais e em velocidade acelerada.

Eu sempre fui defensor do bom senso e do “pensamento em círculos pequenos”, pois você não deve ser um milionário, chefe de estado ou outro poderoso que molda o mundo das políticas. Você provavelmente é um homem mediano com preocupações medianas e um emprego. Você também é aquela pessoa que não pensa muito sobre os grandes eventos se desenrolando ao nosso redor, mas ainda assim você pode fazer o suficiente para ficar preparado quando as coisas desandarem. 

Para entender isso melhor eu sempre menciono como piada sobre o soldado que foi ensinado e convencido por semanas sobre as razões e lógicas da guerra que ele vai lutar, mas durante todo o tempo ele ainda assim não entendeu nada de verdade, não entendeu os aspectos que estão por trás da ideologia como as políticas mundiais e financeiras para aquela guerra. Quando ele de repente vai para sua primeira luta e os tiros voam bem próximos da sua cabeça ele percebe a lógica de tudo e grita “Meu DEUS, eles estão tentando me MATAR!”.

Isso pode parecer uma super simplificação, mas no final é assim. Pura sobrevivência e segurança – Você não pode manipular as grandes situações de outra forma.

A grande pergunta é: Os terroristas estão ganhando?

Definição da palavra “terrorismo”:

  1. O uso da violência e ameaça para intimidar ou coagir, especialmente para propósitos políticos;
  2. O estado de medo e submissão produzido por terror;
  3. Um método de implantação de terror para resistir à um governo.

Eu não sei sobre você e o local onde você mora, mas aqui para mim eu poderia pegar as três definições e dizer “é, é isso, eu estou vivendo isso”. Ainda existe alguma paz, não estamos em guerra, as pessoas trabalham e estudam, mas tudo mudou. O medo se estabeleceu, todos estão com medo de todos.

Medo, terror, terrorismo.

Chacinas em Paris, na Africa e nos EUA mostrando (novamente) a verdadeira face do terrorismo – que é matar pessoas civis, crianças e mulheres.

Mas principalmente, trata-se de matar o estilo de vida normal. Shows, cinemas, cafés, restaurantes. Você instala o medo de que as pessoas serão mortas ou feridas quando estão curtindo suas vidas, então isso começa a mudar o mundo. Este é um dos objetivos dos terroristas, mudar a maneira que escolhemos viver. A liberdade é uma daquelas coisas importantes, mas frágil.

A liberdade pode ser tomada pelos terroristas, mas também pode ser tomada pelos governos que dirão estar lutando contra estes mesmos terroristas. Se você está vivendo em uma sociedade ocidental pergunte-se a si mesmo: Você tem a mesma liberdade que tinha há 20, 30 anos atrás? Está ficando pior? Será que você, por ser um sobrevivencialista, não poderá ser investigado e até mesmo marcado como possível terrorista?

Dois sapos

Existe uma história sobre dois sapos, um que pulou fora de uma panela cheia de água fervendo (pois foi jogado lá dentro de repente) e o outro que foi colocado na água em temperatura normal e morreu sem perceber que a água estava lentamente esquentando.

Nós estamos dentro de uma panela cheia de água muito quente, que foi esquentando de maneira gradual por anos e nós estamos “acostumados” com essa nova realidade e aceitamos que isso é normal, sendo que não há nada de normal nisso.

Terrorismos e ódio

Minha experiência no tópico sobre raiva é muito grande e profundo. É como tudo o que eu escrevo aqui, real e nem sempre o que você esperava ou queria ler. A raiva é uma emoção poderosa, eu senti ela, odiei pessoas, grupos de pessoas ou até mesmo países inteiros. Existia um período onde o ódio me guiava, era a única coisa me mantendo vivo.

Tudo o que eu posso dizer sobre o ódio generalizado é que ele é errado por muitas razões. Como sobrevivencialista você provavelmente está acostumado a checar as notícias na mídia, então sempre que alguém “empurra” você ou te motiva a odiar um grupo específico de pessoas você deve se perguntar: Por que você quer que eu os odeie?

Não existe lógica em generalizar o ódio, sempre haverá alguma história sinistra por trás, algo mais profundo e motivos bem diferentes do que os que estão aparentes. Mas deixo claro que eu entendo a lógica e a necessidade para “eliminar” as pessoas que são uma ameaça ao nosso modo de vida, para a nossa civilização e todo o resto. Eu concordo com isso.

Mas eu também entendo a lógica por trás da vontade de pessoas poderosas para usar o ódio “motivado” para tomar as minhas liberdades de mim, dizendo que eles estão fazendo isso para me proteger. E eu não quero isso. Eu estive nessa situação E VI as consequências. Não deixe alguém nublar o seu julgamento com medo e ódio para que eles possam te controlar e tirar sua liberdade. O Terror funciona de várias formas e em diferentes posições.

Algumas vezes é um lunático que se explode em nome de um Deus, matando um monte de pessoas inocentes. Outras vezes é ver o seu país vagarosamente entrar em algo que há não muito tempo atrás parecia um cenário de uma ficção estranha.

Se eu estou sendo forçado a odiar alguém, eu o farei porque eu decidi, não porque um monte de pessoas que querem conseguir mais poder me disseram. Medo e ódio são emoções contagiosas, cuide de sua família e de você mesmo, use seu cérebro e o bom senso. Se você está vivendo com medo e ódio eles já ganharam.

Lembre-se que guerras podem ser ganhadas apenas quebrando a motivação do inimigo, por meio do puro terror e medo – e não da força bruta.

Futuro?

Infelizmente eu não estou nem um pouco otimista. Tudo está acontecendo rápido e ficando cada vez mais quente.

Eu não sei quais as razões de isso estar acontecendo em praticamente todo lugar agora, mas eu não consigo acreditar que um bando de caras tem o desejo de viver suas vidas como na época da idade da pedra e querem levar esse “ideal” para todo mundo. Nós não poderemos ser bombardeados de volta para a idade da pedra, ou ao menos precisamos lidar com isso enquanto eles ainda estão em números pequenos.

Como eu disse, somos todos sapos na água quente, sem perceber o que está acontecendo. Alguém percebeu que estamos vivendo em um mundo onde pode ser perigoso ir em grandes eventos pois algum idiota pode se explodir e matar você? Ou que ter uma arma para se defender é ilegal? Que repente estamos vivendo em tempos onde estamos calculando o quão longe estamos de possíveis alvos de ataques nucleares?

Você ainda acha isso normal?

Eu acho que estamos muito perto de uma crise e a última coisa que você precisa é ter sua visão “embaçada” por medo, terror e ódio. Por enquanto, fique alerta e use o bom senso.

Sobrevivencialistas não são pessoas bizarras como as pessoas nos imaginam. Somos apenas pessoas tentando ser mais alertas e espertas aos eventos que se aproximam enquanto mantemos a mente limpa e um coração frio.

Algum evento recente mudou ou afetou os seus planos de preparação? Você sente ou observa que as pessoas ao seu redor estão cada vez com mais medo? Comente abaixo e compartilhe suas opiniões e pensamentos conosco.

Traduzido e adaptado do blog SHTF School.