Como se tornar o Bruce Lee? – Podcast 24

Apesar do título descontraído, nosso assunto hoje é sério. Neste podcast vamos discutir os mitos e diversas concepções sobre a área de defesa pessoal – mais especificamente o mundo das lutas e artes marciais.

Qual o formato de defesa pessoal que você julga ser mais adequado para sua realidade? O que você achou de nossas opiniões? Acha realmente válido investir em um treinamento na área de combate desarmado?

Até.

Anúncios

6 Comentários

  • Sobre a combinação KM + BJJ + MT, acho que fica faltando aprender a usar as armas brancas. Não apenas se defender contra elas, mas usá-las a seu favor. As artes filipinas, por exemplo, já serviriam pra aprender a usar a faca e o bastão (que pode ser improvisado com um pedaço de pau). O “pessoal do EDC” comete um erro grande de carregar consigo facas e nunca aprender a usá-las de verdade.

  • Sobre a combinação Krav + BJJ + Thai… acho que fica faltando o treinamento com armas, não no sentido de se defender contra elas, mas de usá-las. As artes filipinas, por exemplo, serviriam pra aprender a usar a faca e o bastão (que pode ser improvisado por um pedaço de pau, etc). O “pessoal do EDC” costuma carregar facas mas não sabe usá-las de verdade, é um problema.

  • Francino Neto

    Gostei bastante. Sempre pratiquei artes marciais. Parei um tempo por motivos pessoais mas hoje voltei e estou praticando o muay thai! Sempre gostei da arte da guerra, da sobrevivência e do controle mental! Muitas pessoas infelizmente procuram um arte marcial na maioria das vezes porque apanhou na rua e querem se vingar. Com o tempo este pensamento muda e o sentimento fica apaziguado,pois quem aprende a lutar esta cheio de raiva, aquele que aprende a se defender está cheio de razão. Por isso que amo as artes marciais, elas transforma covardes em heróis, patifes em cavalheiros, brigões em cidadãos etc… mas existem exceções. Muitos procuram por saúde, pratica esportiva etc.. Eu sou policial militar exercendo atividade fim, então a mais pura realidade temos que usar a força. Por isso que existe a diferença entre artista marcial e atleta marcial.Muitos podem ser bons em campeonatos mas talvez em uma luta real podem perecer. Esse assunto não é uma verdade absoluta, pois existem muitos vetores a serem discutidos mas foi um grande assunto. Valeu e obrigado.

    Tive um professor de artes marciais que falava o seguinte:

    “Brutalize o corpo e eduque a mente”!

    Abraços!!!

  • Murilo Almeida

    Acho importante que crianças pequenas aprendam o judô (caminho suave) e/ou aikidô (caminho da harmonização do ki) e/ou karatê-dô (caminho das mãos vazias), por que o budô dá atenção para a mente e como deve se desenvolver… Adolescentes podem ou continuar nas artes marciais acima ou buscar Muay thai, Jiu Jitsu Brasileiro, kenpo, kung fu, ninpoh pelo potencial risco de lesao corporal grave… So adultos ou adolescentes muito centrados é que podem fazer KAPAP ou KRAVMAGA ou SYSTEMA ou KOMBATO…

  • Ja pratiquei karatê, judo, jiu jitsu, sipalkido, hapkido, kenpo, kung fu, ninpoh, krav maga e Systema. Mas em termos de sobrevivência a mais focada e o KAPAP.

    • Murilo Almeida

      KAPAP é uma grande mistura de sistemas de defesa pessoal, não sendo um esporte… Decorre do treinamento do EXÉRCITO ISRAELENSE… Uma combinação de vários estilos de luta, como boxe, judô, Jiu Jitsu Brasileiro e etc…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s