Por que os mais ricos do mundo estão comprando Bunkers?

Bunker for the Wealthy

Nos últimos anos as pessoas mais ricas do mundo tem corrido para conseguir comprar abrigos, quartos do pânico e sistemas de segurança de altíssimo nível tecnológico. Eles sabem algo que nós não sabemos? O que exatamente eles estão esperando?

Este grupo seleto de pessoas estão se tornando cada vez mais interessadas em Bunkers e durante os últimos anos já investiram quantidades enormes de dinheiro para adaptar suas casas com uma série de elementos de defesa. Na verdade, esses indivíduos estão levando as preparações para um novo nível.

De uma passagem secreta até abrigos subterrâneos multimilionários, os ricos do mundo inteiro estão transformando suas casas em fortalezas luxuosas, construídas para aguentar qualquer tipo de desastre ou atacante. Eles estão torrando milhões de dólares para se protegerem contra eventos e pessoas.

Empresas como a “Creative Home Engineering” estão construindo passagens secretas que levam a quartos do pânico super elaborados ou abrigos subterrâneos. Outras empresas, como a “American Saferoom Door Company” estão construindo portas a prova de balas com fechaduras eletromagnéticas que custam mais de vinte mil dólares cada unidade.

Este é um exemplo de um armário embutido que possui uma porta secreta que leva a um abrigo subterrâneo

Enquanto a maioria de nós não pode pagar por algo tão elaborado, eu acho que quartos seguros são uma boa ideia e que podem ser construídos em quase qualquer casa.

O que é um quarto seguro?

Quartos seguros são a sua linha mais importante de defesa depois da sua arma. Um quarto de defesa é uma estrutura construída dentro da sua casa feita para proteger você e sua família de desastres naturais, situações de crise e mais importante ainda, assaltos em residências. Um bom quarto seguro lhe permitirá responder a ameaça da maneira mais adequada possível, não apenas lhe deixará protegido dela.

Uma estante que abre para um quarto cheio de armas

Construído para deter tudo: Os ricos estão levando as preparações muito seriamente!

Portas a prova de balas e quartos seguros não são as únicas coisas que os ricos estão comprando para suas casas. Outra empresa que tem se destacado no ramo é a FLIR Systems, Inc., baseada nos EUA. Eles fazem câmeras infra vermelho de alta tecnologia que podem ler sinais termais de alguém se escondendo a 10km de distância.

flir thermal cams

As câmeras infravermelho de segurança da FLIR podem detectar qualquer coisa que emita calor

Comunidades de Sobrevivência Dedicadas e Abrigos Nucleares

Para aqueles que tem dinheiro, algumas empresas estão se oferecendo para construir comunidades inteiras para sobreviventes de elite.

Uma empresa chamada Survival Condo tem um abrigo secreto construído em dois silos de mísseis em uma localidade não divulgada no Kansas. As unidades em seu interior custam entre 1,5 e 4,5 milhões de dólares. Não há financiamento e o dinheiro deve ser pago adiantado. Eles também podem customizar um complexo inteiro para um único comprador.

Missle Silo Condo

O primeiro silo já foi completamente vendido, o segundo ainda está aceitando novos proprietários. Para os mais curiosos, segue um vídeo sobre o projeto. Apesar de em inglês, dá uma boa noção do nível de sofisticação:

Então com o que os ricos estão tão preocupados?

Bom, investidores bilionários como Mark Cuban estão nos avisando que a atual “bolha tecnológica” (clique aqui para entender) pode ser a causa de todo o castelo de cartas desabar. Enquanto eu tenho achado que este pode ser sim o tiro que derruba o cavalo, está havendo um belo tiroteio lá fora. Vamos entender alguns dados provenientes da maior economia do mundo e que, se quebrar, levará muita gente para o buraco:

  • De acordo com o último senso, uma em cada cinco pessoas nos EUA está vivendo na pobreza;
  • Quase dois terços (65%) das crianças nos EUA dependem de programas de assistência social para suprir suas necessidades;
  • Os EUA estão com mais de 18 trilhões de dólares de dívidas – um número que sequer entra na conta de 222 trilhões de dólares que o governo precisa repassar para outros países;
  • Um a cada quatro americanos não tem poupanças de emergência;
  • Desde metade de 2007 o débito global explodiu para mais de quarenta porcento em aumentos, chegando a 100 trilhões de dólares.

