7 itens que você deveria carregar todos os dias

Dentro da ideologia sobrevivencialista a ideia de carregar alguns itens específicos durante o seu dia é chamada de EDC, uma sigla que traduzida significa “Kit de porte diário”. Este seu kit precisa ser estrategicamente montado, o que pode não ser fácil no começo. Para te ajudar, hoje montamos uma pequena lista dos equipamentos que sugerimos para sua proteção.

Considerando que a maioria de nós vivemos no Brasil, tive que me ater aos itens mais simples e permitidos por lei. Sim, isso quer dizer que aqui não teremos indicações de armas de fogo – infelizmente. Outro ponto importante é que não vou recomendar produtos caros e inacessíveis, vou me basear no que é eficiente e pode ser comprado sem ameaçar sua vida financeira.

Aí vamos nós.

1) Uma boa faca

Um dos itens mais eficientes que você pode ter consigo é uma boa faca. Você não precisa estar em uma situação de sobrevivência para usar lâminas, afinal, hora ou outra sempre precisamos cortar alguma coisa – ou até mesmo tirar grampos de papel.

Ponto importante: Se você vive em região urbana, deverá optar por facas com lâminas menores que 10 centímetros, assim não terá problemas com a polícia. Lâminas maiores podem ser categorizadas como armas brancas.

Antes de comprar o primeiro modelo que aparecer na sua frente, pense em termos funcionais. Se você quer uma lâmina para lhe ajudar nas tarefas diárias a melhor saída é optar por canivetes multifuncionais que possuem também outras ferramentas inclusas.

Dentre as diversas opções de mercado, o correto é levar o seu bolso como guia. Uma opção acessível é a ferramenta Minitek, da Nautika.

Untitled-1.jpg

Clique na imagem para conferir as especificações do equipamento

Por ser pequena e leve pode ser carregada em seu bolso sem fazer grande volume ou incomodar. Além disso, conta com tudo o que você precisa para atividades diárias que não requeiram um uso mais extremo.

Caso você queira investir mais, um investimento muito legal são os canivetes da Victorinox. Além de possuírem diversas configurações também são donos de uma fama mundial por serem de alta qualidade e durabilidade. Eu fiz a resenha do que eu tenho em 2012 e até hoje ele está em ótimo estado (Clique aqui para ver o vídeo).

Se você trabalha com algo que envolva trabalho braçal é válido pensar em lâminas mais robustas, que podem servir para auxiliar no trabalho pesado. Contudo, vale lembrar que quanto maior a qualidade, maior o preço. Você deve procurar pelas seguintes características:

  • Full Tang: A lâmina se estende até o final do cabo, ou seja, é inteiriça. Isso confere à lâmina uma resistência muito maior;
  • Dorso de pelo menos 2mm: O dorso é a grossura da lâmina, que você pode conferir olhando “as costas” da lâmina. Quanto maior sua espessura, mais resistente ela será a impactos fortes;
  • Tipo de metal: Aqui entramos em uma área onde cada um tem sua preferência, mas eu particularmente sou atraído pelo aço 1030, visto que é resistente e fácil de afiar.

E por fim, se você não acha que vai usar uma faca durante suas atividades cotidianas e procura por um equipamento voltado para defesa pessoal, não poderia recomendar outro estilo de lâmina se não as Karambits. Este modelo é criado especificamente para defesa e seu formato de lâmina tem potencial altíssimo de causar danos à um agressor.

No mercado nacional a escolha mais popular é a Shark, da marca Tactical.

Untitled-1.jpg

Clique na imagem para conferir as especificações do equipamento

Vale lembrar que carregar uma lâmina para defesa pessoal não tem valor algum caso você não busque treinamento para manuseá-la da forma correta. Além disso, por mais óbvio que seja, não recomendamos que você reaja a um assalto a não ser que não tenha outra alternativa.

