Go Bag: Mochila de sobrevivência para 12 horas

Você já pensou como se deslocaria do seu trabalho até sua casa em caso de um desastre? Se uma enchente ocorrer? Se houver um protesto violento ocorrendo nas ruas? Hoje vamos entender um dos itens menos falados nas comunidades de sobrevivência, a Go Bag.

Como o título diz, a Go Bag é uma mochila que visa fornecer equipamentos e suprimentos para no máximo 12 horas de necessidade. O objetivo desta mochila é muito simples: Levar você de onde estiver até seu abrigo em caso de uma crise, desastre ou qualquer outra situação de risco.

Segue o vídeo onde explico com mais aprofundamento este recurso e também apresento uma mochila exemplo com alguns itens que podem ajudá-lo a montar a sua:

Deixo claro aqui que no vídeo apresento alguns itens gerais, que podem ser adaptados de acordo com sua realidade. Alguns pontos importantes para serem pensados ao montar a sua Go Bag são:

  • Trecho provável a ser percorrido: Conhecendo os caminhos e locais que você mais frequenta, baseie-se na distância do mais longe deles para decidir seus equipamentos. No meu caso trabalho à 8km de distância de casa, logo, me organizo em termos de suprimentos para percorrer até 12km.
  • Leveza e praticidade: Esqueça conforto e abrigo. Essa mochila tem de ser um item de deslocamento rápido e eficaz, não contando com paradas prolongadas. Itens como barraca, kits de fogo grandes e semelhantes não fazem parte da proposta. Imagine que você terá de aguentar manter uma corrida leve com esse equipamento nas costas enquanto se esquiva de vários obstáculos, rasteja e tudo mais.
  • Alimentação e hidratação: Procure carregar bastante água, mais do que acha que precisará. Entenda que você estará em deslocamento rápido e isso envolve esforço físico, o que fará você precisar de uma boa hidratação. O mesmo serve para alimentação, busque por alimentos calóricos e/ou com bastante açúcar. Lembre-se que você deve encarar estes suprimentos como um combustível extra para um período de esforço físico intenso, logo, descarte enlatados e itens semelhantes.

Apesar de breves, acredito que estas dicas já vão ajudar você a ter melhor concepção deste recurso e quem sabe já lhe permitirá construir sua própria configuração de Go Bag.

Caso precise comprar itens para melhorar sua mochila, acesse nossa loja oficial, a Via de fuga (clique aqui)

Espero que tenham gostado do conteúdo. O que você acha desta ferramenta para sua preparação? É algo válido para se ter?

Até.

Anúncios

17 comentários

  • Observei que no Mercadolivre pode-se encontrar mochilas equipadas com placa solar (cerca de uns R$ 70,00). Consiste num sistema que gera energia acumulando num dispositivo que pode recarregar celular, GPS, MP3, tablets, baterias diversas para várias aplicações, garantindo, com isso, uma autonomia bastante ampliada para estes dispositivos. Numa situação de emargência ficar com o celular descarregado ou o GPS com as pilhas fracas torma mais complicado uma situação já muito crítica. Nesta mochila pode-se levar uma pequena lanterna, uma boa faca, uns bons 20 metros de corda, água, alguma comida, não precisa ser necessariamente tão simples mas mais reforçada como uma lata de feijoada, por exemplo, roupas adequadas para a jornada, um mapa do local, enfim, cada um prepara a sua da forma que mais lhe convir! O que achei mais legal foi o up grade neste equipamento essencial que é a mochila transformando-a numa usina permanente de energia elétrica nos garantindo um fornecimento ilimitado de baterias..

  • Pingback: Go Bag: Mochila de Sobrevivência para 12 Horas | Blog Anti Nova Ordem Mundial

  • Galera …. Video muito bacana, essa parte de sobrevivencia urbana é o mais complicado , a gente o pessoa se preparando com um monte de tralhas… mas na cidade é bem diferente …. video bacana eu carego uma mochila sempre nem chama a atenção , mas o conteudo dela pode fazer toda diferença…. já passei por uma situação de enchente no trajeto pra casa…. e fiquei 6 horas prezo…. em um onibus….

