Como realizar uma atadura em ferimentos com objetos perfurocortantes

Para iniciar o ano decidimos lançar um vídeo bastante interessante produzido pelo nosso autor Jônatas, que se refere a como efetuar ataduras em um ferimento que ainda está com o objeto perfuro cortante preso na ferida.

ataduras

Este conhecimento é de valor imenso para nós que estamos sempre lidando com ferramentas e/ou nos expondo a situações onde não há atendimento médico imediato. Lembre-se de que tais procedimentos só devem ser realizados em caso de extrema urgência onde não há alternativa melhor, caso haja, priorize que o atendimento seja feito por uma pessoa especializada.

Segue o vídeo:

Esperamos que gostem!

Até.

Anúncios

12 Comentários

  • cara se eu tivesse visto esse vídeo antes, esses dias eu atravessei minha mão com uma chave de fenda, mais rapidamente eu retirei ela por reflexo, o bom é que não deu em nada, lavei com sabão taquei alcool e uma pomada, ficou show.

    • Fala aí irmão, se não doeu já foi vitorioso, mas realmente recomenda o encaminhamento hospitalar, mas sei do que tá falando rsrsrs Abraços! Obrigado por participar.

  • Caso ocorra um problema desses em uma situação de mata, onde há uma pessoa perdida e sem acesso a socorro e ela é ferida por um graveto que atravessa sua mão, qual seria a melhor forma de proceder?
    Retirar o graveto e queimar a ferida, como se vê nos filmes é uma opção?

    Muito obrigado por compartilhas esse vídeo, pode ser muito útil a qualquer um de nós mesmo fora de uma situação de sobrevivência.

    • Caro amigo, o melhor a se fazer é realmente uma boa bandagem no local, tente sair do local inóspito rapidamente e busque ajuda, isso evita de sangrar mais ainda, em casos mais graves se tiver atingido a artéria femural (a da perna) e retirar o objeto o sangue pode jorrar e longe. Grande Abraço!

      • LuciloPCJr.

        Retirar o objeto é pior, você pode acabar por piorar a lesão.

        No caso de um objeto de madeira, tente diminuir o tamanho dele, você não vai conseguir ir muito longe com um “galho” atravessado em seu corpo. Agora se for algo de metal, que não de para cortar, aí… você ta danado msm.

        Cada caso é um caso, más, evite retirar o objeto, se não tiver jeito mesmo :/ Amém.

        Agora essa “da extremidade para a raiz”, eu não sabia.

      • Certo, mas pegando o exemplo do vídeo, onde o graveto atravessa a mão, se eu estiver perdido na mata e calculo que estou a 2 ou 3 dias da civilização, sem ter ajuda médica, ainda assim é melhor deixar o graveto espetado?
        Ele não iria inflamar, infecionar, causar febre e etc? Nesse caso não seria melhor remover o graveto?

    • Seria melhor diminuir o tamanho do graveto e deixá-lo realmente, hemorragia seria provavelmente uma morte mais rápida, e no caso como já falamos em outro vídeo da manta aluminizada, tem o risco de choque hipovolêmico pela perda de sangue e líquidos podendo chegar a morte, enfatizando também que o coração cérebro e pulmão tem estatísticamente falando de 04 a 06 minutos de vida sem funcionamento. Mantenha o sangue do corpo e arrisque ter uma infecção, pois sobreviveria mais tempo com uma infecção do que sem sangue nos orgãos vitais. Obrigado por participar.

      • Continuando. E com isso aumentaria a chance de ser resgatado e tratado posteriormente.

      • LuciloPCJr.

        Isso ai, uma hemorragia seria o pior.
        2 ou 3 dias você dificilmente terá uma grande infecção, só se der um azar de ter empurrado uma bacteria braba p/ dentro de sua mão. Por isso um kit de primeiros socorros você deve sempre portar, tratava em volta do ferimento com um anti-septico e no caso de febre tomava um remedim p/ aguentar a chegar ao socorro.

        Ismael, agora se você está tentando se imaginar em um holocausto total, e não existe socorro especializado, você vai ter de retirar o graveto, melhor se você não estiver sózinho e tiver material para proceder.

        Agora é com o Jônatas, iai? Não existe socorro. Como retirar o objeto? E se ocorrer hemorragia? Cauterizar? Ou aquele procedimento com o torniquete e depois ir soltanto devagar p/ ver se estanca sozinho?

      • Entendido… Obrigado pelos esclarecimentos Jônatas.

      • É verdade, faço a ultima pergunta do LuciloPCJr a minha também.

        Sei que cada caso é um caso e se fossemos usar e se, e se, e se, tem tantas variáveis que ficaríamos aqui até a eternidade.

      • Veja bem, muito difícil a gente falar da retirada, mesmo pelas questões de influenciar a práticas cirúrgicas, para uma pessoa leiga, sem conhecimentos técnicos seria cortar o mais curto possível e puxar mesmo, a dor seria insuportável, mas o certo seria em um galho deste tamanho ser cortado e mantido mesmo assim se não houvesse atendimento hospitalar no local, sou bombeiro e socorrista, nem eu tenho permissão para fazer tal retirada do objeto, é complicado gente, mas é a realidade. Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s