Defendendo-se de um ataque em grupo

Você acorda de manhã e descobre que o mundo enlouqueceu completamente! Saques e vandalismo acontecendo em toda a cidade e você está no meio. Um dos maiores perigos que você irá encontrar  em um cenário de sobrevivência urbana será grupos de criminosos andando pelas ruas que farão de tudo tomar qualquer coisa que você tenha.

O grande problema é que em situações como essa, você não vai se deparar com um indivíduo, mas sim com um grupo considerável de elementos agressivos. Qualquer um que leva o sobrevivencialismo a sério tem de saber defender a si próprio e aqueles com quem se importa de ataques como esse. O que você pode fazer quando atacado por múltiplas pessoas?

Perceba e analise a situação em que você se encontra

Você tem uma rota de fuga? Pois esse não é o momento certo para querer ser o Senhor Malvado e Durão,  sobrevivência não significa lutar. Se você tem uma rota de fuga, use-a imediatamente.

Você pode se livrar por meio de conversa?

Conversar para se livrar de um ataque é mais uma arte que ciência e requere que você tenha um bom poder argumentativo. Como a situação já está complicada, não custa nada tentar. Existem algumas dicas que você pode ter em mente.

– Falar para um grupo que está pronto para atacar ir para “aquele lugar” não vai ajudar a desarmar a situação.

– Lembre-se que você provavelmente estará lidando com psicóticos insanos que não tem nada a perder, mantenha-se calmo e não demostre medo algum.

– Peça desculpas, algumas vezes esses babacas só estão tentando parecerem poderosos na frente do grupo. Pedir desculpas vai permitir que eles se sintam como “legalzões” sem precisar afundar sua cabeça.

Se você precisa lutar, algumas dicas abaixo podem te ajudar

Se não existe nenhuma outra opção e sua vida está em risco, você precisa saber como proteger-se. Lembre que a sua melhor opção é tentar escapar da briga, as ações seguintes só devem ser tomadas se a sua vida está em imediato perigo.

Olhe para a linguagem corporal do grupo – Olhando este fator você terá mais dicas de quando eles estarão prontos para te atacar. As seguintes ações podem ser sinais de um ataque.

– Procure por indivíduos que estejam a frente do grupo e estejam fazendo algum movimento como removendo um boné ou camiseta.

– Seu atacante pode começar a fazer movimentos errantes como esfregar o nariz, puxar o cabelo para trás ou mostrar os dentes.

– Olhe o olhar dos indivíduos do grupo, eles podem começar a dar relances entre eles para acordarem quem vai atacar.

– Se atente para os punhos do atacante, na maioria dos casos eles vão apertá-los quando estiverem prontos pra te atacar.

Armas – Escaneie rapidamente o ambiente a sua volta. Garrafas de cerveja, galhos de árvores, latas de lixo, tijolos, e até mesmo a caneta no seu bolso pode ser uma arma improvisada em situações de emergência.

Psicologia – Lutar contra um grupo nem sempre significa ter que lutar contra o grupo todo, na verdade seu objetivo é lutar o menos possivel. Em vez de derrotar cada um dos integrantes, você tem que destruir suas mentes.

Seu primeiro golpe tem de ser espetacular e muito visível para o grupo. Quanto mais visível o dano é, maior o efeito psicológico causado no resto do grupo. Os primeiros segundos de uma luta são críticos, se você pode derrotar o grupo psicologicamente, a maioria deles vai debandar sem nunca tentar lhe dar um soco.

Identifique o líder – Quem é o elo mais forte? Essa pessoa é a sua maior ameaça e deve ser derrubada primeiro. Derrubar o líder pode destruir a vontade de lutar do grupo e é o primeiro passo para sobreviver a um ataque. Lembre, você quer criar um forte e bem visível machucado que irá fazer o grupo repensar sobre o ataque.

Onde atacar – Em uma situação de vida ou morte não há regras. Acerte os olhos, quebre o joelho, acerte a garganta… seu objetivo é imobilizar ou neutralizar os atacantes por qualquer meio necessário.

Itens para se carregar no dia a dia

Para situações de extremo perigo como essa, onde você deve lutar por sua vida (e não por seus pertences) temos sempre que andar equipados com algum tipo de defesa. Para isso recomendo itens que são de uso permitido como tasers ou sprays de pimenta, porém se não pode investir em algo como isso, tenha sempre um pequeno canivete com você (em ambientes onde você PODE estar com ele). Eu utilizo o pocket protector da Smith&Wesson, equipamento já revisado aqui no blog em posts anteriores.

A verdade é que temos de torcer para nunca nos depararmos com uma situação como essa, pois em minha opinião é a de maior risco dentro do tema sobrevivencialista. Se caso essa não puder ser evitada, temos de estar informados e preparados para lidar com ela da melhor maneira possível.

Fonte: Off Grid Survival 

Até.


Anúncios

10 Comentários

  • Mais um detalhe sobre leitura corporal:
    Ela pode mostrar o quão desesperado alguem esta, uma pessoa com medo pode agir de forma mais estupida e perigosa, provavelmente não tentaria ouvir nada.

  • Comporte-se como um louco, estranho, psicótico, anormal. Faça barulho (gritos insanos), destrua as coisas (qualquer coisas, e com violência) e seja asqueroso (passe lixo pelo corpo ou outra coisa fedorenta e repugnante). O ser humano tem medo do que não entendem, do perigo e tem nojo das coisas, três coisas que você esta aparentando ser no momento. Ninguém vai querer tocar uma desgraça fedorenta e insana igual a você, pois é perigoso. Para sobreviver você deve estar disposto a praticar comportamentos extremos quando necessário.

  • Featherstrong

    Indispensável para a defesa manual de um Sobrevivencialista:

    1- Esgrima Medieval
    2- Luta de trocação.
    3-Luta de chão e finalização.
    4- Curso de defesa pessoal

  • Seja em qualquer lugar que eu vá, sempre levo comigo meu canivete cimo, discreto, afiado e com uma lâmina de 6 cm.

  • Pingback: Relembrando alguns posts |

  • Danilo Samuel dos Santos

    aprender defesa pessoal e luta ajuda muito, e para ser sincero confio em minhas anilidades com o punho do que em qualquer arma branca ou de fogo.

  • Seja qual for a ferramenta que irá usar para se defender, torne-se um perito nela. Tentar usar uma faca em uma briga, sem ter um preparo fisico e psicologico para machucar alguem, e a receita certa para acabar sendo ferido pela propria ferramenta.
    Para referencias de estudo segue links abaixo:
    http://www.4shared.com/file/fmE4Vmil/manual_de_combate_com_facas.html
    http://www.ebooksbrasil.org/adobeebook/comfacas.pdf

  • Pingback: Forças de segurança em cenários de catástrofe |

  • Como você pode ter colocado o canivete em primeiro lugar na lista de pré-requisitos de sobrevivência? Você se esqueceu da gloriosa e sempre-útil Toalha? xD
    Flw chimbinha, abçs.

  • Bruno Freire

    Muito bom meu caro,

    O certo é ter uma análise completa da situação e ver principalmente se vale a pena ficar para lutar ou correr. Concordo com os pertences de defesa, mas que fique bem claro que não se deve reagir ou bancar o durão em determinadas situações, antes um covarde vivo do que um herói morto, por via das dúvidas tenho sempre comigo o bom e velho canivete Titan da Nautika, leve, fácil manuseio, mega afiado, rsarsrsrsrs.

    Não vou sair furando todo mundo numa crise ou em um assalto, mas não custa nada prevenir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s