Construindo um abrigo de emergência

Em uma situação real de sobrevivência, além das condições físicas e  psicológicas, necessitamos de alguma proteção contra o meio adverso, ou seja, precisamos de um mínimo de conforto possível para descansarmos e pensarmos com mais calma que atitudes devemos tomar. Como sempre estamos colocando em prática aquilo que estudamos, resolvemos acampar e fazer um abrigo simulando tal situação. Ele precisava ser eficiente, limpo e de bom aspecto, já o conforto para ser sincero passou um pouco longe.

Não foi aquela bela noite de sono, mas deu para dormir.

Abrigos são construções preparadas com os meios que o ambiente em que nos encontramos oferece e com o equipamento que sempre carregamos, podem ser:

  • Permanentes: construídos com ou sem o material da região e permite que fiquemos ali por tempo indeterminado.
  • Semi permanentes: Construídos com o material da região e destinado a dar condições de permanência por um longo período de tempo.
  • Temporários: Construídos também com o material da região e também com partes de nosso equipamento, destinado a nos dar condições de permanência por um curto período de tempo.

Como o tempo que ficamos acampando foi curto, resolvemos fazer um abrigo temporário como forma de teste, para aprendermos com os nossos erros e para ver como é realmente passar a noite nessa situação. Para fazer esse simples abrigo você vai precisar de:

  • 1 lona multi uso  2 x 2 ou maior ou se preferir um poncho.
  • 4 metros de cordolete ou cipó.
  • Cobertor ou saco de dormir.

Para esticar a lona procure 2 árvores que estejam próximas uma da outra ou se não encontrar fixe 2 troncos no chão medindo o tamanho da lona. Amarre as pontas e estique até que fique bem tencionada, assim com a ventania o barulho não te atrapalha.

Tencione o cordolete para o vento não te assustar.

Meça a metade da lona e dobre-a para que o plástico sirva como uma proteção na hora de deitar, ou se existir mais pessoas, você pode esticar totalmente a lona ou poncho, deixando uma parte mais alta que a outra, assim se chover, a água escorre tranquilamente. Para prender a parte inferior, fixe 2 estacas no chão e amarre.

Estaca fixada e a lona presa através de um cordolete.

Agora forre o saco de dormir se tiver, para ter um pouco mais de conforto, coloque folhas verdes embaixo da lona. Pronto, agora você tem onde dormir e se for em uma situação real de emergência terá tempo para pensar em quais atitudes tomar.

Vista lateral do abrigo.

Na hora da montagem é sempre importante verificar se no terreno não existem pedras ou buracos e o local deve estar relativamente limpo. Procure não dormir embaixo de uma árvore seca. Preste muita atenção nas amarras e se a sua lona ou poncho não possuem furos. Um facão é um equipamento suficiente para a construção de um abrigo. Outra dica importante: se você for fazer a fixação com cipós não de nós, pois o mesmo pode se quebrar, para evitar tal acontecimento sua pontas devem ser enroladas nas voltas dadas nos troncos.

Bruno Freire

” A construção do abrigo foi importante para aprender quais atitudes tomar e por onde começar. O ruim é que pelo fato de estar muito exposto, você não dorme muito bem, mas da para cochilar.”

Anúncios

9 Comentários

  • Rennan Cavalcante

    muito bom essas dicas valeu isso tudo me ajudou muito !!

  • Um dos melhores equipamento que já tive era um rece de selva, com cobertura e mosquiteiro, que permitia uma noite de sono tranquila, livre de mosquitos e seca. Mas em uma emergência, sem dúvida esse abrigo permite um sono bem mais protegido e quente.

    Pensei em adquirir para meu kit aquela barraca de emergência do site da guepardo, especialmente se considerarmos que diante de uma mega-emergência estarei com mulher e filha pequena. Alguém sabe se ela é reutilizável?

    • Olá Lourenço, nós do site sobrevivencialismo agradecemos a sua visita, já vi em alguns sites a rede de selva, achei um ótimo equipamento e com certeza é uma aquisição futura, quanto a barraca de emergência da Guepardo, nunca testei, mas acho que se colocarmos ela em situações extremas como temporais ou a exposição prolongada no sol, imagino que a utilização dela pode ser limitada, mas se utilizarmos em uma situação mais tranquila, as vezes como teste ou uma chuva de pouca intensidade, acho que ela pode ser sim utilizada mais vezes, o único problema será na hora de dobrar, pois pode ter certeza que o espaço vai aumentar um pouco, já vi isso acontecer com os cobertores de emergência. Vou levar seu comentário como uma dica de post, mais pra frente vamos fazer uma review sobre esta barraca.

      • Obrigado, Bruno. Agradeço pelo futuro teste. Sozinho a coisa é bem mais simples, mas acompanhado, essa barraca de emergência pode fazer diferença…..

        Uma dica. Ví que vocês estão adquirindo os produtos para testá-los. aço parte de um grupo que estuda temas militares e policiais. De fato, estamos mesmo criando uma editora de livros sobre esses temas. Com base na relevância do blog de vocês, e por experiência própria, penso que os fabricantes poderiam ceder esses produtos sem custo para vocês. É de praxe, e não importa na obrigação de fazer uma avaliação parcial. Abraços

      • Olá Lourenço, ótima dica a sua, estamos a certo tempo cogitando a possibilidade de obter produtos como patrocínio para fazermos reviews sobre estes e depois sorteá-los aos leitores, porém ainda estamos aguardando que o blog possua um número maior de visitas diárias. Se puder nos ajudar na divulgação agradeceríamos muito, assim podemos tornar essa possibilidade real. Abraços!

  • Boa dica!!!!
    Seria interessante montar um abrigo que te permita ficar a pelomenos uns 30cm do solo!
    Com bambu ou galhos, cipó ou outro tipo de amarração é possível vc montar uma plataforma e usar a lona como cobertura!
    Sei que vc sabe disso e sei também que sua intenção foi de mostrar uma das muitas opções para se improvisar um abrigo de forma simples e rápida!
    O que eu escrevi foi apenas um comentário relevante.
    Vcs fazem um excelente trabalho!

    • Olá Léo! Obrigado pela contribuição. Realmente existem inúmeros de abrigos que podem ser feitos, mas focamos em algo que não exige tanto trabalho ou material, visto que seria algo para situações de emergência. Sempre que saímos a campo fazemos vários tutoriais para trazer até vocês, e a sua sugestão será levada em conta, obrigado!

  • bushcraft rio ( eduardo )

    valeu as dicas ,são muito úteis . BUSHCRAFT RIO.

    • Olá Eduardo, bem vindo ao sobrevivencialismo, ficamos contente em poder ajudar, se você você tiver alguma sugestão de post pode nos enviar, abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s