Bate papo sobre facas e cutelaria artesanal com Paulo Cinti

Se existe um assunto que rende muita conversa é sobre lâminas. Existem tantos modelos, materiais, técnicas, usos e N aplicações que é muito difícil encontrarmos “aquela” lâmina para o que precisamos… e é aí que temos que passar horas a fio pesquisando na internet.

970979_537297173002517_1448514287_n

Eu particularmente não sou aficionado em lâminas, as considero com um instrumento necessário e quero ter algo de boa qualidade em minhas mãos. Se eu compro uma lâmina é para sujá-la de lama, riscá-la nas pedras, derrubar sem querer… enfim, fazer a coitada trabalhar de verdade. É a partir desse ponto de vista relativamente simplista que converso com Paulo Cinti, o proprietário da King Facas.

No vídeo, debatemos alguns tópicos importantes que surgem na mente quando estamos começando a olhar com mais calma os instrumentos de corte disponíveis no mercado. Espero que gostem!

O que achou das opiniões que emitimos? Você vê vantagem em algo produzido artesanalmente ou prefere o produto industrializado?