Lâminas e vidas

Por Eremita Urbano

Creio que a grande maioria dos sobrevivencialistas/preparadores sempre tem consigo no seu dia a dia pelo menos uma lâmina. Claro que eu faço parte dos que não abrem mão de carregar pelo menos um canivete diariamente, para onde quer que eu vá.

Pensando nisso, segue uma reflexão interessante sobre lâminas e vidas!

Hoje no meu trabalho, estava de passagem da minha sala para o almoxarifado onde ia para arquivar alguns documentos. Passo pelo depósito e vejo alguns colegas tentando cortar uma corda com uma tesourinha, sem sucesso… Prontamente saquei meu canivete e cortei pra eles sem nenhuma complicação. Para minha surpresa a primeira frase que ouvi, não foi um “Obrigado!”, ou um  “Valeu mano!”.  A primeira frase foi: “Ué meu, porque que “cê” anda com um canivete?”

1978377_1496450313915628_1991253764_o
Meu atual canivete diário Ganzo G704

Dei um sorriso e falei simplesmente que é um hábito importante, além dos seus usos óbvios ele muitas vezes  serve pra facilitar trabalhos, como agora! Mas, vendo a face deles, percebi que eu deveria explanar um pouco mais.

Falei algo assim:

“Caras, é muito importante sempre ter pelo menos uma pequena lâmina consigo. Tempos atrás uma garota teve seus cabelos sugados pelo ralo/filtro de uma piscina e acabou morrendo diante da demora em conseguirem tirá-la de lá. Talvez se lembrem disso, passou na TV. 

Se alguém ali por perto tivesse uma faca ou canivete talvez ela ainda estivesse viva. Demoraram muito para retirá-la, quando viram que não conseguiriam puxar o cabelo do ralo pensaram então em cortar o cabelo dela, mas ninguém tinha nada cortante por lá. Depois de minutos preciosos conseguiram uma garrafa de cerveja que foi quebrada e, com um pedaço do vidro, tentaram cortar o seu cabelo, mas também não conseguiram. Só depois de muitos preciosos minutos, alguém conseguiu achar o local onde se desligava o filtro e a retiraram… Mas esse tempo todo debaixo d’água foi fatal!

Se no primeiro momento alguém ali tivesse uma lâmina qualquer, talvez ela ainda estivesse viva! É por isso e por outras coisas que eu sempre carrego um canivete e acho que todo mundo também deveria ter um sempre consigo.”

Pensei que tinha convertido alguns sobre a importância de uma preparação mínima… Mas… Qual a frase que escuto?

“Ah, mais é perigoso né, andar com faca, canivete “esses negoço”…!”

Nesse momento, resolvi apenas dar um sorriso e seguir em frente.

Agora esqueçamos as “ovelhas”. É uma pena, mas… Para elas (que são a maioria das pessoas), esse texto não dispara nenhum sinal. Você amigo sobrevivencialista/preparador entende que nunca se sabe quando uma emergência pode acontecer, não é? Pode acontecer num passeio inocente, em casa, no trabalho, em qualquer lugar! Então devemos estar sempre com nosso EDC e dentre todos os itens particulares de cada um, a lâmina deverá estar lá obrigatoriamente.

Isto é que eu acho, carrego sempre uma lâmina comigo porque ela efetivamente pode me salvar ou salvar alguém diante de uma situação inesperada onde cortes são necessários.

E você amigo leitor, além dos usos convencionais, consegue pensar em situações ou vivenciou situações em que a lâmina pode ou pôde salvar vidas?

Aprenda e seja útil a você mesmo, a sua família e a sociedade, evolua, sobreviva!

Eremita Urbano(@fortedoeremita) é Cientista da Computação, pós-graduando em Gestão da Tecnologia da Informação e Técnico em Administração Empresarial. Atuou mais de 10 anos como instrutor de computação e rotinas administrativas. Aficionado em aprender, acredita que o estudo do sobrevivencialismo e assuntos correlatos, pode nós aperfeiçoar e nos tornar humanos melhores.