Sobrevivência Urbana – Defesa Pessoal: Sprays, aparelhos de choque e lâminas

As autoridades e “entendidos” do assunto sempre pregam que não devemos reagir a assaltos e eventos correlatos. Mas algumas vezes dependendo da situação a reação pode ser válida, e, para isso, é bom contar com elementos que nos dêem alguma vantagem diante do agressor.

Vou focar apenas nos três elementos do título e sobre o meu ponto de vista vou eleger o que eu acho mais interessante para defesa pessoal, pensando principalmente em pessoas com a constituição física mais frágil, mulheres e adolescentes que são geralmente as principais escolhas dos assaltantes.

Eu sempre digo que o melhor modo de se defender é não ser pego. Para isso é interessante evitar andar sozinho, não passar por lugares escuros ou sem movimentação e estar sempre atento ao seu redor. A prevenção é sempre mais interessante que a reação. A minha principal premissa é: Procure ficar longe de perigos ou sempre se afaste de locais ou eventos potencialmente perigosos.

Antes de entrar no assunto é interessante que saibam que: a Constituição Federal, fonte de todos direitos no país, no seu artigo 5º inciso II diz: “ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei”. É o chamado princípio da legalidade, e significa que, para o cidadão, tudo que não for proibido é automaticamente permitido.

Então temos a pergunta: Existem leis tratando de lâminas,  spray de pimenta ou aparelhos de choque?

Sim, existem. o Decreto-lei no 24.602/34, regulado pelo Decreto 3.665/00, falam sobre itens controlados pelo Exército, que pelo seu poder de destruição ou outra propriedade, deve ter seu uso restrito para garantir a segurança social e militar. Os produtos controlados estão no R-105, um regulamento que o decreto acima nos traz. Então agora ficou fácil de entender: Está na lista? Então não se pode comprar, vender, portar…. Não consta na lista? A fabricação, comercialização e uso é livre.

Com essa informação para nos respaldar, sigamos em frente agora tentando eleger o item mais interessante para a defesa pessoal. Se não for possível evitar um confronto com um agressor, qual a melhor opção?

Aparelhos de choque

O taser é aquela arma de choque que dispara os eletrodos à distância. Essa você não pode ter, são restritas. Entretanto as de choque manual, as quais temos que encostar no agressor não são previstas na portaria, assim seu porte e posse é livre, independentemente da voltagem ou amperagem.

E é uma boa para defesa pessoal? Eu diria que é interessante, mas existem alguns detalhes que não gosto nelas, e por isso não considero uma boa para a categoria de pessoas definidas no primeiro parágrafo.

O fato de ter que estar muito próximo ao agressor e mesmo que você dê um choque bem dado no meliante em poucos segundos ele vai estar muito nervoso e totalmente capaz de lhe perseguir são os pontos negativos principais.

Lâminas

Você só não pode portar espadas e espadins, daquelas que são usadas pelos oficiais. Quanto as outras, desde que não fique ostentando, não existe problema nenhum em portar lâminas, seja faca ou canivete.

Mas é uma boa na defesa pessoal? Eu penso que no caso do grupo de pessoas do foco desse post, penso que para defesa não!

Os motivos são parecidos com os aparelhos de choque. A proximidade exigida para o uso não é interessante e muitas vezes você pode acertar o agressor, mas simplesmente ele vai continuar vindo pra cima de você a não ser que você dê um golpe certeiro e acredite… Isso não é fácil. Além disso é grande o risco do agressor tomar de você a lâmina e virar o jogo.

Tenha em mente que a vida real não é um filme. Brigar com o agressor – seja da forma que for – não é uma boa idéia, se puder evitar qualquer contato, evite.

Se estiver procurando boas lâminas para comprar, conheça a nossa sessão de Cutelaria da Via de Fuga clicando aqui.

Spray de pimenta

O spray de pimenta é previsto na lista comentada acima, então você não pode portar, mas existe um detalhe: A lista fala particularmente do spray de pimenta que é baseado em capsaicina, substância encontrada na semente da pimenta, mas… Há hoje no mercado os “Jatos de Fluído Imobilizante” ou “Sprays de Gengibre”, que são novos, têm o mesmo efeito do spray de pimenta e dependendo do ponto de vista são até melhores. Como ainda não são previstos pelo decreto já que não têm capsaicina em sua composição, sua compra e uso é livre.

Agora sim! Esse aqui eu acho interessante. O spray de gengibre pode ser usado a distância e vai impedir o agressor de abrir os olhos por longos minutos, dando tempo suficiente para você se deslocar a um local seguro. Olhando pelo lado do uso a distancia e do bom tempo que o agressor ficará incapacitado, penso que é a melhor opção de defesa pessoal.

Além de se defender contra bandidos, o spray por ser não letal também é interessante para o uso em outras situações de risco a sua integridade física por exemplo: A alguns meses na minha cidade um senhor idoso freou bruscamente o seu carro para não atropelar uma criança e um outro condutor que vinha muito próximo e bateu na sua traseira, sem nem sequer conversar, pegou um facão que estava em seu veículo e partiu para a agressão ao senhor do carro da frente, que ficou com cortes profundos e perdeu 2 dedos. A situação só não foi pior porque algumas pessoas vendo a cena conseguiram conter o agressor.

Nesse caso se o senhor que foi agredido tivesse consigo um spray ele poderia usar e evitar essa agressão.  O gengibre, ao entrar em contato com as mucosas faciais tem uma capacidade altamente irritante, o que pode levar a pessoa atingida a perder o senso de direção e não conseguir se mover tão facilmente devido à sensação de ardor, ele atua forçando o fechamento involuntário dos olhos pelo grande desconforto causado. Com isso, uma eventual vítima de ataque poderá fugir ou buscar alguma espécie de ajuda. Para quem anda muito a pé ele também pode ser eficiente contra cães.

