Calibre .380 ACP X Alvos de Carne: Testando diferentes munições! – Momento crítico Ep.12

Hoje testaremos diferentes munições do calibre .380 ACP em alvos simulados com carne e argila para conhecer como os projéteis se comportam nestes meios! 

Não se esqueça que já realizamos o mesmo teste também com variações de munições .38 SLP, para conferir basta clicar aqui.

O que achou dos resultados? Teve alguma conclusão diferente e que pode lhe ajudar de alguma maneira? Comente abaixo!

Até.

Anúncios

2 Comentários

  • Pingback: Calibre .40 SW X Alvos de Carne: Testando diferentes munições! – Momento Crítico Ep.13 | Sobrevivencialismo

  • Se o colega Del. João puder comentar, gostaria de fazer uma observação: De acordo com testes balísticos que efetuamos no Campo de Prova da Restinga da Marambaia, a munição .380 ACP ponta oca tem deformação irregular dado o fato da munição ser “larga e curta” portanto, a parte cilíndrica que faz contato com o raiamento é curto e causa menor estabilidade da munição durante o trajeto, e ter menor precisão se comparada à munição .32 ACP, pois essa tem a parte cilíndrica mais longa em contato com o raiamento, e maior estabilidade/precisão, mas como sabemos, menor potência.Testes com munições ponta oca nesse menor calibre mostra maior regularidade na expansão nas mais diversas distâncias. É algo semelhante ao que acontece entre as munições .45 ACP vs. 9x19mm Parabellum. Abç. a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s