Quando se trata de facas, a escolha acaba sendo muito pessoal e guiada pelo gosto. Ainda assim, mantendo em mente as palavras funcionalidade e portabilidade você com certeza fará uma boa compra.

2) Um isqueiro

Ter um isqueiro é importante para lhe garantir a habilidade de fazer fogo – se você precisar.

Talvez você fique seduzido pelos isqueiros bonitos da Zippo, porém se você não for um fumante, eles não serão sua melhor escolha. Estes isqueiros além de grandes e relativamente pesados também perdem seu combustível com mais facilidade se não usados em longos períodos.

Sabe o que funciona perfeitamente para mim? Um simples e eficiente isqueiro BIC, desses que compramos em qualquer mercadinho. Eles retém o combustível por um enorme período de tempo e por serem baratos eu não preciso ficar me preocupando em mantê-lo em um lugar onde eu não os perda (especialmente em acampamentos).

Independente de modelos e escolhas, ter um isqueiro na sua mochila ou bolso é sempre importante.

3) Uma lanterna

Seja no escritório ou em uma fazenda, ter um meio de luz rápido e potente é imperativo para sua sobrevivência. No escuro estamos completamente vulneráveis, então carregar uma lanterna com você é uma maneira simples e eficiente de lhe deixar mais seguro.

Contudo, aqui entramos em outra área complicada. Com diferentes marcas e potências, escolher uma lanterna pode ser um grande desafio! Para não entrar em debates técnicos, vou explicar o que tem funcionado para mim e a partir daí você formula suas ideias. Aqui vão os critérios que uso para a escolha de lanternas:

  • Tamanho: Como vou carregá-la todos os dias na mochila ou bolso, quero algo pequeno e que não incomode;
  • Potência: Muitos são obsessivos em ter a lanterna mais potente do mercado, mas o que você realmente precisa é algo que lhe garanta visibilidade por pelo menos 5 metros na completa escuridão. Quanto maior a potência, maior o preço e maiores as baterias. Atenha-se à palavra funcionalidade;
  • Tipo de bateria: Se você não tem o hábito de recarregar suas baterias com frequência, procure por modelos que usem pilhas AA ou até mesmo AAA. Em caso de necessidade será mais fácil encontrar uma maneira de recarregá-la. Eu me acostumei com as baterias mais potentes pois comprei algumas reservas e as tenho sempre carregadas;
  • Resistência: Cuidado com as lanternas genéricas. Apesar de bonitas e parecerem resistentes, muitas precisam de apenas uma queda para nunca mais ligarem – experiência pessoal. Gaste um pouco mais e fuja dessas armadilhas.

Ganhei como presente de natal a lanterna Attack Q5, da Tactical. Já passou por vários maus bocados comigo, caiu no chão diversas vezes, ficou semanas sem ser recarregada e ainda assim está 100% funcional. Depois de perder mais de 4 lanternas por insistir em comprar as genéricas chinesas, estou me sentindo como um ganhador de loteria.

Untitled-1.jpg

Clique na imagem para conferir as especificações do produto

Não há nada mais desesperador do que estar na completa escuridão, desorientado e sem saber o que está acontecendo à sua volta. Carregar uma lanterna contigo pode salvar sua vida.

4) Uma caneta

Em diversas situações cotidianas uma caneta sempre acaba sendo útil para anotar pequenos lembretes, tarefas ou idéias. Apesar de hoje muitos terceirizarem isso para os aplicativos de celular, a vantagem da caneta é que ela nunca ficará sem bateria.

Em situações de sobrevivência elas podem ser utilizadas para deixar notas para o resgate indicando a direção para onde você foi ou até mesmo para desenhar um croqui (rascunho de mapa) da região onde você está.

Mas é claro, certifique-se de que sua caneta funciona! Eu particularmente prefiro as canetas tinteiras, mesmo sendo mais difíceis de usar para escrever sem borrar o papel. Outros, mais extremos, optam por canetas como as Fisher 400b, que escrevem em temperaturas extremas e até mesmo em gravidade zero.

