Sobrecast 33 – Homens X Mulheres na sobrevivência!

Com muitas discussões acaloradas sobre a igualdade de gêneros acontecendo nas mídias, precisamos dar os nossos dois centavos! Além disso, será que homens e mulheres tem lugares pré definidos em um cenário de crise? Ou ambos estão em pé de igualdade?

Estamos muito curiosos para saber o que vocês pensam sobre este assunto tão polêmico. Deixe seu comentário abaixo!

Até.

Anúncios

13 Comentários

  • Julio uma sugestão, no próximo sobrecast você poderia ter de tema “E se o Brasil entrasse na guerra” gostaria de ver.

  • Vejo muito um preconceito com o uso de drogas no meio sobrevivencialismo.Eu uso maconha espontaneamente para relaxar, assim como tu,Julio, bebe Uísque.Porém, qual a real necessidade de ficar debatendo porcentagem de THC nos diferentes tipos de cânhamos para o meio sobrevivencialista? Bem como a participação das mulheres na industrialização americana durante a segunda guerra, qual a necessidade?

  • Esse último sobrecast foi dose de ouvir, me deu asco de ouvir tanto que parei com 30 minutos com muito raiva de ver meu podcast preferido estragado. O tema era interessante se abordasse como trazer mais o público feminino sobre sobrevivencialismo, sobre como as mulheres completam um grupo sobrevivencialista. Mas não, não foi assim e descambou pro enfadonho e desnecessário feminismo chato blá blá “os homens nos odeiam” “blá blá patriarcado” blá blá sociedade opressora” argh deu ânsia de vômito. Pra defender as mulheres das pessoas imbecis e machistas não precisamos de feminismo nem de esquerdismo e sim de humanismo.

  • Marvyn Kawano

    Sem homens, todu mundo morre, Sem mulheres, todu mundo morre – disse o Julio ( ou algo parecido ), mas, sem querer atrapalhar vc Julio, existem varios laboratorios com espermatozoides e ovulos armazenados, e assim, mesmo q sem eles, as mulheres poderiam dar continuidade a humanidade sem a nossa ajuda, dos homens. Elas poderiam auto engravidar-se inserindo celulas ovo em seus uteros. Nao estou querendo dizer q vc esta errado ou q o podcast esta, eh somente um fato cientifico. Adoro seu trabalho.

  • Pedro surviver

    Homens e mulheres são diferentes porém não inimigos, logicamente mulheres terão cólicas menstruais, maior dificuldade na higiene Intima (por ser interno) picos hormonais, Perda de massa muscular mais rápido entre outras coisas mas observe que o feminismo não Deveria entrar nesse sobrecast pois as agências internacionais que controlam as crises, abortos, marxismo, moeda global tem como uma dos seus tentáculos o feminismo então presumo que a lógica de um sobrevivencialista feminista seria igualmente proporcional à um judeu nazista,sim mulheres podem sobreviver adequando suas habilidades porém NÃO são idênticas aos homens e quem não aprende e aceita seus pontos fortes e fracos não sobrevive… Eu tenho um ombro que sai do lugar, aceito e uso métodos Pará contornar isso.. Forte abraço e NÃO aos bilderbergs, NÃO as indústrias abortistas de controle populacional e por fim NÃO ao feminismo

  • Ricardo Duarte

    Muito bom

  • Rodrigo Moreira

    Salve irmãos, Primeiramente, preciso elogiar pelo ótimo podcast!
    Enfim… Depois de ouvir todo o conteúdo, Decidi fazer um adendo aqui. Notei que o tema circulou muito na premissa de “quem é melhor – homem ou mulher” sempre com a resposta de que “teriam as mesmas capacidades” – O que é algo um tanto perigoso de se afirmar.

    Antes de prosseguir, devo avisar – sim, sei do sofrimento que as mulheres passam e considero sinceramente legítimo a luta para melhorar a condição atual. Acho o machismo abominável, tanto pro homem, quanto para a mulher. Com isso claro, devo dizer que mesmo assim, não fica legal querer forçar a barra e dizer que não existe diferença nas capacidades biológicas inerentes ao sexo.

    Digo, não é uma questão de quem é melhor ou pior – mas sim de direcionar as predisposições biológicas para as tarefas nas quais se executem de forma mais eficiente. Por exemplo, a media do porte físico masculino é mais “”parrudo”” do que o porte físico feminino – Logo, assume-se que trabalhos braçais pesados, sejam tarefas atribuídas aos homens. (claro que existe a exceção da mulher gigantesca, mas na maioria dos casos, não é o que procede).

    Ainda no escopo físico, quando o amigo ‘gordo e sedentário’ do Julio falou que homem leva vantagem em luta corporal, não procederia no caso dele, mas, se você pegar um homem mediano e uma mulher mediana, com o mesmo preparo em defesa pessoal, pelo porte físico, o homem leva sim, uma certa vantagem. Não é atoa que separam as categorias de luta por sexo e peso.

    E pra finalizar, algo que até me surpreendeu aqui, foi ouvir que a menstruação e a gravidez não atrapalhariam uma sobrevivencialista.

    Rapaz, durante a menstruação tem mulher que fica de cama com febre, dores e com o psicológico mais afetado, tudo isso somado à questão da higiene, que seria um trabalho extra, correndo risco de uma infecção nada agradável. Claro que atrapalharia em uma situação de crise!

    Sem falar na gravidez, que pode gerar complicações que variam da anemia, passando pela diabetes e podendo até chegar na morte. Sem falar na vida da criança que está sendo gerada. Imagina isso agora, em uma situação onde a pessoa tem poucos recursos pra se alimentar. Sério, Não é uma ‘conspiração criada pela industria médica”, por favor, Não é sensato dizer que a gravidez não atrapalharia a mulher em um cenário de crise, quando isso poderia por a vida dela em risco.