Resumindo, lembrem-se sempre que reagir só em último caso e com muita sabedoria. O melhor mesmo é tentar se prevenir, evitando os riscos. Mas se fosse para escolher um método de defesa eu escolheria o spray de gengibre, já que seu uso pode ser feito a distância e é eficiente ao incapacitar o agressor por tempo suficiente para procurar segurança.

ATUALIZAÇÃO IMPORTANTE(12/12/15)

Fizemos dois testes práticos com o Spray de Gengibre da marca ANL, que é permitida para porte civil. Veja os dois testes e tire suas conclusões:

Anúncios

74 Comentários

  • Defesa Nacional

    A melhor defesa pessoal é matar o bandido as escondidas.Mata e some com o corpo…acabou..
    chore aqui:

  • Alguém pode indicar loja física Onde encontro spray de pimenta no Rio de janeiro???

  • O que os senhores acham de tonfas e bastões? Sei que é legal portar, mas existe algo que diz sobre não deixar à mostra? Tipo na cintura ou algo assim?

  • Galera,
    Eu certa vez estava indo para o trabalho no centro do Rio de Janeiro, próximo a Praça Tiradentes. Eram 5:30 da manhã e a rua estava praticamente deserta… tinha um ponto de taxi a uns 200 metros e mais ou menos a uns 300 metros estava o hotel que era o ponto de encontro do pessoal, onde pegávamos o ônibus que nos leva para o aeroporto.
    Sempre andei muito atento na rua, principalmente em local deserto e dependendo da hora. Neste dia não foi diferente! Enquanto andava nesta rua, já praticamente no final do meu percurso como disse acima, olhei de relance para trás e percebi dois meliantes a mais ou menos uns 50 metros de distância. Apertei o passo e fiquei observando… quando percebi que os mesmos apertaram o passo também, corri.
    Havia uma van de transporte no final da Rua e era a primeira vez que estava indo para aquele hotel, pois nosso ponto de encontro era em outro local, no Flamengo. Estava com laptop na minha mochila e várias outras coisas de valor, já que fico 2 semanas fora de casa quando vou trabalhar. Voltando a tentativa de assalto, então observei que havia esta van, corri até ela, pois pensei rápido qual seria o melhor acesso para mim, uma vez que ainda não conhecia a entrada do hotel e não tinha certeza se encontraria ou não dificuldade em acessar… e chegando na van, invadi e entrei, fechei a porta e observei os meliantes, que passaram por mim e ainda gritaram “qual é?!”… não esperei e tomei minha atitude… só me faltou um oitão que fosse para mandar mais 2 para o inferno, mas infelizmente no nosso país só quem pode ter arma são os bandidos, policiais e algumas categorias amigas do Rei.
    Sempre ando atento, observo o meu redor e evito situações que me deixe vulnerável. Até quando paro em local público, sempre fico de frente pra rua… minha mulher me chama de neurótico, mas me acho apenas prevenido, principalmente quando se trata de Rio de Janeiro!

  • Bom dia, já experimentaram o spray de menta da POLY DEFENSOR, que é mais eficaz que o spray de gengibre? Produto 100 % legalizado pelo Exército Brasileiro, Policia Civil e Anvisa.

  • vocês do canal poderiam exibir um vídeo como foi feito com o spray de gengibre,sobre a eficiência ou não da arma elétrica,ou lanterna elétrica!

  • Maria Raquel

    A melhor coisa é você ter o direito de se defender ! Tenho uma arma de choque , um bastão retrátil (que não saio com ele kk) um spray e uma karambit! Pratiuco defesa pessoal, estou preparada e sempre alerta

  • olá, pratico com facas a muitos anos e em uma situação de agressão na qual houve uma tentativa de atentado contra a minha vida em um assalto não pensei duas vezes e reagi utilizando minha faca que esta sempre comigo, o assaltante que não esperava uma reação fugiu e ganhou uma bela cicatriz no rosto(imagino que tenha ficado uma cicatriz). Hoje reagindo ou nao existe a possibilidade de te matarem principalmente se for um assaltante menor de idade. Julgado por 7 nunca carregado por 6 esse é o lema que tenho.

  • Ola eu fui assaltada e reagi a um assalto estavam desarmados mas mesmo assim estão de olho em mim
    Eu prezo muito pela minha segurança não tenho medo de bandidos nem de ladrão para mim existem duas possibilidades ou morre ou vai preso mas se for preso hoje soltam amanhã por isso prefiro ver a morte desses vagabundos
    É por isso vi esse vídeo estou precisando de um objeto em que eu possa me defender e que seja eficiente ao ponto de eu correr para n me pegarem
    N é a toa que quero terminar meu ano letivo e servir carreira na polícia
    Ou no exército com um único propósito exterminar ladroés e assaltantes
    Meu face é mariana silva e gostaria muito de uma resposta urgente

  • Olá queria saber vocês testaram o aparelho de choque ( q imita lanterna) e também, sem querer torturar vocês, mas tem como vocês testarem o que resultaria do uso de spray imobilizante somado ao aparelho de choque? Obrigada!

    • Maria Raquel

      eu tenho, derrubou 2 vezes já

  • armas com tiro de festim sao proibidas de usar?

    • ODAIR ZUNDEL

      Sim, além de serem uma péssima ideia, simulacros são proibidos. Imagina você puxando algo que parece uma arma, se o bandido tiver uma arma verdadeira, o que pra ele é muito fácil, não vai pensar duas vezes em disparar contra você.