Se lá eles estão assim, imagine aqui. Alguém vê algum problema com esses números?

Traduzido, adaptado e complementado do blog Off Grid Survival

Até.

Anúncios

31 Comentários

  • Link quebrado

  • Odilia Macedo

    acredito que num mundo apocalíptico, o dinheiro como conhecemos atualmente não servirá como meio de pagamento, aquele que for mais preparado física e intelectualmente, sobreviverá…O que chama atenção nesses bunkers…juntamente com o luxo é a total falta de consciência sobre privação, do mundo que está no exterior… acham que podem manter as mesmas condições do mundinho deles…piscinas, cinemas parque para passear com cachorro pelo amor de Deus….Nós que estamos “fora do bunker “precisaremos nos unir e usarmos imaginação, engenhosidade e habilidades especiais para sobrevivermos…Eu morei dez anos nos Estados Unidos estive lá durante o “bug de 2000” a queda das torres gêmeas, e digo uma coisa … é da cultura do povo americano se preparar para emergências desde pequenos têem drills nas escolas , nos shoppings, aconteceu uma coisa engraçada, num dia num shopping, ouvimos pelo auto falante para que todos fossemos ordeiramente para as saídas, pois havia suspeita de incêndio … advinha quem correu para a porta desesperada… só eu….( sou carioca) Depois do 11 de setembro passamos a ter em nossos carros, suprimentos extras… tipo kit de sobrevivência…. infelizmente nós brasileiros não nos preparamos para nenhum evento catastrófico, seja de ordem natural ou causado pelo homem…estamos mais preocupados com o resultado das escolas de samba, do futebol, da loteria, que ator ou atriz vestiu ou disse…e nem me venha com esse papo de culpar nações estrangeiras de nossas mazelas hoje com toda a informação de que dispomos não é aceitável um ser humano escolher ficar na ignorância… ah ignorância ;e uma benção como dizem os tolos….

  • Recentemente assisti a um documentario sobre o conflito na Somalia. Essa guerra civil devastou o país, e transformou as pessoas em verdadeiros sobreviventes de um holocausto.

    Um país sem leis, onde nao ha medicos, sem comida e agua potavel, um lugar onde os proprios moradores estao enlouquecendo por nao conseguer encontrar uma soluçao logica para uma guerra absurda que ninguem sabe explicar direito por que estao lutando.

    Essa é uma realidade que esta acontecendo hoje, agora nesse exato momento. O conflito na Somalia é um exemplo real. É a soma de todos os medos em um unico pesadelo.

    Imagine um mundo devastado por bombas, cheio de doenças e pragas, pessoas com aparencia de zumbi e que lutam diariamente por comida e agua apenas para se manterem vivas. Esse mundo se chama Somalia. É um apocalipse real e exemplo de um futuro incerto.

  • sem filosofar muito , e por causa DELES que o mundo esta se acabando e os que sobreviverem com certeza, vai procura-los nao so por saber que eles tem tudo e muito de tudo , como pra uma vingancinha basica

  • Um bunker so e efetivo contra o rebentamento inicial de uma bomba termo nuclear porque a longo prazo o bunker vai absorver a radiaçao e vai provocar a morte de todos os que estiverem no seu interior devido ao cranco provocado pela radiaçao ou seja 15 minutos depois da rebentamento de uma bomba atomica deve deixar-se o bunker e fugir o mas rapido possivel daquela area.

  • Desconhecido

    O negócio é ir morar na Área 51

  • Eu acho meio teoria da conspiração essa de “os super ricos tem informações que não temos”. Como disse o Ismael, as informações que chegam a eles são as mesmas que as nossas, só que eles possuem intendimento para identificar as ameaças e dinheiro para agir de acordo.
    Fala sério, se todo mundo aqui fosse rico duvido que não teria um (ou dois) bunkers e uma reserva enorme de água e comida.
    A diferença básica é que eles têm dinheiro sobrando para se preparar para algo improvável, enquanto as pessoas normais só se prepara para aquilo que tem certeza que ira acontecer.

