Prevenção no Trânsito

Próximo a época de feriados, férias e outros motivos que levam as pessoas a viajarem, a TV começa a falar do mesmo tema TRÂNSITO. Este ano vou pagar 2 mil reais de imposto dos meus veículos, e o DNIT possivelmente vai sumir com este dinheiro e não vai gastar nada com as estradas e rodovias. Os prefeitos não vão investir em segurança no trânsito, e o governador não está nem ai para os diversos índices de acidentes.h

Voltando ao tema sobrevivencialismo, o que tem a ver isto com trânsito? No Brasil tudo. Morrem mais pessoas no trânsito do que em assaltos, de doença, desaparecidos no mato, picada de cobra e qualquer outra forma de morrer.

Então os que devemos fazer para não morrer no trânsito? Primeiro, seja habilitado… Isto mesmo! Tire habilitação, e respeite as leis de transito, todas elas. Depois disto, tenha certeza que os outros motoristas não irão tomar o devido cuidado e vão tentar de toda forma te matar…Agora que está preparado e sabe quem é seu inimigo, vamos ao combate!

Tenham sempre em mente que seu equipamento esteja devidamente manutenido, ou seja, antes de sair de casa verifique se seu carro está com os pneus em boas condições, tem água no radiador (caso saiba onde fica), óleo do motor, fluido de freio e fluído de direção hidráulica. Verificada esta parte, vamos as ferramentas obrigatórias (quer dizer sempre tem de ter, inclusive é infração de transito não portar): macaco, chave de roda, estepe e triângulo de sinalização.

Agora que estamos prontos para sair de casa, vamos rodar. Ao entrar no carro, cinto de segurança depois partida (“cara eu odeio usar cinto” então porque você usa bainha na sua faca?). E sempre respeite a velocidade da via. Fazendo isto, vamos a outro quesito importantíssimo, o combustível. Saiba qual o combustível aceito pelo carro que você esta se locomovendo e sempre tenha mais de meio tanque de combustível, caso esteja abaixando, abasteça, o que abunda não obsta.

Saiba tirar o cinto de segurança em caso de acidentes, levando sempre um canivete próximo ao cinto para cortá-lo se necessário. Tenha sempre o número de um guincho, mecânico, delegacia, policia militar, corpo de bombeiros e em caso de rodovias, o número da policia rodoviária federal e rodoviária estadual… Não custa nada fazer isto. Saiba sempre o caminho que vai seguir e lembre-se, cuidado com os atalhos, inclusive os do GPS, pois podem te levar por caminhos “estranhos”.

Em locais de acidentes evite tocar nas vitimas, como vimos em post anteriores sobre socorrismo. Use as técnicas que você aprendeu aqui somente para familiares, podem até achar egoismo da minha parte mas por experiência própria digo que nem sempre a pessoa socorrida fica grata, então vamos acionar o socorro e deixar com os profissionais. E por favor não tirem fotos para postar na internet (como Julio Lobo proíbe de dizer algumas coisas não vou falar de quem devem tirar fotos) isto causa um desconforto muito grande a vitima e a família.

Por fim, nunca parem para ajudar a moça bonita nas rodovias pois como diria Pedro: “é uma cilada Bino”. O restante agente discute nos comentários.

Anúncios

5 Comentários

  • Victor Alsol

    Gostei bastante, vou começar a tirar minha carta no mês que vem, e já providenciei todos os “apetrechos” para o meu carro.
    Acho que acima de tudo ser prudente é a sua melhor defesa contra os outros, “amarelo não é verde”.

  • Lucas Macêdo

    Muito interessante. Poucas pessoas tem consciência de que veículos podem se transformar em máquinas mortais, acham são brinquedos de parques de diversão – não que estes não possam também serem perigosos – e usam da pior forma possível, colocando em risco não apenas sua vida como a vida de pessoas que não tem nada a ver com sua irresponsabilidade. Não dirijam apenas por vocês, mas também pelos outros. Sempre alerta!

  • eulerbrandao1969

    Excelente matéria, uma pena que muitos não tem conciencia que o veiculo é uma arma na mão tb

  • Alex Argona

    Sempre na cabeça: “O Importante é chegar ao destino bem….” e isso se consegue obedecendo principalmente os limites de velocidades (aqueles que aparecem nas placas de sinalizações).

  • LuciloPCJr.

    Perfeito, muito bem explicado.
    Quem dirige, com consciência, sabe como é difícil vigiar a si mesmo, o cara que está a sua frente, o que está atráz, aquele que vem cortando, a estrada, sempre cheia de buracos e defeitos, os pedestres e a sinalização, faltou algo? Só então… se sobrar um tempinho, você pode curtir a paisagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s