Elementos da sobrevivência: Água

Como é sabido pela maioria dos Sobrevivencialistas (se não todos), a hidratação é o primeiro elemento a se preocupar em uma situação de risco, e não estamos apenas falando em ambientes selvagens! Essa regra vale tanto para uma crise urbana como também para a sua preparação diária em casa ou abrigo.

ORGANISMO HUMANO

wwjppcohve_20180415111457178

O nosso corpo é composto aproximadamente de 70% de água. Parte desse valor é perdido em algumas ações naturais do nosso organismo como suar, urinar e defecar, tanto que uma das doenças mais temidas por sobreviventes é a diarreia visto que ela levará muita água do seu corpo e pode ser causada por ingestão de alimentos não propícios a serem consumidos, por isso enfatizo aqui: Não coma nada sem conhecer a procedência do alimento, a não ser que não tenha escolha.

A indicação que todos sabem é que deve-se beber dois litros de água por dia, porém essa métrica é feita se o indivíduo estiver em um cenário ideal, não em uma situação de sobrevivência e varia muito entre os diferentes metabolismos. Cenários quentes, como a Caatinga e o Cerrado brasileiro, outros ambientes úmidos como a Mata Atlântica e Floresta Amazônica, levarão muito mais líquidos do seu corpo, e a quantidade se multiplicará ainda mais caso esteja sobre exercício físico constante.

DESIDRATAÇÃO 

desert

O sintoma mais óbvio da desidratação é a sede, mas não se engane, esse não é o estágio inicial! Quando você sente sede seu corpo está necessitando de água há pelo menos 15 minutos e cada um deles é crucial para que o sobrevivente se mantenha íntegro. Outros sintomas são fraqueza, queda da capacidade mental, náuseas, perda de apetite e urina de cor mais escura. Ao chegar nesse ponto você terá que ingerir algum líquido com urgência, caso não seja possível evite agravar a situação e procure um abrigo, mesmo que seja somente a sombra de uma árvore. Não se preocupe com a água somente depois que ela acabar.

ALIMENTOS 

melancia

Muitos alimentos contém água, alguns em grande quantidade inclusive, vamos a alguns exemplos: 

  • Melancia: 92% de água;
  • Maçã: 84% de água;
  • Peixe (assado): 74% de água;
  • Banana: 74% de água.

Obs: Vale lembrar que estes exemplos, apesar de conterem grandes quantidade de água, são mais difíceis de serem encontrados.

CONTAMINAÇÃO 

drinking-water-contamination

São cinco os tipos de contaminação existentes na água:

  • Residual: Quando a água encontra-se excessivamente turva;
  • Tóxica: Quando há presença de pesticidas, herbicidas e fertilizantes;
  • Bacteriana: Quando há presenças de bactérias;
  • Viral: Quando há presença de vírus; 
  • Parasita: Quando há presença de parasitas.

 DESCONTAMINAÇÃO

Old Camp Saucepan Boiled Water For Soup Preparation On A Fire In

Existem inúmeras formas de deixar a água própria para consumo, aqui irei citar as três mais usadas e as que são mais fáceis de fazer, afinal, ninguém quer gastar energia a toa durante uma situação de sobrevivência. São elas:

  • Fervura: Poderá ser feita no fogão e fogareiro ou em casos mais precários na fogueira. Para isso, coloque o recipiente com água – que pode ser uma panela ou seu cantil de metal – sob o fogo e espere até que bolhas apareçam na superfície do líquido, aguarde 5 minutos no processo de fervura.
  • Filtragem: Poderá ser feita com filtros como o Sawyer, ou com filtros feitos de maneira improvisada, esses claro que terão menos efetividade.
  • Cloro: Basta adicionar uma pastilha de comprimido de cloro de alguma marca que desejar, somente atente-se para a litragem do comprimido para que a quantidade não seja insuficiente ou exagerada. Vale lembrar que a água sanitária sem cheiro tem o mesmo efeito e a quantidade é de duas gotas por litro de água.

CONCLUSÕES 

A água é essencial para você, e não é a toa que ela é a primeira que você precisa se preocupar dentre os 5 elementos principais na sobrevivência. Logo, a conclusão não poderia ser mais simples: crie reservas, armazene, mantenha a água propícia para o consumo, e principalmente, se mantenha hidratado! Não importa onde você esteja, não importa o quanto você estiver preparado perante os outros recursos e elementos. Sem água… Você morre!

Texto escrito por Welthon Tavares