O sobrevivencialismo na mídia

Conforme o fim do ano vem se aproximando, mais recebemos e-mails de revistas e canais televisivos interessados em saber o que fazemos e porquê nos preparamos. Essa evidência na mídia é benéfica ou não?

entrevista

Entrevista com a equipe da TV Morena para o canal GloboNews

A tão temida data de vinte e um de dezembro tem trazido nossa prática para a evidência da mídia nacional, fazendo com que a pauta do momento seja o que fazer “se caso” o mundo que conhecemos chegar a um fim. Em minha opinião, temos uma situação que pode servir para beneficiar ou denegrir nossa prática… A linha é bastante tênue.

Digo isso pois a TV tem um foco bastante específico nesta história de “fim do mundo” e alguns programas acabam tentando nos “encaixar” nesta categoria de paranoicos, loucos varridos e afins… Então tudo depende da forma que o conteúdo é exposto. Muitas vezes o que é de vital importância para nós, sobrevivencialistas, pode ser ironizado ou satirizado por aqueles que não possuem o mesmo olhar que nós. Hoje tudo aquilo que foge da normalidade é rejeitado ou satirizado e convenhamos… Todos aqui já devem ter passado por uma situação onde nossas preocupações foram banalizadas.

A grande questão é que o que para a maioria soa como algo sem sentido e até mesmo louco, pode atingir uma minoria que está em busca do que nossa prática oferece. Se de todas estas reportagens que forem ao ar nós conseguirmos uma pessoa que viu o conteúdo com outros olhos e decidiu se preparar para possíveis crises futuras, meu trabalho está feito. Sempre digo que direta ou indiretamente, o que fazemos aqui pode salvar a vida de alguém no futuro.

Então façamos as coisas corretamente, com responsabilidade, ética e é claro, humildade.

Ser “dono do próprio nariz” é algo tão exótico e fora do comum hoje que as pessoas acabam achando absurdo ter um posicionamento assim… mas é importante que todos saibam que existem pessoas que se preocupam com o futuro de forma diferente e buscam a auto-suficiência para protegerem suas famílias e entes queridos.

Não quero entrar na onda sensacionalista da TV, mas quero ter a sensação de que estou tentando ajudar o maior número de pessoas possível… e isso fazemos colocando a cara à tapas. Também peço que não me vejam como alguém que quer se tornar “estrela” ou famoso, considerem-me apenas como uma pessoa comum que faz o possível para ajudar aqueles à sua volta.

Fiz este post para expressar um pouco do que anda ocorrendo e também aproveitar o espaço para pedir desculpas pelo atraso nas atualizações, nossos autores estão produzindo conteúdos muito bacanas mas final de ano é bem corrido para todo mundo!

E você? Acha que é legal essa evidência do sobrevivencialismo na mídia?

Anúncios

25 Comentários

  • A maioria dos programas televisivos que falaram sobre o sobrevivencialismo, na minha opinião, deturpam a filosofia e ridicularizam como “neuróticos” os preparadores. Acho legal a divulgação dos trabalhos, mas é visto como positivo apenas para os que gostam, como eu, porém para a maioria da população, ovelhas inocentes, são vistos como loucos. Até o Natgeo faz a edição do Doomsday Preppers para parecer isto. Prefiro os canais do youtube que são feitos por sobrevivencialistas para sobrevivencialistas. Um blog é acessado apenas por quem gosta, então já tem a base filosófica. Eu sou um prepper muito básico e já sou chamado de mcGyver, de doido. Mas prefiro achar que minhas práticas e estratégias servirão em algum momento para me tirar o perrengue e todos que riram vão se dar muito mal.

  • Sou um preparador, Sempre penso em comentar por aqui, mas não gosto de me espor!
    Minha familia me acha maluco, pelas coisas q fiz e que tenho. Tomara que eles tenham razão, mas se não tiverrem estarei preparado pra nos manter vivos por muito tempo.

  • Tem algum link onde eu possa ver a reportagem?

  • Quando vi alguns de seus vídeos no yt,achei legais e tudo mais, porém, os vi como prática de lazer alternativo. Entender de práticas que podem salvar sua vida em certas situações é salutar, contudo,tais conhecimentos são como airbag, vc num quer usar, mas é bom saber que pode contar com ele. No mais chefia, vc é muito jovem pra se enveredar nessa linha de teoria da conspiração, iluminati, 21/12 e outras bobagem veiculadas nessa terra de ninguém que é a internet. Vou continuar vendo seu vídeos, como interessado em bushcraft, armas e técnicas de sobrevivência, mas sem essa de ser catequizado. Respeito sua forma de pensar, mas lembre-se, o que sai de nossa boca externa o que temos na cabeça e, por issso seremos avaliados ou julgados, vc é um cara inteligente, desprenda-se de rótulo ridículos. Juizo.