5) Um bloco de notas

Não adianta muito você ter uma caneta mas não ter onde escrever. Eu sou um grande fã de blocos de notas e carrego sempre um comigo na minha mochila. Descobri que são muito úteis quando estou em campo e aprendendo técnicas diferentes ou apenas treinando rastreamento de animais.

Vale lembrar que é importante ter alguma espécie de capa para seu bloco não ficar molhado. Caso não tenha paciência para isso, pode comprar um bloco de notas à prova d’água como o Rite-in-Rain.

6) Um celular

Achou que eu não ia colocar isso aqui? Temos de ser realistas. Hoje grande parte de nossas atividades dependem do celular e precisamos adotar a tecnologia em nossas preparações para não ficarmos sempre taxados como os “antiquados” ou “primitivistas extremos”.

Eu pessoalmente tenho um Moto G. É simples, porém realiza todas as tarefas de comunicação e postagens que preciso para manter minha empresa e até mesmo este portal rodando. Além disso, você pode encontrar diversos aplicativos diferentes para aumentar a eficiência de suas atividades e monitorar seus exercícios físicos. Fiz um vídeo sobre isso, fique à vontade para conferir:

Caso o seu maior temor seja a baixa duração da bateria, saiba que você também pode recarregar seu celular das formas mais diferentes possíveis, o Diego fez um belo vídeo mostrando as técnicas:

De qualquer forma, ter um celular contigo pode salvar sua vida em desastres de pequeno porte, como acidentes de carro. Sim, celulares não vão funcionar em emergências maiores, mas eles são a melhor opção quando estão funcionando.

E se você estiver pensando agora “Mas e se um pulso eletromagnético nos atingir?” ou “Eu não quero o governo me seguindo”…. Me desculpe, mas as chances são de que se um pulso nos atingir seu celular será a menor das preocupações e provavelmente o governo não está nem aí para você. Mais vale correr “esses riscos” do que sofrer um acidente de carro na auto estrada e morrer por não ter como chamar por socorro.

7) Lista de informações e documentos importantes

Já que não podemos confiar cegamente nos nossos celulares (podem quebrar, descarregar ou serem roubados), é importante ter outro recurso.

O que eu sugiro é que você possua uma lista (em papel, laminado) com os telefones e nomes das pessoas de importância que você precisa contactar em uma situação de emergência. Caso você sofra um acidente, o resgate também pode usar esta lista para avisar seus parentes de maneira mais ágil, evitando desencontros e desespero.

Além disso é válido tirar cópias de seus documentos pessoais e autenticá-los em cartório, assim você pode manter os originais em casa. Se caso for roubado ou perder sua carteira, você não ficará desesperado tendo que pegar filas e filas para tirar a segunda via de cada documento perdido.

Conclusão

Carregar estes itens não te transformará em invencível, mas pode lhe dar mais recursos em uma situação de apuros. Acredito que quem já se encontrou em um cenário de emergência sabe o quão valoroso é poder ter opções e ferramentas adicionais para lidar com a situação à frente.

Recentemente traduzimos um belo texto do blog SHTF School onde há uma explicação detalhada da visão estratégica que você precisa ter ao montar um Kit de porte diário – vai lhe ajudar bastante.

O que você carrega no dia a dia? Concorda com as sugestões dadas neste texto? Adoraria saber sua opinião nos comentários.

Texto inspirado na postagem do blog Graywolf Survival.

 

Anúncios

23 Comentários

  • muito legal, concordo com os colegas com água e algum alimento, até o momento não carrego faca por não saber utilizar. Tenho uma dúvida: canivete (tipo victorino) pode ser afiado?