  • Eu já fui assaltada e me agrediram mesmo eu não tendo reagido. Por essa razão eu tenho medo até de respirar na rua. E eu preciso passar todos dias muito tarde da noite em um lugar super escuro, na maioria das vezes sozinha, com presença constante de moradores de rua. Casos de assaltos e agressões são mais do que comuns nesse lugar. Eu simplesmente não tenho outra opção a não ser passar por lá, porque todos os outros lugares são da mesma forma. Sempre ando olhando pros lados, mas a área possui muitas árvores, com péssima iluminação e é impossível saber quando tem alguém te vigiando. Me sentiria mais segura portando um spray de pimenta, mas eu tenho uma dúvida, como eu deveria me portar pra ter acesso ao spray na bolsa/mochila sem piorar a situação?

    • Po Sabrina que situação perigosa. Bom seria se você mude o seu caminho não sei se é possível. Pois é muito fácil para o atacante observar sua rotina caso sempre passe no mesmo caminho e no mesmo horário todos os dias. O spray se voce ver um video que o Julio postou no youtube ele dificulta a ação do atacante mais em todo momento ele estava operacional para tentar atacar. Você pratica também alguma arte marcial para defesa pessoa? Talvez um bastão retratil ou canivete poderiam lhe ajudar. Mais tambem precisaria saber manuseá-los porque se não é uma nova arma para o bandido. E atenção sempre! Boa Sorte.

    • um vizinha minha usa uma técnica que acredito dar certo, ela passa falando no celular, com se fosse a mãe, ou algum conhecido, a lógica é, se atacarem ela, ela está em comunicação com alguém e vai pedir ajuda, acredito que isso possa desencorajar alguns.

  • Ola pessoal. Minha opinião é que como dito todos os 3 você tem que estar muito perto do agressor e ele já estará pilhado pela adrenalina para realizar a ação e nós também estaremos nervosos pois estaremos sendo pego de surpresa. Acho um risco muito grande apostar nossas vidas nesses itens. De qualquer forma se ainda fosse para ficar com um desses ficaria com um bom e velho estilete próprio para defesa e usar em ultimo caso. Outra situação não adianta ter e também não saber usar. Como alguns já aconselharam também acho o Kravmaga uma ótima arte marcial para pratica de exercício físico e para aprender uma defesa pessoal.

    • Olá Geronimo, sua ponderação é valida… obrigado por comentar.

    • Geronimo só uma observação, krav maga não arte marcial e sim defesa pessoal.

  • Youseph Makaby

    “…Se você não tem capacidade para a violência, então você é um saudável e produtivo cidadão, uma OVELHA. Se você tem capacidade para a violência e não tem empatia por seus concidadãos, então você é um sociopata agressivo, um LOBO. Mas e se você tem capacidade para a violência e um amor profundo por seus conterrâneos? O que você tem então? Um CÃO PASTOR um GUERREIRO, alguém que anda no caminho do herói. Alguém que pode entrar no coração da escuridão, dentro da fobia humana universal e sair de novo…” Alguém escreveu isso… o Soldado do Silêncio…
    SELVA!!!

  • Uma dica por mais atentos que estejamos sempre ha aquele minuto de bobeira uma leve destrasao e ja foi voce e mais um assaltado eu utilizo tres linhas de defeza a primeira e a atensao no ambiente a segunda e a carteira falsa uma carteira com algumas notas feitas de jornal tingico com corante vai destrair o ladrao por algums segundos no caso de batedores de carteira eo terceiro um estilingue e algumas esferas de rolamento no lugar certo incapasitam qualquer um e vc nao presisa chegar muito perto a crta distancia 5 ou 6 metros e mais que o suficiente para quebrar um cranio , vale lembrar que as forsas espesiais rusas o utilizam

  • Hassebrawbier

    http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/SEGURANCA/495156-DESENVOLVIMENTO-ECONOMICO-LIBERA-VENDA-DE-SPRAY-DE-PIMENTA-PARA-DEFESA-PESSOAL.html

  • Yago Rabello

    Desculpe porém eu mesmo assim queria confirmar, no Rio de Janeiro, atualmente, existe alguma lei que proíbe o uso de arma branca (com exceção dos espadins e semelhantes claro), se existe, quais suas proibições, referentes a tamanho de lâmina por exemplo?

  • Pingback: Defesa Pessoal Feminina | Aventura Blog

  • é importante estar preparado para reagir não em caso de assalto,mas em caso de tentativa de assassinato ou agressão,em caso de assalto basta carregar uma carteira falsa com pouco ou nenhum dinheiro e entregar para o criminoso e sair o mais rápido possível para evitar q ele possa pedir por mais coisas,um amigo meu já foi assaltado e deixou de perder o notebook simplesmente pq disse aos bandidos q só tinhas cadernos na mochila.

    • Muitos meliantes, principalmente os nóias, preferem atirar primeiro e perguntar depois. Mais seguro pra eles. Viu a última do casal de bicicleta? Mulher morreu baleada e marido com tiro no braço por causa de uma bike. Sempre fui a favor da democratização do porte de arma no Brasil. Por que só bandido pode ter arma? Cidadão nem tem chance de se defender.

    • Diogo bem lembrado. também acho que só deve se reagir quando se sabe que o agressor ira contra sua vida sem nenhuma outra chance de escapar.

  • Acabei de ser refém de assaltantes e eles estavam com máscara de palhaço, nesse caso resolveria? Ou outro tipo de máscara?

    • se os olhos estavam expostos sim se não um spray de cola por cima das lentes bloquearia a visão.