    • Olá João,

      Não acredito em datas ou teorias como essas. Respeito aqueles que acreditam porém eu particularmente não me identifico com tais crenças. Acredito contudo, que o sobrevivencialismo é uma prática que pode salvar vidas e também dá ao indivíduo a possibilidade de tornar-se mais independente num sistema tão “amarrado” como o que vivemos.

      Obrigado pela sua opinião e apoio!

      • Olá! Vi esse vídeo agora e fiquei feliz de ver q sua família o apóia, o mesmo não acontece comigo. Não sei se sou “prepper” (não gosto de rótulos), mas não deixo de fazer o q acho certo e não comento com ninguém. Parabéns!

  • eu acho q qm quiser aprender sobre o tema vai entender, a entrevista ficou otima porem as ediçoes nao ajudarma alias a do jornal com especialista ferro geral, ms a entrevista deixa claro o tema e contradiz o texto dos ancoras entao qm usar a cuca vai perseber q num tem nada a ver o q eles disseram sobre a entrevista.

  • Cuidado com a midia, vc pode entrar no jogo deles sem saber. Continue com seu trabalho pela internet sem adesão a nenhuma tv, ainda temos liberdade na internet (por enquanto), soube que no USA vão implantar clips na população isso para 2013, provavelmente faram o mesmo no tempo certo aos povos do 3 mundo.

    • Olá Vinícius,

      Compreendo sua preocupação, mas também é obrigação minha tentar ajudar o máximo de pessoas que puder a se prepararem… e sei que isso vêm com um certo custo. Mas tenho planos alternativos e estes não revelo à ninguém!

      Abração.

  • Olhei a reportagem agora e ficou boa, temia que iriam só falar de fim do mundo mas acredito que ficou bem equilibrada e deixaram bem claro que não acreditamos em final do mundo em 2012… só em 2023..

  • Júlio! Acho que vc não tem que ficar se preocupando pois se preocupar é como ficar se balançando numa cadeira de balanço, “te dar algo pra fazer mais não”.
    A mídia agora é algo que vc não terá muitas chances evitar, observe o básico como citou o amigo Weber Vheli Batista sobre as credenciais e a emissora.
    Antes de tudo a filosofia do sobrevivencialismo se resume em poucas palavras “é melhor prevenir do que remediar”, e sobrveivencialista todo mundo é, de uma forma menor ou maior.

    E como coisas simples a mais sofisticadas:
    * a dona de casa que guarda uns trocados a mais para comprar o leite e os pães durante o mês até a chegada do próximo salário.
    * o garoto que leva sempre em sua carteira uma camisinha pra quando num encontro ele não acabe num fria.
    * o homem que guarde algum dinheiro na sua poupança para ter algum dinheiro extra no futuro.
    * as pessoas que tem em suas residencias uma cisterna, para armazenar um grande volume de água “como é o caso da minha cidade aqui no interior de Alagoas, pois o Nordeste está passando pela maior seca dos últimos 30 anos.
    * o senhor que coloca câmeras de vigilância e cerca elétrica em sua casa e etc.

    Resumindo, cada um de nó nesse planeta, é um sobrevivente.

    • markinhosdikapryo

      Correção: “te dar algo pra fazer mais não te leva pra lugar nehum”.

  • OI JULIO,

    PARABENS PELO SUCESSO E DIVULGAÇÃO NACIONAL GRATIS QUE A TV PROPORCIONA PARA O NOSSO MOVIMENTO. INFELIZMENTE NÃO CONSEGUI CHEGAR A ESSE PATAMAR AINDA AQUI NO RIO DE JANEIRO – RJ, POIS ME FALTAM MAIS RECURSOS TECNICOS NA INTERNET E TEMPO PARA MEXER EM MEU BLOG AQUI PARA FICAR TÃO BOM E COMPLETO COMO O SEU AI , AQUI NO RIO ESTOU SOZINHO POR ENQUANTO, ALGUNS POUCOS INTERESSADOS ESTÃO ENTRANDO TIMIDAMENTE EM CONTATO COMIGO PARA SABEREM MAIS : ONDE ? COMO ? PRA QUÊ ? E PORQUE ?
    MAS DEVAGAR A GENTE CHEGA LÁ ! ISSO TUDO JA É UMA GRANDE CONQUISTA ATRAVES DE VC QUE NOS REPRESENTA E A NOSSA IDEOLOGIA MUITO BEM !
    DAQUI, SEMPRE, JULIO VC TERA O MEU APOIO E RECOMENDAÇÕES, ASSIM COMO ESPERO A RECIPROCA DE VC E DOS OUTROS PRATICANTES DE NOSSO MOVIMENTO NACIONAL E IDEOLOGIAS E FORMA DE VIVER, AFINAL DE CONTAS LIBERDADE É PRECISO PARA SOBREVIVERMOS E SEM DIVULGAÇÃO NÃO PODEMOS ROMPER AS BARREIRAS DO ANONIMATO, PRECONCEITO E IGNORANCIA HUMANA.