  • Essa questão dos itens caros realmente pesam um pouco na hora do uso… no meu caso eu tenho um multitool da Leatherman e por ter custado um valor relativamente alto eu tenho dó de utilizá-lo haha então se você é assim como eu, é melhor comprar itens bons mas não muito caros para não acontecer isso =P

  • Meu EDC é simples. Uso há 27 anos. Um rt85, um canivete vitorinox simples, uma lanterna AA, isqueiro simples, caneta bic e um bloco de notas.

  • Essa história de faca com lâmina menor que 10 cm : NÃO existe nenhuma lei que proíba isso. Pelo menos por enquanto. Acho que passar essa informação, acaba criando um mito que será espalhado sem fundamento jurídico…

    Quanto ao artigo é muito bom. Parabéns…

    • Na realidade há, sim. No Rio de Janeiro é lei estadual que proibe o porte de lâminas maiores que 10 cm.

      • Não bem assim. Existe um lei inconstitucional que impõe uma multa e não tipificação penal ( nem pode. Só a União pode estabelecer isso). E se houver uma justificativa tudo bem…

  • “Ponto importante: Se você vive em região urbana, deverá optar por facas com lâminas menores que 10 centímetros, assim não terá problemas com a polícia. Lâminas maiores podem ser categorizadas como armas brancas.”

    É por isso que só carrego canivetes com 9,999999999 cm de lâmina.

    Embora qualquer lâmina com 2,75 polegadas me seja suficiente, não abro mão de canivetes grandes.

  • Murilo Almeida

    1) Uma boa faca… Na verdade seriam 02 laminas tipo um canivete tático (1º) e um mult-tool (2º)…
    2) Um isqueiro… Do tipo maçarico pois como não sou fumante o Zippo tende a secar sem que você perceba…
    3) Uma lanterna… Pequena e compacta…
    4) Uma caneta… Embora uma caneta tática seja a escolha pra grande maioria, eu penso que uma caneta esferográfica comum (Compactor 0.7 ou Fabercastell trilux ) ou mesmo uma caneta de corpo metálico (Crown ou Parker) possa ser de grande valia…
    5) Um bloco de notas… Em vez dos tradicionais, sugiro um blocos de nota auto-adesivo (Post-it é o mais conhecido)…
    6) Um celular…
    7) Lista de informações e documentos importantes… Em um mini pendrive… Mas não tardará o dia em que andaremos com chips de RFID implantados sob a pele…

  • Julio, onde e qual arte marcial se treina combate com Karambit?
    Obrigado e parabéns pelo excelente trabalho.

    • Kali Silat… no RJ conheço um grupo excelente pra isso.

  • Que tal band-aid, barrinhas de cereal e um minifiltro sawyer? Não ocupam muito espaço e podem ser muito úteis (até salvar a vida de quem os possuir)

    Pelo menos um alimento tem que levar consigo todo dia.

  • Òtimo texto, é bem próximo do kit que carrego comigo todos os dias, faço um trajeto de uma cidade á outra para trabalhar e não saio de casa sem o kit. Mas no meu EDC carrego também uma garrafinha dessas “dobrável” para uma necessidade maior. Só que na maioria das vezes erro um pouco no excesso, levo coisas a mais do que preciso, mas isso é por que gosto de andar com meus “brinquedos”, faz parte de mim.

  • Bom o texto!

    Ter ferramentas e itens ão é tudo porem poder contar com estes em adversidades, mesmo as pequenas do dia-à-dia é uma mão na roda!

    Só faltou salientar uma coisa, o EDC é algo muito pessoal e a configuração do mesmo vai depender de como é o dia-à-dia do portador, tipo de tarefas e trabalhos que ele realiza durante o seu dia, ambiente no qual ele está inserido e tudo o mais referente ao portador, as vezes aquilo que serve para a realidade de um não serve para a realidade do outro. Já ví gente colocando equipamentos de pesca em EDC sendo que o cara mora em área urbana, não tem rios piscoso na área dele e ele nunca pescou… Colocar itens no EDC sem estudar bem antes o cotidiano do usuário é mancada, sobrecarrega e não é prático.

