Tipos de desbastes em facas – O guia completo!

Para iniciantes, uma faca consiste em duas partes: Uma lâmina e um cabo. Esta visão simplista das facas já basta para a maioria das pessoas, mas se você quer conhecer esta ferramenta em um nível mais aprofundado é preciso entender como cada parte da faca influencia em como você utiliza ela.

Um dos pontos que passam mais batido nesta ferramenta é a forma de desbaste aplicado na lâmina. Acredite ou não, o tipo de desbaste de uma faca pode mudar por completo a dinâmica de uso dela, por isso conhecer os diferentes formatos poderá ajudar você a entender melhor como usar seu equipamento e maximizar sua eficiência e durabilidade.

Fiz questão de deixar os nomes em inglês pois são os que você encontrará em pesquisas, então vale já aprendê-los desde o começo. Dito isso, aqui vão os tipos mais comuns de desbastes de lâminas com seus devidos atributos e forças.

Hollow Grind

O Hollow Grind ou “desbaste côncavo” tem sido um tipo historicamente popular de desbaste, especialmente entre os caçadores. Este formato é côncavo, o que significa que os lados curvam para dentro até se encontrarem. Apesar desse tipo de lâmina atingir um fio “de navalha” o desbaste não a faz muito durável e ela pode ficar cega rapidamente.

Sua aplicação mais clássica é para limpeza de animais após caça.

n3qim967haxy

Repare no desbaste côncavo da lâmina nesta faca Hollow Grind!

Full Flat Grind

O Flat Grind ou “desbaste plano” é o tipo mais simples. Desde o dorso da lâmina o desbaste já começa e vai descendo de maneira constante até o fio de maneira igual nos dois lados, e isso garante que o fio consiga ser bem afiado mas nem tão durável.

Sua aplicação é especialmente focada em atividades finas como o uso gastronômico, visto que o corte é preciso e uniforme.

2

Nas lâminas Full Flat o desbaste começa desde o dorso e vai até o fio de maneira consistente

High Flat Grind

O High Flat Grind ou “desbaste alto e plano” é uma variação do flat grind dito acima. Em vez de o desbaste começar desde cima, nesta variação ele deixa uma pequena porção da lâmina com a mesma grossura do dorso. Isso garante uma lâmina estruturalmente mais forte e que ainda é capaz de manter um fio relativamente fino, com o bônus de ganhar mais durabilidade.

Sua aplicação é muito ampla, variando de facas táticas até facas de sobrevivência.

mn_1

Nestas lâminas o desbaste começa um pouco abaixo do dorso, dando mais resistência estrutural para a peça

Scandinavian Grind (Scandi)

O Scandinavian Grind, também conhecido como Scandi é mais uma variação do Flat Grind. A sua proposta é começar o desbaste da lâmina o mais próximo possível do fio, ou seja, grande parte da lâmina fica com a mesma espessura do dorso e garante uma força muito grande para a ferramenta.

Ambos, o desbaste Scandi e o High Flat são os mais recomendados para facas de sobrevivência pois eles são os mais fáceis de se afiar no campo. Você pode encontrar o ângulo de afiação rapidamente mesmo com pedras de afiar bem rudimentares, o que garante que você não fique com uma faca cega no meio de uma atividade. Por outro lado, estes dois tipos de lâminas perdem seu fio mais rápido do que alguns outros tipos de desbastes.

Como exemplo, há a faca 2449, da marca Bahco.

faca-police-guepardo-camping-tatica-pushtang-nfe-d_nq_np_18774-mlb20160680889_092014-f

Perceba o desbaste com ângulo mais agressivo no meio da lâmina.

Chisel Grind

O Chisel Grind ou “desbaste de formão” é exatamente como você esperaria: Um lado é completamente plano – do dorso até o fio – e outro lado possui um desbaste que começa na metade da lâmina e então mergulha em ângulo bem agressivo para a ponta. Os ângulos variam, mas geralmente o desbaste de formão possui algo próximo de 25 graus.

Este tipo de desbaste é encontrado, obviamente, em formões, mas também aparecem em alguns canivetes e facas de chef’s. A vantagem de uma faca com esse formato é que ela é excepcionalmente afiada e ótima para realizar trabalhos com madeira ou cozinha, contudo a manutenção de seu fio deve ser constante.

Como exemplo, confira a 2448 da Bahco.

cutelaria-facas-faca-formao-bahco-modelo-2448-p-1523902977461

Este ângulo super fino permite cortes de precisão, especialmente em madeira!

Convex Grind

Em vez de ter uma curva para dentro como o desbaste Hollow, o Convex Grind ou “desbaste convexo” possui uma curva bem arredondada que chega até o fio. Nada mais é do que um desbaste Scandi mas com curvas, em vez de uma linha reta.

Este é um dos formatos que permite maior durabilidade do fio, além de também poder ser afiado muito bem. O uso ideal dele é para separação de fibras de madeira, tanto que é a melhor opção para machados. O grande problema é que pela angulação torna-se um formato difícil de ser afiado com precisão, exigindo que o operador já tenha boa experiência com a ferramenta.

convexexample

Repare na aparência curvada do desbaste da lâmina

Conclusão

Nada como conhecer a sua ferramenta para poder extrair o máximo dela, não é? Ser capaz de identificar as afiações das diversas lâminas que você tem ou pretende comprar já lhe darão uma noção muito mais clara de quais atividades serão mais apropriadas para cada uma delas. Desrespeitar a natureza de desbaste da lâmina só vai lhe causar frustração e lâminas cegas!

Existem muitas outras variações mais exóticas e incomuns de fio, porém preferimos nos ater ao que você encontra com facilidade no mercado. Espero que tenha gostado e lembre-se que você sempre poderá encontrar as facas que precisa em nossa loja oficial (clique aqui).