    • Ricardo Lourenço

      Olá Dom Lobo,
      Analisando a história da humanidade, podemos dizer que para alguns “ricos” talvez existam informações privilegiadas. Não para todos, talvez porque entre eles também existem aqueles que não se toleram ou são concorrentes. Mas é interessante notar que uma minoria dentre os ricos sempre possuiram informações científicas, políticas, econômicas, sociais entre outras. Para citar veja quando foi assinado o tratado de Tordesilhas, a divisão de terras que ainda não haviam sido descobertas, a migração de capital e pessoas pouco antes de estourar a II Gerra, o que aconteceu sobre as Torres Gêmeas antes dos ataques, pouco antes do Plano Real, a valorização de glebas antes mesmo de seu anúncio em cidades pequenas, entre outras. Teriam eles “bolas de cristal”, adivinhos, astrólogos, ou outros adivinhos? Creio que porque alguns estão envolvidos nas grandes decisões que são planejadas antecipadamente, podem “proteger” os seus e seu patrimônio. Está certo, alguns possuem em suas famílias grandes estudiosos de vários assuntos, isto também ajuda. Basta ver que “grandes pensadores”, em sua maioria eram filhos de famílias ricas que por algum motivo se dedicavam a estudos específicos, movimentos sociais e ou econômicos.
      Pode ter certeza que alguns ricos possuem condições financeiras, políticas, sociais de se precaverem para salvar seu patrimônio e vidas.
      Mas como disse um outro comentarista, em caso de caos total, o dinheiro não conseguirá comprar tudo, mesmo porque nenhum ser humano conseguiria carregar toda sua riqueza material vivendo como nômade, e se estabelecesse em um local fatalmente outros lhe tomariam o que tivesse. Ou seria muito esperto e sacrificaria parte de sua riqueza para se manter vivo e ainda preservar parte do patrimônio. Isto vale no mundo humano e animal. Para sobreviver valeria o quanto menos material melhor, mas quanto mais conhecimento e preparação melhor.
      O que achas?
      Abraços.

    • Penso da mesma forma.

  • Ainda não li, mas vou deixar um comentário rápido.
    Adorei o novo estilo das fotos. A cada dia que passa o blog esta ficando mais agradável aos olhos. Parabéns.

  • Acho que estão fazendo isso com medo disso se espalhar http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/venezuela-crise-e-escassez-fazem-roubos-de-alimentos-dispararem/

    • Excelente exemplo o da matéria do link postado pelo nosso colega acima, e assim como a Venezuela, vemos nesse momento a Grécia passar por uma situação econômica desastrosa (quem diria um país da zona do Euro quebrar assim)…claro, isso sem contar alguns outros países da África, América central e Ásia, que passam por grandes dificuldades econômicas.

      Esse tipo de situação nos mostra o quanto nosso “estilo de vida” é frágil…por isso devemos nos atentar para não termos grandes dívidas e para poupar um pouco para emergência, fora manter pequenos/médios estoques de alimentos não perecíveis, pois um bunker vazio (sem os diversos suprimentos não resolve muita coisa).

  • Murilo Almeida

    Creio SIM que os super-ricos tenham informações privilegiadas que NÃO estão disponíveis para o público em geral, até porque algumas destas informações poderiam levar a um pânico social, precipitando o CAOS: saques, guerras e etc…

    • Murilo Almeida

      Existe uma serie de teorias sobre como o “mundo irá acabar”, sendo muitas delas totalmente plausíveis, tais como problemas no equilíbrio da natureza tais como distúrbios climáticos em decorrência do superaquecimento da Terra ou uma explosão de raio gama Solares ou ainda um meteoro ou expansão do universo… NÓS NÃO SOMOS NADA FRENTE AS FORCAS DA NATUREZA… E não sei se um simples BUNKER, isolado de tudo e de todos, teria serventia a longo prazo… Porem seria uma escolha imediatista muito bem vinda…