  • Eloir Anacleto de Souza

    Boa tarde,
    O forte do eremita ainda esta no ar?

    • Olá Eloir,

      Estamos esperando informações dele ainda, ele sumiu da rede.

      Abraços.

  • Sobrevivente

    Sou policial e tenho a possibilidade de andar armado. Ainda assim digo que as tríade da sobrevivência urbana é:
    – ATENÇÃO
    – MOBILIDADE
    – FALTA DE VERGONHA
    Se você estiver atento, sempre observando as pessoas, refletindo sobre os caminhos que você percorre, você não será surpreendido. Se você for surpreendido, não importa se está armado ou se é um especialista em artes marciais, provavelmente você vai se dar mal.
    Se você está atento e nota algo estranho no ar entra em jogo a mobilidade. Mude o sentido, atravesse a rua, corra, movimente-se de forma inesperada e para longe de onde vem o perigo com antecedência e velocidade. Isso é usado mesmo para quem está armado. Afinal você pode está notando uma fonte de perigo e não notar o outro, os outros, que estão dando cobertura e te darão um tiro pelas costas quando você reagir. Portanto, mova-se rápido para longe do perigo.
    A falta de vergonha é essencial. Todas pessoas que conheço que foram assaltadas notaram o perigo, mas não se movimentaram imediatamente. Tiveram vergonha de simplesmente começar a correr pela rua em sentido contrário. Conheço um cara que viu um sujeito estranho numa rua vazia e então atravessou a rua, e o cara estranho atravessou a rua também! E o que o cara fez? Continuou! E claro, foi assaltado. Teve vergonha de simplesmente se virar no sentido contrário e correr e tomar outro caminho. Conheço policiais que tem vergonha de sacar a arma. Eu não espero ser surpreendido. Constantemente saco minha arma e deixo meu distintivo a mostra. Se um meliante vem pela rua a uma quadra de distância, quando ele nota o saque e vê o brilho do distintivo ele muda o caminho…

    • Gente louca que fica sacando arma quando vê um “meliante” a uma quadra de distância! kkkkkkkkk kkkkkkkkkk. É esta a polícia que nos protege?

      • Alfredo Magessi Silva

        Sim! É desse tipo de Policial que precisamos. Nao sew intimida, é inteligente e vhábil, e saca primeiro. Parabens!!

      • E qual tipo de policial vc prefere claudio? O que não saca a arma e tenta enfrentar o bandido na porrada? Ou o que deixa ser assaltado, perde a arma e ainda leva um tiro?

        Policiais são treinados para reconhecer meliantes à distância, mas não tem bola de cristal e hoje em dia, tem muito meliante que anda até de terno. Se não acredita, vem dar uma voltinha na Faria Lima portanto uma mochila em pleno meio dia pra tu ver quantos metros tu anda, antes de ser abordado por um bandido fdp de terno. Acredite, esta bandidagem hoje em dia tá muito cara de pau… tem que levar bala mesmo para aprenderem o lugar deles!!!

      • Este é o tipo de comentário que se espera de um idiota…

    • O Claudio prefere morrer por bala perdida, pelos meliantes gente louca que tambem estao nas ruas.

  • Anderson Moscoso

    Galera equipamentos são interessantes, mas por mais que você seja treinado e equipado muito cuidado ao reagir, pois a maior parte dos bandidos não trabalham sozinhos, e muitas vezes o marginal armado não é o que anuncia o assalto, além de que no momento de tensão você acaba não pensando direito, acredito que o melhor é buscar cursos na área de defesa pessoal, além é claro de praticar artes-marciais, sou praticante de jiu-jitsu a alguns anos, mas sou só um aprendiz estou longe de ser um veterano e o que eu aprendi é que o condicionamento mental é importantíssimo, qualquer praticante de artes-marciais sabe que em campeonato a tensão é outra, em situação de conflito real o estresse também é alto, algo que pode alterar seu juízo de valor levando-o a cometer erros que podem ser fatais, então recomendo a todos buscar treinamento tanto físico quanto psicológico, toda arte-marcial ensina você a se defender, mas na minha humilde opinião o Krav-magá, Hapikido, e Aikido são as que eu achei mais focadas e mais próximas de situações reais, contudo também acredito muito na eficiência do Jiu-jitsu e das demais artes-marciais,um mestre me ensinou que ” não existe arte-marcial melhor do que outra e sim atleta mais preparado que outro”, e sinceramente muito cuidado quem pensa que pode reagir a assaltos com canivetes acho muito perigoso um combate a curta distância com um agressor que pode estar sobre efeito de drogas, armado e sem nada a perder. Acho o bastão retrátil muito interessante, contudo se eu não me engano existem leis que proíbem o livre porte desse tipo de acessório, mas não tenho certeza, o spray é algo que eu acho bem interessante mesmo, no entanto lembre-se geralmente o bandido tem um colega para dar cobertura, o melhor nesse quesito é como em todos momentos do sobrevivencialismo, você deve aprender técnicas e condicionar seu corpo e sua mente para utilizar essas técnicas, e assim adquirir equipamentos que lhe auxiliem nas mais diversas funções. Gostaria até de deixar uma dica para os excelentes escritores desse blog, para fazerem uma postagem sobre artes-marciais no sobrevivencialismo, acho que seria algo bem válido. E meus parabéns aos escritores e ao público por criarem uma comunidade tão enriquecedora quanto essa.

    • Olá Anderson, então cara, eu também sou fã e praticante das artes marciais, mas o problema é que bandido normalmente não ataca sozinho. Um vem te abordar e os comparsas ficam na espreita.

