Acampando: Dicas de Higiene

Um dos itens mais importantes a serem levados em consideração no planejamento de um acampamento é a higiene pessoal, e existem diversos cuidados que devem ser tomados para garantir seu conforto e evitar um adoecimento.


Antes de quaisquer ações referentes à higiene você deve analisar as condições do local onde você se encontra, observando se o ambiente fornece uma fonte de água limpa, se é um ambiente que lhe sujará muito ou se existem muitos insetos na região (principalmente parasitas, como os carrapatos).

Se possível faça essa análise quando estiver organizando sua mochila, para que você leve os recursos necessários para lidar com a situação que enfrentará.

Depois dessas considerações, vamos às dicas:

Banhos: Tome banho ao menos uma vez ao dia (duas vezes é o ideal), tomando cuidados extras com a área genital. Use sabão neutro para não agredir o meio ambiente e se possível banhe-se nú, pois ao banhar-se com as roupas íntimas a limpeza não é suficiente.
Verifique se a sua toalha está limpa e livre de insetos antes de se secar, o mesmo vale para roupas e calçados. Os melhores horários para se banhar é ao nascer e pôr do sol, pois não há muitos insetos e, com o banho no final do dia você ficará limpo até o banho matinal.

Necessidades Físicas: Primeiramente, não se esqueça do papel higiênico! Se caso isso ocorrer, utilize água para lavar-se, longe do rio ou fonte de água para não contaminá-la e se possível, use água potável (bactérias e outros podem causar problemas, visto que a área genital é muito sensível).

Não se esqueça do papel higiênico!

Se você montou acampamento, construa uma latrina para isolar o local (basta cavar um buraco no chão) e após fazer suas necessidades, certifique-se de enterrar os dejetos para não atrair animais pelo odor. Evite fazer suas necessidades próximo ao campo, prefira estar ao menos à 100 metros de distância.
Assaduras são muito comuns em acampamentos visto que muitas vezes a condição de pouca higiene (ou descaso) causa esse desconforto. Para remediar tal situação se esta venha a ocorrer, utilize pomadas para assadura (Ex.: Hipoglos).

– Roupas: A decisão de quanta roupa levar é tomada de acordo com a preferência de cada um, porém para maximizar o espaço na mochila existem algumas dicas que podem lhe ajudar.
A primeira coisa a se ter em mente é que em um acampamento (especialmente de sobrevivência) você não conseguirá ficar bonito e cheiroso, na maioria das vezes muito pelo contrário.
Os itens que devem ser trocados TODOS os dias são as roupas íntimas e meias, lembrando que em caso de chuva (ou de ameaça de chuva) leve vários pares de meia limpa.
De acordo com seu esforço físico (e o quanto você transpira), é possível utilizar cada camiseta em média por dois ou três dias e cada calça por quatro à sete dias, sempre retirando-as uma vez ao dia para verificar se não há insetos ou parasitas na peça.
Se sua roupa limpa acabou, lave suas peças na fonte de água mais próxima (lembrando de utilizar somente sabão neutro) e as deixe secar. O ideal é sempre lavar ao menos suas roupas íntimas durante o banho.
Não seque suas roupas perto da fogueira! Primeiramente devido ao cheiro de fumaça que impregnará no tecido e segundo que já ouvimos vários relatos de roupas que queimaram durante a noite.

– Itens para conforto: Caso você queira levar itens para se sentir “mais limpo” (desodorante, creme para cabelo, etc.) não há problemas, só não recomendamos perfumes ou itens que possuam odor forte, pois estes chamam a atenção dos animais que podem estar nos arredores.

Higiene dental: Como em sua casa, escove os dentes após cada refeição, lembrando de utilizar água de caráter potável para o processo, visto que a mesma estará em sua boa em contato com a mucosa e também poderá ser engolida facilmente.
______________________________________________________

Baseando-se nas dicas acima, aqui está uma pequena lista de itens que sugerimos para facilitar a manutenção da higiene: Sabão neutro, papel higiênico, desodorante sem odor, escova de dentes, creme dental, pente, toalha, pomada para assadura e uma esponja ou bucha.

 Manter-se limpo em um acampamento é um processo relaticamente simples, e, por assim ser, é tratado com descaso pelas pessoas, expondo-as a riscos e dificuldades totalmente evitáveis.

Você tem alguma dica à acrescentar? Sugira nos comentários!

Até.

Anúncios

27 Comentários

  • Sinceramente eu prefiro Maizena a pomadas, quando se trata de assaduras. Não so eu percebo que melhora mais, mas também incomoda menos do que o gruda-gruda da pomada, podem testar é garantido.

  • Será que tem como fazer tubo de sobrevivência com papel higiênico, estou pensando em fazer junto com sílica para absorver a umidade. Alguém já fez?

  • Será se aqueles lenços umedecidos pra limpar nenê são uma opção interessante em uma emergência?

