Estamos no tão falado ano de 2012, e agora?

Pois é, estamos em primeiro de janeiro de 2012.

Para muitos, mais um ano. Para outros, o fim do mundo.

E você o que está achando? Quais são as providências que você vai tomar para se preparar para o que der e vier este ano?

Convenhamos pessoal, não esperamos por um apocalipse Zumbi ou uma invasão alienígena (embora muitos esperem). Para que estamos realmente nos preparando neste ano de 2012?

ECONOMIA:

O ano de 2011 foi um ano muito difícil para a economia. Muitos países de primeiro mundo se enroscaram em dívidas e os impostos crescem tanto que não sabemos muito bem quando poderemos ter algum dinheiro na carteira. Nós brasileiros estamos nos tornando a população mais endividada do mundo com os nossos empréstimos e parcelamentos… é uma bola de neve.

Alguns se encantam com o aumento do salário mínimo, mas esquecem que este aumento reflete também no preço dos produtos nas prateleiras do mercado mais próximo… sem contar nas taxas abusivas que nos cobram e nunca saberemos para onde foi essa “contribuição”.

Hoje a ideia de possuir uma casa própria está cada vez mais complexa, visto que os valores estão exorbitantes e muitos se arriscam fazendo financiamentos que comprometem boa parte da renda mensal por um LONGO tempo. Você compra um automóvel hoje e ao sair da garagem já perdeu de 2 a 5 mil reais no valor do carro e olhe que não preciso nem falar nas taxas de IPVA.

DESASTRES:

Os desastres que ocorreram em 2011 deixaram marcas profundas a nível global, vimos uma tsunami varrer boa parte do Japão, enchentes terríveis em nosso país, temperaturas tão altas que deixaram nossa população idosa e infantil bastante prejudicada com problemas respiratórios… sem contar com o vulcão chileno que expeliu cinzas o suficiente para cancelar todos nossos vôos durante quase uma semana. A lista de acontecimentos desastrosos vai bem longe se continuarmos escrevendo aqui… furacões nos EUA, terremotos com magnetude de 8.0 na escala Richter (na Turquia, Nova Zelândia, Peru e EUA), quedas de aviões e muitos outros acontecimentos trágicos.

A melhor parte de tudo isso é o fato de que em vários estudos vemos a constatação de que tais eventos estão ocorrendo com maior frequência no mundo, talvez o planeta Terra esteja cobrando a dívida.

VIOLÊNCIA:


Estamos em um mundo cada vez mais violento. Vimos em 2011 a revolta que ocorreu no Egito, Guerras civis no Irã e em diversos países. Quando falamos do Brasil ficamos cada vez mais apreensivos.  Nossa força policial não consegue lidar com toda a criminalidade que está a ocorrer e, quando conseguem, os criminosos capturados são facilmente liberados de punições devido à um sistema de justiça falho.
Ao ligarmos a TV para ver o Jornal só ouvimos atrocidades e violências que nem mesmo em filmes de terror podíamos imaginar, e tudo isso ali, em frente aos seus olhos e logo depois da porta da sua casa. Saímos de casa torcendo para não sermos vítimas de assaltos, deixamos de fazer atividades por medo, nos trancamos em casa, viramos prisioneiros de nosso próprio lar enquanto os marginais estão passeando pelas ruas e escolhendo quais vítimas vão atacar.

SAÚDE:


Nosso sistema de saúde nacional está falido. Todos os dias perdemos vários brasileiros nos corredores dos hospitais Brasil a fora por falta de recursos, ou melhor, por desvio destes. Ao olharmos para depois de nossas fronteiras, vimos a H1N1 ameaçar o mundo todo, beiramos uma epidemia. Quando achamos que estávamos livres, um laboratório em Rotterdam acabou de inventar uma nova forma do vírus que agora é capaz de se propagar pelo ar… claro, tal pesquisa foi feita apenas para fins científicos, porém está deixando os terroristas de todo o mundo ansiosos para a publicação dessa pesquisa. Vale lembrar também do acidente nuclear no Japão (decorrente da tsunami) que expôs inúmeros japoneses a elevados níveis de radiação.

A geração que está sendo criada agora se alimenta de Fast-Foods e comidas congeladas, aumentando absurdamente o número de obesos, hipertensos e diabéticos.

_________________________________________________________________________________________________

Desculpe por acabar com o clima de felicidade por um novo ano, mas olhando pelo lado racional e analítico dos fatos, não há muitos motivos para acreditar que este será um ano tranquilo, cheio de paz e felicidade.

Fica aqui o link para a retrospectiva de 2011 no site G1. Acesse o mesmo e me diga,  não tivemos grandes boas notícias no ano de 2011, tivemos? É impressão minha ou maior parte do que aconteceu foi ruim?

Está na hora de pararmos de fantasiar e começarmos a observar o mundo à nossa volta, que obviamente está se despedaçando. Nos preparamos porque acreditamos que em algum momento a seleção natural vai vir com tudo para cima dos humanos (que tem escapado faz tempo) e somente os preparados e conhecedores poderão continuar andando por aqui.

Um feliz 2012 para todos.