    • Murilo Almeida

      Outras tantas teorias sobre como o “mundo irá acabar”, sendo muitas possíveis, tais como o “‘Apocalipse Zumbi” (que deve ser entendido como uma possível pandemia de um vírus modificado da raiva ou varíola ou mesmo algum criado geneticamente… E ISSO É POSSÍVEL, ACREDITEM) ou guerra mundial entre superpotências ou mesmo uma guerra nuclear… Nestas hipóteses, um BUNKER seria bem acertado e teria serventia por um longo prazo…

  • No alto de uma cobertura no Central Park a esposa pergunta para o marido:

    – Meu Bem, você pagou a sobrevivência da família este mês?

    – Oh, sim é claro amor! Eu coloquei ela em débito em conta. Você sabe como eu me preocupo com a sobrevivência de nossa família. Você sabe que eu nunca deixo faltar nada.

    Hehehe…

    Dá pena deste ricos, realmente dá pena. Observando eles através de um olhar de centenas de milhares de anos é realmente patético o que a civilização fez com as pessoas, no que elas os transformou.

    Eu já tinha visto este vídeo, a única coisa que achei foi engraçado.

    O dinheiro é inegavelmente uma coisa extremamente importante para a sobrevivência, sem dúvida! Mas há um erro muito comum que as pessoas que tem dinheiro costumam cometer quando se trata de sobrevivência. E estes ricos narrados no texto e mostrados no vídeo estão claramente a comete-lo. É quando o cara passa a pensar que pode comprar a sobrevivência, que sobrevivência é só mais uma coisa que se compra, tal qual as outras coisas.

    Aos olhos de uma visão arcaica do mundo isto é uma noção de tal forma doidivanas que… Não dá nem para explicar. Mas os ricos cometem este erro facilmente. E nós também, pessoas sem grandes recursos, não estamos isentos de cometê-lo quando ficamos apenas comprando equipamentos e não estudamos, e treinamos, e meditamos.

    Não, a sobrevivência não pode ser comprada, é simplesmente impossível. Pode-se comprar equipamentos muito úteis para a sobrevivência, pode- se comprar cursos extremamentes úteis para a sobrevivência, mas a própria sobrevivência é impossível de ser comprada. Isto porque é ela uma mentalidade antes de tudo, uma mentalidade que implica em alteração de prioridades conjugada com um monte de esforço individual e grupal, em estudar e adquirir habilidades e equipamentos. E como se compra uma mentalidade?

    Para equipamentos e cursos o dinheiro é muito importante, quem tem a mentalidade e tem dinheiro, e prática e se esforça está certamente com as melhores chances de sobreviver. Mas quem só tem dinheiro e pensa em comprar a sobrevivência certamente tem menos do que quem só tem a mentalidade; até mesmo se este pouco se esforçar e se dedicar à praticar e desenvolver habilidades.

    Vejamos. Só a idéia de me trancar em um condomínio com pessoas mimadas e que esperam serem servidas em suas necessidades já me arrepia. Se condomínio de luxo já é um inferno de brigas sobre quem é mais do que quem em um período normal, imagina então uma coisa destas no meio do inferno…!

    Mas vamos analisar a realidade e a viabilidade destes bunkers para ricos mimados.

    Estas pessoas todas se conhecem? Elas já foram testadas juntas passando por longos períodos de privação? (Só pela imagem da coisa toda já posso responder que tais bunkers para ricos nem sequer concebe a existência do conceito de privação).

    É difícil dizer se o pior inferno será fora ou dentro disto. É uma total falta de percepção do que é um mundo em colapso, um colapso global, pior ainda se for nuclear.

    Vamos pensar sobre esta nova realidade.

    Eles tem dinheiro. Assim pensam eles: nós temos dinheiro, portanto comandaremos e seremos servidos se algo ocorrer. Quanto ilusão tola!