    • Olá Arya,

      Na verdade não são somente uma opção interessante como muitas vezes necessária. Em trilhas longas onde não há muita água disponível estes lenços são praticamente a única forma de higiene corporal.

      Abraços

  • O Cravo-da-Índia é um repelente natural de pernilongos, alguem sbae se eles tambem funcinam contra outros tipos de insetos, carrapatos por exemplo?

    • Olá Jedias,

      Eu não tenho esse conhecimento, vamos ver se algum dos leitores aqui pode lhe ajudar!

      Abraços!

    • Uma dica, já usei azeite come repelente, principalmente nos braços e rosto.
      Ajuda muito…

    • quando eu era criança, meu pai me dizia que engolir um dente de alho sem casca ajuda a espantar pernilongos, pois a essência do alho vai pra a corrente sanguínea e espanta os mosquitos, mas até onde isso é verdade e até onde eu testei, n sei se realmente funciona, geralmente eu estava dormindo na hora q era pra funcionar.

    • Geraldo Magela

      O cravo da índia não repele carrapatos, somente pernilongos e mosquitos. O repelente para carrapatos é o óleo de eucalipto, mais comum, ou o óleo de neem, mas lembre-se que carrapatos infestam não somente o corpo como a roupa também. As épocas de chuvas são épocas de menor incidencia deste “maldito” carrapato. Um abraço

    • Oi Jedias!
      Sei que o cravo-da-índia afasta as formigas. Foi bom descobrir que também funciona para os pernilongos. Para afugentar as formigas, uso uma infusão de 1 xícara de água fervida com 1 colher de sopa de cravos-da-índia. Deixo esfriar tampada e coloco o líquido coado num borrifador, completando a mistura com 1 xícara de álcool. Basta borrifar no ambiente, ou ao redor daquilo que se quer proteger.

  • Bom galera, realmente manter a higiene pessoal é fundamental em situações de sobrevivência tanto para amenizar ao máximo o risco de contrair doenças quanto no fator psicológico, mas falando de situações onde vc seja obrigado a permanecer por exemplo em uma mata por longo tempo sem previsão de voltar a áreas urbanas… Tipo uma desordem social, e vc seja obrigado a fugir para a zona rural prá sobreviver ao caos. Por mais que vc esteja levando consigo itens que vão te proporcionar e facilitar uma higienização corpórea chegará a hora que tais itens se acabarão. E quando os produtos de higiene pessoal acabarem, o que fazer para se manter limpo?
    Tipo, como higienizar o corpo e as mão sem sabão, como manter a higiene bucal sem escova e creme dental e outras coisas?

    • Léo,

      Esta é uma boa sugestão de post. Vou estudar sobre o assunto para poder falar sobre ele com maior conhecimento antes de opinar aqui.

      Abraços.

      • Obrigado por levar em conta meu comentário!
        Essa é uma questão que todo sobrevivêncialista deve se atentar… Como será depois… Afinal muitos dos itens que guardaríamos para uma situação de emergência uma hora ou outra vão acabar, e aí o que fazer depois que estes itens se acabarem e vc não tiver outro lugar para comprar ou adquirir mais.
        No que puder contribuir pode deixar que contribuo!

    • Para os dentes pode se usar babosa e para o corpo acredito que agua corrente e bucha vegetal já resolva. Em caso de assaduras também da para usar babosa. O problema é não ter essas plantas por perto!!
      Já vi em algum programa um cara que vivia sem dinheiro e escovava os dentes com uma cartilagem de peixe(não sei que peixe era).
      Sem contar que o açúcar é o grande vilão do dentes. Sem açúcar,sem caries. Já ouviu aquela de não dar doces para animais? É justamente para não terem caries, eles não tem o polegar opositor para segurar uma escova de dentes rsrs
      O problema é que como usamos açúcar a vida inteira, mesmo depois que acabar, ainda vamos ter problemas.
      E para se limpar depois do n°2, sabugo de milho, o único com 3 funções:
      – Limpa, coça e penteia!! rsrs

  • Anderson Silva Mendes

    Gostaria de ressaltar a máxima importância do cuidado com os pés, pois lesões nos pés, que geralmente começam após pemanecer com os calçados, e meias molhados por algum tempo. Isto ocorre porque a pele fica “ensopada” e facilita o aparecimento de bolhas por abrasão, micoses superficiais e infecção bacteriana secundariamente. São causas frequentes de baixas a enfermaria em acampamentos, e limitam bastante a ação do indivíduo! Então troque as meias com frequencia, mantenha calçados e pés secos! Não durma calçado! Deixe os pés respirarem e secarem! Revise o estado dos pés frequentemente e trate feridas o mais precoce possível.
    Muita paz!

    • Nada mais que a pura verdade Anderson!

      Um belo dia decidi estrear meu novo tênis em uma jornada noturna de 18km com uma mochila de quase 20kg nas costas… resultado? Depois de 5km estava com meus pés completamente moídos e sem condições de continuar… terrível. Se há uma parte importante a se cuidar, são os pés. Já vi um rapaz de minha tropa (quando era escoteiro) ficar com uma bolha do tamanho de uma moeda de 1 real no calcanhar devido a um pé molhado e calçados sujos.