  • E praticamente o edc nosso de cada dia
    Eu levo sempre na mochila meu kit de primeiro socorros capa de mochila,mini lanterna uma multiferramenta pra bike no qual eu uso capacete,ate algun tempo atraz menosprezava o uso ate cair e sentir que e o minimo de segurança que tem que ter, a go bag e uma versão mais basica de uma mochila de sobre vivencia realmente ela e um iten que tem que ser configurado de acordo com o lugar oclima e o percuso

    • Olá Jonata,

      Legal, é bem por aí mesmo.

      Abraços.

  • Excelente conceito companheiro, parabéns o vídeo ficou show, muito explicativo e instrutivo!

    • Fala Léo,

      Valeu pela força, fico feliz em contribuir.

      Abraços!

  • Yoseph Makabi

    Olá pessoal!
    Muito boa dica, Júlio. Com relação à facas para combate eu gostaria de informar à rapaziada que lutar com facas não é coisa fácil. Pense na faca como um objeto útil e não em algo que você vai usar para se defender ou atacar. Um bom lutador de faca toma a sua e ainda lhe dá umas boas espetadas sem que você perceba. Se vai se defender em ambientes estreitos, confinados, tipo uma sala ou um quarto, use um revólver ou pistola. Em campo aberto ou em ambientes espaçosos, tipo praça, avenidas, etc, use carabina. No refúgio use o que puder e tiver, até arco e flecha, besta, zarabatana e o escambau. Não se metam a brigar com faca que o mais provável e se cortar ou pior, ser morto com sua própria faca. Não se esqueçam de treinar uma luta marcial, tipo krav magá, por exemplo. Para se defender o bom mesmo é a prevenção, a esquiva, a treita, a camuflagem, o disfarce. Usem as táticas do SOLDADO DO SILÊNCIO.
    SELVA!!!!

    • Olá Yoseph,

      Concordo plenamente com a questão do combate com facas, definitivamente não é fácil e pode piorar a situação em que você está. Obrigado pelas complementações.

      Abraços!

    • Future Trunks

      Na verdade as facas são mais perigosas (para quem se defende) do que as armas de fogo. Neste caso acho que são mais válidas as armas longas e contundentes, que mantém o agressor mais longe e ajudam a desarmá-lo.

      Mas não existe defesa sem treinamento (só a corrida, mas mesmo essa precisa de treinamento).

  • Show Julio, já havia pensado nisso pois trabalho em outra cidade e vou e volto de Ônibus 50 km aproximadamente e essa distancia é o que mais me preocupa pois passo por varias áreas instaveis

  • André Cruz

    talvez colocar uma outra muda de roupa caso se molhe ou rasgue, também pode ser necessário mudar o visual para poder passar desapercebido, sair caminhando com a roupa do trabalho pode não ser a vestimenta ideal, principalmente na cidade. Guardar um pouco de dinheiro em espécie também ajuda.

  • Ótimo vídeo Julio! Foi bacana você enfatizar que essa não é uma “BOB”, mas uma “Go Bag”, então o objetivo principal é ser leve para o rápido deslocamento. Como você mesmo citou, no seu caso, essa mochila serviria como suporte ao trajeto que você faria até a sua casa/base.
    Caso esse percurso fosse planejado poderia haver o “cruzamento” de táticas, no caso, dos tubos de sobrevivência?

  • Mauricio Rodrigues

    Considerando o Rio de Janeiro, uma capa de chuva em vez do anorack, barras de cereal, cantil térmico, pois este sistema camel back a água esquente e fica intragável e um bom tenis

  • É preciso ter enorme cautela com itens visados pela Guarda do Rei pois para eles não precisa ser, basta parecer. E até explicar que conhaque de alcatrão é diferente de catraca de canhão, já ganhou uma linda fichinha.

  • Deixo no carro minha 72 horas. Seria o caso de deixar em casa, e carregar só a go bag? As vezes os cacarecos da BOB são bem úteis para pequenos trabalhos manuais, consertos…mas é grande e pesada.

  • Ótimo material. Eu incluiria alguns OB, úteis em machucados, como isca e até para filtrar agua ou improvisar uma máscara. Prevendo um cenário noturno ou até uma parada para descanso um cobertor aluminizado, é pequeno e leve. Faca parto pras táticas sem pensar, funcionam como utilitárias, mas são próprias para defesa, a Mora não é lá uma opção muito urbana, tanto pra combate quanto no que tange os materiais. Um pedacinho de paracord pra reparar um cadarço ou prender algo e a clássica silver tape….. Enfim, basicamente jogaria meu EDC na mochila rsrsrsrs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s