    Onde que eles tem dinheiro? Sim, eles tem dinheiro, tem dinheiro no mundo atual.

    Sim, mas se ocorrer um colapso total da economia, dinheiro servirá para quê? Em um colapso total da economia dinheiro vale alguma coisa? Eles manterão a estrutura do bunker de luxo como?

    Tudo bem, o ouro continua valendo. Neste caso então há duas questões.

    Primeiro: o ouro está com eles lá no bunker? Porque se não estiver, então não é mais deles. A não ser que eles tenham alguma forma de lançar um míssil contra quem esteja encarregado de proteger tal ouro, ou então que tenham o monopólio da produção de alimentos – o que eles não tem – de outro modo, o ouro não é mais deles.

    A segunda questão é: quem constrói um bunker dedicado a resistir e sobreviver a uma guerra nuclear ou desastre ecológico parecido, não está se preparando para apenas uma crise meramente econômica. Neste caso então temos uma grande mortandade humana no planeta, em um caso como este. Caso a população humana abaixe muito, quanto então o ouro valerá?

    Sim, é o ouro uma grande segurança financeira, o seu valor é alto. Mas é alto para um planeta com oito, nove bilhões de pessoas. Em um planeta com bem menos pessoas qual você acha que seria o valor do ouro? Com toda esta quantidade de ouro que há no mundo? Se é que haverá ainda alguma forma de comércio…

    Então o que é que estas pessoas têm que realmente possui qualquer valor para um mundo em colapso? Apenas a estrutura física da construção que construíram e ocupam e a equipe médica que os serve, basicamente mais nada. E tais coisas não mais são deles, outros autores finalmente retornam ao centro do palco em um mundo em colapso.

    Trata-se da coisa mais simples sobre a sociologia da sociedade pós colapso: Quem defende o perímetro comanda. É este o mantra.

    Esta é sem dúvida a coisa mais engraçada que achei no vídeo e no raciocínio dos ricos que embrenham pelo sobrevivencialismo. Eles dizerem: aqui teremos segurança, porque temos guardas para nos proteger.

    Não rico idiota! A segurança é que agora lhe tem seu cego!

    Sim porque homens armados agora são a coisa mais importante, ninguém mais os comanda além deles mesmos, ou de quem cure doenças ou tenha algum tipo de influência carismática, política e/ou mística religiosa.

    Caso estes ricos não tenham algum conhecimento utilizável, eles não são mais nada, e seus bunkers pertencem a suas equipes armadas.

    Você por acaso come ouro? Porque ouro neste novo mundo ao qual quem tem um bunker pretende ir tem pouco ou nenhum valor.

    Olha. Eu lhes darei a real, nua e crua. Se eu estivesse em um bunker destes como segurança do lugar e uma guerra nuclear tivesse início. Em dois minutos eu enfiava uma arma na cara de alguém e transformava o lugar em um misto de Estado Islâmico com Mad Max Estrada Furiosa.

    E você me apoiaria, ah sim. Ou você prefere ficar em uma guarita levando tiro enquanto estes idiotas nadam em piscinas?

    Desde quando em um colapso água pura é um item banal, fácil de conseguir, para alguém ficar com a bunda nela?

    As televisões seriam quase todas desligadas, a água racionada. A equipe médica do abrigo é a única que manteria luxos e receberia o melhor aposento. A energia seria usado para construir estufas para plantações. Todos os homens passam a ser soldados, o comando está na mão da equipe de segurança. Os aposentos são transformados em hospitais e tornados mais espartanos. Homens que não quiserem lutar, em o podendo, virão escravos. Os filhos do pessoal médico não participariam de combate, é um privilégio de ser médico.

    Seria assim.

    Em um mundo pós colapso o poder sai da mão da classe dos mercadores e políticos e retorna para a casta dos sacerdotes e guerreiros. A sociedade volta a ser dividida em três estamentos: sacerdote guerreiros; guerreiros-guerreiros; e os produtores. Além destes, não há lugar.