    Era isso o que tinha pra dizer irmãos, Peço desculpas se soei rude ou ácido demais, digo, a intenção é de agregar opiniões e pontos de vista, jamais de ofender alguém.
    Enfim… Mais uma vez, deixo os parabéns pelo ótimo podcast, um abraço e até mais!

  • carlossilvapb

    Eu acredito no seguinte:
    No nosso mundo “civilizado”, não há motivo justificável para as mulheres serem tratadas de maneira diferente dos homens. Essa conversa de que a mulher é sexo frágil, que o homem deve ser o provedor do sustento da família, e outras baboseiras do tipo devem ser totalmente desencorajadas. Somos, antes de tudo, seres humanos racionais, e qualquer ser humano é capaz de realizar qualquer tarefa.
    Em cenários de crise, então, aí é que é as habilidades humanas devem ser levadas em consideração, sem distinção de gênero. Cada um deve usar o que tem de melhor, para garantir a segurança do grupo.
    Sobrevivencialismo é coisa de humano. E sinto muita falta de mais mulheres sobrenvivencialistas. A minha esposa tem a consciência de que também precisa se preparar porque, com muita conversa, eu a convenci de que sobrevivencialismo NÃO é coisa só de “macho”! É coisa de humano que espera o melhor, mas se prepara para o pior!

    Agora, pelo amor de Deus, evitemos o exagero! Não vamos assassinar o idioma com os “x”, como vejo muito por aí, ok amigxs! kkkkkkkkkkkkkkk

  • O tema é realmente polêmico, e com certeza pode render muito mais bate papos legais e principalmente instrutivos… A relação em homem vs mulher e vice versa não é novo e praticamente gera discussões em todas as áreas (pessoal, profissional, lazer), claro que muitos homens querem defender seu ponto de vista como há mulheres que também não ficam atrás da mesma… Mas uma coisa temos que aplaudir, em um cenário de crise ambos trabalham para sair da melhor forma vivos… como foi citado no primeiro comentário “equidade” está acima de igualdade pois os direitos/deverem de um sem discussão pertence ao outro também. No caso de buscar criar nas companheiras o instinto de sobrevivência, todas já tem, basta apenas desengaveta-lo. Um abraços e até o próximo.

  • Bom dia amigos.
    Muito legal essa série “cutucando a onça com vara curta”. Temas reflexivos nos fazem sair de nossa “zona de conforto” e nos fazem “pensar fora da casinha” acabam por nos preparar para as mais diversas situações.
    Bem, não me sinto apto a discutir essa questão profundamente; minha criação “machista” iria atrapalhar uma visão mais racional do fato, e de certa forma, causar um viés na analise fria dos fatos…. Porem… Levando (mesmo que “fora da casinha”) me sinto apto a discutir sobre a ótica biológica do fato.
    Existem sim diferenças entre os sexos (estou falando de XX e XY em termos humanos) porem se isso de alguma forma fosse limitante, nossa espécie não teria “evoluído” aos patamares dos dias atuais. Teria se extinguido como tantas outras, uma vez que no curso da historia evolutiva.
    Dentro do gênero “homo” os papeis de “macho/fêmea” foram sempre claros e eram simples. Eles eram: SOBREVIVER. Nenhum animal fica com fome porque coletar é papel de fêmea, ou deixa um jovem (e apetitoso) cervo viver por não ser mato e não poder caçar.
    A natureza (e fazemos parte dela) é feita de oportunidades que favorecem o desenvolvimento das espécies, e venhamos e convenhamos, se hoje somos SEXISTAS, é porque em algum ponto da historia moderna isso favoreceu a uma das partes (ou até mesmo as duas).
    Agora quanto a fazer questão de gêneros? Se o papel do sexo já é uma linha sinuosa, imagina o de gêneros? E gêneros de acordo com qual cultura? Qual espécie? Afinal relações homo afetivas são encaradas de formas diferentes nas mais diferentes culturas e em várias espécies animais existem casais do mesmo sexo que perduram até a morte de um dos parceiros.
    O que diria um observador externo se visse o abito de treinamento dos jovens espartanos? Seriam eles menos confiáveis em combate?
    Júlio concordo com você (e todo o resto da psicanalise) se a aversão a um grupo é grande, temos algo mal resolvido ai.
    Até.

  • Nando Moura

    Assim como tudo na vida, homens e mulheres não precisam e não devem ter igualdade; e sim, equidade.

  • Eu tenho a visão que é dificil encontrar uma mulher que curta o sobrevivencialismo ou pelo menos veja como necessário, mas as que estão na ativa são muito melhores que os homens. São mais concentradas, humildes e enganam com sua aparencia fragil deixando espaço para contra ataque mortal.

  • Muito bom e obrigado por comentar sobre meu canal PREPARADOS-BRASIL

    A unica parte que discordo um pouco é quando o Julio diz que quando a pessoa que está com nós não participam, estamos fadados ao fracasso. Acredito sim que caem drasticamente possibilidade de sucesso, mas não necessariamente está fadado ao fracasso .. Isso de ambos os lados, tanto mulher, quanto homem. (comentei sobre gênero só para ilustrar a ideia do Sobrecast rss – pois nem era necessário definir isso).

    Discussão realmente importante, ate acredito que deva acontecer outra vez no futuro, com outrAs Sobrevivencialistas expondo também suas opiniões e problemas corriqueiros que costumam viver (ou sobreviver).

    # Preparados – Brasil .. espere pelo melhor! #

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s