      É comum, por exemplo, um ficar esperando de moto próximo do local, escondido e só de butuca e o outro te aborda, você nem percebe que tem alguém junto com o cara.

      Dai você imobiliza o cara e quando menos espera aparece alguém pelas costas e este não vai nem pensar duas vezes antes de atirar em você.

      Acho que o maior risco de reagir, para quem é treinado nas artes marciais, é ser alvejado por um segundo meliante e convenhamos, no calor ali do momento, por mais preparado que estejas, acho difícil perceber a chegada do outro fdp!!!!!

      • Tbm tô no JiuJitsu mas digo uma coisa. O Jiujitsu, como outras artes marciais, é uma luta limpa mano a mano e isso vc não vai encontrar na rua. Outra coisa: No jiujitsu geralmente vc leva o adversário para o chão. JAMAIS FAÇA ISSO NA RUA. O PEBA NÃO ESTARÁ SOZINHO E JOGARÁ SUJO. NÃO VÁ PARA O CHÃO.

  • Rafael Marques

    Vale lembrar que se o agressor estiver sobre efeito de entorpecentes vai ter muito mais resistência a qualquer um dos itens citados.

  • Amigos, eu como mulher acho melhor o spray. Acho perigoso correr, ou gritar pois qualquer reação precipitada e brusca pode trazer insegurança ao agressor e este pode atirar. Então mesmo carregando canivete sou a favor do spray.

  • Onde vende o spray de gengibre?

    • David Soares

      http://www.anlbrasil.com.br

      São os fabricantes, vendem em todos os estados.

  • Mário Cardoso

    outro dia estava fazendo essa avaliação. e também cheguei a essa conclusão. o spray é mais eficiente e usável.

  • Marcio Gamboa

    O assunto é muito interessante, complexo e polêmico, gerando discussões acaloradas e conflitantes, como não poderia deixar de ser. Aproveitando um momento um momento mais propício, gostaria de complementar meu comentário anterior com a minha visão (pesperctiva) sobre o assunto.
    Para falarmos sobre técnicas de defesa pessoal em ambiente urbano é preciso, primeiramente, separar os indivíduos em geral em três categorias distintas: 1) o cidadão comum, homem ou mulher; jovem, adulto ou idoso; que não possui qualquer conhecimento de artes marcias, técnicas de defesa pessoal e utilização de artefatos letais e não-letais (ou, como se usa modernamente, menos que letal); 2) Indíviduos com treinamento em pelo menos uma arte marcial e/ou técnica de defesa pessoal; 3) Policiais, militares e outros agentes de segurança pública ou defesa institucional.
    A partir dessa divisão podemos traçar regras que se aplicam a cada tipo de indivíduo. O cidadão comum que desconhece qualquer arte marcial ou técnica de defesa pessoal deve acatar a regra geral de nunca reagir a um assalto, mesmo que o agressor não apresenta claramente possuir alguma arma de fogo ou arma brança. Mesmo para um homem jovem nao convém esboçar reação senão acatar as ordens dos marginais. As estatítiscas estão aí para comprovar que na grande maioria das vezes as vítimas que reagem a assaltos acabam se tornando vítimas fatais. É o preço que essas preços pagam por não se preocuparem em investir na própria segurança e de seus familiares. Mas os artefatos indicados no artigo não são produzidos exatamente para esses tipos de indivíduos, os que não possuem outra forma de defesa. Não exatamente, e explico o por quê. Nos treinamentos que ministro e nos cursos que participei há uma regra de ouro: qualquer instrumento ou arma nas mãos de um indivíduo não habilitado é uma ferramenta inútil e, por vezes, perigosa. Mesmo para spray paralisante é necessário técnica, preparo, estudo e treinamento? Sim, é verdade! Imagine que no momento de estresse, ao apontar o spray para o rosto do agressor, o indivíduo, sem qualquer preparo ou técnica, mire o jato no próprio rosto? Impossível? Negativo! Indivíduos com algum treinamento cometem erros crassos em uma situação controlada, sob a supervisão de instrutores, imagine o que não acontece quando a pessoa se encontra em uma situação em que é surpreendida, em um ambiente de pouca iluminação e sob ataque de um ou mais agressores? Nesse aspecto, convém um interim específico para os preparadores e sobrevivencialistas – quem não investe em pelo menos uma arte marcial ou técnicas de defesa pessoal, não só para si como para seus familiares diretos, está no limbo, no purgatório da sobrevivência. É um erro muito grande apostar em qualquer outra coisa e deixar de lado os meios de defesa de suas preparações. Mas isso é assunto pra outra discussão.
    O segundo grupo de indivíduos são pessoas comuns, mas que têm uma formação em uma arte marcial ou técnica de defesa pessoal. Discordo do comentário do colega que diz que somente algumas artes ou técnicas de defesa pessoal são realmente eficazes no combate corpo-a-corpo. Apesar de que técnicas ou artes como o Krav-Maga estejam mais focadas na efetividade e pronta resposta contra ataques violentos, não podemos desconsiderar que um graduado em artes como Aikido, Ninjutsu, Karate, Muay-Thai, Jiu-Jitsu, dentre tantas outras artes fantásticas, não sejam por si só verdadeiras armas brancas. Eu particularmente gosto muito do Aikido. Ainda assim, mesmo um mestre em qualquer das artes e técnicas citadas não é páreo para um indivíduo com uma arma de fogo. Mesmo para essas pessoas, é preciso analisar quando e como reagir. O bandido tem a vantagem do elemento surpresa. O fator surpresa é preponderante para garantir vantagem ao agressor. Uma vez abordado de forma inexperada, as chances de uma reação exitosa reduzem-se consideravelmente, ainda para um mestre em artes marciais. A TV nos mostra uma coisa, mas a realidade é muito distinta. Na prática, o que vejo muito a ser ensinado em academias de artes marciais, é que nunca se deve enfrentar um indivíduo com uma arma de fogo, a não ser que não haja outra alternativa, a exemplo de que a vítima tenha certeza de que se não esboçar qualquer reação irá ser alvejada. Nesse caso, entre morrer lutando e morrer de forma pacífica, melhor optar por ter alguma chance de sobreviver.
    O último grupo de enfrentamento da violência é formado pelos agentes de segurança e de defesa institucional que possuem porte de arma de fogo. Essa, sem dúvida, garante ao seu possuídor vantagem na reação contra ataques violentos em meio urbano. Ainda assim, o elemento surpresa garante a vantagem inicial para os agressores, além de que, na grande maioria das vezes, esses indivíduos não estão sozinhos. Mesmo no caso de policiais e outroas agentes a questão da habilitação e do treinamento contínuos se faz presente. No Brasil os cursos de formação e aperfeiçoamento de policiais está muito aquem do necessário. Derradeiro reconhecer que em todos os estadosinúmeros policiais são postos a trabalhar nas ruas com pouco preparo para a atividade, sendo eles, muitas vezes, as vítimas mais frenquentes de mortes pela violência. Some-se á falta de preparo técnico, a pouca efetividade do armamento que utilizam. Um exemplo, pouco adianta entregar a um policial um fuzil de precisão tipo FAL, com munição de longo alcance, sem dispor no armamento uma luneta com ótimo visibilidade e aproximação. na prática, os policiais utilizam as miras abertas dessas armas, sendo que dificilmente conseguem acertar em um alvo em movimento a mais de 100 metros.
    Em resumo, para o preparador ou sobrevivente que não se encaixa no terceiro grupo, sugiro a utilização de artefatos permitidos para defesa pessoal (spray paralizante e aparelho de choque elétrico) desde que tenham a devida habilitação, através de cursos específicos de emprego desses dispositivos. mesmo não sendo autorizado o porte de lâminas ou bastão retrátil, não há motivo para que os sobrevivencialistas não procurem academias que ofereçam técnicas de defesa pessoal com facas e bastão retrátil. O mesmo digo para os que não possuem porte de arma de fogo: procurem obter o CR de atirador, filiem-se a um clube de tiro, passem a participar de competições de tiro prático, esportivo e defensivo.
    E para os amigos, deixo um recado: “Os pactos sem a espada não passam de palavras, sem força para dar qualquer segurança a ninguém.” (Thomas Hobbes)