    Vivemos por dezenas de milhares de anos desta forma. Faz cerca de 300 anos que passamos a viver com mercadores chefiando tudo, de tal modo que falar do mundo como sempre foi parece coisa de outro planeta. Mas é este o mundo real, a ditadura da realidade amarga, que retornará para esmagar todas as lindas fantasias. E quem for incapaz de viver nela que se mate.

    • Ricardo Lourenço

      Vilhena, você está de parabéns pela análise. Poucos tem esta percepção de realidade. Isto porque você não entrou em detalhes que só quem passou por estados de calamidade, destruição, guerra (civil ou militar) poderia dizer um pouquinho como é o mundo real quando as coisas acontecem. No começo as pessoas ficam incrédulas, acham que aquilo não pode estar acontecendo, e algum tempo depois, quando alguns vão caindo na realidade, chegando a uma massa crítica, ocorre o estouro da boiada, com descontrole total, e onde a força bruta (ou religiosa) impera. A grande maioria das pessoas está achando que o deve ocorrer é o que se vê, mais ou menos, nos filmes. Que ainda haverá “humanidade” e preservação de valores entre as pessoas. Pois é aí, neste momento que as pessoas exteriorizam o que há de pior nelas. Que façam suas pesquisas de quem viveu realidades próximas. Novamente meus parabéns, você contribuiu brilhantemente para este blog.

    • Parabéns Vilhena, pela explicação do que realmente aconteceria em uma situação de colapso da sociedade como conhecemos.

  • Um adendo sobre a FLIR.
    Ela custa apenas 30.000,00 as da series H.

  • Quando os americanos quebrarem, já sabemos como eles vão tentar se reerguer, vão semear a terceira guerra mundial e vai ser bomba atômica prá todo lado, por isso a preocupação dos ricos.

    Já sabemos também quem serão os prováveis e únicos vencedores: o sionismo, no seu intuito de formar um governo mundial. Resta saber o que será do Brasil nessa história toda.

    Recomendo a leitura dos Protocolos dos Sábios de Sião, que muitos insistem em considerar como fraude, mas que evidencia o plano detalhado do sionismo para atingir seus fins, muito do que está escrito, já foi cumprido. Fica a critério de cada um, a análise do livro.

    Eu já disse aqui anteriormente que, estudo sobre o sobrevivencialismo, mas não possuo no momento, recursos prá fazer uma boa defesa, em caso de algum desastre. Só terei maiores condições a médio prazo, espero que dê tempo, enquanto isso, procuro manter-me bem informado sobre qualquer conflito a nível mundial, ao mesmo tempo, mantendo a forma física (fiquei relapso por um tempo), mas agora dou muito importância, principalmente no quesito de corrida, temos que aguentar correr no mínimo 5 km em um bom ritmo, a partir daí a evolução depende do tempo de treinamento de cada um. Por fim, esse blog é outro meio interessante, onde o Julio, que está em um nível mais avançado, compartilha de suas experiências e inclusive motiva os iniciantes a se prepararem melhor para qualquer tipo de desastre, mesmo que não ocorra algum e tomara que não ocorra mesmo, a experiência que adquirimos sempre será útil de alguma forma para o nosso dia-a-dia.

  • Ricardo Lourenço

    Olá,

    Vídeo muito bom….. para quem não domina o inglês pode ir em configurações (desenho de engrenagem), ativar legendas (em inglês), e na sequência ativar tradução para o português.
    Tem muita informação que só os privilegiados tem acesso, sempre foi assim e sempre será, nós pobres brasileiros temos que fazer o possível do nosso jeito, e ainda por cima quem é fã deste site, que ainda por cima tem que enfrentar a crítica de familiares e amigos, quando comentamos, defendemos e aplicamos estes assuntos em nossas vidas. O pessoal acha que só acontece em filmes. Quem viver (se viver) verá.
    Abraços a todos.

  • Sou da opinião de que existem “pessoas e pessoas” e de que a informação, seja em menor ou maior profundidade está ai para todo mundo que se interessar, além do mais não precisa ser um “gênio” para perceber que a conjuntura atual do planeta é insustentável a longuíssimo prazo (população+recursos naturais+poluição), assim como também é insustentável a combinação capitalismo + tecnologia (tecnologia custa muito caro para ser desenvolvida, logo, não está ao alcance de muitos).