  • Thunderhorse

    Meu EDC,além das ferramentas gerais, também contém uma calça e camisa extra, First Aid Kit, alguma comida rápida e 1L de água.

    • Concordo contigo, Thunderhorse! Sempre carrego uma garrafa de 500ml de água e um tanto de frutas secas ou chocolate. Já fiquei 12h presa numa enchente à noite, com todo o comércio fechado, e o que me salvou do estresse foi a água, e no fim do drama, as frutas secas, pq qdo relaxei tava faminta.

  • Um canivete multifunção realmente é sempre útil. Mas não serve como arma de defesa (abri a lâmina com rapidez não dá).

  • Valeu, Julio. Eu carrego bem mais coisas que apenas 7 itens. Se puder, dê uma olhada no vídeo onde mostro meu EDC (1ª versão) e deixe também sua opinião, se possível: http://sobrevivencia.blog.br/edc-que-transporto-na-mochila-primeira-versao/

  • É bom andar com um doce também.
    Muito útil em casos de depleção energética ou hipoglicemia .

  • Muito interessante!
    O que vc levaria à bordo de um avião?

    • Murilo Almeida

      Na bagagem de mão você tem que respeitar o tamanho (55cm x 40cm x 20 cm) e o peso (10kg), excetuando-se pessoas com bebês, a maioria das companhias aéreas só permitem 01 único volume de bagagem de mão por pessoa… Bem, agora vamos aos itens que são proibidos em voo, segundo Anac:

