Review: Gerber Gator Machete Jr.

Após esperar ansiosamente, chegou a lendária Gator Machete Jr. Confesso que ao abrir o pacote você se surpreende com o peso e a ergonomia do equipamento, totalmente leve e com o cabo emborrachado ela te dá total segurança na hora de manusear-la.

Embalagem vista de frente.
Embalagem vista de trás, com detalhe da bainha.

A lâmina de 2,2 mm  é composta por um alto teor de Carbono e Cromo , o que deixa ela extremamente leve e resistente, atingindo o comprimento total (lâmina e cabo) de 47 cm. Sua lâmina têm aprox. 29 cm. Um detalhe interessante é que o fabricante agregou uma lâmina e um serrote no mesmo equipamento desta forma eu economizo peso e espaço. O seu cabo é extremante ergonômico, o que auxilia na hora de cortar ou serrar.

Detalhe a lâmina com a serra na parte superior.
Detalhe do cabo emborrachado.

A sua bainha é de nylon e cordura extra forte Gerber. Na parte onde fica a serra, ela tem uma proteção para que não danifique o material. Único detalhe que não gostei que o seu passa cinto foi desenvolvido para ficar do lado direito no cinto tático o que atrapalha pessoas canhotas (como eu).

Bainha super resistente.
Detalhe da bainha.

A parte serrilhada da lâmina corta muito bem, você consegue serrar um tronco verde muito rápido, porém a parte de corte vem sem fio nenhum  e para afiá-la da um pouco de trabalho e pelo fato de ser muito leve exige um pouco mais de força na hora do corte, mas não vi problema nisso porém alguns usuários reclamam. Recentemente a Gerber convocou os usuários da machete Gator e da Gator Jr. para um recall, pois o cabo que era fabricado anteriormente não tinha o “guarda” fazendo que a mão escorregasse e acontecessem alguns acidentes, você enviava a sua machete e eles faziam a troca de graça para que mais acidentes não ocorressem. O preço aqui no Brasil varia de 150,00 a 200,00 reais que são muito bem pagos pela qualidade do produto, já nos E.U.A varia de 25,00 a 80,00 dólares.

RESUMO GERAL

Prós:

  • Lâmina após afiada corta muito bem.
  • Equipamento muito resistente.
  • Como o percentual de Cromo é alto, a oxidação não vai ser problema.
  • Como o percentual de Carbono é alto, o corte e a resistência são melhores.
  • A costura da bainha é reforçada e não desfia.
  • O cabo emborrachado não machuca a mão.

Contras:

  • Como na machete existe uma serra, você não consegue segurar a lâmina num trabalho mais “detalhado”.
  • O passa cinto não foi pensado para canhotos.
  • Por ser leve, exige mais força na aplicação do corte.

Quando você tira a machete da embalagem se apaixona logo de cara, cuida dela como se fosse uma filha e não vejo a hora de sair acampar ou sair para uma trilha para estrear.  Comprei, usei e recomendo.

Anúncios

13 Comentários

  • ola gostaria de saber de como vc afiou este facao.grato e aguardo resposta

    • Olá Ricardo,

      Da mesma forma como qualquer outra lâmina, fazendo o corte com a lima e depois passando a pedra para terminar o fio.

      Abraços.

  • Muito bom, Gostei da matéria e já pensei em comprar um desses, mas hoje andando pela minha cidade, entrei numa loja de material de construção e lá estava o “velho e bom” fação TRAMONTINA de 16″ a R$ 9,80.Por esse preço…não tem como não resistir!!!rsrsr!!!Gostei do Site…Já li quase todas as materias…PARABÉNS!!!!

  • me interessei por esse produto como faço para adquirir por um preço mais razoavel?

    • Olá Daniel,

      Creio que mais barato do que dito no post seria apenas comprando direto dos EUA, mas com o dólar alto como está é capaz de não compensar. Mas o preço varia entre 160 e 200 reais mesmo, não tem como pagar menos que isso.

      Abraços.

  • Pingback: Marcado para responder, uma opinião de mais um autor. |

  • Gustavo Crivelaro

    Cara, a Gerber fabrica facas lindas e funcionais!
    Gostaria muito de ter uma dessa em minha coleção, só que aqui no Brasil o preço dói um pouco.
    Se vocês estão pensando na mesma Western que eu eu tenho uma tambem, uma faca boa leve, mas horrivel de afiar gasta-se umas horinhas nela, comprei ela mesmo para coleção pois o preço estava bom (paguei axo que 15 reais). Essa semana compro minha WOTAN 1 por ela ser uma BOWIE ja serve como machete tambem.

    • Fala Gustavo, bem vindo ao Sobrevivencialismo, quando chegar a sua WOTAN 1 e você adicionar a sua coleção, mande uma foto para nós que publicaremos na sessão do leitor! Valeuuu…

  • Diego Ferreira da Silva

    Eu tenho duas facas da Western, uma de mergulho e outra no estilo Rambo, além de um canivete automático com bussola e lanterna led. Bem, eu gosto e aprovo o aço usado por eles (talvez não seja a melhor coisa do mundo) mas aguenta umas boas porradas, e pelo preço que costumam cobrar já que uma faca boa deles gira em torno de R$10,00 a R$25,00, e em qualquer loja de ferragens vc encontra, eu acho que é a alternativa pra todos, principalmente pra quem quer começar a afiar seus equipamentos mas tem medo (eu não afiaria um Gator sem bom conhecimento por medo de estragar o produto)….
    Mas com relação a este produto (afinal, o review é da Gator Jr.) eu achei bem legal, um multi funcional, se quisermos colocar assim, e com relação ao fato da serra nas costas da lamina, acho que pra trabalhos mais detalhados temos outras facas, afinal não podemos sair com SÓ uma lamina…. como diz um camarada “tantas facas e poucos bolsos e cintos…”
    Até mais…

  • Tenho duas Western, uma delas é a (Faca Western Esporte 08″ com Bainha e Bússola), assim que comprei retirei a bainha e fiz um trançado de corda o ideal é usa o Paracord 550 , que vou adquiri esse mês ainda, fica excelente o apoio e caso necessite pode usa a Paracord 550 em caso de emergência..

    • É um dos posts agendados, eu tenho a Nautika String, que o cabo vinha com um nylon sem-vergonha, ai optei por fazer com a paracord, ficou show!

  • Muito bom o review, possuo algumas facas entre elas um punhal, uma dica de uma boa faca pra quem não gosta de gasta muito é a Faca Esporte Western, leve e com uma lâmina bem afiada. O contra dela fica por causa da bainha…

    Já pra quem não si importa em paga um pouco a mais concerteza a Gerber vale cada centavos.
    Lembrando que quanto maior o percentual de cromo no aço maior a resistência à oxidação, e quanto maior o percentual de carbono maior a dureza e melhor corte.

    Tenho também uma Faca Cabo Prata 2004 com Bússola Interna + Kit Fogo + Pedra de Amolar, e não recomendo pelo peso dela,…

    Abraços e Boas Trilhas…

    • Bem vindo ao sobrevivencialismo meu amigo, eu tenho uma Western, porém o cabo quebrou ( se estivermos falando do mesmo modelo), guardei a lâmina e estou pensando em fazer um cabo pra ela, quem sabe não sai uma outra review por aqui! Grato pela sua participação amigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s