Contágio: A realidade poderá ser assim?

Atenção: O texto abaixo pode conter spoiler

O filme contágio exibido nos cinemas em 2011 traz o rápido progresso de um vírus letal, transmissível pelo ar, que mata em poucos dias. Como a epidemia se espalha rapidamente, a comunidade médica mundial inicia uma corrida para encontrar a cura e controlar o pânico que se espalha mais rápido do que o próprio vírus. Ao mesmo tempo, pessoas comuns lutam para sobreviver em uma sociedade que está desmoronando.

O filme é narrado de uma maneira documental e acompanha a transmissão do vírus desde o paciente zero até a contenção da doença pelas autoridades. Diferente de outros filmes de catástrofe através de vírus que geralmente mostra o que esta acontecendo depois da pandemia, em Contágio mostra a progressão da doença e o medo tomando conta da população mundial enquanto milhões de pessoas morrem.

O começo do filme lembra um pouco a realidade vivida há alguns anos atrás com o aparecimento do vírus H1N1 (gripe suína), porém logo percebemos que a atuação deste vírus é mais rápida e mais mortífera, trazendo mais pânico na população mundial e logo após o caos.

Enquanto a OMS tenta buscar a cura da doença a população em pânico busca sobreviver da maneira mais primitiva que existe, com saques e violência. Em outra parte, uma polêmica criada por um jornalista freelancer da internet sobre uma possível cura que as autoridades escondem, causa a desconfiança da humanidade em relação ao governo criando ainda mais a desconfiaça do povo e aumenta o caos.

Em qualquer filme em que a humanidade está preste a acabar o instinto do homem volta a sua origem pré-histórica e esta questão é a que importa para nós. Com a população mundial morrendo, as produções em massa começam a desaparecer e a busca por alimentos fica mais acirrada, com o tempo, mais selvagem. Enquanto as autoridades buscam a cura, acontece um seqüestro de um representante da autoridade para que os bandidos consigam as primeiras doses da vacina.

Contágio é um filme que para mim apresenta um panorama que pode a vir a ser realidade e me fez pensar em algumas situações como informação, segurança, a armazenagem de alimentos e medicamentos. É um filme que todo sobrevivencialista deve assistir, tirar lições e refletir sobre o que você esta fazendo para um possível cenário catastrófico. Assista e pergunte-se: Será que estou preparado?