    • Murilo Almeida

      Reforçando o comentário de que eu NÃO estou desprezando as artes marciais, e, claro que muito menos estou a desconsiderar o potencial de letalidade de uma pessoa graduada em artes maciais tais como Aikido, Ninjutsu, Karate, Muay-Thai, Jiu-Jitsu, Judo, Capoeira e outras muitas, não foi o meu foco… Porem acredito que DEFESA PESSOAL vá um pouco mais além do confronto físico propriamente dito, pois entendo ser um comportamento mais complexo com entendimento de toda uma cena… Fato que se assemelha em muito ao “ESTAR PREPARADO” do sobevivencialista…

      • Murilo Almeida

        Um “bom” panorama da evolução da violência no Brasil você encontra no site http://www.mapadaviolencia.org.br/ onde, Júlio Jacobo Waiselfisz, coordenador do Mapa da Violência 2013, declarada que a priorização da segurança pública por governadores e iniciativas do governo federal tais como a campanha do desarmamento não foram suficientes para forçar a queda dos índices de violência…

  • Nicola Patel Filho

    Extremamente técnico, coerente e, principalmente, voltado a nossa realidade. Nada de Jonh Rambo. Parabéns…

  • Marcio Gamboa

    Muito bom levantar esse tema, da necessidade do emprego de armas e habilidades de defesa pessoal, visto o incremento das ações de violência por todo o país. Por outro lado, algumas considerações hão de ser feitas. É preciso reconhecer que ainda permence na legislação penal a tipificação como contravenção penal o porte de arma branca, considerando-se como tal as lâminas, como facas e canivetes, e ainda soco inglês e bastão retrátil. Quanto ao porte de armas de fogo, é preciso ressaltar que somente as pessoas autorizadas poderão fazê-lo, a exemplo de policiais, militares das FA e agentes penitenciários.

    • Murilo Almeida

      Gostei muito de todos os comentários de você, Marcio Gamboa, e do colega Arcaico LT…

      • Fico feliz por ter entendido meu ponto de vista , levando em conta a situação, não fiz o comentário como sarcasmo, estamos do mesmo lado e somos responsáveis por nossos atos, e bom dialogar o assunto, e com isso cresce o respeito entre nós sobrevivencialistas.