    PARABENS CONTINUE O BRILHANTE E COMPETENTE TRABALHO.

    VAMOS MONTAR UMA ASSOCIAÇÃO NACIONAL PARA ESTARMOS MAIS ORGANIZADOS ????

  • Julio e Léo parabéns aos dois pelo excelentes textos, o Brasileiro tem por defeito nato o hábito de lagar tudo para última hora, estar preparado para uma SHTF não é exatamente estar preparado para o FIM DO MUNDO, o fim do mundo esta acontecendo em diversos países nesse exato momento, veja o Iraque, e outro países do oriente médio, levando a nível nacional o Ceará esta passando por uma terrível seca, recentemente vimos cidade serem varridas pela força das água, isso mostra claramente que mesmo no Brasil pessoas passam por situações de SHTF.

    Abraços a todos os Sobrevivencialistas.

  • Júlio, mais uma vez parabéns, no que puder ajudar, tamo junto! não morra, sobreviva!

  • Realmente a mídia tanto pode ajudar quanto denegrir a imagem do movimento sobrevivencialista dependendo da forma que a mesma abordar o tema.
    Sabe, não sei o que acontece com o povo Brasileiro, talvez seja fator cultural sei lá. O povo brasileiro tem o costume de acreditar que nada vai atingi-los e tira-los de sua zona de conforto, acreditam que serão sempre salvos por uma força maior…
    (Não quero desrespeitar a crença de ninguém e sei que tem coisas que acontecem na vida de algumas pessoas, verdadeiros milagres, que fazem com que pessoas superem dificuldades muitas vezes extrema, mas o próprio Deus deixou bem claro que devemos fazer a nossa parte e ele nos ajudará e a preparação significa FAZER A SUA PARTE!!!)
    Tem também a falta de informação, se bem que isso não é desculpa pois os com a internet vc pode se informar basta ir atrás e buscar as informações como nós fazemos! Mas a maioria só se importa em saber da vida das celebridades, do que vai acontecer na próximo capitulo da novela, de quanto ficou o jogo…
    Julio parabéns a vc e seus companhei
    ros pelo destaque, isso significa que o trabalho de vcs está sendo reconhecido e parabéns a vcs pela humildade de vcs pois nãos deixaram o estrelismo subir a cabeça como muitos que vemos por aí!!!!

    • Boa complementação Léo, obrigado pelo apoio!

  • Viniciusvideos30

    Meu Pai sempre ensinou a não mostrar tudo que eu sei
    por-que isso pode ser usado contra mim por um inimigo no futuro
    então tente evitar mostrar seu abrigo, onde voce estoca alimentos
    por-que em uma catastrofe todos procurarão voce então procure
    alertar a sua comunidade como se preparar a começar a estocar
    alimentos mais evite mostrar todas suas tecnicas abraços
    !!!

  • Ad Sumus!

  • Fico preocupado apenas com o fato de ao se tornar uma pessoa pública, você esta se tornando um “alvo” por assim dizer, no caso de um FMCC ou qualquer crise menor mas que desestabilize a sua região. Vai ter que levar em consideração isso na suas preparações daqui por diante. Sorte amigo.

    • Pois é, isso já passou pela minha cabeça no momento em que o blog começou a crescer. Eu particularmente considero minha casa como condenada em caso de crise, visto que todos amigos e conhecidos vão se lembrar de mim quando não tiverem o que comer em uma crise (conveniente, não?).

      Então visto tal situação, meu abrigo secundário, minha BoL, serão minhas opções viáveis em qualquer crise. Valeu pelo apoio!

  • eulerbrandao1969

    Vi a entrevista de vcs, foi muito bem explanado o sobrevivencialismos por vc parabens

  • Weber Cheli Batista

    Com a mídia é sempre bom ter cuidado. Precisa ver se o (a) Repórter é bem credenciado, assim como a emissora, para não distorcerem a filosofia do sobrevivencialismo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s