      01) armas de fogo de qualquer tipo, tais como pistolas, revólveres, carabinas, espingardas;
      02) armas de brinquedo, réplicas ou imitações de armas de fogo que podem ser confundidas com armas verdadeiras;
      03) componentes de armas de fogo, excluindo miras telescópicas;
      04) armas de pressão por ação de ar e gás comprimido ou por ação de mola, tais como armas de paintball, airsoft, pistolas e espingardas de tiro a chumbo ou outros materiais;
      05) pistolas de sinalização e pistolas de partida esportiva;
      06) bestas, arcos e flechas;
      07) armas de caça submarina, tais como arpões e lanças;
      08) fundas e estilingues;
      09) dispositivos de choque elétrico, tais como armas de choque elétrico e bastões de choque elétrico;
      10) dispositivos para atordoar e abater animais; e
      11) químicos, gases e aerossóis neutralizantes ou incapacitantes, tais como spray de pimenta, gás lacrimogêneo, sprays de ácidos e aerossóis repelentes de animais;
      12) objetos concebidos para cortar, tais como machados, machadinhas e cutelos;
      13) estiletes, navalhas e lâminas de barbear, excluindo aparelho de barbear em cartucho;
      14) facas e canivetes com lâminas de comprimento superior a 6 cm;
      15) tesouras com lâminas de comprimento superior a 6 cm medidos a partir do eixo;
      16) equipamentos de artes marciais pontiagudos ou cortantes;
      17) espadas e sabres;
      18) instrumentos multifuncionais com lâminas de comprimento superior a 6 cm, leia-se cortador de unha multifuncional;
      19) piolets e picadores de gelo;
      20) martelos e marretas;
      21) pés-de-cabra e alavancas similares;
      22) furadeiras e brocas, incluindo furadeiras elétricas portáteis sem fios;
      23) ferramentas com lâmina ou haste de comprimento superior a 6 cm que podem ser utilizadas como arma, tais como chaves de fendas e cinzéis;
      24) serras, incluindo serras elétricas portáteis sem fios;
      25) maçaricos;
      26) pistolas de cavilhas, pistolas de pregos e pistolas industriais;
      27) tacos de beisebol, pólo, golfe, hockey, sinuca e bilhar;
      28) cassetetes, porretes e bastões retráteis;
      29) equipamentos de artes marciais contundentes;
      30) soco-inglês;
      31) munições;
      32) espoletas e fusíveis;
      33) detonadores e estopins;
      34) réplicas ou imitações de dispositivos explosivos;
      35) minas, granadas e outros explosivos militares;
      36) fogos de artifício e outros artigos pirotécnicos;
      37) botijões ou cartuchos geradores de fumaça;
      38) dinamite, pólvora e explosivos plásticos;
      39) substâncias sujeitas a combustão espontânea;
      40) sólidos inflamáveis, considerados aqueles facilmente combustíveis e aqueles que, por atrito, podem causar fogo ou contribuir para ele, tais como pós metálicos e pós de ligas metálicas;
      41) líquidos inflamáveis, tais como gasolina, etanol, metanol, óleo diesel e fluido de isqueiro;
      42) aerossóis e atomizadores, exceto os de uso médico ou de asseio pessoal, sem que exceda a quantidade de quatro frascos por pessoa e que o conteúdo, em cada frasco, seja inferior a 300 ml ou 300 g;
      43) gases inflamáveis, tais como metano, butano, propano e GLP;
      44) substâncias que, em contato com a água, emitem gases inflamáveis;
      45) cilindros de gás comprimido, inflamável ou não, tais como cilindros de oxigênio e extintores de incêndio;
      46) isqueiros do tipo maçarico, independente do tamanho;
      47) substâncias venenosas (tóxicas) e infecciosas, tais como arsênio, cianetos, inseticidas e desfolhantes;
      48) materiais infecciosos, ou biologicamente perigosos, tais como amostras de sangue infectado, bactérias ou vírus;
      49) materiais radioativos (isótopos medicinais e comerciais);
      50) substâncias corrosivas, tais como ácidos e alcalóides;
      51) cloro para piscinas e banheiras;
      52) alvejantes líquidos;
      53) baterias com líquidos corrosivos derramáveis;
      54) mercúrio, exceto em pequena quantidade presentes no interior de instrumentos de medição térmica (termômetro);
      55) substâncias oxidantes, tais como pó de cal, descorante químico e peróxidos;
      56)) dispositivos de alarme (excluindo dispositivo de relógio de pulso e de equipamentos eletrônicos permitidos a bordo);
      51) materiais que possam interferir nos equipamentos das aeronaves e que não estejam relacionados entre os dispositivos eletrônicos permitidos, tais como telefone celular, laptop, palmtop, jogos eletrônicos, pager, que são de uso controlado a bordo de aeronaves;

      São itens tolerados(*) em voo, segundo Anac:
      1) saca-rolhas;
      2) canetas, lápis e lapiseiras, com comprimento inferior a 15 cm;
      3) isqueiros com gás ou fluido com comprimento inferior a 8 cm, na quantidade máxima de um por pessoa;
      4) fósforos, em embalagem com capacidade não superior a 40 palitos, na quantidade máxima de uma caixa por pessoa;
      5) bengalas;
      6) raquetes de tênis;
      7) guarda chuvas; e
      8) martelo pequeno para uso em exames médicos;

      (*) Os itens tolerados podem ser proibidos no caso de elevação do nível de ameaça da segurança da aviação civil…

      • Murilo Almeida

        Resumindo, NÃO ADIANTA COMPRAR BRIGA PERDIDA, despache tudo que você poder na bagagem de porão (registrada, despachada) … Você encontrará uma lista resumida no site http://www.edestinos.com.br/dicas-de-viagem/passagens-aereas/bagagem/o-que-e-proibido-e-permitido-ser-levado-na-mala-numa-viagem-de-aviao

  • eulerbrandao1969

    Desculpe faltou completar 2 saches de hidraplex

  • eulerbrandao1969

    Execelente dica, no meu edc diario acrecentei 2 saches e 2 saches de cappuccino caso de algum problema e eu precise de uma bebida quente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s