    • Nicola Patel Filho

      A contravenção penal de porte de armas brancas só é aplicável àquelas (armas) que são regulamentadas pelo exército, posto que o tipo contravencional exige que o porte seja “sem licença da autoridade”. Se não há regulamentação ou vedação, é livre o porte.
      Por isso o texto foi excelente do ponto de vista técnico, já que as armas não regulamentadas pelo exército, como bastão retrátil, faca de cozinha, canivete ou spray de gengibre não configuram a contravenção citada…

  • Murilo Almeida

    Bom texto…
    Creio, entretanto, sendo um pouco polêmico, que a primeira linha de defesa pessoal, principalmente pensando em uma mulher, esteja no preparo físico da vítima (em correr) para evitar o confronto…
    A segunda linha de defesa pessoal seria pedir ajuda ou mesmo fazer muito barulho pra chamar atenção de outras pessoas, e, em alguns lugares, usa-se apitos para isso…
    A terceira linha de defesa pessoal é o domínio da cena, ou seja, saber observar o ambiente, percebendo quantos são os agressores, aonde estão os agressores e o que eles portam (facas ? revolveres ? paus ?), quais são as rotas de fuga, quais os perigos de esboçar uma reação (lembre-se que existe responsabilidade civil da ação defensiva, quando ultrapassa os limites da legítima defesa)…
    A quarta linha da defesa pessoal é o corpo a corpo, embora alguns ainda defendam que, antes disso, haja a “negociação”, mas, pessoalmente, não creio nisso, passando ao ataque pois segundo o provérbio: “a melhor defesa é o ataque”, o contra-ataque e o contra-contra-ataque… Tudo isso é resumidamente chamado de defesa pessoal ativa…
    Aqui abro um parêntese para falar que os praticantes de artes maciais, excetuando o SYSTEMA (da Rússia), KRAVMAGÁ (de Israel) e o KYUSHOJITSU (do Japão), todos baseadas nas técnicas do atemi waza ou dim mak (pontos letais), não estão preparados para a defesa pessoal propriamente dita, muito embora seja reconhecido que as técnicas de defesa pessoal derivarem-se das artes marciais tradicionais, porem foram simplificadas para uso por pessoas comuns, para defender a sua vida, e não como esporte…
    Voltando, ao foco, a melhor arma para defesa pessoal seria indubitavelmente uma PISTOLA, mas isso é um baita “problema” no Brasil que proíbe a população de ter e portar armas de fogo… A segunda melhor arma para defesa pessoal seria o spray de pimenta, que pode ser transformado facilmente em um lança-chamas… A terceira melhor arma para defesa pessoal seria a arma de choque (e não o TASER pois este é proibido)… A quarta melhor arma para defesa pessoal seria um bastão… E a quinta seria uma lamina…
    Mas deem uma olhadinha neste artigo http://pt.slideshare.net/aspaulomello/armas-improvisadas
    VQV em QAP e QRV

    • Quer dizer que apenas o SYSTEMA (da Rússia), o KRAVMAGÁ (de Israel) e o KYUSHOJITSU (do Japão) são artes marciais adequadas à alguma situação de defesa?
      Gostaria de saber o nível de complexidade de cada uma. Obrigado.

      • Gabriel Cirino

        BielX eu sou praticante de KRAV MAGA e posso te assegurar que o arte é sem dúvida uma arte adequada a qualquer situação uma vez que é voltada para a sobrevivência urbana, principalmente partindo do princípio da defesa pessoal, sua marca principal é a simplicidade e facilidade de aprendizado, tornando assim qualquer cidadão, independente da idade, complexidade física ou qualquer outra coisa, capaz de defender-se de qualquer ameaça, sem falar no fato de ser uma arte completa, que faz com que o praticante recebe instrução de armamento e tiro, combate com facas e etc. Algo que com certeza se encaixa e muito nos princípios sobrevivencialistas.

      • Murilo Almeida

        Se não ficou claro, vou tentar explicar melhor… O SYSTEMA (da Rússia), o KRAVMAGÁ (de Israel) e o KYUSHOJITSU (do Japão) são artes marciais voltadas quase que exclusivamente a defesa pessoal, inclusive com certo grau de letalidade se aplicadas a contento… Não estou desprezando as demais artes marciais, até porque elas vão, em algum momento, ensinar-lhe alguma coisa de defesa pessoal, mas isso não é o foco principal delas… Acredito que DEFESA PESSOAL vá um pouco mais além do confronto físico propriamente dito… Ou seja, é uma forma de você estar preparado para agir…

    • Respeito o ponto de vista, claro é seu ponto de vista mas 1° dificilmente uma mulher correria mais do que um homem, 2° não gritaria se tivesse com uma faca ou qualquer outro tipo de arma apontada ou encostada em si, 3° no caso uma mulher a grande maioria ficaria em estado de choque que ficaria sem ação (a maioria não todas) tendo em mente que as vitimas são eventualmente as mais frágeis, 4°idem 3° (existem as preparadas mais são exceção), 5° concordo com a maior parte mas se referindo ao Brasil fica difícil. Espero que entenda o meu ponto de vista levando em consideração de que as vitimas são na grande maioria as mais frágeis, reforçando respeito sua visão sobre o assunto.

      • o comentário acima é direcionado ao comentário de Murilo Almeida, desculpe pela confusão

      • Murilo Almeida

        Amigo, primeiramente concordo com você, mas tentei acrescentar algo ao assunto que considero importante… Eu defendo que toda pessoa que se sinta vulnerável, principalmente as mulheres, devem fazer um BOM curso de defesa pessoal… Isso é importante e possibilita aprender regras simples de como se safar da grande maioria dos eventos de violência, já que muitos dos “agressores” são bandidos “pé-de-chinelo” oportunistas… Muitas vezes, para se safar de um problema precisamos entende-lo e se antecipar aos fatos… E na maioria das vezes nós somos vitimas de nós mesmos, por comportamentos “errados”… Claro que se você estiver rendido, não reaja, pois ira piorar a situação… Mas toda caminhada começa com um primeiro passo, e esta discussão é muito válida…

    • Yoseph Makabi

      Há controvérsias… Se falhar um projétil, adeus pistola… com revólver é só puxar o gatilho outra vez… Cada um com seu gosto… Pra mim é cacete e bala… Faca só pra sobrevivência no mato, nesse caso é a melhor pedida. Pra defesa pessoal é cacete e bala. E, claro, um razoável preparo físico. PORTE DE ARMA ILEGAL AGORA É AFIANÇÁVEL….
      SELVA!!!

