Review: Gerber Gator Machete Jr.

Após esperar ansiosamente, chegou a lendária Gator Machete Jr. Confesso que ao abrir o pacote você se surpreende com o peso e a ergonomia do equipamento, totalmente leve e com o cabo emborrachado ela te dá total segurança na hora de manusear-la.

Embalagem vista de frente.
Embalagem vista de trás, com detalhe da bainha.

A lâmina de 2,2 mm  é composta por um alto teor de Carbono e Cromo , o que deixa ela extremamente leve e resistente, atingindo o comprimento total (lâmina e cabo) de 47 cm. Sua lâmina têm aprox. 29 cm. Um detalhe interessante é que o fabricante agregou uma lâmina e um serrote no mesmo equipamento desta forma eu economizo peso e espaço. O seu cabo é extremante ergonômico, o que auxilia na hora de cortar ou serrar.

Detalhe a lâmina com a serra na parte superior.
Detalhe do cabo emborrachado.

A sua bainha é de nylon e cordura extra forte Gerber. Na parte onde fica a serra, ela tem uma proteção para que não danifique o material. Único detalhe que não gostei que o seu passa cinto foi desenvolvido para ficar do lado direito no cinto tático o que atrapalha pessoas canhotas (como eu).

Bainha super resistente.
Detalhe da bainha.

A parte serrilhada da lâmina corta muito bem, você consegue serrar um tronco verde muito rápido, porém a parte de corte vem sem fio nenhum  e para afiá-la da um pouco de trabalho e pelo fato de ser muito leve exige um pouco mais de força na hora do corte, mas não vi problema nisso porém alguns usuários reclamam. Recentemente a Gerber convocou os usuários da machete Gator e da Gator Jr. para um recall, pois o cabo que era fabricado anteriormente não tinha o “guarda” fazendo que a mão escorregasse e acontecessem alguns acidentes, você enviava a sua machete e eles faziam a troca de graça para que mais acidentes não ocorressem. O preço aqui no Brasil varia de 150,00 a 200,00 reais que são muito bem pagos pela qualidade do produto, já nos E.U.A varia de 25,00 a 80,00 dólares.

RESUMO GERAL

Prós:

  • Lâmina após afiada corta muito bem.
  • Equipamento muito resistente.
  • Como o percentual de Cromo é alto, a oxidação não vai ser problema.
  • Como o percentual de Carbono é alto, o corte e a resistência são melhores.
  • A costura da bainha é reforçada e não desfia.
  • O cabo emborrachado não machuca a mão.

Contras:

  • Como na machete existe uma serra, você não consegue segurar a lâmina num trabalho mais “detalhado”.
  • O passa cinto não foi pensado para canhotos.
  • Por ser leve, exige mais força na aplicação do corte.

Quando você tira a machete da embalagem se apaixona logo de cara, cuida dela como se fosse uma filha e não vejo a hora de sair acampar ou sair para uma trilha para estrear.  Comprei, usei e recomendo.