Situação de crise: O cachorro vai ou fica?

Muitas pessoas estão debatendo se é bom ter um cachorro durante uma situação de sobrevivência. Para a maioria dos donos de cães esta resposta é bem simples de responder. Eles são parte da família, então eles vão conosco. Mas você está pensando em como adicionar seu cachorro aos seus planos de sobrevivência? Se sim, então você precisa definitivamente pensar com calma antes de tomar qualquer decisão. 

Existem muitos cachorros que são deixados presos durante um cenário de crise. Eu vi pessoas deixarem seus cachorros amarrados e abandonados quando ficaram assustados e não tinham preparações para seus animais. Durante o furacão Frederic em 1979 eu tinha um vizinho que amarrou seu cachorro na frente da minha casa e fugiu para outro estado sem dizer uma palavra para mim. Resgates estão sempre em alta durante os tempos de crise, existem muitos animais abandonados e em busca de uma casa para morar.

O melhor amigo sobrevivente do homem

Cães são conhecidos como o melhor amigo do homem durante eras e inclusive mereceram este título. A humanidade começou esta relação especial quando domesticou lobos cinzentos aproximadamente  em 30.000 a.C na Ásia. Alguns pesquisadores acreditam que o homem dividia suas caças com grupos de lobos, o que levou ao processo de domesticação.

Então, esta é provavelmente uma boa razão para acreditar que estas pessoas antigas sabiam o valor que os cachorros tem na sobrevivência. Ponto importante: Devemos lembrar que o homem primitivo estava em estado de sobrevivência durante todos os dias de sua vida, eles dependiam destes animais para proteção, caçadas, couro e muito mais.

Assim como os cães eram um ótimo recurso para o povo primitivo, também se tornaram um recurso de ajuda nos eventos de sobrevivência atuais. Eu não estou aqui defendendo que todos deveriam ter um “cachorro sobrevivencialista”, afinal tudo tem seus prós e contras.

Uma outra grande verdade é que algumas pessoas não devem ter cães. Cachorros são uma enorme responsabilidade para se carregar! Agora que eles não estão mais na selva, eles precisam de nós para prover suas necessidades. Para manter os cachorros saudáveis você precisa prover abrigo, água e comida. Além disso também deve pensar nas contas do veterinário, nas vacinas e nos hotéis quando você tem de viajar e deixar o cachorro com alguém.

Vantagens de ter um cachorro

  • Segurança e proteção se eles estão treinados corretamente e se são de uma raça adequada;
  • Oferecem companhia e afeto, o que ajuda muito na manutenção da moral;
  • Um cachorro pode ser usado para rastrear outros animais;
  • Raças maiores podem carregar pequenas cargas;
  • Dormir próximo ao cachorro durante a noite pode manter manter sua temperatura corporal.

Desvantagens de ter um cachorro

  • Eles podem entregar sua posição se não forem treinados;
  • São mais uma boca para alimentar e cuidar;
  • Eles podem diminuir sua velocidade de viagem;
  • Eles podem precisar de medicações, vacinas e vermífugos;
  • Eles não possuem proteção nas patas, então terrenos muito agressivos podem machucá-los;
  • Eles podem ocupar espaço valioso no seu veículo;
  • Você poderá ter de tomar uma decisão difícil caso a situação de crise se torne extrema.

Tempo de decisão

Ter um cachorro é uma decisão muito grande para qualquer um. Se você ainda não possui cachorros e está no processo de escolher, pese todos os fatores! Muitas pessoas entram de cabeça por pura animação, não conseguem cuidar do animal e acabam descartando os animais em abrigos ou até mesmo na rua.

Outros colocam muita expectativa em seus cães. Eu lembro de comprar um Labrador e pensar em todos os patos que ele iria pegar para mim durante as caçadas. ERRADO! Esse cachorro não tinha interesse nem em pegar gravetos… Não importava o quanto eu tentasse, ele não queria caçar.

Ano passado eu e minha esposa resgatamos um Labrador misturado com Boykin Spaniel de um ano de idade e depois de se adaptar em casa ela naturalmente se tornou uma caçadora ávida! Não tire da sua lista os cachorros de raça misturada. Nossa experiência tem mostrado que eles são bem melhores pois tem melhor saúde, custam menos, podem ser encontrados em abrigos e não são roubados como os cachorros de raça.

Não estou dizendo para que você não compre um cachorro de raça, mas se escolher comprar, tenha certeza de que é de um canil com boa reputação. Existem muitos canis que trabalham quase como fábricas, produzindo filhotes sem se preocupar com a genética, saúde ou comportamento dos animais.

Conclusão

Como conclusão, pense muito. Se você já tem um cachorro então você definitivamente precisa incluir ele nas preparações. Um cachorro bem cuidado precisará de comida de alta qualidade e estar em dia com todas suas vacinas e medicações. Você precisará de tigelas para água e comida, coleiras e placas de identificação.

Existem até proteções para as patas do cão caso você precise andar em terreno como ruínas com cacos de vidro ou neve, veja só:

A escolha é sua, só pense muito para não ter de abandonar um companheiro fiel dos seus filhos em meio à uma inundação simplesmente por falta de estratégia.

Qual raça você acha mais interessante para um “cão sobrevivencialista”? E me diga, o cachorro vai ou fica?

Texto traduzido e adaptado do SHTF Blog.