      • Marcio Gamboa

        Agora entendo por que meus comentários aguardam moderação enquanto outros já foram publicados. Pelo visto fazer apologia ao crime (Art. 287, do CP), como incentivar o porte ilegal de arma de fogo, parece ser algo aceitável, tanto que esta publicação foi permitida, enquanto comentar o que está previsto na legislação, de que portar armas brancas continua sendo inflação penal é talvez motivo de constrangimento. Solicto-vos encarcidamente que meus posts não sejam publicados e, caso sejam, solicitarei que os mesmos sejam apagados. São atitudes como esta do usuário acima que acabam prejudicando e trazendo má-fama aos sobrevivencialistas no Brasil.

    • Murilo estava lendo seu comentário que diz “Eu defendo que toda pessoa que se sinta vulnerável, principalmente as mulheres, devem fazer um BOM curso de defesa pessoal…”.
      Fui assaltada recentemente, moto (provavelmente ladrão pé de chinelo, não vi arma, mas fiquei meio sem reação na hora, só conseguindo pensar depois do ocorrido, 23 horas, minha rua, voltando pra casa após um curso, e lá se vai bolsa com documentos e celular novinho)…
      Indo direto ao ponto que tipo de curso de defesa pessoal você recomendaria? Mulher, 22 anos. Queria aprender alguma coisa pra me sentir mais segura, e canalizar a raiva.
      Gostei do teaser, no meu caso o spray seria inutil por causa dos capacetes, mas o spray é interessante tbm.

    • Entendo, peço desculpas se meu comentário pareceu preconceituoso.
      É que eu preciso aprender algo do tipo, e não sei por onde começar. Existe uma grande variedade de artes marciais, mas eu sei que focadas em sobrevivência urbana não são muitas. Obrigado pelo esclarecimento

    • Srs, gostaria de acrescentar a esta lista uma arte marcial driada única e exclusivamente para a sobrevivência nos dias atuais, o SHS, para que tenham mais informações acessem:
      http://www.physicaltiger.com.br
      Esta arte foi baseada no HAPKIDO, mas tem inclusões de dotes de outras artes marciais e incursões científicas para que qualquer indivíduo, independente de sua condição física, sexo, gênero ou idade possa se desvencilhar de situações de agressão, uma arte pensada para ser eficaz nos dias atuais.

  • Existe uma alternativa que não chama nem atenção, rs. Biofenac Spray, até para passar nas costas já se fica sem ar e lacrimejando, confesso que já pensei em usá-lo como defesa pessoal.

  • Yoseph Makabi

    O spray perde seu efeito com o tempo. Se ficar armazenado muito tempo ele simplesmente se esvai. Ou seja o recipiente fica vazio e vc quando for usar não tem nada pra espargir. Eu uso um bastão retrátil. Funciona, inclusive com alguém com um facão. Eu já testei. Bata com força em locais certos. Mas o melhor mesmo é uma boa arma de fogo. Eu uso um revólver 38, 5 tiros. Ninguém escapa de um belo tiro no peito ou na cara. Lutar com facas é uma fria. Choquinho acaba a bateria,ou pilha. Mas funciona bem se vc deixar uns 10 segundos o cara desmaia. Eu já testei. Mas o melhor mesmo é cacete ou bala.
    SELVA!!!

    • Não tenho arma de fogo, mas sempre carrego comigo dois canivetes, sendo que um deles é um soco inglês com lâmina retrátil e quebra vidro (que pode muito bem ser usado como um quebra crânio), mas quando estou com uma roupa que não demonstre o volume de coisas, levo também o meu bastão retrátil.

      • Canivete é difícil de empunhar?
        Tem alguma dica para usá-lo como arma de defesa, tipo, para não arrancarem de suas mãos, ou algum ponto fraco no oponente sem ser vital?
        Estou pensando em comprar um, mas não sei de nada sobre manejo de lâminas.

    • Como funciona o bastão retrátil? Posso andar com ele no bolso da calça jeans?
      Sabe onde vende um?

      • Com relação ao bastão retratil, dependendo do tamanho será um pouco incomodo carregar no bolso, você pode encontrar facilmente em lojas de artigos militares e de caça e pesca. Em relação ao canivete, eu considero de fácil manoseio, se você quiser saber técnicas de combate pode procurar uma academia de kali silat ou mesmo krav maga, ambos tem técnicas de combate com faca e bastão, valem a pena.

      • O que eu tenho cabe no bolso da calça jeans, mas só uso se estiver com alguma blusa, jaqueta, ou camiseta que tampe o volume que ele faz.
        Só carrego ele na bainha quando estou acampando.

  • Leonardo Fuchs

    Excelente texto!

  • Muito interessante. Eu já conheço o site a algum tempo e sempre passo para ler os artigos mais recentes e estar em constante atualização, pois considero de uma forma geral que o mundo em que vivemos já nos trás uma situação de perigo iminente todos os dias, basta um descuido e algo ruim pode acontecer, visto que muitas pessoas sequer se importam com o próximo (vide grandes centros urbanos onde temos aglomerações em metros, pontos de ônibus, etc).
    Quanto a portar algum tipo de arma defensiva, achei interessante o spray, só gostaria de saber se a embalagem é pequena o suficiente a ponto de ser discreta para deixar em um bolso, no mais, eu vivo de forma preventiva, evitando lugares potencialmente perigosos e sempre procuro caminhos alternativos desviando de multidões, e uma boa dica é se tornar o menos chamativo o possível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s