Como se defender contra um ataque de facas?

Recentemente a escola regional de Franklin nos EUA foi alvo de um evento horrível onde 22 estudantes foram feridos por um agressor portando uma lâmina. Este evento trágico é somente mais um dentro da quantidade de violência que temos presenciado no mundo. Sim, ataques massivos com faca são raros, mas não é algo que pode ser ignorado.

Saber como se defender durante um ataque com facas é um conhecimento vital e que precisa ser aprendido por todos. Visto que é um equipamento fácil de carregar e esconder, a sua detecção pode ser feita de maneira tardia demais durante uma discussão acalorada.

Evite a situação

A melhor maneira de se manter a salvo em um ataque de facas é evitar que ele aconteça! Se você sabe que alguém está com uma faca ou uma pessoa mostra uma lâmina para te ameaçar, neste momento você já deve procurar por meios para deixar o local o mais rápido possível.

Infelizmente nem sempre esta ameaça ocorre e a faca pode ser sacada sem nenhum aviso prévio, antes mesmo de você perceber que a pessoa esta portando ela. Por isso, como um sobrevivencialista, você deve sempre estar muito atento ao que acontece à sua volta e as pessoas que estão próximas à você.

Tempo = Distância

Quando um assaltante puxa uma faca a sua prioridade é colocar a maior quantidade de espaço possível entre você e ele. Você precisa resistir a tentação de virar as costas e correr pois estará exposto e não terá forma de saber se o agressor consegue correr mais rápido que você. Vagarosamente comece a andar para trás e comece a colocar um pouco de espaço entre você e o criminoso.

Não vire e corra

Você precisa evitar a todo custo virar suas costas para o agressor. Suas costas ficarão completamente vulneráveis para múltiplos ataques se você não conseguir superar seu agressor na corrida e as suas chances de sobrevivência cairão dramaticamente. Você pode tropeçar, cair, trombar em algo… Tudo isso pode lhe tornar um alvo fácil para o agressor. Correr também dispara a reação natural de “perseguirem você”, o que pode escalar o nível de violência de uma situação que talvez não fosse tão ruim ainda.

Quando você está de frente para o agressor você possui mais capacidade de se defender ou até mesmo de retirar a lâmina da mão dele.

Proteja as partes vitais do seu corpo

Existem regiões do seu corpo que você precisa proteger se estiver sob ataque de uma lâmina. E, por mais estranho que soe, existem áreas do seu corpo que você pode usar para criar uma espécie de “escudo” para as áreas de maior importância, como por exemplo o seu antebraço, ombros e cotovelos.

A regra é que quanto mais músculos uma parte do corpo tem, menos vulnerável ela estará. O interior de seus braços e pernas, sua garganta e seu peito precisam ser protegidos a todo custo. Se o agressor romper uma de suas artérias suas chances diminuirão dramaticamente. Então mesmo que seja algo difícil de pensar em momentos extremos como esse, lembre-se: Utilize as partes mais periféricas do seu corpo para defender o centro.

Tente encontrar uma arma

Qualquer coisa que você conseguir utilizar para se armar irá lhe dar alguma vantagem. Se você conseguir objetos que possam ser usados como armas improvisadas ou uma fonte de distração, suas chances vão aumentar. Um pedaço de pau, uma pedra, um bastão ou qualquer item longo que poderá prevenir que o agressor consiga chegar perto é o ideal para este cenário. Você quer manter a sua distância de segurança enquanto também faz o agressor pensar duas vezes em fazer seu movimento. A maioria das vezes ter um objeto em suas mãos já é suficiente para que eles recuem ou fiquem receosos de atacar.

Reforce seus braços

Se você tiver ganho uma distância mínima do agressor, tente enrolar alguma proteção nos seus braços, mesmo que seja apenas seu casaco. Se você conseguir minimizar os cortes que receberá nesta região, você terá maiores chances de reagir apropriadamente à situação. Isso vai lhe fornecer mais segurança e maior dificuldade para o agressor cortar seus braços.

Isole a arma

Quando tentando lidar com um ataque com facas você precisa bloquear e isolar a arma o mais rápido possível. Tirar o alcance e movimento do agressor irá evitar que você seja perfurado ou cortado. Sempre use o peso do seu corpo como vantagem e faça tudo o que puder para levar o agressor ao chão e deixar a faca grudada no solo.

Sempre esteja atento e procurando por pessoas portando lâminas

Muitas pessoas nunca esperam que uma faca vá “surgir” em uma situação agressiva e este geralmente é o último erro que elas cometem. Muitas brigas de bar acabam em esfaqueamento pois a vítima nunca imaginou que uma faca poderia existir na situação.

Aqui voltamos novamente na ideia de que a prioridade é evitar o confronto. Diminua seu ego e desista se for o mais correto a fazer. Se a situação continua escalando, você já tem que se preparar para a possibilidade de uma luta de facas. Comece a pensar o que você poderia fazer e como teria de reagir caso isso realmente se torne uma possibilidade.

Você também precisa estar atento às outras pessoas que podem estar envolvidas na situação. Você talvez consiga sobrepujar o atacante, mas um de seus amigos pode aparecer e te esfaquear pelas costas… Então o jogo acaba para você. Estas são apenas algumas das situações que você deve considerar quando envolvido em uma situação agressiva.

Novamente, o melhor conselho que podemos dar é deixar o seu ego de lado e evitar este tipo de situações de qualquer maneira. Infelizmente, algumas vezes existem situações que são inevitáveis e para estas nós esperamos que você esteja um pouco mais preparado com este texto.

Texto traduzido e adaptado do blog Confessions of a Prepper.