Post do colaborador: A natureza dos incêndios

Caros leitores, como sabemos, não existem dados estatísticos específicos sobre incêndios no Brasil ou os que temos são bastante precários, assim sendo, não sabemos quantas vítimas de incêndios temos por ano e o que preocupa também é que não temos informação necessária sobre o assunto na mídia.


Após algumas pesquisas, venho trazer algumas informações úteis para o público em geral e até mesmo nós profissionais da área para que possamos nos precaver de incêndios em nossas residências.

Informações sobre a natureza do incêndio

A cada dia os norte-americanos experimentam o horror do incêndio. Sem exceção, a maioria das pessoas não sabem o que é um incêndio, porém só quando conhecemos a verdadeira natureza de um incêndio podemos preparar nossas famílias. Cada ano mais de 4000 norte-americanos morrem e mais de 25.000 são feridos em incêndios, situação essa que pode ser evitada com conhecimento básico.
A Administração de Incêndios dos Estados Unidos (USFA), divisão da Agência Federal para Controle de Emergências (FEMA) considera que as mortes por causa dos incêndios podem ser reduzidas ensinando as pessoas sobre as características básicas de um incêndio.

O fogo é rápido, não há muito tempo! 
Em menos de 30 segundos uma pequena chama pode ficar completamente fora de controle e tornar-se num grande incêndio. Em apenas poucos minutos uma casa se enche de fumaça negra e densa. Em minutos uma casa pode ser completamente devorada pelas chamas.
A maior parte dos incêndios em residências ocorre quando as pessoas dormem. Se você acordar durante um incêndio, não tente recolher objetos valiosos porque o fogo se desenvolve muito rápido e a fumaça é muito densa. Apenas vai ter tempo de escapar!

O calor do fogo é mais perigoso que as chamas!

Basta o calor de um incêndio para matar. Num quarto as temperaturas podem ser de 100 graus ao nível do solo e chegar aos 600 graus ao nível dos olhos. Ao respirar esse ar superaquecido vai receber queimaduras no trato respiratório e nos pulmões e consequentemente levá-lo a morte.
Esse calor pode derreter a sua roupa e deixá-la colada à sua pele, deixando gravíssimas queimaduras. Em cinco minutos um quarto pode atingir tanta temperatura que tudo o que está dentro dele se incendiará ao mesmo tempo,formando uma combustão generalizada (flash over).

O fogo é escuro, não é brilhante! 

O fogo inicia luminoso, mas depressa, produz fumaça negra e completa escuridão. Se você acordar durante um incêndio pode ficar cego, desorientado e incapaz de se orientar dentro da casa em que viveu durante anos.
Tente encontrar a parede e seguir com a mão encostada na mesma até encontrar uma saída. Nunca troque de mão!
EX: Uma vez iniciado com a mão direita, deve continuar com a mesma até ao final, caso isso não aconteça às probabilidades de se perder são maiores.

A fumaça e os gases tóxicos matam mais gente que as próprias chamas!

O incêndio consome o oxigênio que você precisa para respirar e produz fumaça e gases tóxicos que matam. Respirar ainda que sejam pequenas quantidades de fumaça e gases tóxicos pode provocar tonturas, desorientação e falta de ar. Fumaças incolores e inodoras podem induzi-lo a um sono profundo antes que as chamas alcancem as portas… e é possível que não consiga acordar a tempo.

Recomendações sobre segurança contra incêndios

Em caso de incêndio lembre-se: O tempo é seu maior inimigo e cada segundo conta!

  • Se acontecer um incêndio, escape e depois peça ajuda;
  • Nunca fique em pé durante um incêndio, caminhe agachado ou arraste-se com a boca fechada por debaixo da fumaça, uma vez que a mesma tende a subir e a temperatura é mais baixa junto ao solo;
  • Nunca retorne por motivo algum a um edifício em chamas, isso pode lhe custar a vida;
  • Antes de acontecer, elabore um plano de fuga e um ponto de encontro fora de casa;
  • Assegure-se que todos os membros da família conhecem as rotas de fuga a partir de cada quarto;
  • Pratique a saída de olhos fechados ou vendados;
  • Finalmente, ter um alarme para detectar fumaça em bom funcionamento aumenta grandemente as possibilidades de sobreviver a um incêndio. 

E lembre-se de praticar com toda a sua família um plano de fuga. 

Este post foi colaboração de: 

Prof. João Vales, Conselho Nacional de Bombeiros Civis – PE. 
Pesquisador-ICPB, http://www.icbp.com.br 
Formação internacional como Bombeiro e Técnico de Emergências Médicas.
Especialista em NR10 e SPDA, NR33 e Emergências Quimicas. 
Instrutor de Bombeiros e Brigadas de Emergência.

Anúncios

4 Comentários

  • Diego Parreira de Queiroz

    Parabens tuga, pelo material

  • Bela mensagem, útil e preciosa.

  • Acho o cúmulo da burrice da preparação os cara que compram 50 armas de fogo, estoque de alimento por 10 anos e não possui um mísero extintor de incêndio na cozinha que é o local mais perigoso de uma casa.
    Dica: Nunca tentem apagar um fogo causado por uma panela com óleo usando água, porque: http://www.youtube.com/watch?v=mD4v8z4jfYw

  • eulerbrandao1969

    Muito bom o post sobre incêndios,alem do detector de fumaça e bom ter um de gás tb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s