      Ótimo conselho, abraços.

      • É como disse um general na primeira guerra mundial: “Um soldado feliz, é um soldado com pés secos” xD

  • Nos meus tempo de acampar na região de Curitiba era dureza o tal do banho frio no inverno…..mas sempre tinha maluco (né, Djapa?) que adorava se jogar por um tempo debaixo de uma cachoeira, em julho….

  • Galera eu levo sempre o básico, nada de muita frescura porque quem faz trilha em mata fechada, ou lugares difíceis sabe que é impossível não se suja, então obviamente a higiene é importante principalmente se você vai fica mais de um dia acampando. Mais nada de perfume, ou algum luxo desnecessário até porque se fosse para isso não sairia de casa.

    • Denis Wolpert

      Concordo contigo, Bruno. Só temos que levar em consideração que estamos discutindo uma trilha em mata fechada, mas também estamos discutindo Sobrevivencialismo, e isso pode significar viver na mata fechada, o que é algo diferente. Algumas coisas podem ser um peso extra para uma trilha de 2 ou 3 dias, mas se você vai caminhar 2 a 3 dias para chegar em um ponto e se estabelecer por meses ou anos, a coisa pode ser diferente. A ducha que comentei, por exemplo, pode ser um luxo desnecessário em uma trilha, mas quando a merda voar no ventilador e você precisar se estabelecer por um determinado tempo na mata, pode ser bem agradável poder tomar banhos mornos todos os dias, ao invés de tomar banhos frios ocasionalmente. Abraço!

  • Valeu pelo post! Muito boas dicas!
    Pra agregar algo: Pra quem gosta de conforto (e de carregar peso) existe o Super Solar Shower (digitem no Google e verão que interessante), que permite uma ducha de água morna.
    Quanto aos lenços umedecidos, eles também auxiliam a limpeza pós-defecação, principalmente quando já se está assado.
    Outra dica interessante é levar fio dental, pois além de servir na higiene bucal, podem ter outras utilidades (são fios e fios são sempre úteis).
    Quanto ao filtro solar e o repelente: há no mercado algumas marcas que já são 2 em 1. E existem alguns sprays para a roupa (p.ex.: Exposis Spray) que são bem importantes e podem ser aplicados antes de sair de casa, pois têm uma duração mais longa (3 dias).

  • Lucas Macêdo

    Ótimo post! Geralmente muita gente esquece de itens de higiene e acaba tendo um péssimo acampamento; afinal, não é porque estamos no mato junto com outros animais que temos que cheirar como esses animais; 😀

    • Com certeza Lucas, quando fui escoteiro vi muitos passarem por dificuldades devido à falta de higiene. O pior é chegar cheirando carniça em casa, aposto que a mulher não vai deixar você acampar da próxima vez! rs

  • Um banho por dia não vai destruir o eco-sistema, além do mais existem sabonetes bactericidas bio-degradáveis, eles atuam nas picadas de insetos, arranhões, e nas bactérias além claro ele limpa.

    A outra sinistra dica é….. humm… ã………tá, é uma coleira anti pulgas e carrapatos pra cães, calma, calma…. não é no pescoço e sim num bolso perto da virilha… Cês num tem noção o tanto que isso repele estas pragas, da mesma forma, lavar suas roupas de mato em sabão canino anti pulgas, sem odor, previne a infestação por alguns dias de uso.

    3º misture o protetor solar com repelente para partes expostas, funciona uma “maravia” e alia propriedades, como por ex resistencia a agua…

    outra….. um saco de agua faz um chuveiro improvisado, se não sabe nadar ou tem dúvidas de segurança tanto do local como d´agua construa um, é uma pioneiria fácil e vc pode treinar banho rápido em casa, economizando uns trocos! Rola até aquecer a agua se o frio for brutal como é aqui.

    • hahahaha,

      Essa da coleira anti pulgas é realmente nova para mim! Deve realmente ser útil, visto que as pragas sempre vão para as partes mais quentes e escondidas (genitálias). Vou testar no próximo acampamento!

  • Não esquecer os lenços umedecidos de papel, se não achar neutro, pode ser esses de limpar bebês mesmo.
    É mais seguro para fazer a limpeza das partes íntimas e podem ser usados para tomar o famoso “banho de gato”. No Pico da Bandeira, na Trilha Inca (Peru), travessia Petro-Terê (RJ), onde as temperaturas são negativas eles viabilizam um banho.
    Já testei e aprovei!

    • Que legal Nathalia!

      Como nunca acampei em regiões muito frias não pensei nessa situação, realmente o lenço umedecido deve ser muito prático para uma higiene “mínima”. Mas com certeza se tivermos um tempinho para esquentar uma água a limpeza vai ser muito mais bem feita (e prazerosa)!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s