Os piores inimigos do Sobrevivencialista

Existe uma “ética” a ser seguida pelos Sobrevivencialistas? Quando uma crise ocorre, as definições de certo e errado podem perder sentido? Alguns grupos têm posto estes questionamentos em cheque.

Vejo que muitos de nós preparadores contamos com o fato de que vivemos em um país desarmado (em sua maioria) e que nossas maiores ameaças seriam os bandidos e indivíduos desesperados por recursos, correto? Faz certo tempo que minha opinião começou a mudar. 

Durante todo este tempo que estive em contato com um número muito grande de pessoas de diversas regiões e países, comecei a notar um padrão de preparadores que têm se mostrado de forma muito sutil nas redes, os que eu chamo de “preparadores ofensivos”. Estes, como o próprio nome diz, são aqueles que se preparam para atacar os outros para conseguir seus recursos. 

Isso quer dizer que em vez de focarem em adquirir um bom estoque de comida, gerar formas eficientes de produzir recursos e construírem uma infraestrutura sustentável, estas pessoas estão plenamente focadas em adquirir armas, munições e treinamentos táticos. O argumento deles é simples: “Mais vale investir em uma boa pistola ou rifle e pegar os suprimentos de onde e quem eu quiser do que investir uma série de itens que podem ser roubados por alguém mais armado que eu”. 

Apesar de ser um absurdo pensar assim, eles estão ai e precisamos lidar com isso. Na verdade, isso faz com que todas as nossas estratégias precisem ser mudadas. Eu inclusive já vi alguns indivíduos dizendo que pesquisam e anotam onde ficam os locais que pretendem assaltar para conseguir seus recursos, incluindo nesta lista os supermercados, casas, postos de saúde e o mais complicado… Sobrevivencialistas.

Os preparadores ofensivos não estão se armando somente para roubar pessoas simples – o que por si só já é inaceitável -, estão começando a buscar pelos “baús de tesouro”, ou seja, outros preparadores. 

Aproveito para deixar mais claro caso não tenha sido: Não apoio e nem quero quero indivíduos com esse tipo de planejamento participando de nossas discussões no Blog. Não os vejo como reais Sobrevivencialistas, até entendo o ponto de vista e a lógica deles, porém no final da linha os considero como marginais e sociopatas.

O problema é que essa escória merece muita atenção de nossa parte, afinal, não estamos lidando com bandidos com um .38 enferrujado, estamos lidando com pessoas que gastaram dinheiro em armas adequadas e treinamento tático para manejá-las. Infelizmente serão inimigos formidáveis para combatermos.

Dada esta situação, deixo aqui o meu aviso para que vocês fiquem atentos em como se manifestam nas redes sociais e afins para não serem colocados nestas listas de interesse. O perigo é grande e requere uma severa reflexão de como ser enfrentado, afinal, os preparadores ofensivos são os maiores inimigos dos Sobrevivencialistas.

Pretendo continuar pesquisando sobre este grupo e compartilhando aqui mais informações, porém confesso que ainda estou garimpando dados e conhecimentos sobre esse assunto todo. Gostaria de saber a opinião de vocês. O que acham da visão deles? Quais as melhores formas de se proteger contra esta ameaça? 

Até.