Texto traduzido e ampliado retirado do site Knife Depot.

Anúncios

3 Comentários

  • Julio, como sempre parabéns pelo seu trabalho, realmente é ótimo conhecer as ferramentas que usa, assim como suas variações. http://www.centrodeestudomars.com/2018/10/killologia-aplicada-combate-extremo_6.html

  • Caros, acabei me equivocando nas medidas das mini facas.
    Aqui vão as medidas corretas: a minúscula da Master USA (alpha team – MU1128) tem 8,5 cm e 4 cm de lâmina 3.1 mm de espessura.
    E a Boker Plus (lhutak design) tem 13,7 cm, lâmina de 6,7 e 3.4 mm de espessura.
    Ambas espetaculares!
    Agradeço a atenção
    Obrigado

  • Caro Lobo, Trupe e leitores, eu realmente gosto muito de assuntos ferramentarios! 😀
    Mandou bem , inclusive mantendo os nomes no inglês pois fica mais objetivo, sem problema de entendimento, até porque essa arte não é muito entendida em terras tuupiniquins!

    Mas como meu lema é agregar, não tem como eu ficar só no elogio, vamos então a mais dados úteis sobre o assunto, e o tema que vou abordar é: tamanho sempre É documento!

    Facas são especialistas não só em suas formas e gumes, mas sobretudo em seus tamanhos!

    Uma faca pequena faz o que nenhuma grande faz, ela é a mestra no carving improvisado!

    Até ter uma diminuta faca eu não tinha a menor ideia da funcionalidade superior dessas belezurinhas!
    Adquiri uma alpha team fultang com 3 mm de espessura e 7 cm de comprimento TOTAL, faca diminuta e boa, com ela fiz manobras em trabalhos que nunca consegui fazer de forma tão espetacular com estiletes ou bisturis cirúrgicos (outra ferramenta “faca” sensacional), acabei adquirindo um boker maior (made in german) com uns 10 cm e um belo cabo de celeron em preto e azul que é minha companheira em tudo, e ambas, sempre fazem o que nenhuma faca maior consegue fazer!
    Um detalhe de um entalhe não tem como ser feito com faca pequena, media ou grande, é fundamental uma faca diminuta e nesse embalo existem zilhares de trabalhos que necessitam facas minis.

    E facas minis não existem nessa fossa brasilis, da mesma forma que nada que preste existe nessa fossa!!

    E facas minis para quem tem habilidade de manufatura são FUNDAMENTAIS!

    As pessoas tem que entender que na fossa brasilis se prioriza a desconstrução do ser humano, e assim toda sorte de sabotragem é feita contra o povo. Vide não existir carro 4×4 popular, impedindo de forma clara a possibilidade de exploração do país! O mesmo se aplica a furgãos 4×4 que não são permitidos a venda nessa latrina imunda, pois com eles fazemos motohomes out landers que nos garantem a liberdade de fugir dessa cloaca sociedade brasilica sem precisar sair do país!
    E ferramentas superiores fazem o sobrevivencialista ainda mais eficaz e independente, de forma que não fica possível o sequestro criminal que manieta a todos presos nas patas de uma governança completamente CRIMINAL!

    É isso, para entendermos as reais agendas desse paiséco é fundamental conhecermos ferramentas superiores, pois assim percebemos que o que é feito com a subtração da boa ferramenta é a subtração do ser criativo, producente e eficaz, e esses seres são perigosos para um estado degenerado. Se há alguma dúvidaq sugiro que estudem a LPI 9279-96 que é a lei de patente e verão que patentear no brasil é uma armadilha para roubar propriedade intelectual e entregar nas patas de industriais completamente degenerados e incompetentes.
    Basta observar o que são caiaques nessa cloaca de país, são lixos totais, alguns são tão toscos, mas tão toscos que se parecem com sarcófagos flutuantes!
    Mas essa cambada incompetente garante que nunca haverá caique bom nessa fossa, pois se houver, o povão vai conhecer as ilhas (e casas isoladas inacessíveis ao povão sem embarcação) dos salafros nababos que parasitam e sabotam essa nação através de leis abjetas!

    Ferramentas são tudo, tudo só pode ser feito com ferramentas, e só ferramentas excelentes fazem produtos excelentes!
    Mas aqui na fossa o negócio é smartfones em agendas de obsolescência programada, afinal se o smart faz tudo, na hora que ele se recusar a fazer todos ficam cegos como um piloto de ultraleve em nevoeiro!
    O smart não substitui nenhuma ferramenta, ele apenas emula as ferramentas de forma virtual, não adianta ter um celular para medir, é fundamental ter a trena, mesmo que não a usemos por conta do celular!

    O celular ainda não emulou facas, mas muito em breve o fará e aí, estamos fu, pois o povão já lobotomizado vai achar que facas não são mais necessárias, e nessa hora a essência humana desmorona de vez pois a faca é a ferrramenta fundamental, original, primeva! Faca é a mãe de todas as ferramentas!

    E isso que digo será aplicado a tudo, isqueiros, lanternas já estão quase obsoletas e camaras fotográficas só existem porque ainda existe nicho de foto high level!

    Ferramentas são tudo e a faca é a ferramenta original!
    Sem uma faca somos macacos, e muitos hoje em dia mesmo com facas são macacos!
    Que o respeito e apreço às facas não morram perdidos nas memórias “smarts” dos fones dos selfistas!
    Pois nesse embalo até as pranchas de surf algum dia serão os boards dos selfistas e não mais existirão surfistas!
    Todos selfistas farão um mundo de retardados, mas que estarão muito bem na foto, estarão! Afinal photoshop e para isso e já está dentro dos smarts! 😆

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s