Palestra: Sobrevivencialismo e seus fundamentos (SP – 27/07)

No dia 27/07/14 estive em São Paulo para fazer a minha primeira palestra dentro da temática sobrevivencialista. Hoje lhes trago o relato de como me senti nessa aventura.

10416589_800305970004336_3150050052665348168_n

Antes, quando pensava em palestras, achava que não seria uma área que fizesse sentido em ser explorada. Atualmente trabalho em uma empresa de treinamentos à distância e acredito que esta seja a ferramenta do futuro, por isso sempre fui muito cauteloso com ensinos presenciais. Hoje já estou começando a pensar diferente. Antes de continuar o relato, peço que assistam o vídeo onde disponibilizo a palestra:

São Paulo é um pesadelo para mim, não tem jeito. Se há um lugar onde me sinto o maior caipira do mundo, é lá. Todos aqueles prédios à minha volta, pessoas por todos os cantos e nem sequer a menor chance de sair de onde estou em caso de necessidade me deixam quase que claustrofóbico…rs. Não tenho nada contra a cidade, mas ela não é pra mim.

O compromisso estava feito e teria de ir de qualquer maneira! O evento se tratava do lançamento do livro “Os preparadores” de Filipe Doutel, que ainda vou começar a ler esta semana. No evento houveram mais algumas palestras, todas com o objetivo de abordar as diversas facetas da sobrevivência em cenários de crise.

58154_300707420111389_9184268579313611010_n

De qualquer maneira, fui! Enfrentei todo o senso de desorientação e consegui chegar no evento. Qual foi minha surpresa? Encontrei várias pessoas que viram meu convite e dirigiram em um domingo frio e chuvoso para conversar comigo! Haviam alguns que saíram do interior para ter esses momentos de bate papo e isso me deixou impressionado.

De fato, não tinha noção de como eu sou visto pelas pessoas que seguem o blog. Me senti super sem graça com a quantidade de elogios e quem diria… dei até autógrafos! Confesso que é uma sensação super estranha, dá um senso de urgência de tentar explicar que sou alguém normal e não mereço tamanha atenção.

Vocês não têm ideia do quão agradecido eu estou por ter tido essa experiência com todos que foram lá. Não vou lembrar o nome de todos, mas por favor, manifestem-se nos comentários!

Aqui deixo um ponto muito claro: Não tenho e nem nunca tive o objetivo de ser “famoso”. A postura que sinto e tento passar para as pessoas é de completa humildade, pois reconheço que TODOS, sem exceção, podem me ensinar coisas que não sei. Ainda assim, fico muito feliz de ter o meu trabalho sendo reconhecido, estava bastante desanimado e essa vivência carregou por completo as baterias da inspiração e agora estou a todo gás me desdobrando para trazer mais conteúdo para os que acompanham o blog.

No mais, como digo no vídeo, houve uma grande expansão de meus horizontes. Hoje vejo que as palestras não são válidas somente para o conhecimento, mas também para ter esse contato pessoal que é tão proveitoso. Pensando nisso, aqueles que tiverem grupos de amigos interessados em me chamar para uma palestra, oficina, acampamento, workshop ou um bate papo, basta entrarem em contato no e-mail sobrevivencialismo@gmail.com para tentarmos combinar alguma coisa!

Até.