    Infelizmente nosso planeta é uma bomba relógio, mas acredito que ainda está longe de explodir, se for levar em consideração somente as equações acima descritas.

    Voltando a questão dos bunkers, se eu fosse muito rico, sem dúvida teria um, e o equiparia da melhor forma possível, mas como não disponho de recursos financeiros avantajados, tento me manter informado, e busco aprender habilidades que me podem ser úteis, afinal de contas, não adianta ter um bunker se estiver muito longe dele, e situações ruins não escolhem hora para acontecer, então é preciso ter habilidades próprias também.

  • Como nós os sobrevivencialistas que tem $$$ desejam estar protos para o que der e vier, seja um simples inconveniente cotidiano ou algo realmente grande. eles sequem o ditado, “MELHOR PREVENIR QUE REMEDIAR!” a diferença é que eles tem grana para investir.

    Se eu tivesse grana para investir faria o mesmo não ficaria esperando para ver, preferiria torrar uma grana, ter os outros rindo de mim por nada acontecer do que ser pego de calças na mão, sei que vc também investiriam pesado se tivessem $$$ sobrando!!!

  • Vou ser do contra. Acho que os super ricos tem acesso às mesmas informações que nós temos. A principal diferença é que eles sabem analisar e interpretar essas informações e investem no que é mais sensato.

    Esse é o mesmo princípio que fizeram deles super ricos.

    • Também penso como vc, na minha opinião os ricos tem as mesmas preocupações que nós e como eles tem grana para investir se é para se preparar que seja feito da melhor forma possível!!!

      .

  • Welthon Cunha

    No Brasil existe uma empresa a ‘BUNKER BRASIL especializada nisto… Podem acessar na internet, porém vão descobrir pouca coisas, seus clientes e suas construções são mantidas em absoluto segredo…

    • No site deles estão divulgando que vão inaugurar loja online com produtos de segurança e sobrevivência. Fiquei na curiosidade de um orçamento prá um quarto do pânico.

  • Até o Alex Jones fez uma pequena matéria a respeito deste tema:
    http://www.infowars.com/total-emergency-alert-elite-now-evacuating/

  • pelo que eu li eles falam de set e nov desse ano, estão evacuando e indo para bunckers, fora que tbm estão trocando o dinheiro por ouro. por isso a valorizacão dele.

  • Pra quem não disponha de recursos pode se reforçar um quarto ou a garagem do seu imóvel, para isso faça sapatas no solo junto as paredes a ser reforçadas (o tamanho varia de acordo com o solo e a distancia uma da outra) uma viga (baldrame) ligando as sapatas e em cima da viga uma nova parede paralela a existente com blocos de concreto, antes de levantar a parede faça furos no piso acima de 0,10 x 0,15 cm a cada 0,50cm no local onde a parede vai encostar na laje no caso no piso acima do espaço a ser reforçado, deixe um espaço de 0,20cm sem colocar bloco faça uma caixaria de madeira para fazer uma viga apos levantada a parede pelos buracos no piso acima encha os blocos e a viga com concreto (use pedrisco no lugar da brita 01) desce mais fácil, após secar a própria parede servira de sustento para que se possa lançar uma camada de concreto no piso acima a fim de reforçar também o teto coloque uma malha de ferro 15 x 15 4,5 no piso antes de concretar.
    Assim pode se reforçar uma ou mais cômodos da casa sem precisar construir um novo.

  • carlossilvapb

    Definitivamente os super-ricos tem informações que não estão disponíveis para o público em geral.Os bunkers, ainda mais esses que estão sendo feitos em silos de mísseis desativados,são feitos pensando em desgraças maiores. Se os ricos investem verdadeiras fortunas nisso, e, considerando que eles só gastam seu dinheiro por motivos muito fortes, é bom ficarmos de olho. Alguma coisa já pode estar à caminho…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s